Categorias
Corneta do Cunio

A Corneta do Cunio – Resumo da Ópera

POR ALBERTO CUNIO 

Combalidos alviverdes, resolvi não medir
palavras e desopilar o fígado hoje, já que os últimos 7 dias foram de
borrascas, terremotos e desilusões. Plantamos vento. Cansei. Uma bile negra e
amarga flui como uma catarata dentro de mim. Estou cansado de bancar o palhaço.
Literalmente, estou de saco cheio.

Não vou rememorar todas as tragédias que
fizeram desta semana uma das mais patéticas e lamentáveis para nós
palmeirenses, pois isso só me faria piorar. Vou resumir tudo o que sinto
fazendo um “revival”. Estamos há 1 ano e meio do final da década. Vejam este
breve RESUMO DA ÓPERA de 2001-2009:

  • SPFC: 0 Copas SP (3 Vices), 2 Estaduais (2
    Vices), 3 Brasileiros (1 Vice), 1 Libertadores (1 Vice), 1 Mundial Interclubes
  • SFC: 2 Estaduais (1 Vice), 2 Brasileiros (2
    Vices), 0 Libertadores (1 Vice)
  • SCCP: 3 Copas SP, 3 Estaduais (1 Vice), 1
    Brasileiro (1 Vice), 2 Copas do Brasil (2 Vices)
  • Santo André: 1 Copa do Brasil
  • Paulista: 1 Copa do Brasil
  • São Caetano: 1 Estadual (1 Vice), 0 Brasileiros
    (1 Vice), 0 Libertadores (1 Vice)
  • PALMEIRAS: 0 Copa SP (1 Vice), 1 Estadual
  • Portuguesa: 1 Copa SP

Pronto. Está feito um breve “ranking” do
desempenho de clubes paulistas nesta década. Não quis incluir clubes de outros
estados pois isto seria (ainda mais) vexatório.

Diante deste cenário CATASTRÓFICO, o qual
insistimos em não enxergar, podemos concluir várias coisas, além de que temos
um desempenho no século XXI PÍFIO, BISONHO E RIDÍCULO para um clube da nossa
história e grandeza:

  • Não temos consistência alguma em nosso
    planejamento. Nem de curto, nem de médio, muito menos de longo prazo.
  • Categorias de base: simplesmente, não
    existem. O único ano em que revelamos alguma coisa que prestava (2003), tivemos
    que usá-los para nos tirar da Série B. Depois queimamos todos jogadores (Vágner
    Loce, Edmílson, Diego Souza).
  • Somos MONTADORES de equipes, quando
    deveríamos ser FORMADORES de equipes. Ou seja, fazemos um CATADO de jogadores,
    na vã esperança de ganharmos alguma coisa. Resultado, não ganhamos PORCARIA
    NENHUMA.
  • Estrutura: montamos Centro de
    Treinamento, Fisiologia e Recuperação de Atletas. Serviu para NADA até hoje, a
    não ser arrumar emprego de risco para o Denílson.

Nunca mais fomos donos do próprio nariz,
mas sim reféns de empresários. A maior parte de nosso elenco não nos pertence,
mas sim à Traffic, Turbo Sports, etc. O último título com nossas pernas foi em
1976 (quando ainda jogava o Divino!). Financeiramente temos problemas. Não temos mais o respeito da mídia (que só nos tira
sarro), dos adversários (até os pequenos vêm no Palestra e nos peitam de igual
para igual), dos profissionais de futebol. A arbitragem nos trata como time
pequeno. Já fomos esnobados por Carlinhos Bala, Somália, Cristian, Rycharlison,
Ilsinho. Sem falar nos técnicos, que têm até medo de vir para o Palestra (Muricy
que o diga, mesmo que acabe vindo).

