Categorias
Notícias

O anti-programa de Sócio Torcedor

POR JOSÉ LUIZ TORRES JUNIOR

Com grande expectativa, a torcida palmeirense aguardou um programa que até virou moda entre os clubes brasileiros, embora fosse óbvio faz anos, e viria a facilitar a vida daquele torcedor assíduo que não abre mão de ir ao estádio de futebol . Modelos de relacionamento entre clubes e seus seguidores foram adotados faz anos em países europeus, sejam nos casos de clubes empresas, como na Inglaterra, mas também nos clubes sociais espanhóis. Também não é de hoje que a quase totalidade dos clubes argentinos e uruguaios utilizam sistemas parecidos, que incentivam e premiam seus mais leais torcedores, financeira e moralmente, com descontos, reserva de ingressos e outros importantes benefícios. Como suplemento, é possível que haja outra vantagem comercial com algum patrocinador ou parceiro do clube, sempre de forma secundária. Afinal, o que interessa ao torcedor é o futebol.

Valores
Porém, para a surpresa de muitos, mas condizente com o histórico recente, a diretoria do Palmeiras lançou um programa no qual os grandes atrativos são eventuais descontos em lojas Samsung, Adidas e Azul Cia Aérea. Não bastasse, é, de longe, o programa de sócio-torcedor mais caro do Brasil. Para não ficar apenas na teoria, recorro a rápidos exercícios matemáticos, plano a plano. Antes, partirei das premissas de que o Palmeiras joga metade dos seus 70 jogos médios por ano como mandante e cobrará ingressos de R$ 40,00, em linha com o que temos visto, exceto pelo “prêmio” que nos deram neste último jogo, conferindo ao torcedor um custo de R$ 1400,00 na aquisição dos 35 ingressos.

Plano Prata
·         Mensalidades de R$ 25,00;
·         Desconto de 30% sobre o valor do Ingresso;
·         Custo total: 25*12 + 1400*(1-30%) = R$ 1280,00;
·         Desconto Real de 8,6% ou R$ 120.
 
Plano Ouro
·         Mensalidades de R$ 50,00;
·         Desconto de 40% sobre o valor do Ingresso;
·         Custo total: 50*12 + 1400*(1-40%) = R$ 1440,00;
·         Não há desconto! Acréscimo de R$ 40,00, ou 2,9%.
 
Plano Diamante
·         Mensalidades de R$ 100,00;
·         Desconto de 50% sobre o valor do ingresso;
·         Custo total: 100*12 + 1400*(1*50%) = R$ 1900,00;
·         Não há desconto! Acréscimo de R$ 500,00, ou 35,7%!

Ou seja, onde deveria estar o foco do programa, a questão dos ingressos, o benefício é mínimo, quando não nulo, tornando-se uma desvantagem para o sócio-torcedor, obrigando aquele que já paga o ingresso mais caro do país a desembolsar quantias ainda maiores para ter o direito de ir ao estádio. Será que essas contas foram realmente realizadas por aqueles que apenas freqüentam os camarotes? Não bastasse, a situação torna-se ainda mais grave, se não criminosa, quando descobrimos que não há a possibilidade de estudantes e aposentados aderirem ao programa ainda gozando dos direitos que têm por lei. Na prática, se quiserem seguir pagando meia entrada terão de desembolsar R$ 100,00/mês a partir de agora. Como o Palmeiras pretende atrair o megalomaníaco número de 200 mil associados se sequer o foco do programa é vantajoso?

O mais caro do Brasil
Nem entrarei em tantos detalhes dos planos “concorrentes”, até porque é fácil mostrar quem é o menor beneficiado de todos. Portanto, só um rápido resumo dos casos de maior sucesso e a óbvia desvantagem do torcedor palestrino.

Vasco: R$ 30,00, direito a voto e 50% de desconto ou R$ 20,00 e 50% de desconto.
SCCP: R$ 100,00 anuidade e 20 a 40% de desconto.
Inter: R$ 22,00, direito a voto e 50% de desconto.
Grêmio: R$ 30,00, direito a voto e 50% de desconto.
SPFC: R$ 18,00 e 50% de desconto.

