Categorias
Notícias

Resultado do julgamento de M. Ramos, D. Souza e Palmeiras

Maurício Ramos pegou um jogo de suspensão (já cumprido) pela expulsão da partida Palmeiras 0x0 São Paulo. Diego Souza foi absolvido.

O Palmeiras também foi absolvido por denúncia contra o estádio Palestra Itália.

Siga abaixo o minuto a minuto do julgamento. A fonte é o site Justiça Desportiva.

16:31 RESULTADO DO JULGAMENTO:
POR UNANIMIDADE DE VOTOS, DESCLASSIFICADA A INFRAÇÃO DO JOGADOR
MAURÍCIO, DO PALMEIRAS, DO ARTIGO 254 PARA O ARTIGO 255, AMBOS DO CBJD,
PUNINDO-LHE COM UMA PARTIDA DE SUSPENSÃO; POR MAIORIA DE VOTOS,
ABSOLVIDO O JOGADOR DIEGO SOUZA, DO PALMEIRAS, QUANTO À DENÚNCIA DE
INFRAÇÃO AO ARTIGO 254 DO CBJD; POR UNANIMIDADE DE VOTOS, ABSOLVIDO O
PALMEIRAS QUANTO À DENÚNCIA DE INFRAÇÕES, POR DUAS VEZES, AOS ARTIGOS
213, §1º, do CBJD.
16:30 O PRESIDENTE DA QUARTA COMISSÃO DISCIPLINAR VOTA INTEGRALMENTE COM O RELATOR.
16:29 COM A PALAVRA O PRESIDENTE ROBERTO TEIXEIRA PARA PROFERIR O SEU VOTO, O ÚLTIMO DO JULGAMENTO.
16:28 O AUDITOR OTACÍLIO ARAÚJO DIVERGE DO RELATOR EM DOIS PONTOS. PRIMEIRO
EM RELAÇÃO AO ARTIGO EM QUE O JOGADOR MAURÍCIO RAMOS FOI PUNIDO,
ENTENDO QUE DEVA SER PUNIDO NO ARTIGO 250, MAS TAMBÉM COM UMA
PARTIDA. NO SEGUNDO PONTO, VOTA PELA PUNIÇÃO EM DUAS PARTIDAS AO
JOGADOR DIEGO SOUZA, POR INFRAÇÃO AO ARTIGO 254 DO CBJD.
16:26 COM A PALAVRA O AUDITOR OTACÍLIO ARAÚJO PARA PROFERIR O SEU VOTO.
16:24 COM A PALAVRA O AUDITOR WASHINGTON RODRIGUES DE OLIVEIRA, QUE ACOMPANHA O RELATOR INTEGRALMENTE.
16:22

O
AUDITOR RELATOR PAULO BRACKS VOTA NO SENTIDO DE DESCLASSIFICAR A
INFRAÇÃO DO JOGADOR MAURÍCIO, DO PALMEIRAS, DO ARTIGO 254 PARA O ARTIGO
255, AMBOS DO CBJD, PUNINDO-LHE COM UMA PARTIDA DE SUSPENSÃO; ABSOLVER
O JOGADOR DIEGO SOUZA, DO PALMEIRAS, QUANTO À DENÚNCIA DE INFRAÇÃO AO
ARTIGO 254 DO CBJD; E ABSOLVER PALMEIRAS QUANTO À DENÚNCIA DE
INFRAÇÕES, POR DUAS VEZES, AOS ARTIGOS 213, §1º, do CBJD.

16:20

O AUDITOR PAULO BRACKS AINDA FUNDAMENTANDO O SEU VOTO, DIRECIONANDO PARA A ABSOLVIÇÃO DE DIEGO SOUZA E DO PRÓPRIO PALMEIRAS.

16:16 COM A PALAVRA O AUDITOR RELATOR PAULO BRACKS PARA VOTO.
16:14

O DEFENSOR AINDA
DIZ QUE, NO SEU ENTENDIMENTO, O CARRINHO NÃO É ILÍCITO. “SE A FIFA
QUISESSE JÁ TINHA BANIDO ESTE TIPO DE JOGADA, MAS ELA PERMITE. O LANCE
DO DIEGO SOUZA FOI UM CARRINHO NORMAL, DO JOGO”. ELE ENCERRA SUA DEFESA
PEDINDO A ABSOLVIÇÃO DO JOGADOR DIEGO SOUZA, ASSIM COMO DO JOGADOR
MAURÍCIO, SOBRE O QUAL ENTENDE QUE SUA EXPULSÃO DECORREU DE UMA JOGADA
NORMAL.

16:12 O ADVOGADO DO CLUBE PAULISTA AFIRMA QUE O ÁRBITRO JÁ TEVE O SEU
ENTENDIMENTO DO LANCE EM TELA, POIS ACONTECEU NA DISPUTA DE BOLA.
RAFAEL PESTANA LÊ AINDA A DECLARAÇÃO DO JOGADOR ANDRÉ DIAS, QUE SOFREU
A FALTA. “ISSO É MUITO MAIS IMPORTANTE DO QUE QUALQUER OUTRA COISA,
POIS CONTRIBUI PARA A PACIFICAÇÃO NO FUTEBOL”.
16:10 O ADVOGADO ENCERRA SUA FUNDAMENTAÇÃO EM RELAÇÃO À DENÚNCIA DO PALMEIRAS
PEDINDO A ABSOLVIÇÃO DO CLUBE, JÁ QUE ENTENDE QUE O CLUBE NÃO COMETEU
NENHUMA INFRAÇÃO. EM SEGUIDA, ELE PASSA A DEFENDER O MÉRITO EM RELAÇÃO
AO JOGADOR DIEGO SOUZA.
16:07 O
ADVOGADO DO CLUBE PAULISTA DIZ QUE O PALMEIRAS FEZ A SUA PARTE AO
REPRIMIR DESORDENS, RESSALTANDO QUE O INFRATOR FOI IDENTIFICADO, MAS
FOI LIBERADO PELO PROMOTOR PÚBLICO, JÁ QUE O MINISTÉRIO PÚBLICO É O
DONO DA AÇÃO EM QUE O TORCEDOR PODERIA TER SIDO PUNIDA. RAFAEL PESTANA
DESTACA TAMBÉM O COMPORTAMENTO DA TORCIDA DO PALMEIRAS, QUE PROCUROU
DETER O INFRATOR E ENTREGÁ-LO À POLÍCIA.
16:03 COM A PALAVRA O ADVOGADO DO PALMEIRAS, RAFAEL PESTANA.
16:02