Em suma, poderia passar aqui fazendo uma
radiografia mais nefasta do que foi nossa última década. Não serei mais cruel
pois nem eu vou aguentar. CORNETA? Podem escolher para quem vai. Já nem sei
mais quem cornetear. Apenas reflitam. E chorem. Alguma coisa acontece, porque
enquanto os porcos latem, as caravanas adversárias passam. E ganham títulos.

68 respostas em “A Corneta do Cunio – Resumo da Ópera”

Qual é o diagnóstico? é facil diagnosticar depois do belo resumo feito pelo Cunio. Na verdade o problemas são os tais corneteiros de plantão, ou seja, os chamados conselheiros que de posse de uma carteirinha passam a infernizar os administradores e seus metodos, e ao invés de tentar somar, passam a tecer críticas, formar gruperlhos, procuram a imprensa, vão a canais de televisão e tudo isso com certeza reflete no grupo do futebol profissional. Aliás coisas que os “bambys” não pratuicam, se fecham com as más noticias e só exteriorizam o que ocorre de melhor. Alias, o Professor Belluzzo podria implantar o ENDOMARKETING na Sociedade Esportiva Palmeiras e também dar aulas: de bom comportamento para conselheiros

tudo é mustaphá.. como essa gente se engana….
acha desculpinha pra tudo….esse cara já morreu faz tempo… esquece isso..!!

só lembrar..
em 2008 montamos um timaço, (meio time estava em 2007) e se continuássemos desse jeito, subiriamos nesse ranking aí, com certeza….

Mas daí venderam (empurraram) os bons jogdores e desmontaram o time..
esse ano só ivestiram em revelações, diferente do ano passado, e 90% só veio pelo “retorno financeiro”, era o pôjeto, deixaram tudo na mão do “professô”, do cecílio, cipullo etc…
eles montaram outro time, q além de ter ficado incompleto é ruim tecnicamente… fora os mercenario, chegam aqui e só fala de europa…

num tem herança, num tem nada, times com herança mais negra q a nossa, e q devem mais q a gente são campeões hj…

é pura incopetência da diretoria atual…. e ponto.

Eu concordo com quase tudo do Cunio neste post … quase tudo, porque eu sou um ( quase único) que contesto a necessidade de categorias de base… se colocarmos na ponta do lápis os custos de manutenção de várias categorias de base, comissões técnicas , alojamentos.. eu creio que teriamos a condição financeira de trazer ótimos jogaodres do mercado… O Palmeiras contrata muito mal, não enxerga o mercado, não tem pessoas com conhecimento no futebol… Sem falar que negocia-se ainda pior.. o que se arrecada em bilheteria poderia muito bem servir p/ algumas manutenções de craques… Sejam inteligentes, façam promoçoes do tipo : Jogo do Valdivia.. ao invés de vende-lo, se o Palmeiras cobrasse um ingresso mais caro num jogo e vendesse camisas , eu tenho certeza, o valor superaria a venda do Valdivia…
Me perdoem, mais há tempos a incompetencia impera no Palestra Itália…

#64 Alexandre, inclua aih tambem o David que perdemos e veio das categorias de base.

Parabéns Cunio pelo texto… quando se rotula o torcedor palmeirense de corneteiro nunca se pensa no quanto nós sofremos… o texto mostra extamente a nossa aflição o nosso desespero… Até quando vamos ser assim mediocres ? contratar um jogador demora semanas, imploramos para os caras virem.. técnico de grande gabarito é pior ainda… Nós queremos ganhar títulos, atormentar os vizinhos com os rojões das nossas consuistas, e não passar esses vaxames que passamos… Vcs viram quem eliminou o Plameiras da Libertadores que futuro teve na competição ?? Perdemos p/ um time mediocre.. somos pior que eles, dá pra acreditar ?
Vamos esperar e acreditar em melhoras…
Abraço

Dá pra entender a revolta dos amigos palestrinos, mas não tem jeito. Consertar a casa leva tempo. Imagino o quanto o Belluzzo ainda tem que rebolar para conseguir implementar mudanças no clube. Enquanto não eliminarmos aquele povo que dá mais valor ao individual do que ao comunitário, o processo será lento. Vamos ganhar campeonatos meio que aleatoriamente. Por isso é importante que mais palmeirenses que pensam no bem do Palmeiras fiquem sócios do clube. Quando todos remarem para o mesmo lado, a chance de um corrigir a rota do barco quando o outro errar será maior. Ainda vamos sofrer, mas não podemos desanimar agora, no meio do caminho.

