Categorias
Arenas

Como as sedes estão se preparando para 2014?

POR CLAUDIO BAPTISTA

Pessoal,

Terminada a apresentação do documento da FIFA e colocado ao leitor do 3VV um conteúdo relevante do ponto de vista da entidade máxima do futebol sobre o que ela exige dos estádios que sediarão jogos da Copa do Mundo, daremos continuidade à Série Arenas abordando outros assuntos correlatos ao tema.

Nossa intenção desta vez é desenvolvermos um conteúdo mais aberto, sem uma sequência definida. Falaremos sobre outras Arenas – as sedes da Copa de 2014 – publicações, matérias que saem na mídia e outros, tudo também sob a luz das recomendações e exigências da FIFA apresentadas. Claro, que também falaremos sobre a NOSSA ARENA, quando pudermos estabelecer paralelos, opiniões e tivermos mais dados e informações que possam ser compartilhadas.

Pelo fato do conteúdo ser mais aberto, as sugestões e opiniões de vocês serão muito importantes. E se necessário não deixem de descer a lenha nos textos porque certamente virão carregados de opiniões particulares que serão alvos de críticas e porque não, de debates.

Para dar início, gostaria que vocês refletissem sobre as sedes selecionadas para a Copa de 2014 no seguinte aspecto: quais apresentaram projetos para estádios públicos e quais para estádios particulares.

Temos três cidades – Porto Alegre, Curitiba e São Paulo – que apresentaram soluções para estádios particulares; todas as demais apresentam projetos para estádios públicos.

Olhando para as últimas Copas do Mundo, existiram investimentos tanto em estádios púbicos como particulares, porém havia um diferencial: quando o investimento era direcionado a estádios particulares, os clubes em questão eram:

  • Os únicos representantes da sede ou
  • Os principais da referida sede.

Esse tema parece um tanto óbvio e menos relevante mas não é. Como já falei diversas vezes qualquer contratempo que ocorra com estádios particulares indicados, passa a ser um problema da Nação.

Vejam o que está acontecendo em Curitiba. O presidente do Atlético Paranaense já está jogando os problemas de não se encontrar investidor no colo do poder público.

http://www.bemparana.com.br/index.php?n=116189&t=arena-pode-ficar-fora-da-copa-2014


Na sequência, abaixo, o BNDES podendo entrar na jogada.


http://portal.esporte.gov.br/ascom/noticia_detalhe.jsp?idnoticia=5663


E essa semana tivemos uma nota no site mídia sem média informando que o SPFC apresentou seu projeto também ao BNDES e ofereceu garantias baseadas em projeção de receita – algo totalmente fora do padrão do Banco – e foi rejeitado:

http://www.midiasemmedia.com.br/futebol/seriea/saopaulo/4166-BNDES-endurece-com-Paulo-reunio.html

Ou seja, o chapéu já começa a ser estendido. E por entidades desportivas privadas…

Na próxima semana falaremos um pouco sobre o cronograma e os riscos do mesmo para a Copa. Isso se até lá não aparecer algo para maior destaque.

Abraço,
Claudio Baptista Jr.

15 respostas em “Como as sedes estão se preparando para 2014?”

Vish…
o Panetone nao vai receber a copa nao hein. Duvido !!

o doido do presidente do Atletico diz:

“Por que o Atlético tem que arcar com esses R$ 100 milhões?”, indagou. ”

ele fala como se a CBF fosse la e mandase q o Atletico arrumase a arena pra Copa…

q eu saiba ele q se candidatou… ou nao?

e os projetos no fim do mundo???

imagina um estadio em Manaus, brasilia e outros centros q futebol “nao existe”??

vao virar elefantes brancos… largados as moscas..

RIDICULO…

e cade os milhares de investidores q os bambis tanto diziam ter?

abracos

Cassiano,
Sim, Grêmio e Coritiba têm projetos, inclusive o do time paranaense um dos investidores iniciais era a WTorre que não sei porque saiu fora do negócio deixando os caras p… da vida.
Estou pensando em escrever algo comparando o cenário destas sedes com estádios particulares e que têm projetos de concorrentes. Vamos ver se consigo achar algo bacana para escrever.
Abraço

É Claudio, ninguém que tenha um pouco de juízo iria investir dinheiro para fazer uma arena numa cidade onde nem tem futebol, como Manaus. Só o governo mesmo pra jogar o nosso dinheiro de impostos no lixo. Com todo respeito a Manaus.
Vamos ver no que vai dar essa história do BNDES, mas acho que nem os bambis nem o atletico vão conseguir financiamento.
Abraço.

