Categorias
Notícias

A semana do STJD

POR EMERSON PREBIANCHI

Olá
amigo do 3VV, voltamos hoje com a coluna do Futebol Legal depois de
duas semanas de folga e em um novo dia, mais adequdo para acompanhar os
julgamentos da semana.

Procuraremos
trazer a partir de agora mais informações sobre a atuação dos tribunais
desportivos, deixando as análises “legais” para algumas séries especiais
de matérias de modo a buscar canalizar nossa coluna em informações
sobre as atualidades legais que acontecem no Brasileirão.

Continuamos
contando com a sua participação para opinar na estrutura da coluna a
fim de sempre nos ajudar a colocar por aqui o que o amigo do 3VV tem de mais interesse sobre o tema FUTEBOL LEGAL.

E nesta
semana as atividades do STJD tiveram como mote central o julgamento de
Antonio Lopes, técnico do Atlético Paranaense que suspenso por 30 dias
pelo tribunal por ter ofendido o árbitro em partida contra o Flamengo,  chamando-o
de covarde (artigo 188 do CBJD), obteve em grau de recurso o efeito
suspensivo do julgamento até que seja julgado o recurso, o que lhe
garantiu a participação na partida de ontem.

Também
foi suspenso pelo STJD nessa semana o volante Willians do Flamengo que
denunciado por praticar ato hostil ao dar um tapa no adversário pegou
dois jogos de gancho com base no artigo 255 do CBJD.

Outro
suspenso foi Durval do Sport, que também esteve envolvido em lance em partida
contra o Flamengo onde segundo relato do árbitro, desferiu uma
cotovelada em Denis Marques, o que lhe gerou a suspensão por duas
partidas pelo artigo 254 do CBJD.

Mas a notícia  mais
grave ficou por conta de um novo caso de doping no futebol brasileiro
constatado na partida entre Brasiliense e Juventude pela Série B do
Brasileirão, onde o atleta Aílson do Brasiliense teve apontado o uso de
substancia proibida, o que lhe rendeu suspensão de dois meses com base
no artigo 244 do CBJD. O zagueiro no entanto nega o uso de qualquer
tipo de doping, afirmando que apenas tomou um remédio para dor de
cabeça um dia antes da partida.

Por
outro lado, a Lusa teve uma boa notícia nessa semana e o Canindé foi
liberado da interdição imposta pela falta de segurança, interdição que
não foi imposta ao estádio que pretende sediar a Copa de 2014 e como
aqui informado permitiu acesso aos seus torcedores a uma área em
reforma sem a mínima segurança e infra estrutura para receber público.

Então é
isso, por essa semana ficamos com essas notícias e a partir de agora
nada mais passará despercebido pelo amigo do 3VV pois nossas atenções
estarão voltadas para as atuações do STJD já que como é costume. Até porque na reta final do Brasileirão, as denúncias aumentam e o tribunal passa
a influenciar diretamente nos resultados.

Saudações alviverdes!

6 respostas em “A semana do STJD”

Nossa muito bom. Deixa-nos informados, nao deixa passar nada. Mas aí a gente vê a realidade e a palhaçada que é esse STJD !!

Existe a responsabilidade do mandante sim…. o problema é a falta de vontade dos procuradores do STJD quando se trata do time do Jd. Leonor…..
Se fosse no Palestra ja estava interditado por falta de segurança!

Bucciolli, resposta para vc: NÃO. Lógico. É fora do campo, “não tenho nada a ver com isso…”

Realmente a justiça está cega mesmo. O Antonio Lopes mete o dedo na cara do juiz e xinga o cara na frente de 200 testemunhas e ganha recurso disso e daquilo. O Canindé parece um ringue de boxe e depois de alguns jogos, tá liberado. Bom, esperar o que de um país que deixa na rua o Pimenta Neves e ainda discute se libera ou não a Richthofen?

É, tá chegando a hora em que o pessoal do STJD gosta de aparecer. Uma reforçada na orientação aos jogadores sobre evitar cartões bobos iria bem.

Os comentários estão desativados.