Categorias
Futebol com Números

Explicando a questão dos salários

Por Luís Fernando Tredinnick

Divulgação autorizada mediante explícita citação do autor e do blog Terceira Via Verdão

 

Amigos,

 

Alguns jornalistas noticiaram – e criticaram – o Belluzzo por “dizer uma coisa e fazer outra” quando contratou o Muricy.  Os jornalistas diziam que o Belluzzo havia proposto em uma reunião do Clube dos 13 um “teto salarial” e que os clubes não podiam pagar “salários estratosféricos” aos técnicos e jogadores.

 

Bom, a coisa não é bem assim! Até porque, e desculpem a aparente pouco modéstia, eu posso explicar o que aconteceu, porque ajudei na confecção de parte do conteúdo da apresentação do Presidente Belluzzo ao Clube dos 13 como bem colocou o Vicente no Drops de 17/07/2009.

 

O QUE O MATERIAL DIZ?

 

Em um resumo, o material dizia que os custos dos clubes de futebol no Brasil estavam subindo mais rapidamente do que as receitas, excluídas as receitas com a venda de jogadores.  Isso quer dizer que os clubes estão aumentando a dependência da venda de jogadores!

 

Além disso, eu comparo as dívidas dos clubes brasileiros e dos clubes espanhóis e ingleses (que é assunto dos próximos dois posts).

 

Finalmente, coloco que o Barcelona faz um controle rígido dos custos salariais EM RELAÇÃO ÀS RECEITAS! Quem leu o artigo “Desvendando o Barcelona – 7” sabe do que eu estou falando!

 

O QUE O PROVAVELMENTE O PRESIDENTE DISSE?

 

Não estávamos na reunião mas a partir de fontes seguras e baseado no material que conhecemos bem o Presidente do Palmeiras disse que os clubes precisariam olhar os custos com atenção! E que deve haver um controle de custos de acordo com as receitas dos clubes! E que se deve preocupar com o crescimento das dívidas!

 

Só isso!!! Ou tudo isso…

 

Ou seja, ele disse que não deve-se gastar mais do que se arrecada, fundamento básico para qualquer economista ou dona de casa, mas que passa longe dos clubes de futebol. 
 

Ou será que apresentar esse conceito no Clube dos 13 é algo tão revolucionário que não poderia ser simples?  

 

E ESSA HISTÓRIA DE “TETO SALARIAL”?

 

Em entrevistas após a reunião no Clube dos 13, jornalistas perguntaram ao Belluzzo se ele estava propondo um “teto salarial”.  A resposta foi algo do gênero: “acredito que iremos naturalmente chegar a isso”. 

 

Vale lembrar que essa é uma hipótese válida, uma vez que isso existe no mercado de esportes mais desenvolvido do planeta: os EUA!

 

Então, seja por falta de compreensão do conceito, ou pela necessidade de se causar polêmica, ou os dois, sei lá, noticiou-se que o Belluzzo havia sugerido um “teto salarial”.

 

 

MAS POR QUE UM ERRO TÃO GROTESCO?

 

Já cansei de dizer por aqui que não entendo as razões de tantos erros e tantas informações erradas!  Acho que vocês podem tirar suas próprias conclusões.

 

Nós aqui continuamos naquilo que nos propusemos: ajudar o Palmeiras a crescer e ter um espaço onde os Palmeirenses possam dar sugestões, criticar e se informar sobre os rumos do Palmeiras.

 

E eventualmente somos obrigados a esclarecer notícias que estão longe de serem acuradas…

 

Saudações AlviVerdes

 

*Luís Fernando Tredinnick escreve todas as sextas-feiras no 3VV, explicando a quem conhece e também a quem não conhece os números no futebol.

23 respostas em “Explicando a questão dos salários”

ah entao era esse o safado…
bem coisa de gente pequena vingaca…
tomara q suma do palestra

O problema é que o nosso Palmeiras esta na parte de cima brigando pra ser lider, e a imprensa do outro lado vai sempre criar algo pensando em nos desestabilizar.
Imagina agora com a chegada do Muricy que é um técnico vencedor.
Mas tenho esperança que muito em breve essa mesma imprensa, vai ser obrigada a dar destaque
de muitas notícias boas sobre a Sociedade Esportiva Palmeiras, a se vai…

Bom… Acho que o motivos das informações serem sempre modificadas do contexto original já foi explicado aqui pelo nosso colega Alvaro. De fato, não podemos confiar mais na mídia convencional.

