Categorias
História Nossa Meninos Eu Vi

La Prima Volta: a história das 5 coroas (parte 4)

POR JOTA CHRISTIANINI

Menos de um mês depois de ter ganhado a terceira coroa o Palmeiras partia para novo torneio, a Taça Cidade de S. Paulo de 1951.

Ninguém mais duvidava do poderio do time de Palestra Itália,

Afinal ao ganhar o estadual derrubara o tabu. Quem vencesse a Taça da Cidade não venceria o Campeonato Paulista.

O Palmeiras venceu as duas e ainda de lambuja ganhou o  Rio-SP.

Bem! Diziam os céticos:  – venceu três taças, agora chega!  

Ou desdenhavam: – Nem vai pagar place nessa nova disputa.

O Santos, primeiro adversário, bancou o holandês,  pagou pelo que não fez. 

No primeiro jogo da nova competição o Palmeiras enfiou 6×2 no time das praias.

Foi demais! Até os 30 minutos de jogo o placar apontava 1×1 e o Palmeiras dominava, mas não marcava.  Dos trinta do primeiro tempo aos quinze do segundo, ou seja, em meia hora de bola correndo  o  Palmeiras marcou cinco gols. Para enfeitar o baile, cada um dos atacantes marcou um gol: Lima, Aquilles, Liminha, Jair e Rodrigues.

Veio a final e quem nos enfrentaria? O inimigo de 42, O time das muitas cores já nos tinha visto dar a volta olímpica no paulista e agora, não contente, queria apanhar de novo.

Foi atendido.

3×2 para o Palmeiras com mais de sessenta mil pessoas no Pacaembu.

O Aquilles fez dois e o Liminha mais um; mais que suficiente para no final da partida ao sair do campo  Oberdan Cattani  parar diante do treinador adversário, Leônidas da Silva, fazer o ligeiro, irônico e tradicional sinal de quatro, com as pernas dobradas.

A torcida ainda não tinha esquecido a marchinha carnavalesca das três coroas, só mudou o numero.

“Já ganhamos 4 coroas
e ainda queremos mais”

E se queriam a quinta coroa, lógico que ela chegou.

 

2 respostas em “La Prima Volta: a história das 5 coroas (parte 4)”

Sensacional J !! Espero mesmo que aconteça o que o nosso amigo Raul disse acima. Tempo bons aqueles quando os jogadores jogavam com raça e respeitavam e amavam o time!!!

Nos próximos anos voltaremos a vencer com esta facilidade narrada tão bem por você Jota!!

Abraço!!

Os comentários estão desativados.