O Engenhão foi feito pela prefeitura daqui do rj, e desde do inicio todos ja sabiam que viraria o estadio do Botafogo, pois o prefeito da época, Cesar Maia, é botafoguense e antes do estadio ficar pronto, ja noticiava em seu blog a planta do mesmo e sua intenção de ( doar ) arrendar ele aos alvinegros…….
E mesmo com esse estadio sendo no eixo rj-sp, utilizado por um time “grande” esta la as moscas, sem gerar renda, um grande investimento da prefeitura parado, sem nenhuma vantagem a população o que é muito injusto, principalmente com a população e também com os outros times e torcidas também, principalmente os sem estadio, como aquele da marginal sem numero……
Se ja não é correto o dinheiro publico em um estadio publico, “que seria do povo”, imaginem em um estadio de um determinado clube, principalmente se for o clube da moda, que a imprensa adora puxar o saco e que os politicos do passado ja estenderam demais a mão cheia dentro dos chapéus…….
Quanto ao Atletico Pr, é outra piada……
Se não me engano o Gremio e o Coritiba, tem projetos ( Claudio se eu estiver falando besteira aqui por favor me corrija ) como o do Palmeiras de levantarem suas arenas com dinheiro privado, seria muito injusto que essas arenas totalmente erguidas sem dinheiro publico fiquem fora desse evento, que desde o inicio tem um projeto de não utilizar o dinheiro do povo…….
E algo em comum entre esses tres projetos, os estadios dos rivais são os que estão entre os pré escolhidos (mas muito pré mesmo), e seus donos estão chorando a falta de verba e com o pires na mão, acredito que ainda tenha chance de virar este jogo e dar a participação nesse grande evento aos que mais trabalharam, e não aos que mais falaram…….

Meu deus!! esse presidente do atlético é um fanfarrão!!!!!! ele tem coragem de dizer que a copa não é problema dele!!!!!que o atletuco não tem que bancar!!!!!!!
Meu deus se é aqui em SP imagina o que iamos falar!!!! alguem tem q chegar pra esse maluco e falar: “Amigão, setá de brincadeira, se não queria gastar por que fez um projeto?”…isso é um absurdo, muito bonito querer fazer o projeto e depois jogar pro poder público…

Na minha opinião não existe isso de “nação”, a copa vai ser importante pras cidades? Vai!! mas será muuuuuuuito mais importante para um clube que sedie os jogos:
vai poder cobrar patrocinios astronomicos, se souber explorar vai ganhar muita receita vinda de vários produtos serviços, patrocinios e promoções além do melhor: depois da copa o seu estádio será no padrão FIFA (imagine a taxa de ocupação média), todo o entorno do estádio estará super acessivel, com estacionamento e tudo o mais. pr que será q o SPFC está louco pra conseguira copa? terá dois de seus problemas resolvidos….
Então seu Maluccelli, você é o maior interessado na copa, vc tem que ir atrás de grana, vc tem que bancar!!!

Segue abaixo a entrevista desse fanfarrão……

—————————————————————–
Marcos Malucelli admitiu ontem que a Copa do Mundo de 2014 pode ir para outro estádio de Curitiba. “Para concluirmos a Arena, pelo projeto aprovado desde 1999, precisamos de R$ 30 milhões. Concluímos o segundo anel e deixamos pronto para jogos do Atlético”, contou. “Para isso, não há problema. Conseguimos pagar com o tempo”, afirmou.
“Só que para fazer jogos da Copa do Mundo temos que mudar o estádio, acrescentar exigências do caderno de encargos, e esse valor salta para R$ 138 milhões”, disse. “Podemos pegar empréstimo do BNDES, com juros de 0,5% ou 1%. Mas depois? Como vamos pagar como esses R$ 100 milhões a mais?”, questionou.
“Se não tivermos quem banque essa diferença, corre o risco de a Copa não vir para a Arena. Pode ir para o Pinheirão. É só a Prefeitura reconstruir o Pinheirão. Por que o Atlético tem que arcar com esses R$ 100 milhões?”, indagou.
A única solução, segundo o presidente, é encontrar um investidor. “Já fomos procurados por bancos da China e até pelo Governo da Líbia. Mas uns querem explorar o estádio e outro a publicidade”, comentou. “Só aceitamos essa conclusão com dinheiro que não seja do Atlético. E que o investidor fique com retorno publicitário, mas não (com contrato) para explorar o estádio”, afirmou.
“Não tenho que estar perdendo tempo com Copa do Mundo. Isso é problema da cidade. A Copa é de Curitiba. O Atlético tem o estádio para ceder. Mas eles é que precisam resolver esse problema. Deixa essa Copa para a Prefeitura resolver. Eu tenho que cuidar do time do Atlético. Isso é o que me toma tempo”, desabafou.
Malucelli explicou por que a diferença entre os dois projetos chega a R$ 100 milhões. “Os vestiários que são atrás dos gols têm que ter entrada pelo centro do gramado. É tudo novo: fiação, encanamento, louça. Os quatro pilares enormes precisam sair fora. As cadeiras ao lado do pilar ficam com ponto cego. São 300 pontos cegos. Temos que fazer outra cobertura, outra sustentação. Tem que fazer área de pânico. Não pode ter o fosso. Em caso de pânico, o torcedor correr para o gramado. E precisamos de estacionamento subsolo. Tudo isso para três ou quatro jogos da Copa. Mas nas nossas costas”, disse.
————————————————————–

É MOLE?