A discussão rendeu, muito bom ver todos expondo seu ponto de vista. Eu não vou negar que a péssima administração “boa e barata” do Mustafa fez com que o Palmeiras parasse no tempo. O Palmeiras está começando uma nova fase, vamos voltar a ser grandes como sempre fomos, disso eu não tenho dúvida. Mas se quisermos pensar em títulos importantes, temos que pensar grande, e isso em alguns momentos significa não priorizar somente o lado financeiro. Por exemplo, em 2008 veio a Traffic, montamos um timaço, fomos campeões Paulistas, e na primeira oportunidade vendemos nossos craques. O Henrique teve uma boa proposta, mas tanto o Beluzzo quanto o “manager” acabaram confessando que a decisão de vender o zagueiro foi do Palmeiras, que podia ter segurado. O Valdivia é outro exemplo, deveriam ter segurado até o fim do ano. Se os dois não tivessem saído duvido que teríamos perdido o brasileiro de 2008, com roubalheira do spfw e tudo. Seríamos campeões. No caso do Kleber Gladiador a mesma coisa, aí eu até concordo que o valor para compra-lo era muito alto, mas aí faltou apoio da Traffic e faltou também competência do próprio Palmeiras. Tinham que ter arrumado a grana de algum jeito.
Eu confio no Beluzzo, no trabalho que está sendo feito, mas às vezes tem que ter um pouco mais de coragem. Todos os clubes brasileiros têm dívidas, o Palmeiras é um dos times que menos devem, que tem uma das situações menos críticas. Então às vezes uma chutada no balde é preciso, para demonstrarmos nossa grandeza. Pra trazer um cara como o Kleber, que além de tudo seria um ídolo, que é uma coisa difícil de se formar hoje faltou isso. E também não vender os jogadores na primeira proposta que aparecer, senão o Palmeiras acaba parecendo mesmo o que a imprensa adora falar, que viramos uma mera vitrine de empresários.

#58 Cássio, vc esta correto, é isso mesmo.
Acredito que com o novo técnico (Muricy) e alguns ajustes na equipe (contratações) vamos subir pras cabeça na tabela.
Precisamos de bons resultados dentro do campo, para que os corneteiros de plantão deixe o Belluzzo trabalhar mais tranquilo com sua diretoria.
Ténico novo e uma boa sequencia de vitórias vai ajudar muito no interno e externo, é o que precisamos neste momento.

6 – Fernando e 25 – Rogério,

No meu caso,vou culpar o Musgambá,até que o Prof.Belluzzo tenha tempo de verdade para reestruturar o clube como um todo.Pelo menos uns 3 anos ou 4 anos.Acho esse o tempo necessário para que comecemos a ver mudanças no todo do Palmeiras.
É claro que isso não nos impede de ganhar títulos importantes nesse período.Isso é circunstancial.Depende de uma série de fatores.Principalmente a escolha de um bom depto de futebol(Diretor,Gerente e Técnico).Esse depto.monta times vencedores.

Considero o Palmeiras sob nova direção de verdade, a apenas 4 ou 5 meses..O Dellamonica era cria do Musgambá, e pra mim,com a sua omissão,mais atrapalhava do que ajudava.Mesmo colocando pessoas da oposição para ajudá-lo, sei que ele e muitas peças antigas atrapalharam e muito as mudanças nos anos anteriores.Pra mim,ele apenas dava continuidade ao “modelo Contursi de administrar”.

