Direito de Resposta

O Vice Presidente da SE Palmeiras, Sr. Clemente Pereira Jr., responde à coluna OPINIÃO DO CRISCIO de domingo passado, quando foi citado sobre uma nota do Painel FC.

Prezado Sr.
Vicente Criscio
 
Preliminarmente,
saliento que encontro-me à sua disposição e dos demais palmeirenses,
diariamente em nossa Sociedade, para trocar ideias ou dirimir dúvidas,
nascidas de inverdades publicadas pela coluna Painel da Folha de São
Paulo.
Ultrapassando a preliminar, levo ao seu conhecimento alguns dados envolvendo minha relação com a S.E.P.
Sou
sócio desde 25/12/1957, casado com palmeirense e pai de três filhos,
nascidos na maternidade Palestra Itália, naturalmente, todos
palmeirenses, sendo os 2 varões, conselheiros. Além dos filhos, primos
Conselheiros e outros, que assistiram os primeiros jogos da S.E.P.,
pelas mãos de minha família, hoje, também participantes de nosso
Conselho. Passado o intróito, lembro ao companheiro, que na Presidência
do C.O.F., sempre lutei para que as divergências internas – naturais –
não ultrapassem nossos muros. As notícias do Painel, não são
verdadeiras, fruto de um jornalismo que não merece nosso tempo e
respeito. Entretanto, convém esclarecer que no jantar citado, tivemos
70 presentes e 25 ausências justificadas, dentre as quais meu filho
Guilherme e o filho do Busico, ambos Conselheiros. No jantar
patrocinado por algumas pessoas, foi  enfatizado o apoio à
administração do Belluzzo, capaz de projetar a futuro da S.E.P.
Ressalto, que fui um dos articuladores de sua candidatura,
reservando-me, porém, no direito de fazer críticas quando necessárias –
sempre internamente – e não por meios espúrios – dando satisfação à
minha consciência e à minha família, sempre em favor da S.E.P.
A
coluna Painel, da Folha de São Paulo, não merece crédito, contando com
a colaboração de anônimos inexpressivos, não podendo a isca lançada,
alcançar mentes esclarecidas, como a sua. Solicito assim, ao aguerrido
palmeirense, checar antes as informações, ressaltando que o trânsito
que tenho, com Conselheiros, Diretores e Associados, deve-se, em parte
– sem falsa modéstia -, à credibilidade, lealdade e transparência de
todos os meus atos.
A união, passa pela lealdade e transparência, fatores que cobro de todos, principalmente de mim mesmo.
Assim, esperando
ter esclarecido pontos obscuros, reitero, estar à disposição, inclusive
para críticas que beneficiem nossa querida S.E. PALMEIRAS!

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados