Categorias
Futebol com Números

Ainda sobre as contratações dos clubes

Pessoal, o Vicente publicou um post com dados sobre o número de contratações dos principais clubes do Brasil nos últimos 3 anos.  Eu acho que ainda existem pontos importantes a se discutir sobre esses números.  Para lembrar para todos, observem abaixo o número de contratações de cada clube:

 

O QUE CHAMA A ATENÇÃO?

Primeiro:  TODOS os clubes contratam muito!  O clube que menos contratou, na média, contratou praticamente onze jogadores por ano!  Ou seja, contratou um time inteiro!  Considerando-se que uma equipe tem cerca de 28/30 jogadores no seu plantel, percebe-se o impacto que a contratação anual de 11 jogadores tem no elenco! Que dirá o pessoal do Corinthians que contrata 20 jogadores por ano e olha que para o ano que vem eles continuam cometendo esse mesmo erro e contratando muitos jogadores.

Segundo: utilizar as categorias de base é uma UTOPIA ou MENTIRA?  O Inter tem as melhores categorias de base do Brasil e ainda assim contrata em média 14 jogadores do ano.  O pessoal do jardim Leonor que toda a imprensa baba-ovo diz que tem boas categorias de base, contrata um time inteiro por ano.  O próximo post será justamente sobre as categorias de base, mas fica a pergunta:  se as categorias de base são tão boas assim, para que contratar tantos jogadores?

Terceiro:  TODOS os times contratam principalmente ATACANTES.  Realmente bons atacantes são raros no mercado e todos os times parecem fazer apostas em jogadores que irão resolver os problemas dos ataques dos times.

Quarto: existe um grande especialista na contratação e venda de jogadores com lucro: o Cruzeiro!  Há anos que o Cruzeiro é o time que consegue de forma CONSISTENTE contratar jogadores e vende-los com lucro.  Essa especialização do Cruzeiro é uma questão de sobrevivência. Como o clube não possui um estádio e o seu mercado/tamanho torcida não é comparável com os clubes do eixo São Paulo-Rio, e conseqüentemente suas receitas de patrocínio e TV são menores, o clube “precisou” se especializar na compra e venda de jogadores.

O contraste é o Flamengo, que nos últimos anos viu a grande maioria dos seus jogadores ir embora do clube, sem que o Flamengo tivesse recebido nenhum dinheiro  por isso…

MAS, POR QUE TUDO ISSO ACONTECE?

Simples! Tudo isso é um reflexo da situação financeira dos clubes!  Como a principal fonte de receita é justamente a venda de jogadores, os clubes têm que revelar ou contratar talentos e rapidamente vende-los.  Com a receita da venda, os clubes correm para novas contratações, buscando um novo talento que garanta lucros futuros.

Esse ciclo vicioso é apenas mais uma das mazelas do futebol brasileiro.

Para encerrar esse ciclo vicioso é preciso desenvolver, e muito, fontes de receita que garantam aos clubes fôlego para manter seus principais jogadores e vende-los apenas em situações muito vantajosos. 

Ou seja, por muito tempo, o melhor time será aquele que é mais eficiente nas contratações de talentos!

Saudações AlviVerdes!

Luís Fernando Tredinnick escreve às sextas-feiras explicando a quem conhece, e a quem não conhece, os números do futebol

6 respostas em “Ainda sobre as contratações dos clubes”

Bom, então na teoria o Palmeiras esta bem, pq nao vendeu ninguem esse ano… pena que nao aconteceu como queriamos!

O Palmeiras na base é um fracasso total….porque a diretoria de futebol é fraca…..esse trio toninho,betinho e jorginho não revelaram nada,2 taças SP e 2 fracassos………..
Sobre contratações o Palmeiras tem que saber que ele é tão grande quanto o Manchester………….muitos vão dizer lá tem $ aqui não….eles não contratam velhos de 34 ou 35 anos…o que está lá tem 10 anos de clube………………….acho que contratação passa por 3 requisitos importantes……
1- Idade do atleta entre 20 e 27 anos não mais que isso………jogadores mais velhos se contundem com mais frequência………1 no máximo…
2 – Carater e personalidade e TALENTO…….
3- Jogador que jogou em time grande e foi bem……apostas 1 ou 2 e nada mais………
Citei talento o Palmeiras não pode ter em seu elenco tantos jogadores ruíns,time grande não sobrevive sem grandes e bons jogadores……..
Jumar,Capixaba,Evandro,Jeferson,Marcão,Jéci,Gladstone,Thiago Cunha,Sandro Silva,Lenny….qual o currículo desses caras,jogaram onde,ganharam que títulos………….
Em um elenco de 25 a 30 jogadores,pelo menos 10 deveriam ser da base e ter pelo menos 16 a 18 jogadores em condições de suportar a pressão,com talento e disposição.
É o que as bibas fazem tem 3 caras que podem jogar na lateral esquerda,nós temos 1 que não pensa…………….