Lembro de um episódio(no ano passado acho)em que ele desautorizou o Belluzzo em uma reunião em que o mesmo defendia os interesses do Palmeiras.Preferiu ficar do lado do clube dos 13.
Só agora(fev ou mar/2009) o Belluzzo está tendo a verdadeira liberdade de gestão,e isto inclui a escolha das peças certas para os cargos certos.Entendo que manter o Luxa no começo do ano foi um erro do Belluzzo,mas,é compreensível.O Luxa tem muito nome,foi o cara que tirou o time da fila,era normal dar um voto de confiança a ele.

Quem não erra quando começa a reestruturar alguma empresa?
Pra mim, ele tem mais acertado do que errado nesse período.Principalmente na reestruturação financeira do clube.Aos poucos ele vai encaixando as coisas, e, espero eu,se livrando do bando de incompetentes(ou seriam mau intencionados mesmo) da época do Mustafá.Inclusive de alguns que fizeram parte chapa dele nesta eleição.
Não esqueçamos que a única participação efetiva dele na gestão Musgambá,foi trazer a Parmalat ao verdão.Só por isso,já merece nosso crédito.Se não fosse ele,onde estaríamos hoje?Devemos muito da década vitoriosa de 90 a ele.

Quanto aos gambás,como eu disse,ganhar títulos e circunstancial.Não se iludam com esse Andres Sanches.Ele era vice do Dualib.Assumiu o clube em 2007 e foi rebaixado.Acertou na escolha do treinador no começo de 2008(nós é que devíamos ter contratado o Mano naquela época).Fez um campeonato paulista rídiculo,não ficou nem entre os quatro semifinalistas.Vencer a série B é obrigação de qualquer time grande.Nós ganhamos com a força da nossa camisa,do elenco e da nossa torcida.Ou vocês acham que o trabalho do Jair “pega pega pega” Picerni foi especial.Os frutos que o Andres “cara de ralador” está colhendo agora é fruto do trabalho de um ano e meio do Mano Menezes.
Quando eles começarem a perder,nós vamos ver a verdadeira cara da administração dele.Vamos ver que não houve renovação nenhuma.O primeiro a cair será o treinador.O acerto dele foi escolher o técnico certo.

No nosso caso, há uma renovação de verdade.O Belluzzo não é cria do Musgambá.E tem apenas 5 meses de gestão.

É duro e dificil,mas temos que manter o apoio e a esperança nesta nova administração.Criar um clima péssimo, é tudo que o gordo gambá quer para voltar ao poder e nos jogar na lama definitivamente.

Tenho muita esperança que com a contratação de um bom técnico vamos começar a colher frutos dentro de campo ainda esse ano.Inclusive com títulos.E mesmo que não venham,teremos uma boa base para o ano que vem.

Apesar de tudo,eu nunca estive tão esperançoso com o futuro do Palmeiras

Sds.

Cunio, não tem como não concordar, pois os números não mentem ! No entanto é uma maneira de encarar a realidade, ver o copo meio vazio ou invés de ve-lo meio cheio.
É inegável que tudo isso é resultado do contexto político em que o clube esteve mergulhado na última década. Não só o Mustafá, mas toda a política do clube. Presidente não é dono do mundo, e se governou por tanto tempo, teve sempre a maioria ao seu lado. Por isso acho que retomar os caminhos da vitória passa obrigatóriamente pela modernização desta.

Sinceramente, trocaria uma Libertadores + Mundial por uma reforma no estatuto, é claro, se isso fosse possível.

Por isso eu prefiro ver o “copo meio cheio”. Acredito que tomamos este caminho com a eleição do Presidente Belluzo. E infelizmente essas mudanças andam num ritmo muito mais lento do que a paciência do sofrido palestrino.

Taí uma coisa pela qual os “sem-estádio” deveriam ser admirados. Ao contrário das “moças” que deram um golpe pra deixar o “bebum” no poder.

