Categorias
Resenha dos Jogos

Análise da arbitragem R22 – Palmeiras 0x0 São Paulo

Por Danilo Cersosimo

Numa partida muito disputada Palmeiras e
São Paulo não saíram do 0x0. Além da forte marcação proposta pelos times e da
pouca inspiração de seus atacantes, o árbitro Héber Roberto Lopes (PR) também
colaborou para o jogo truncado, travando demais a partida em alguns momentos.

De um modo geral o desempenho do árbitro
não comprometeu, mas achei que ele poderia ter assinalado algumas faltas do adversário, especialmente perto da área deles – em lances idênticos, com o
mesmo grau de perigo ele não titubeou em marcar contra o Palmeiras. 

Diego Souza e Obina tomaram cartões
amarelos de forma correta ainda no primeiro tempo. Pelo São Paulo Jorge Vagner
e Miranda também foram punidos com justiça. Minha única ressalva é que Miranda
já poderia ter sido advertido antes com um cartão, o que lhe custaria a
expulsão já no final do primeiro tempo.

De todo modo é compreensível que o árbitro
tenha adotado esses critérios disciplinares, visando não tumultuar a partida.

***

Alguns palestrinos reclamam um pênalto a favor do Palmeiras logo
no primeiro ataque do jogo, por volta de 1 minuto. Eu confesso que na hora
fiquei em dúvida, mas não vi nenhum replay desse lance, portanto fica difícil
emitir uma opinião.

Além disso, nossos atacantes passaram o jogo inteiro mais
preocupados em cavar pênaltis do que em jogar bola.

***

Em Porto Alegre o Inter bateu o Goiás jogando muito bem, mas a
expulsão de Fernandão aos 13 minutos foi muito polêmica.

Pelo replay eu não teria expulsado – um amarelo estaria de bom
tamanho.

Porém, na velocidade do lance é compreensível que o árbitro
tenha tido a impressão de cotovelada, especialmente pelo movimento de braços
feito pelo atacante do Goiás. Fato é que, em lances como esses, os bandeiras e
o 4º árbitro deveriam auxiliar mais, evitando que o espetáculo fique
prejudicado por uma decisão equivocada.

***

Já o Botafogo depois de ter sido muito prejudicado semana
passada aqui no Pacaembu – apesar do gol de mão a favor – foi novamente vítima
da má arbitragem que assola o Brasil. Dessa vez o nome do algoz foi Rodrigo
Cintra, ora vejam. 

É a terceira rodada seguida em que o Botafogo só empata por
conta de erros de arbitragem. Quando começa a virar tendência contra uma ou
outra equipe é preocupante, ainda mais para quem está na zona da degola…

11 respostas em “Análise da arbitragem R22 – Palmeiras 0x0 São Paulo”

O Juiz foi bem e Marcão atropelou o Borges sem necessidade. Pra mim foi uma arbitragem muito boa.

O Miranda e o Jorge Vagner tinham que ter tomado amarelo bem antes, juizinho caseiro. E no final aquele lance do Marcão não foi falta, e se sai o gol Cazzo! Heber V.T.N.C! V.P.P.Q.P!

Certa vez li no Forza Palestra (do Barneschi) que o ábitro deveria apanhar antes e depois dos jogos, simplesmente por ser ábitro e por ser ‘raça ruim’. Claro que na hora fiquei meio ‘cabrero’. Mas hoje acho que é uma boa ideia. Cada dia dá mais raiva dessa raça maldita. Pelo menos aqui no Brasil. Engraçado que em jogos do C Ingles, por exemplo, raramente os arbitros erram, e consequentemente quase nao se ouve falar deles nos jogos. Aqui no Brasil eles sao ‘protagonistas’ mtas vezes. Por isso defendo: PROFISSIONALIZAÇÃO JÁ !!!

#7
**
Achei ABSURDO terem punido o Eduardo por cavar penalti. Nada a ver. Agora nao pode nem ter a ‘malandragem’ do futebol, parece q virou coisa de mocinha… de kaká (evangelico/bandido) … aff

Justiça seja feita, quem deixou de marcar a saída de bola no 2o. gol do Gaymio foi o auxiliar. O árbitro não tinha a mínima condição de ver que a bola saiu. Mas o pênalti reclamado pelo Bostafogo ele não marcou porque não quis.

O Botafogo foi mais uma vez roubado, e o trio de Arbitragem de Heber Roberto Lopes foi muito bem e não comprometeu o resultado não. Parabéns pela arbitragem, desta vez os bambis não foram ajudados.

bom ao menos nao fomos garfados na cara dura como no ultimo jogo no Palestra contra as meninas…

teve lance q o Miranda quase arrancou a camisa do Diego Souza e o arbitro nao marcava nada… so pq era perto da area delas???

e o Miranda e o rei de fazer isso… se ele nao aguenta com o cara ele fica agarrando…
podem reparar contra o Kleber sera a mesma coisa…
so assim na libertadores ele conseguiu parar um pouco o Gladiador…

É AMIGOS, A VERDADE É QUE O BELLUZZO ESTÁ MOSTRANDO SUA FORÇA (APESAR DE NÃO SER O HE-MAN), POIS AS BONECAS DESSA VEZ NÃO TIVERAM AJUDA DOS ÁRBITROS PARA NOS DERROTAREM.

O pênalti no primeiro minuto só o Emerson Prebianchi, nosso colunista especialista em Direito e fanático tocedor da Moóca, viu. Ficou gritando até os 20 min do primeiro tempo: “Pênalti! Careca maldito! Ladrão!”. Aí ele cansou.

Espero que o Botafogo não precise de pontos para escapar na última rodada, senão estaremos fritos.

A expulsão do Fernandão foi ridícula.

Os comentários estão desativados.