É preciso fazer a cabeça da molecada.Tão importante quanto um bom treinador é um bom apoio psicológico.Formar a personalidade do garoto.Treinar homens antes de atletas,gente com personalidade.
Tenho certeza que muito garoto bom da base se perdeu no tempo por causa da péssima estrutura que a base do Palmeiras tinha.

Sds.

A base do Inter é muito boa.
Vi os jogos deles na copa SP de 2007 aqui em Guarulhos.
O tratamento que eles dão é igual ao profissional,seja qual for a competição.
Eles não lançaram nem metade do time muito bom que eles tinham naquela época.Que eu me lembre só o goleiro que tá na Portuguesa,e o Sandro que já jogava demais naquela época.Já chegou até à seleção.

Eles dois meias e um atacante que jogam demais,de vez em quando os moleques aparecem no banco deles.

Vão lançando aos poucos.

Espero um dia poder ver a base do Palmeiras com jogadores tão bons e tão bem tratados.

Sds.

Para mim quase toda a contratação é uma aposta, não tem como acertar em todas, muitos jogadores dão certo outros nem tanto, não há como saber.

Existi jogadores que tem personalidade para jogar em times grandes,mas outros não…

Em 1976 o Palmeiras contratou 02 jogadores do Náutico, Vasconcelos que chegou com muita moral para substituir o grande Ademir da Guia que já estava em fim de carreira, e o Jorge Mendonça que veio como contrapeso, pois bem.

O Vasconcelos não deu liga, não jogou nada e nem titular foi, mesmo depois que o Ademir parou, já o Jorge Mendonça virou titular, foi Campeão Paulista de 76, além de ter sido convocado para a Copa de 1978, onde deixou o Zico no banco depois do 2° jogo daquela Copa.

Estes são apenas dois exemplos daquilo que falo e a razão pelo fato dos times contratarem tanto, as vezes esta contratações não dão tão certo assim e é necessário alguns ajustes!!

O Palmeiras não pode viver de desmanche em desmanche, tem que se manter uma base de uma ano para o outro, para assim se formar um elenco forte e vencedor .

utilizar as categorias de base é uma UTOPIA ou MENTIRA? – Ainda que os números sejam altos, Internacional e São Paulo (citados por você como exemplos de categoria de base) são os que menos contratam. Por mais que não seja tanto, é alguma coisa.

Eu concordo com a análise do Vicente no outro post. O Corinthians no processo de queda contratou desesperadamente muita gente pra tentar sair do rebaixamento. No outro ano, contratou muita gente também para tentar formar um time consistente durante o ano para subir com o time praticamente pronto. Deu certo. Em 2009 pouco mexeram no time no primeiro semestre. Depois, fatalmente, veio o inevitável assédio europeu.

O Flamengo é outro que direto tá caindo pelas tabelas e sai contratando todo mundo que vê pela frente para sair de situações constrangedoras.

O Cruzeiro, como você mesmo disse, costuma contratar muito mesmo e revender com lucro.

Fora esses sobram quem?

SPFC, Inter e Palmeiras. SPFC e Internacional, como o gráfico mostram, têm os menores números.

E o Palmeiras? Bom… teve o desmanche de 2006 pra 2007, quando vieram vários jogadores (Leandro, Gustavo, Edmílson, Pierre, Martinez, Rodrigão, etc). Depois teve o desmanche de 2007 pra 2008 (Élder Granja, Henrique, Léo Lima, Diego Souza, Alex Mineiro, Kléber, etc). E depois o desmanche de 2008 para 2009 (Armero, Danilo, M. Ramos, Cleiton Xavier, Obina, etc).

Olha, sinceramente, montar a estrutura do time todo ano gera esse número elevadísimo que vemos no gráfico. Quem, titular de fato, permanece no time desde 2007? Marcos e Pierre. Só.

Eu acho pouco.

Os comentários estão desativados.