Em suma: o Palmeiras precisa ser mudado de dentro para fora, e títulos não podem mascarar a podridão existente lá dentro.

Cunio & 3VVistas….

Passada uma semana da última sexta-feira negra, venho comentar sobre DINHEIRO, KEIRRISON e possíveis contratações…

SOBRE KEIRRISON: Já disse semana passada, quando saiu o boato da cláusula contratual que anteciparia sua saída caso de interesse do Barcelona, que na minha opinião o jogador já estava vendido desde o começo do ano para o time espanhol. Vamos aos fatos:

– O Barcelona quer o atacante Davi Villa do Valência;
– O Valência pede (notícia de hoje) 50 milhões de euros.
– O Barcelona oferece 40 milhões de euros + o “passe” do jogador Keirrison + o jogador Cáceres. Com isso deduzimos que o Keirrison + o Cáceres valem 10 milhões de euros.

Até aí tudo bem. Ocorre que o pessoal da Traffic disse que ele está sendo negociado com o Barcelona por 14 milhões de euros.

Parece que as contas não batem. Não era melhor o Barcelona pagar os 50 milhões direto ao invés de pagar 40 para o Valência + 14 pelo Keirrison + o jogador Cáceres ?!?!?!?!

O grande imbrólio é que o técnico do Valência NÃO QUER o Keirrison. É por isso que o Keirrison ainda não sabe onde irá jogar. Ou pelo Barcelona, que “contratou” mas não quer o jogador, ou será o Valência.

Essa é história contendo fatos e algumas perguntas sem respostas. Mas disse semana passada: Caso a diretoria já sabia da negociação desde o começo do ano eu não critico por ter aceitado o jogador, pois tivemos no primeiro semestre um time competitivo e é melhor o “Keirrison por 6 meses + a parcela da negociação” do que nada.

O QUE SOBRA PARA O PALMEIRAS?

O Palmeiras ficará com 20% do valor. Ou seja, em torno de 7 a 8 milhões de reais. É uma bela quantia. Brigamos e muito para ter um patrocinador por 15 milhões ao ano. Portanto, levantemos as mãos e agradecemos.

A parceria é no momento necessária e devemos saber LUCRAR com isso desde que siga alguns parâmetros para não quebrar nosso planejamento. E é esse tema que a diretoria está conversando atualmente com a Traffic.

Mas voltando ao assunto “grana”:

SERÁ QUE COM ESSE DINHEIRO NÃO SOBRA UMA PARTE PARA REFORÇAR O ELENCO?
(lembrando de que o Palmeiras trabalha “no vermelho”, precisa equilibrar as contas)

O QUE PODEMOS ESPERAR COM NOSSO TIME NA JANELA DE TRANSFERÊNCIAS QUE SE INICIA?

É a pura realidade.
Espero que o Presidente leia não só o post, como também o comentário.

Parabéns, belíssimo texto. Perfeito. A mais pura expressão da alma palmeirense. Não troco uma vírgula. O melhor texto que apareceu por aqui. A pura verdade. Não temos mais desculpas para dar! Todo mundo ganha tudo, Só nós não ganhamos nada.
E aí, vamos torcer prá quem, a partir de hoje?

Apenas um recado para o bando de corneteiros e apocalipticos:
Nós jamais ganhamos algo! Nada (EU DISSE NADA!!!!!!! ) no Palestra foi ganho. Nem dinheiro, nem estádio, nem títulos nem vagas em mundiais .
Acontece que houve um momento do futebol que eram 11 contra 11 e as torcidas na arquibancadas faziam o espetáculo. Nessa época, quase tudo que disputávamos venciamos.
O Palmeiras conquistou seu patrimônio, suia torcida e seus títulos.
Nada veio de graça. Nada foi ganho. A MERRECA de títulos que temos, segundo sua imediatista e corneteira concepção, tenho muito orgulho de dizer aos meus filhos, que foram todos conquistados.
às duras penas. Nenhum foi ganho.

