Categorias
Notícias

Mozart deixa o Palmeiras

Um dos legados da era Luxemburgo, o zagueiro Mozart, deixou o Palmeiras.
 
Foi para o time italiano do Livorno.

Veio pela urgência em ter um volante que substituísse Edmílson e S. Silva – contundidos. Mas fez poucos jogos no Palmeiras. Foi responsável direto pelo gol do Sport nas oitavas de final da Libertadores, perdeu um pênalti e fez poucos jogos. Nunca se provou.

Custou aos cofres do clube pelo menor R$ 600 mil em salários e encargos sociais. Isso se o Palmeiras não teve que arcar com alguma parcela do salário até o fim do contrato.

Saudações Alviverdes!

13 respostas em “Mozart deixa o Palmeiras”

Valeu pelo seu caráter Mozart, por sair de cabeça erguida mesmo tendo feito um péssimo trabalho. Saiu amigavelmente.

Mas saiu tarde, ahahahaha =p

A comissao tecnica e a diretoria tem q ser os encarregados na contratacao dos jogadores, nao apenas o tecnico.Justamente para evitar esse tipo de situacao

Se foi embora por decisão própria, ao menos demonstrou ter caráter e não ser acomodado. Senão, que vá à merda e não encha mais o saco!

ontem disse pra rapazíada,vou sair e só volto a noite e espero notícia boa.
estava no boteco perto da casa da minha mãe,eis que chega um amigo meu que joga bola pra caramba e palmeirense e me diz que essa tranqueira vazou,agora te pergunto Vicente e a ameba que contratou isso vai junto.
Vicente pelo seu post sobre o Mozart notamos que nem voce aguenta mais a inércia do depto de futebol…..

Mas já vai gastar menos do que antes!!!
Caramba, quanta notícia boa!!!!!
Tchau, Mozart… mas pera aí… você chegou antes de ir????

Os comentários estão desativados.