Categorias
Arenas

Cronograma geral das arenas para a Copa 2014

POR CLAUDIO BAPTISTA

Pessoal,

Hoje os pitacos serão em cima do cronograma geral para a realização da Copa de 2014.

Temos conhecimentos dos marcos principais que a FIFA vem cobrando das sedes escolhidas. Entre eles a apresentação dos projetos e revisões previstas para acontecerem este mês; temos também até o final deste ano para a apresentação definitiva dos parceiros e definição dos investimentos, bem como o início da construção dos estádios para o primeiro trimestre de 2010.

Olhando estas etapas pode-se até pensar: a FIFA desta vez não irá tolerar atrasos.

Realmente, a FIFA não está disposta a gerir atrasos, contudo, desde o dia em que escolheu o Brasil como sede em 30 de Outubro de 2007, a FIFA vem abraçando riscos e em minha opinião o maior deles foi a escolha das cidades sedes com alto grau de imprecisão em seus projetos.

Vejam que desde maio deste ano – quando as cidades sedes foram escolhidas – até o momento, pouquíssimas têm as seguintes definições:

  • Projetos executivos aprovados.
  • Definição de parceiros e investidores.

Até aí, pode-se questionar: mas a FIFA não irá cobrar isso até o final do ano?

Sim, mas o que acontecerá se ao final do ano algumas sedes ainda apresentarem estes problemas? Existem planos “B” sendo desenvolvidos?

Digo isto porque em um cronograma executado em seus trâmites normais, otimista e em compasso com os discursos apresentados, nós poderíamos ter os seguintes passos:

1 – Elaboração de projetos básicos de engenharia – 3 meses.

2 – Fase de aprovação das premissas básicas junto aos órgãos competentes – 2 meses.

A FIFA aprovou as cidades sede em uma mistura da Fase 1 e 2.

3 – Elaboração de projetos executivos de engenharia mais estudos de viabilidade detalhados – 6 meses.

4 – Fase de aprovação junto aos órgãos competentes – 6 meses.

É fácil encontrar investidor, seja privado ou público, antes desta fase sem uma série de imposições?

5 – Procura e definição de parceiros; contratos assinados (??!!!) – até 12 meses.

6 – Construção das Arenas – 30 meses.

7 – Colocação em operação e ajustes nas Arenas – 6 meses.

Do passo 3 ao 5 teríamos por volta de 24 meses; a FIFA ao escolher as cidades sedes em maio de 2009 – entre as fases 1 e 2 – assumiu um sério risco para o cronograma geral. Questão chave: como chegar à fase 5 em 10 meses.

Concordam?

Hoje até podemos dizer que as sedes estão na fase 3. Somados os tempos das fases 3 a 6 temos quase 4,5 anos quando a FIFA pede que vários estádios estejam prontos um ano antes da Copa para serem operados na Copa das Confederações.

Acho que o sinal vermelho já está aceso. O cronograma já ultrapassou o caminho crítico.

Os resultados estão aí. Governo entrando no jogo fornecendo mais do que infra-estrutura, acenando com dinheiro em estádios alegando serem meros financiamentos e não doações quando sabemos do alto grau de risco para os pagamentos, ou então com as taxas e encargos abaixo das praticadas pelo mercado, o que não passa de subsídio e benefício para aqueles que possuem seus estádios particulares, atropelando fases de engenharia e “forçando” aprovações junto aos órgãos competentes que possivelmente terão que engolir projetos tortos. Enfim, tudo para uma bela lambança.

Ah, isso sem contar com os atrasos nas obras de infra-estrutura prometidas pelo Governo.

E para terminar, não causa indignação em vocês o fato da Arena Palestra Itália já estar em fase de aprovação junto à Prefeitura e com investidor definido (ou seja, muito à frente de diversos outros projetos) não ser nem ventilada pelos responsáveis pela organização do Mundial?

Aliás, analisando o que coloquei acima, que sorte das autoridades competentes (Governo, CBF, FIFA) terem o Palmeiras, a Arena Palestra e o consórcio firmado com a WTorre à disposição.

Verei se na próxima semana escrevo algo fazendo um paralelo nos cenários das sedes que têm seus projetos lastreados em estádios particulares.

Abraço e até lá,
Claudio Baptista Jr.

Cláudio Baptista escreve às quintas-feiras no 3VV
mas excepcionalmente esta semana sua coluna entrou no ar na quarta-feira;
Cláudio escreve sempre sobre Arenas Esportivas;
Reprodução permitida mediante explícita citação do autor do texto e do link www.3vv.com.br.