boa tarde
ha muito tempo não lia um texto tão bem escrito, que retrata sem dó a realidade do time, parabens.
Ha lamentar somente que nesta toada, serei obrigado a fazer duas coisas, ou colocar meu filho em uma redoma de vidro para quem sabe agiardar o ano do centenário ( sempre surge coisa boa nesse ano) ou faze-lo torce para um Barcelona/Milan, pelo menos assim pode sorrir tendo pra quem torcer, ter time de futebol.
bom final de semana a todos

Olha Cunio tudo que vc escreveu assino em baixo uns tem opiniões contraria de que eu pense. Pois parece que o Mustafa é um ponto toda derrota é ele que ferrou o clube, o Belluzzo não segura o Kleber é o Mustafa, traz o Mozart é o Mustafa, K9 vai embora é o Mustafa, olhe os gambas se recuperam muito rapido da serie B a administração do Andrés Sanchas ta dando um baile em nós, em termos de conquistas. E olha que Dualib saiu em 2006 já que o Mustafa saiu em 2004 não deu tempo do verdão se recuperar não? acho que deu tempo suficiente pra isto é o que penso

Cunio,

Vou pedir para o seu patrão Vicente colocar sua coluna nas segundas. De sexta-feira NÃO DÁ!

Estraguei meu final de semana.

Vou ficar os próximos dias inteiros refletindo seu belo texto. E o pior, isso vai se transformar em um auto-flagelo.

Tomara que o Palmeiras ganhe do Avaí para diminuir meu nervosismo.

Pe-r-fe-i-to, agora me dá outra camisa para vestir… Basta… Jamais! Então me dá uma corda pra me enforcar…

Cunio, você não é apocaliptico, apenas não é dado a patriotadas e pachequices.
Quem quer pensar o Palmeiras em termos administrativos – e esse é um foco aqui no 3VV – tem, sim, que se preocupar com apocalipse e apequenamento.

A culpa NÃO É DO MUSTAFÁ. Antes dele, nos anos 80, as burradas já eram muitas. Quem é nosso grande idolo nos anos 80? Luis Pereira? Jorginho? Edu Manga? Por essa pergunta vemos que as coisas estão erradas há muito. Não por acaso, eles sairam em litigio com o clube. Os dois primeiros desprezados, o ultimo forçou a sair. Sintomático.

ah, outra coincidência: porque será que nossos maiores idolos – Ademir, Dudu, Djalma Santos, Marcos, Fiume – predominam aqueles que só faltam assinar contrato em branco? Será que a administração do Palmeiras só consegue negociar com pessoas de fala mansa e que topam ceder na negociação? Não somos capazes de domar uma fera? Sintomatico II.

Abraços a todos,

Marcos

Belissimo texto Cunio!

Também já estou cansando…faço de tudo para que meus sobrinhos se tornem palestrinos…alguns já até são…mas dá pena ver a carinha deles de frustração…complicado!!

Tudo bem que estamos em transição de gestão…saimos de um período de uma administração nefasta…mas eu acho que falta um pouco de coragem…falta agressividade…fica muito nessa coisa de calma que estamos arrumando a casa…

Oque nos falta são títulos!! E com um pouco mais de agressividade…teríamos ficado com Valdivia e Kleber! Po tentava umas parcerias, umas jogadas de Marketing, mas tentava manter os dois e tentava ganhar um título de maior expressão pelo menos…td bem que o Luxa atrapalhou…por querer ser a estrela maxima e nao pedir que esses jogadores ficassem…mas a Diretoria que bateu o pé agora com esse caso do pipok9 pq não bateu o pé antes??
Ver o time da marginal sem número com essa agressividade me deixa mto triste…acorda Gigante Palestra! Acorda!!!

rs o engraçado que tudo isso acontece…mas meu amor pelo Palmeiras não diminui nem um pouco…até aumenta!

Abraço a todos!

