Categorias
Direto da Fonte

Belluzzo pede paciência, mas não descarta efetivar Jorginho

Agência Palmeiras
Fábio Finelli
12/07/09 – 12h37

O presidente do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo, concedeu uma longa
entrevista na sala de imprensa do estádio Palestra Itália, após a
vitória de 4×1 sobre o Náutico, neste último sábado (11), e apesar
de ter pedido paciência aos torcedores, não descartou a efetivação
de Jorginho como treinador. Confira os principais trechos da
entrevista:

Jorginho
“Estamos caminhando com o Jorginho. O tempo vai dizer se ele será
efetivado, e é claro que existe essa possibilidade. Mas vamos
levando as coisas sem ansiedade. Ele está se portando como um
profissional sério e bastante competente. Não quero falar em prazos
nem tomar medidas precipitadas neste momento.”

Salário de treinador
“A valoração de um treinador de futebol ganhou uma importância
enorme no Brasil. Não acho correto um clube de futebol empenhar um
valor exagerado para ter um treinador. Com o Muricy, não faríamos
loucura. Teve um limite e eu falei, daqui não passa.”

Finanças e reforços
“O clube passa por um momento de equilíbrio financeiro. Mas temos
prioridades e considero que podemos qualificar e enriquecer nosso
elenco. Por mais dificuldades que existam, o Palmeiras nasceu para
brigar por títulos. É não é uma coisa ou outra que vai impedir isso
de acontecer. Vamos fazer escolhas e nos reforçar.”

Muricy Ramalho
“Fui muito criticado por ter falado que estava interessado no
Muricy. Fui criticado pela minha transparência. As pessoas se
esquecem que, dos treinadores que tínhamos interesse, ele era um dos
poucos desempregados. É natural expormos uma situação quando isso
acontece. Não iríamos falar publicamente de interesse em técnicos
empregados. O Palmeiras se portou de maneira séria e soberana nessa
situação.”

Elenco
“Confio muito nesse elenco. Os jogadores possuem caráter e
comprometimento. Eu já pude constatar isso de perto. Já me reuni com
eles algumas vezes e falei que, antes da dignidade que eles deveriam
ter com o clube, deveriam ter também com a carreira Deles. Sinto que
eles estão muito bem integrados com a proposta do Palmeiras.”

8 respostas em “Belluzzo pede paciência, mas não descarta efetivar Jorginho”

a unica coisa q achei errada foi ficar falando d+ em querer o muricy…

ter uma lista de possiveis contratados OK…

mas ficar toda hora na imprensa falando do mesmo cara… infla d+ o ego dele

Acho que a torcida esta pedinho que o Jorginho fique, pediram tambem o Emerson Leão e deu no que deu, agora querem que o Jorginho fique que na minha opinião não é momento dele ficar não ganhamos de duas galinhas mortas, então acho que tem que vir um cara vencedor, o Palmeiras não é lugar pra aprendiz, tem que vir um tecnico campeão, pq com o Jorginho não da.

O presidente Belluzzo está diante de um dilema: manter Jorginho ou contratar um treinador experiente? Mas qual???
A impressão que se tem, daqui do lado de fora, é de que o ambiente entre os jogadores e o “interino” Jorginho é o melhor possível. Jogadores felizes, leves e jogando com muita raça, e é a partir disso que surge o tal dilema. O presidente deve apostar em Jorginho, mesmo sem ele ter a experiência necessária para dirigir um clube da altura do Palmeiras, mas que tem apoio incondicional dos jogadores e que, apesar da fragilidade dos adversarios que enfrentamos, vem fazendo um bom trabalho; ou apostar num técnico de mais experiência, correndo o risco de comprometer o ambiente?
Que dúvida cruel. E o pior, é que não temos profissionais disponíveis tão gabaritados assim no mercado. Os dois melhores estão empregados: Mano Menezes e Adilson Batista, virtual campeão da Libertadores; Mancini é apenas e tão somente razoável, e depois da atitude dele contra Diego Souza e consequentemente o Palmeiras, merece todo nosso desprezo e ódio; Muricy, o bambi, pensa que é o Felipão; Dorival Jr. mal consegue fazer o Vasco jogar e, finalmente, Estevão Fred Flintstone Soares que faz um ótimo trabalho no Barueri, porém, ainda inspira dúvidas.
Pois é, o quadro é esse.
Eu devo confessar que não tenho ainda uma opinião formada acerca desta questão, mas lá no fundo, acho perigoso a manutenção do Jorginho.
Espero que o Palmeiras vença o Flamengo, senão, as cornetas podem soar.
Saudações alviverdes

Acho cedo efetivar o Jorginho agora. Deixa ele lá trabalhando por enquanto.

MANO EU AMO O BELLUZZO ACHO QUE ELE DEVERIA SER PRESIDENTE DO PALMEIRAS PRO RESTO DA VIDA !!!

E ACHO QUE ELE O CIPULLO ESTAO FAZENDO O PALMEIRAS GRANDE DEMAIS !!

BELLUZZO SE UM DIA EU VIR A TE CONHECER QUERIA PODER TE DAR UM ABRAÇAO E TE AGRADECER POR TER UM DAS MAIORES CABEÇAS DIRIGINDO MEU PALMEIRAS !!

Concordo Alberto. A transparência demasiada atrapalhou no caso do Muricy.

O bom momento tem que ser valorizado, e acho que a opinião dos jogadores também. Claro que declarações na imprensa são sempre a favor do técnico, mas deveria haver uma consulta em off ao elenco, principalmente aos mais experientes como o Marcos e o Edmilson, e caso a vontade dos jogadores seja mesmo de permanecer com o Jorginho, isso deveria ser acatado.

O Muricy quis pagar de bonzão, agora que fique chupando o dedo.

O Belluzzo está correto em todas as palavras ditas. Mas deveria ser mais cauteloso ao expor esta transparência da forma como foi feita no caso do Muricy. Ele não pode deixar que o Palmeiras seja a “casa de vidro” do Big Brother Brasil 9.

Também confio nos jogadores, que em momento algum mostraram reticência. Muito pelo contrário. Lutaram em campo com e sem o VL.

O Jorginho também está se comportando de forma exemplar, até quando diz que na hora das derrotas é que vamos ver o quanto pesa a responsabilidade. É um momento de reflexão.

Hoje o clube passa por um bom momento no Campeonato Brasileiro e temos que valorizar isso.

Os comentários estão desativados.