COM
A PALAVRA O PROCURADOR PAULO SALOMÃO, QUE AFIRMA TER SIDO O LANCE DE
DIEGO SOUZA UMA JOGADA VIOLENTA E QUE PRECISA SER PUNIDA. ELE AINDA
RESSALTA QUE O LANCE RESULTOU NO DESMAIO DO ADVERSÁRIO. EM RELAÇÃO AO
PALMEIRAS, DIZ QUE NÃO FICOU COMPROVADO NOS AUTOS QUE OS OBJETOS NÃO
TENHAM SIDO ARREMASSADOS OU QUE O INFRATOR TENHA SIDO IDENTIFICADO.

15:58 OS AUDITORES SOLICITAM QUE SEJA PASSADA NOVAMENTE A IMAGEM DO LANCE DO JOGADOR DIEGO SOUZA, DO PALMEIRAS.
15:52 OS AUDITORES AINDA SE ENCONTRAM REUNIDOS ANALISANDO OS DOCUMENTOS,
ENTRE ELES A DECLARAÇÃO DO JOGADOR ANDRÉ DIAS, DO SÃO PAULO, ONDE PEDE
QUE DIEGO SOUZA NÃO SEJA CONDENADO.
15:47 NESSE INSTANTES OS AUDITORES TERMINAM DE ASSISTIR À PROVA DE VÍDEO E O
PRESIDENTE DECLARA INTERROMPIDA A SESSÃO PARA QUE POSSAM VER ALGUNS
DOCUMENTOS JUNTADOS AOS AUTOS PELO ADVOGADO DO PALMEIRAS, RAFAEL
PESTANA.
15:42 ACOMPANHE TODOS OS DETALHES DESTE CASO, QUE PODE RESULTAR EM PUNIÇÕES PARA DIEGO SOUZA, MAURÍCIO E O PRÓPRIO PALMEIRAS!
15:40 AUDITORES,
ADVOGADOS E DEMAIS PRESENTES ASSISTEM ÀS PROVAS DE VÍDEO DO PROCESSO,
TANTO DA PROCURADORIA DO STJD COMO DA DEFESA PALMEIRENSE.
15:37

Entenda os casos dos jogadores palmeirenses:

Depois de cinco passagens no ano passado, o palmeirense está de
volta ao STJD, desta vez para responder a uma denúncia de jogada
violenta – artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD)
– por conta de um carrinho em André Dias, do São Paulo, onde sequer o
árbitro marcou falta e lhe aplicou um cartão amarelo. Em caso de
condenação, Diego Souza pode desfalcar o Palmeiras em até seis partidas
no Campeonato Brasileiro, a começar pelo jogo do próximo domingo, dia
7, contra o Vitória, no Parque Antarctica. A pena mínima é de dois
jogos de gancho. O zagueiro Maurício Ramos foi expulso no mesmo jogo
após receber duas advertências. Denunciado por jogada violenta – artigo
254 do CBJD –, o jogador pode pegar de dois a seis jogos de suspensão.

15:36

Entenda o caso da denúncia do Palmeiras:

A denúncia foi por conta dos relatos do árbitro Rodrigo Braghetto na
súmula, que descreveu que “aos 16 e 36 minutos de jogo, no momento em
que foram executadas cobranças de escanteio a favor da equipe do São
Paulo, próximas ao assistente número dois, foram arremessados dois
chinelos em direção ao atleta e ao assistente, não atingindo ninguém e
nem atrapalhando a sequência do jogo”. Como o árbitro relatou que os
chinelos foram atirados por torcedores do Palmeiras, o clube foi
denunciado duplamente no artigo 213 (Deixar de tomar providências
capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto) do
Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que pode fazer com que
a equipe perca até dez mandos de campo e sofra uma multa de R$ 10 mil a
R$ 200 mil, podendo ter essa pena duplicada por terem sido dois atos
distintos, em dois momentos diferentes.

15:35 AGORA O PROCESSO TERÁ CONTINUAÇÃO COM OS DENUNCIADOS DO PALMEIRAS.

6 respostas em “Resultado do julgamento de M. Ramos, D. Souza e Palmeiras”

Que patético…..que cabide de empregos…bando de vagabundos metidos à entendidos do assunto…por essas e outras que nosso futebol não vai pra frente..

Concordo… é julgamento só para aparecer.
E o advogado do Palmeiras mandou bem!
Agora, podem me dar porrada, mas dessa vez (acho que só dessa vez), o André Dias deu uma ajudazinha… já imaginaram se ele dá uma declaração contrária na imprensinha???!!! O Diego pegaria uns 98 jogos!!!!!!

Patetico, isso só serve pra gastar dinheiro, politicagem nojenta !!
Contra tudo e contra todos nada nos impedirá !!

Forza Palestra !

agora, fale pra mim, pra que? Tanto estardalhaço num copo d’água né?

Os comentários estão desativados.