Sim, todos os anteriores também trazem algumas promoções, descontos e brindes. Mas os tratam como deveriam ser: meros suplementos, por vezes, até supérfluos. Chega a ser gritante a diferença de benefícios, e chamo a atenção para o direito ao voto, assunto que retomarei, mas que custa R$ 70,00 mensais no Palmeiras. Depois, não sabem porque o clube continua assim.

 Benefício Comerciais
Aposto que terão a resposta pronta para a pergunta postada alguns parágrafos acima. “Mas você poderá reverter o valor integral da mensalidade em produtos Adidas e Samsung”. Ok, de cara, pergunto, como ficará isto quando acabar a parceria entre o clube e as empresas? Confesso que isto pouco me importa, até porque não quero comprar televisões, celulares, camisetas, chuteiras, etc. Mas aos que se iludiram, alerto-os para a propaganda enganosa. Simplesmente, duvido que os descontos serão consideráveis e relevantes no preço do produto. Ou seja, para reverter seus R$ 300,00 em compras, você provavelmente gastará, e com muita sorte, uns R$ 1000,00, baseados em descontos de 10 a 30%, algo facilmente encontrado em qualquer outlet da Adidas, por exemplo. Por mais paradoxal que seja, aconselho-o a preparar o bolso se quiser usufruir deste benefício. Ai, vem a pergunta que realmente me importa, quem é o grande beneficiado com tudo isto? O torcedor, o clube ou a empresa?

Estratégia Comercial
Bom, aqui é quase como bater em cachorro morto. O que se passou na cabeça do dirigente que decidiu soltar este programa com tanta pressa, com apenas um último jogo a ser realizado em casa no ano? Sem falar no momento do time que, bom, melhor deixar para lá. De qualquer forma, isto ainda torna-se muito mais sem sentido ao vermos um programa totalmente inacabado.

Um site tosco, com pouquíssima informação, sequer predominado pelas cores oficiais do Palmeiras, links inexistentes, limitadas opções de pagamento e ausência de uma central de atendimento, ou qualquer telefone visível no site, jamais poderia resultar em algo diferente do que incríveis 10-15 adesões diárias. Como se pouco fosse, os primeiros heróis que aderiram ao programa começaram a sofrer as primeiras dores de cabeça com cobranças erradas, para cima, claro, erros na efetuação de pagamento, inexistência da loja virtual e, pior, um fraquíssimo canal de relacionamento para tirarem suas dúvidas.

Se você aderiu ou assim o fizer, reze para não ter problema algum, pois ai sim que eles começarão. O único telefone disponível, e bem escondido no regulamento, é o da Academia de Futebol. Bom, não acho que o Muricy vá resolver o seu problema. Alguns, logicamente, tentarão ligar no clube social. Mas, como visto em relatos, após conhecer algumas pessoas de diferentes departamentos por telefone, você ouvirá que só o Sr. Rogério Dezembro, mentor do plano, poderá responder suas questões. Se tiver paciência, também pode tentar na comunidade do Orkut (!!!) do programa, onde algum abnegado tenta sanar as principais dúvidas.

Eu, por curiosidade, relatei a situação para alguns amigos que trabalham com Marketing e Publicidade e terminei com a seguinte pergunta: O que aconteceria com você se apresentasse um trabalho como este aí em sua agência? As respostas, embora não idênticas, em sua essência foram unânimes: Rua! O que mais assusta é que, segundo propagandearam, foram gastos meio milhão de reais! R$ 500.000,00!

E reparem que a única propaganda que vimos até agora, exceto à do site oficial, foi no intervalo do último jogo, quando uma patética locutora colocava-se alegre enquanto sofríamos uma das maiores frustrações de nossas vidas em campo. Bom, belo investimento, não? Ainda mais se considerarmos o período de férias nos próximos meses.