Rodrigo, o negócio realmente está bem nebuloso. Ainda niguém sabe ao certo o que está acontecendo nesta questão de $$$.

Emerson, neste caso acredito que a simples entrada da Timemania, confissão das dívidas, já lhes permitem o pleito.

Fabiano, sim, na teoria os clubes donos dos estádios não terão receita e não poderão estampar o logo da FIFA como marketing, mas tem diversas outras vantagens:
– Marketing espontâneo. Toda a midia nacional e boa parte mundial saberá de quem é o estádio, divulgando a marca do proprietário.
– Marketing pós Copa. O estádio ganhará o status de Arena Moderníssima, Padrão FIFA, um dos mais modernos do mundo,…. Isso pode muito bem ser explorado pelo proprietário do estádio.
– Captãção de recursos. Sejam públicos ou privados, ser sede de Copa do Mundo atrai investimentos. No caso do SPFC seria a salvação do Morumbi.
– Incentivos fiscais: se não me engano, as obras para a Copa do Mundo terão redução de determinados impostos. Por consequência, obras mais baratas e maior facilidade em atrair investidores.

Rodrigo, o pres do Atl Paranaense colocou a cara para bater mas apenas escancarou o pensamento de quem foi escolhodo como sede e é particular.
Sobre a sustentabilidade das Arenas fora dos grandes centros, o sinal claro das dificuldades é que investidores privados não estão querendo colocar dinheiro e o Governo já acena com os investimentos . Você acha que quem tem responsabilidade assumirá esse alto rísco?

Abraço.

Perguntas: vem sendo noticiado na mídia que tem diversas empresas interessadas em financiar a reforma do morumbixa. Quais? E se existe essa possibilidade, porque os bambis estariam recorrendo ao BNDES?
Muita sujeira.

Engraçado o presidente do Atlético PR dizendo que “o estádio nós temos pra ceder, o problema da Copa é de Curitiba”. Em outras palavras: “Se o governo do PR quiser que a Copa seja jogada na ‘maravilhosa’ arena do Atlético, que pague o que precisa ser feito.” Isso levando em conta que a tal arena nem terminou de ser construída. Esse é cara de pau demais, mas pelo menos foi sincero, e pelo discurso parece que não faz questão de que os jogos da copa aconteçam no estádio do seu time. Pelo menos nisso difere do pessoal do jd. leonor.
Pela incoerência da escolha das cidades sede, vemos que no Brasil nada é feito com seriedade, ou pelo menos com o mínimo de planejamento. O que será que vão fazer com uma arena FIFA em Manaus depois da Copa? Acho que vai ter um show do Calipso por semana para 40.000 pessoas para bancar os custos de manutenção, ou então vão demolir o estádio depois do mundial.

ALÉM DE TODA A SUJEIRA QUE ESTAMOS VENDO NO CONGRESSO, AGORA APARECEM NOTÍCIAS DE QUE OS BAMBIS VÃO FAZER EMPRÉSTIMO NO BNDES PARA REFORMA DO PANETONE. SE REALMENTE ACONTECER É UMA VERGONHA, PELA SEGUNDA VEZ IRÃO USAR DINHEIRO PÚBLICO PARA AS MOÇAS. É MA VERGONHA

Fora os dois comentários corretíssimos acima, gostaria de saber se realizar jogos de copa em estádio particular é bom para o dono do estádio, ou seja, supondo que o Panetone azede, o que o Verdão poderia ganhar sendp sede de jogos da copa. Li que o estádio da copa, se for patrocinado, deve retirar os patrocínios durante o Dominio FIFA, ou seja, o péríodo em que a FIFA usar o estádio. Isso procede? Se procede, que vantagem Maria Verdão leva?

Essa Copa de 2014 vai ser a maior sangria, roubalheira, cafajestagem, tramóia e todos adjetivos do gêneropara o dinheiro público da nossa história. Vai se assemelhar ao roubo de pau-brasil no século XVI.

Claudião, como podem times devedores do fisco conseguir linha de crédito num banco público que em tese deve primar pela garantia de não locar dinheiro para maus pagadores?!
Vai você tentar comprar uma casa financiada pela Caixa com qualquer minimo apontamento restritivo!!

Os comentários estão desativados.