Particularmente, eu assisto ESPN e só… Todas as informações que eu preciso sobre o verdão as pego neste e em outros blogs da Mídia Palestrina.

Sobre o teto salarial… Ele funciona nos EUA e as equipes respeitam isso muito bem. Os jogadores ganham “por fora” somente em contratos de publicidade (patrocinadores individuais). E isso também é interessante pois esses contratos de publicidade dependem tanto da qualidade deles como atletas, bem como da conduta fora de campo. Muitos jogadores perdem seus contratos de patrocinadores quando são vistos envolvidos com jogatina, dirigir bêbado, etc.

Eu concordo com a instauração de um teto salarial, sim. Funciona muito bem e basta copiar o modelo americano.

Saudações palestrinas!

Valeu, Raul, espero que o presente venha no domingo, em Presidente Prudente!

Infelizmente o jornalismo não é uma profissão séria. Me desculpem aqueles q estudaram e tentam levar a sério a profissão, mas o jornalismo no geral não é sério. Hj em dia nem é preciso estudar para ser jornalista, o que podemos esperar desse povo entao?!

Ah… Muricy esta sendo apresentado de PRETO, nada do PALMEIRAS. O Cleyton Xavier esta no estudio da Band de BRANCO E VERMELHO, nada do PALMEIRAS. O PALMEIRAS realmente não vende a propria imagem, não parece um time mto respeitavel tendo um chorão como porta-voz e funcionarios que não se orgulham carregar o escudo.

Concordo com tudo que disse o aniversariante de hoje Alvaro Mucida #14.

Parabéns Alvaro, muita saúde e felicidades!

Seu comentário foi (mais uma vez) muito certo!! O que estes jornalistas mais querem é fazer polêmica com as declarações de nosso presidente, já que só desta maneira conseguem vender jornal.

Abraços!!

Alvaro ## 14…

seu comentario deveria ir pro Wikipedia como a descricao de um jornalista.

“Já cansei de dizer por aqui que não entendo as razões de tantos erros e tantas informações erradas! Acho que vocês podem tirar suas próprias conclusões. ”

Minha hipótese é que a grande maioria dos jornalistas tem uma ou mais das seguintes características:

– mal-preparados: não conseguem entender uma declaração ou um texto, ou seja, são praticamente analfabetos funcionais.
– preguiçosos: não tem curiosidade intelectual, contentam-se com fontes não confiáveis e não tiram a bunda da cadeira para investigar se o que estão publicando é realmente verdade ou não.
– mal-intencionados e desonestos: tem um certo entendimento das coisas mas deliberadamente publicam coisas distorcidas, tendo consciência do que estão fazendo. São motivados por paixões clubísticas, rivalidades pessoais ou interesse desmedido em audiência.

É isso aí, Luiz Fernando!
Está ficando irritante a maneira como várias pessoas da imprensa estão tratando (ou destratando) o nosso presidente e nossa diretoria.
Ontem, no Arena SporTV, o Casagrande só faltou dizer que o Belluzzo é culpado pela gripe suína!!!! Tudo que ele comentava sobre o Palmeiras vinha com raiva e irritação… sei lá, vai ver que ele esqueceu de tomar o remédio…
Já na ESPN Brasil, uma parte dos jornalistas tratou os “errinhos” do larápio que apitou o jogo de quarta como lances duvidosos(!!!???)…
E saindo mais ainda do assunto, assistindo ao jogo do Atlético MG, fiquei assustado pela boa vontade com os comentários contínuos sobre a FANTÁSTICA campanha do clube mineiro… sendo que o Palmeiras está há apenas 3 pontos deles…
Realmente torcer para o Palmeiras dá um trabalho!!!!
Abraços…

No final das contas, pelo que se sabe, o Muricy vai ganhar ± o que o Palmeiras queria pagar. Isso é coisa da imprensa mal informada.

Obrigado Luiz Fernando
Eu fico cada vez mais envergonhado com nosso jornalismo esportivo.

Bendita seja a mídia palestrina que veio para acabar com essa palhaçada chamada imprensa esportiva.