Sócio?
Mas, talvez mais grave do que tudo isto é o desprezo pelos sócios do clube. Nem cabe aqui questionar a fusão das modalidades, isto cabe a outras esferas, mas todos sabemos que o clube tem passado por uma profunda transformação nos últimos 5 anos, com muito associados focados no futebol. E, ignorá-los pode ser um grande tiro no pé. Alguma forma de integração dos modelos, com algum desconto, me pareceria o mínimo a ser feito. Ou ,quem sabe, igual garantia de ingressos. Lembrando que a mensalidade do clube já está em R$ 70 e deve sofrer novo reajuste. Já ouvi de alguns e não será surpresa se muitos abandonarem o título social para poder pagar o de sócio-torcedor, o que seria péssimo para qualquer pretensão de evolução do clube Sem falar naqueles que sequer cogitarão tal associação e direito de voto.
Enfim, aos que depositavam alguma esperança na mudança do quadro societário como catalisador de uma melhora do Palmeiras, um verdadeiro balde de água fria. Os entusiastas da bocha devem estar comemorando, pois o conceito mais importante de sócio foi simplesmente ignorado.

Para quem tanto errou com o famigerado Onda Verde, parece que pouco aprendeu e queimou mais um cartucho, talvez inviabilizando qualquer tentativa de um plano de sucesso no Palmeiras. Não à toa, em igual período, o Vasco angariou quase 20 mil sócios (chegando próximos do 60 mil agora) ao passo que o Palmeiras ficou em nível 15 vezes menor, oscilando entre 1000 e 1500. Talvez, o único benefício seja um suposto tratamento melhorado na compra de ingressos, algo que foi prometido com BWA, Outplan, etc. (Embora os primeiros relatos não sejam animadores quanto à compra para o primeiro jogo do programa, ainda não aberta no site).

Uma tristeza saber que tão importante e potencial fonte de renda está sendo desperdiçada de forma tão inconseqüente. Por fim, termino com o que me perguntou o amigo Jefferson “Aragonés” Camacho. “Eles insistem em nos tratar como clientes, mas pergunto: qual é o cliente que passa tudo o que passamos e continua lá, firme e forte, sem nunca mudar de marca/empresa?”

Haja amor…

76 respostas em “O anti-programa de Sócio Torcedor”

Muito bom o texto e boa a análise! Belo texto! Pena que desnimador! E decepcionante ! Como que conseguitam fazer algo ao ‘falho’ asism ? Como deixaram isso ‘ir pra frente’ ? Cade o tao cobrado Profissionalismo?!

Post perfeito….
Diretoria cheia de projetos inovadores e profissionais ai sai uma coisa dessas…. não dá para entender mais nada….
Será que é impossível alguém pensar em separ os planos???
Plano A – Acesso ao Clube e direito a voto (autal socios normais)
Plano B – Acesso ao Clube, direito a voto e desconto nos ingressos e promoçoes de empresas parceiras
Plano C – APenas com descontos em produtos e promoções (para que mora fora de SP)
etc, etc, etc…
é tão difícil assim diretoria?
Abs

Palmeirenses. Futebol é paixão, mas $$ é $$. COMPREI o programa (Prata) sendo 12 parcelas de R$ 25,00 (total R$ 300,00). Na boa: para colaborar com o clube. Meu cartão de crédito aponta a COMPRA no valor de 12 parcelas de R$ 46,91. O telefone de contato é da portaria da academia. O e-mail ninguém responde. Sinceramente, COMPREI o programa para ajudar o clube , mas me sinto desrespeitado. Se existisse uma pílula para limpar todo e qualquer vestígio de ser torcedor de clube, eu juro que tomava uma dessa. Mas como não tem, eu tomo umas outras para esquecer….abs.

