Categorias
Argentino

Campeonato Argentino: análise da R8 e a dupla de La Plata

POR EMERSON PREBIANCHI

Terminada a oitava rodada – que no seu meio teve uma partida histórica da seleção argentina onde, quem podia imaginar, uma vitória contra a fraca seleção do Perú tornou-se em marco da classificação para a Copa de 2010 na África do Sul – não foram poucas as surpresas.

Mas antes das noticias da rodada cabe uma nota sobre uma noticia dada por alguém que certamente não tem a menor idéia de como são as coisas na terra dos hermanos.

Ontem no site globo.com (http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/0,,MUL1339017-9842,00.html) foi divulgada a noticia de que o jogador Ortega do River enfrenta problemas de alcoolismo e foi visto até as seis da manhã em um boliche. Sem novidades na notícia não fosse o fato de que boliche em Buenos Aires é como chamam os hermanos a balada ou a danceteria para os mais antigos como eu.

Estranho imaginar um alcoólatra (ou algo que o valha) se embriagando em uma noitada num boliche como os daqui do Brasil! Mas ninguém é obrigado a conhecer o linguajar de lá, e por isso a brincadeira fica registrada somente para compartilhar com o amigo do 3VV a gafe cometida por tão qualificado site de informações.

Mas vamos ao que interessa, e nessa rodada os empates prevaleceram, tendo em dez partidas cinco terminadas em igualdade e alguns desses empates foram importantes para a definição da classificação, ficando o empate entre Estudiantes e Lanús como o destaque da rodada que ainda teve a vitória do Boca ante ao Racing e nova derrota do River em casa, dessa vez para o Independiente.

O ainda líder Estudiantes, estreando camisa comemorativa, recebeu em La Plata o indigesto Lanús que vem se consolidando como um rival que incomoda os grandes e perde pontos fáceis para os fracos, e empatou em 1×1 permitindo que o Vélez, que venceu por 2×1 o Argentinos Jrs em casa. Os dois seguem um ponto à frente do Independiente que nesta segunda bateu o River em pleno Monumental por 3×1. Ainda tivemos San Lorenzo que fora de casa bateu o Chacarita por 2×0 e Banfield que perdeu a oportunidade de assumir a ponta ao empatar em casa com o Atl. Tucumán por 1×1.

E a coisa anda feia para os lados do River. A dois pontos do último colocado tem sido alvo da ira de sua torcida que conforme noticia o Diário Olé conseguiu os telefones de alguns atletas e fez ameaças para o caso de as vitórias não começarem a acontecer. Mas feia mesmo anda a situação do Racing que depois de perder em casa para o Boca, agora está na penúltima colocação sem nenhuma vitória, um ponto a frente do lanterna Chacarita.

Assim, a oitava rodada teve os seguintes resultados

Partidas 8a Rodada 

Racing Club

  1  

  2

Boca Jrs.

Tigre

  2

  2

Huracán

River Plate

  1

  3

Independiente

Chacarita

  0

  2

San Lorenzo

Banfield

  1

  1

Atlético Tucumán

Rosario Central

  1

  1

Gimnasia LP

Colón

  4

  1

Arsenal

Godoy Cruz A.C.

  1

  1

Newell’s

Estudiantes LP

  1

  1

Lanus

Vélez

  1

  0

Argentinos Jrs.

 

Ficando assim a classificação que ainda tem o Estudiantes na ponta.

 

 P 

 Clubes

 Pts 

 J 

 G 

 E 

 P 

 GF 

 GC 

 Prom 

 1 

  Estudiantes LP

 17 

 8 

 5 

 2 

 1 

 16 

 7 

 1.702 

 2 

  Vélez

 17 

 8 

 5 

 2 

 1 

 12 

 6 

 1.690 

 3 

  Independiente

 16 

 8 

 5 

 1 

 2 

 16 

 10 

 1.357 

 4 

  San Lorenzo

 16 

 8 

 4 

 4 

 0 

 13 

 7 

 1.702 

 5 

  Banfield

 16 

 8 

 4 

 4 

 0 

4 respostas em “Campeonato Argentino: análise da R8 e a dupla de La Plata”

Apenas uma correção ao #1: O Gimnasia y Esgrima La Plata tem 05 vice-campeonatos: Clausura 95 e 96, Apertura 98, Clausura 02 e Apertura 05.

Ou seja, isso é que é time pé-frio!!!!!

Queria que estes dois clubes de La Plata, começando pelo melhor deles, fossem para o inferno. Estudiantes pela Libertadores que nos roubou em 68. E o GELP por ser incompetente a ponto de não ganhar nada e ficar mais tempo na fila que a Ponte Preta. Lixo.

3vv também é cultura. Legal saber que boliche na Argentina é a ‘balada’ aqui, hehe. Interessante também a história dos 2 clubes de La Plata. Muito bom Emerson !! Valeu

Eis aí uma das grandes rivalidades do futebol argentino: o clássico de La Plata.

E um dos jogos mais marcantes, sem dúvida foi o 7×0 do Estudiantes sobre o Lobo Platense no Apertura 2006, mesmo torneio em que o time do Verón foi campeão no jogo extra sobre o Boca.

Agora dá dó do Gimnasia que, apesar de ter uma torcida fanática, nunca foi campeão, somando apenas 2 vice campeonatos em 1995 e 2002, enquanto o maior rival tem vários títulos nacionais e internacionais… Não é fácil ‘ser lobo’… hehehehe

Abraços!

Os comentários estão desativados.