“Ou seja, ele disse que não deve-se gastar mais do que se arrecada”

e muito complicado explicar esse tipo de coisa pra gente do clube dos 13… q pra mim essa instituicao abriga um monte de vagabundos q nao fazem nenhum bem para o futebol

Luis..

pra jornalista um >> “”acredito que iremos naturalmente chegar a isso”. ”

Ja e um SIM.. e eles se sentem com aval pra noticiar q a pessoa afirma isso como verdadeiro…

ninguem noticiou a frase correta…
ja colocam tudo como fato q o Belluzzo QUER IMPOR um teto salarial…

bando de imprensinha

5 – Danilo Cersosimo
eu acho q ninguem vai absorver nada do q o Belluzzo quer fazer… e nao temos q ficar preocupados com isso..

eu acho q quem tem q absorver e o Palmeiras, se transformar num clube independente ( de clube dos 13, de venda de jogadores) e vencedor

qndo comecarmos a ganhar tudo a imprensinha e os burocratas da bola iram perceber q estavam errados…

pq explicar pra esse povo alguma coisa e perder tempo… sao um bando de velhotes q administram o futebol a 50 anos e nao largam o osso, por ganhar muita grana debaixo dos panos…

pq qnto pior os clubes estiverem de grana … mais facil pra deitar e rolar sobre os clubes…

abracos

Muitos justificam os altos salários dos jogadores em função do curto tempo de carreira. Sei que existem outros fatores que levam o jogador a ganhar mais, como o potencial de valorização de clubes e marcas de patrocinadores, e aumento de receitas diversas (TV, licenciamentos, etc…). Só que vamos nos atentar apenas ao curto tempo de carreira.

Partindo somente deste princípio, então, o que justificaria os altos salários dos técnicos que podem fazer carreiras bem longas?

Sou totalmente a favor de teto salarial para técnicos. Para jogadores é mais difícil em função da concorrência desleal.

Técnicos de futebol não deveriam jamais ganhar mais do que dois dígitos do milhar.

A imprensa sempre vai distorcer o assunto, ainda mais se for referente ao Palmeiras. E o que tem de jornalista que é torcedor de outros times, e não é profissional suficiente para separar as coisas a gente sabe bem.
O meu único receio em relação à vinda do Muricy era exatamente sobre o salário. Por mais que o Muricy seja competente, a melhor opção entre os treinadores no momento, isso não justificaria comprometer o caixa do clube pagando a ele um salário astronômico. De custo/benefício ruim já basta o ménejer. Mas acredito que a coisa tenha sido feita com os pés no chão. O fato da primeira negociação não ter dado certo nos leva a crer nisso.

polemica meu amigo………simples tá explicado, mas agora o q poderiam ter explicado faz tempo é pq sempre com o palmeiras, q se faz polemica!!!

Luiz, mais um excelente post! Parabéns!

Sua explicação foi muito oportuna dados os comentários maldosos de grande parte da imprensa e até do PokerStar…

Infelizmente sinto que o mundo do futebol vai absorver muito pouco do que um homem como o Belluzzo tem a oferecer, seja por má vontade, seja por incapacidade ou mesmo por maldade.

LUIZ COM CERTEZA QUEM ESTÁ CRITICANDO SÃO OS BAMBIS, GAMBÁS, SARDINHAS QUE ESTÃO SE BORRANDO NAS CALÇAS DE MEDO DO MURICI. ABRAÇOS E BELUZO NELES.

É tudo para criar polemica e vender jornal.
A mídia coloca as coisas como quer, e na maioria das vezes não corresponde com o que foi dito.

Os erros gotresco nas divulgações são propositais para vender e também para o jornalista aparecer, é lógico!

Pra que dizer a verdade se não vende?

É por isso que quem acompanha os principais blogs e sites do Palmeiras está melhor informado que o resto.

Luiz, parabéns pelo texto, muito elucidativo e com certeza vão comentar isso em algum lugar

abs

Concordo. Na NBA, por exemplo, há teto salarial. E como o Belluzzo disse e vc colocou aki: “acredito que iremos naturalmente chegar a isso”. Porque não dá mais pra pagar esse absurdo apenas para o técnico, sendo que os protagonistas do futebol devem ser os Jogadores (e a TORCIDA, claro).

Os comentários estão desativados.