15 respostas em “Cronograma geral das arenas para a Copa 2014”

Cláudio, boa noite. Qual ação pode ser efetivamente tomada no sentido de se evitar o uso do dinheiro público em benefício privado?Exemplificando: (i) impedir a construção de estacionamento na Pça. Roberto Gomes Pedrosa (área pública) para mais de 3.000 veículos, integrado com o Panettone; (ii) Impedir que o Metrô aloque recursos em obras não prioritárias para a população da cidade de São Paulo como por exemplo na linha 17 – Ouro, cujo “estudo preliminar” do estacionamento foi entregue pelo SPFW à Cia. do Metrô e à Prefeitura de São Paulo com o objetivo de integrá-lo à rede metroviária através de uma estação denominada Estádio. Isso mesmo, entidade particular , no mínimo petulante, elaborando projeto que extrapola os limites de sua propriedade; e (iii) obrigar o SPFW a construir estacionamento e parque infantil público no terreno recebido por doação em 1952 cuja escritura já foi publicada nesse espaço.
Com quem podemos tratar esses temas visando impedir o uso de dinheiro público em benefício privado? Acredito que o melhor caminho seja através do Ministério Público. Pensei também nas associações amigos de bairro do Jd. Leonor e do entorno ppois já ouvi dizer que são completamente contra qualquer medida que venha a aumentar o movimento na região (pessoas, veículos, camelôs, etc). Temos algum advogado disposto a capitanear esse processo? Contem com a minha colaboração.
Um abraço, Ricardo Galassi (rgalassi@uol.com.br)

Causa MUITA raiva nao falarem nada da Arena Palestra !! MUITA RAIVA !!

copa no brasil = Pan no brasil…

teremos chuva de dinheiro publico… e depois as estruturas ficaram largadas…

vejam como estao as contrucoes permanentes do Pan…

tirando o engenhao q foi DADO ao botafogo o resta esta largado e se deteriorando.

Rodrigo,
Se o projeto do sp naufragar ou então a cidade perder a abertura, o MÍNIMO que o Palmeiras DEVE fazer é pleitear oficialmente e com veemência que a Arena seja o estádio da cidade.

A copa no Brasil corre sério risco de ser um tremendo fiasco.
Claudio, não sei se estou errado, mas me parece que se a Arena Palestra Italia não foi cogitada até agora para ser um dos estádios da copa é porque o Palmeiras não se mexeu nos bastidores para brigar pela candidatura. O projeto foi apresentado para o comitê organizador, ou algo parecido?
Acho que o pensamento em termos a Arena mesmo que não seja usada na copa é certíssimo, mas tendo em vista as dificuldades dos bambis para adequar o panetone, o Palmeiras poderia apresentar o seu projeto e tentar se oficializar como um dos estádios para a copa. Isso é possível?

vai ser a farra do dinheiro público.

Mas o panetone dificilmente será sede, a FIFA está pedindo estádio coberto e só a cobertura já vai mais de uma centena de milhão.

A sede de abertura ficará no estado do governador com mais de virar presidente.

Cunio,
Para completar, todas as sedes tiveram a oportunidade de correr em paralelo a fase 5 – fechar com investidores – com as anteriores.
Quais conseguiram fechar com investidores privados de acordo com o discurso geral?
Abraço.

Cunio,
A FIFA chega junto do COL (Comitê Organizador Local). A FIFA não tem gerência direta sobre as cidades sedes, mas é claro, o COL acata o que a FIFA quer, necessita e informa a entidade sobre a evolução dos cronogramas. Hierarquina no organograma. Pelo menos é assim que tem que ser.
Em relação as fases, você viu que coloquei no texto a expressão “UMA SÉRIE DE RESTRIÇÕES”. Neste caso daria para encontrar um investidor e este colocaria suas restrições necessárias para o investimento. Ex: desde que o projeto executivo seja aprovado, desde que faça parte da Copa do Mundo, desde que se respeitem os prazos “xpto” para isso e aquilo…
Caso contrário, o investidor assume riscos demais. Se for sério, com certeza não é louco.
Desta forma, sim, pode-se trabalhar as fases 1-4 em paralelo com a 5, porém não é fácil encontrar o investidor em função dos riscos. Um exemplo claro é o próprio Palmeiras que encontrou um investidor antes mesmo da burocracia das aprovações. Só que você pode ter certeza, a WTorre colocou uma série de restrições.