46- É uma pena se for assim pois eu queria muito ver a gloria do verdão agora não depois que estarei só o pó. Ai não da né tenho que zoar os gambas ainda. Pq ultimamente somos zoados

O Palestra/Palmeiras foi fundado em 14 e conseguiu ganhar tudo, estamos somente em 2009, supostamente, nesse seculo ainda não “fomos fundando”, pode ser que não veremos a fase gloriosa, mais pode ter certeza que ela existirá e figuraremos na memoria dos bisnetos…..da mesma forma que nossos avós e pais figuram na nossa memoria….

Obrigado pelo abraço Neto, sei que é dificil mas a gente consegue né rs, Cuino na verdade o Palmeiras campeão só conheci no seculo passado, alias o grande Palmeiras que eu vi foi só na decada de 90. Pensei que ele ia ser o grande campeão neste novo seculo mas este Palmeiras campeão já não existe desde o século passado. Que ele volte a ser o grande campeão que foi.

Exato Alberto!!!

E é por este processo que estamos passando hoje e que ainda vai demorar para acabar, mas vai passar pois apesar de muita gente achar o contrário, SOMOS MUITO GRANDES!!

Esta MENTALIDADE esta sendo construída e estamos sim construindo o Palmeiras do século 21, mas não será do dia para noite, cappicce??

Discordo apenas quando vc diz que estamos mudando apenas a superfície. Penso que hoje o futebol é tratado com profissionalismmo bem diferente de tempos atrás, não é porque mandamos o professor de poker embora que falta planejamento. O que aconteceu com ele foi justamente uma quebra de planejamento, já que se notou que o Luxa tinha perdido o rumo e estava mais preocupado com outras coisas.

Duvido que tenham feito o planejamento pensando que ” em junho mandamos o técnico embora para trazer fulano de tal”, penso que era certo para a diretoria se continuar com o Luxa mas, futebol é muito imprevisível e esta coisas acontecem.

Pra mim, a lição que fica é:
Não adianta ter bom time apenas. È necessário ser muito forte nos bastidores, para ter os árbitros certos para cada partida e os julgamentos adequados aos interesses do clube e contra o interesse dos adversários.

Em tempo: Meu pai nos fez palmeirenses na década de 80.

Na década de 60 meu pai fez seu irmão, que é dois anos mais velho, virar a casaca, ele era corintiano. Tudo bem, tudo bem, naquela época não deve ter sido difícil, os rivales eram o faz-me-rir, estavam na fila, e o Palmeiras é o time que rivalizava com Santos de Pelé.

Meu avó espanhol (Sr. João Gomes Yzquierdo) era corintiano, meu pai se tornou palmeirense por causa do lado italiano da família de minha avó Dona Assumpta Datto que era de Napoli.

Não sou apocalíptico, apesar do texto levar a crer. Sei que estamos passando por uma nova gestão, que poderá ou não ser de transição de uma época negra para algo promissor e até vencedor. Mas ainda precisamos esperar para ver. Algumas atitudes administrativas atuais ainda recorrem aos tempos de Mustafá sem por nem tirar. Idênticas. Outras, parecem revolucionárias, como novos contratos de patrocínio, Arena e parcerias. Porém a sensação que tenho é que estamos apenas tentando mudar a superfície.

O Palmeiras tem que mudar a MENTALIDADE. Não adianta nada ficar falando de Campeão do Século, Academia de Futebol, isso e aquilo. Temos que construir um Palmeiras do novo século. Ficamos estagnados no anterior. Temos tudo para fazer isso: pessoas competentes, palmeirenses comprometidos, torcida fanática. Basta tirarmos o ranço deixado por inúmeras administrações passadas, que apenas queriam seus próprios benefícios e viciaram os ares do Palestra com este cheiro putrefacto. Mudanças culturais e de raiz são difíceis e penosas, mas apenas elas farão o Palmeiras voltar ao topo, de onde jamais deveria ter saído.

Os comentários estão desativados.