Categorias
Direto da Fonte

Atletas encaram manutenção da ponta como ‘momento especial’

Agência Palmeiras
Fábio Finelli
16/10/2009 19h44

Os jogadores palmeirenses que concederam entrevista coletiva durante
esta semana afirmaram que a manutenção da liderança do Campeonato
Brasileiro deve ser encarada como uma situação nobre por parte de
todo o elenco, faltando apenas nove rodadas para o término da
competição.

“Quem não gostaria de estar na nossa situação? A liderança num
momento como esse é muito importante, mas mais do que isso, temos
que ter cabeça e consciência para manter essa condição e vencer os
jogos. Caso contrário, colocaremos tudo a perder”, comentou o
volante Edmílson.

Durante esta sexta-feira (16), o técnico Muricy Ramalho falou que
também está acostumado com a condição que o Palmeiras carrega na
ponta do Brasileiro. “Eu sou movido a desafios e gosto de encarar
esse tipo de pressão. Não temos que nos preocupar com os outros, mas
sim com a gente. Nessas nove rodadas, é preciso dar o máximo e
continuar encarando esses jogos como decisões.”

Já o atacante Vagner Love afirmou que não é qualquer equipe que
consegue manter a liderança por 15 rodadas consecutivas, mas lembrou
que nada disso adiantará se a equipe não sacramentar a conquista na
última rodada.

“É gostoso ser líder por bastante tempo, mas a pressão por manter a
ponta é muito maior. Se o time não tiver estrutura, não
consegue ‘segurar’. Acho que escorregamos nas duas últimas rodadas,
mas nosso time é experiente e sabe que precisa voltar a mostrar um
grande futebol. Os adversários estão vindo mais fortes, mas
precisamos encarar esse momento como especial e tentar somar o maior
número de pontos”, analisou.