Rudy.
Nossa Arena pode ser utilizada para a Copa. 60 mil lugares mínimo é uma restrição para abertura.
Na luta pela abertura estão São Paulo, Brasília e Belo Horizonte.

claudio tenho uma pergunta a fazer
a arena palestra italia poderia ser utilizada como sede da copa?
pergunto pelo fator tamanho? se nw estou enganado tem que ter pelo menos 60000 nw é?
ou isto seria soh para a abertura da copa?
mas no caso do palestra representar sp quem faria a abertura?
desde jah agradesço?

Claudio, tenho algumas colocações e alguns questionamentos que você talvez possa dirimir.

Com relação à Arena Palestra (Giangiulio, não chega a ser um pleonasmo, já que as definições de Arena e Palestra são razoavelmente diferentes), concordo que é um conforto à FIFA tê-la como estepe de um possível buraco entre as cidades sede.

Quanto a utilização de dinheiro público, bem notou o Yzquierdo, é impossível que não ocorra uma sangria sem precedentes para tal. Apesar de que acho as eleições presidenciais de 2010 decisivas para a utilização ou não destes recursos. Não vou entrar nesta discussão aqui.

Quanto ao estágio dos projetos, lógico que não acompanho isto com a mesma dedicação que você, mas eu corto um braço se os projetos mirabolantes de alguns estádios que sairão do ZERO, principalmente os do Norte-Nordeste, não estão e PERMANECERÃO para lá de atrasados. Alguns deles são inacreditáveis para mim. A velocidade com que são feitas as coisas aqui no Brasil não me motiva em nada a acreditar que não teremos problemas seriíssimos com relação a todos eles.

Claudio, perguntas:

1- Como a FIFA controla estes cronogramas? De forma independente (ou seja, cada sede que cuide de suas coisas) ou em conjunto?

2- Você concorda comigo que é extremamente temeroso desenvolver as fases 1-4 sem a fase 5 estar definida? O que quero dizer é que não adianta elaborar, aprovar e seguir toda aquela interminável burocracia junto a órgãos públicos sem saber de antemão QUEM VAI PAGAR A CONTA! Isto parece muito BRASIL mesmo: primeiro geramos a despesa e depois, se não der, vem o governo e despeja o que for preciso de grana para salvar o projeto e ENCHER O BOLSO DOS CONTRATADOS.

Desculpe-me se alonguei demais o texto, um abraço !

O Cassiano foi muito feliz em seu comentário:

“NOSSA ARENA SAI SEM ESMOLAS”.

Isso tem que ser divulgado, virar rótulo, propaganda.

Abraço.

Desde o dia que saiu a definição da Copa no Brasil, todos sabíamos que seria assim. Podemos nos indignar, revoltar, protestar, etc. O fato é que haverá uso indevido de dinheiro público (e não será pouco), em todos os estádios, inclusive os particulares, é inevitável.

Quanto a arena Palestra Itália, a falta de divulgação exata sobre o inicio das obras gera insegurança em toda nação Palmeirense e o fato dela não ser ventilada pela CBF e a FIFA também causa desconfiança sobre o real status do andamento do projeto. A diretoria não tem falado mais sobre isso, pois, o foco agora é o BR-09, o time na liderança, contratações, jogos decisivos, etc.

Cláudio, a Arena Palestra (acho que é pleonasmo – a conferir), continuando, a Arena Palestra, não só foi ventilada como vem sendo abafada. Até quando, não sei. Só os investimentos dirão.

AGORA O QUE NÃO PODEMOS CLÁUDIO, É VER OS BAMBIS DO PANETONE DIZENDO QUE IRÃO SE SOCORRER DO BNDES PARA REFORMAREM AQUELE ELEFANTE BRANCO. EM RELAÇÃO A NOSSA ARENA, PARECE QUE EXISTE UMA MÁ-VONTADE POR PARTE DOS GOVERNANTES (KASSAB) EM DAR CONTINUIDADE NA OBRA. OLHO NELES.

Claudio, ao ler o post, antes de chegar na parte que vc diz “..não causa indignação em voces…” eu ja estava indignado, na verdade ja coloquei isso no meu comentario no post anterior….
Claro que a copa daria uma grande visibilidade a Arena e ao Palmeiras, mas como esta sendo tratada hoje, pelas autoridades, a vontade é que se fosse chamada para a copa, em cima da hora, que fosse negada, mas sei que é loucura demais
negar esse evento em nossa casa………

E isso também é culpa da imprensa, que tem as informações da nossa Arena, ao mesmo tempo plantam informações do panetone, em vez de dizer a verdade, que nossa Arena sai sem esmolas, enquanto o panetone pode ser rebaixado e virar um sonho…….

Abs

Os comentários estão desativados.