Sou afiliado ao ONDA VERDE até hoje, pagando em dia só para beneficiar o Palmeiras. Por incrível que pareça o novo programa sócio-torcedor conseguiu piorar!
O Palmeiras tem milhões de torcedores espalhados pelo Brasil e o programa parece que foi pensado para quem mora no Bixiga. Sócio-torcedor não é só aquele frequentador do estádio; é também o que quer participar da política do clube, compra os produtos licenciados, pay-per-view, TV aberta e rádio.

Aonde colocarão 200 mil no Palestra? Então é lógico que o objetivo não é vender ingressos. Isso é secundário, consequência da afiliação ao programa.

O objetivo principal será sempre angariar o máximo de torcedores, em TODO O TERRITÓRIO NACIONAL, dispostos a bancar uma mensalidade em prol do clube.

Deixarei de ser vinculado ao Onda Verde em dezembro, pois já está morto mesmo, e não vou me associar ao Avanti.

Ao contrário do que afirmaram muitos colegas palmeirenses, não pensaram grande, mas sim pequeno, pois superestimaram o fanatismo do torcedor e subestimaram nossa inteligência.

Sou afiliado ao ONDA VERDE até hoje, pagando em dia só para beneficiar o Palmeiras. Por incrível que pareça o novo programa sócio-torcedor conseguiu piorar!
O Palmeiras tem milhões de torcedores espalhados pelo Brasil e o programa parece que foi pensado para quem mora no Bixiga. Sócio-torcedor não é só aquele frequentador do estádio; é também o que quer participar da política do clube, compra os produtos licenciados, pay-per-view, TV aberta e rádio.

Aonde colocarão 200 mil no Palestra? Então é lógico que o objetivo não é vender ingressos. Isso é secundário, consequência da afiliação ao programa.

O objetivo principal será sempre angariar o máximo de torcedores, em TODO O TERRITÓRIO NACIONAL, dispostos a bancar uma mensalidade em prol do clube.

Deixarei de ser vinculado ao Onda Verde em dezembro, pois já está morto mesmo, e não vou me associar ao Avanti.

Ao contrário do que afirmaram muitos colegas palmeirenses, não pensaram grande, mas sim pequeno, pois superestimaram o fanatismo do torcedor e subestimaram nossa inteligência.

Qt aos torcedores de fora de São Paulo que poderiam ter vantagem com o programa graças as vantagens com os parceiros. Insisto, PROGRAMA ELITISTA, só quem for rico vai conseguir aproveitar os R$300 de descontos na compra de produtos dos parceiros. O AVANTI não tem NENHUM ponto interessante o suficiente para justificar uma expectativa de 200mil associações, mesmo que o prazo seja de 10 anos.

Se querem atrair torcedor de todo canto, tem que fazer parceria com empresas de produtos baratos e que estejam presentes no país inteiro. Repito, para alcançar 200mil associações, tem q fazer parceria com MERCADO, POSTO DE GASOLINA, FARMACIA, etc.

Se a vantagem não estiver nos ingressos para os jogos, tem que estar no dia-a-dia do torcedor PALMEIRENSE.

Parece que pensaram tão grande que esqueceram do óbvio. Fizeram pareceria com marcas mundiais, com produtos eletronicos e passagens aéreas. Encheram de perfumaria e não fizeram o feijão com arroz.

Perfeita a anállise do Junior, concordo integralmente com ela.

Com relação à discussão do foco do programa acho que, até mesmo para quem criticou o texto do Junior, está claro tratar-se de visar o sócio-consumidor e não o sócio-torcedor.

A imprensa ta mais preocupada com o falso-moralismo, do que com uma cagada destas da diretoria do Palmeiras…quem comprar isso é burro, temos que boicotar.

Danilo

O buraco é mais embaixo. Se nem o sócio do clube pode votar p/ presidente imagine o socio-torcedor.

Exige mudança do estatuto. Mas para isso acontecer exige-se um percentual de votos (não lembro o numero) no Conselho que nenhuma ala politica do clube possui.

Infelizmente há pessoas no Conselho que não se importam com o futebol. Eles têm interesse que nada mude no Palmeiras entendeu ?

Mas tenho esperança de votar p/ presidente um dia …

Excelente artigo Junior, parabens.

Eu nao vou nem entrar no mérito do desconto em ingressos, produtos, etc.

A MAIOR FALHA do Avanti foi nao ter comtemplado a questao do voto. Teria sido uma chance imensa de renovar a massa critica do clube, trazer gente nova, dar maior participação politica a quem realmente e importa e sofre com o Palmeiras: o torcedor, seja ele das arquibancadas, do sofá, da capital, do interior ou do Japao.

Danilo Cersosimo
p.s: e as cores utilizadas na comunicação do serviço (azul e vermelho) me fazem lembrar o Cerro Porteño…

Nao creio que foi por sacanagem que fizeram isso, mas sim por pura incompetencia (de certa forma felizmente).
Concordo com todo o seu texto, e fico muito feliz em saber que nosso time tem pessoas como voce para fiscalizar esse tipo de coisa, eu por exemplo estou totalmente fora do assunto (e do pais) gostaria muito que voces do 3VV fossem atras disso conversasem com a diretoria apontem os erros e deem sugestoes de melhoras, e o melhor que voces tem a fazer pelo Palmeiras!
Um grande abraco

Que texto do nosso colega José Luiz Torres Junior. Parabéns!

Explicou com muita clareza e ficou legal. Quando saiu o programa de sócio-torcedor eu pensei em aderir ao menor plano, mas pensei melhor e deixei passar um tempo. Parece-me que fiz muito bem!

O Palmeiras tem evoluído nos últimos anos, mas ainda é nítido que faltam coisas importantes. A parte do marketing é um exemplo claro.

Abraços.

POIS É, O PALMEIRAS ESTA FAZENDO O UM TRABALHO DE AFASTAMENTO DE TORCEDORES.
JA NAO BASTA NOSSO TICKET MEDIO SER O MAIOR, NOSSOS MELHORES LUGARES NO ESTADIO SAO ELETIZADOS.
DESSE JEITO NOSSA TORCIDA VAI FICAR PARECIDA COM AQUELA MERDINHA ROSA.
JESUS NOS SALVE

Acho que todos os comentários deste post poderiam ser enviados às pessoas que bolaram e executaram esse plano Avanti.

Seria bem interessante que eles pudessem explicar os benefícios e o que de verdade que esse plano tem de superior aos outros.
Sinceramente,parece pegadinha,deve ter algum pulo do gato aí que eu não estou conseguindo entender.Pela forma como foi “parido”,pela expectativa gerada,deve existir um benefício oculto que temos que fazer um MBA para descobrir.

Pelo exposto até agora,pra mim,esse plano parece muito fraco.
Agora, se o interesse é apenas dar dinheiro ao clube,é melhor pegar o comentário 25-do Rafael e colocar em prática.

Já que o nome é Avanti,temos 1300 guerreiros associados.Nada mais justo.

A nossa diretoria atual lutou tanto para conseguir chegar ao poder,vivia dizendo que nosso clube era gerido de forma amadora.Agora que conseguiu,vendo esse plano,sinceramente não entendo a diferença.

Se não melhorar muito,vai ter vida muito curta.

Chegamos a conclusão que temos dois publicos-alvo: O sócio-torcedor e o sócio-consumidor. Cada um com interesses diferentes e oportunidades diferentes.

Concordo plenamente com o post

O palmeirense tem q fazer um curso pra poder usar os “beneficios” do plano.

é tão dificil fazer uma coisa simples?? R$ 30,00 com desconto em 40% do ingresso. pronto só isso.

eu nao quero desconto na adidas pq prefiro a nike
nao quero desconto na sansung pq tenho iphone
nao quero azul pq voo de TAM

EU QUERO IR NO JOGO DO PALMEIRAS, só isso, simples assim.

no proximo socio torcedor (pq obviamente q esse nao vai dar certo) espero que perguntem o que a torcida quer… pq quem sustenta o clube é a torcida e não os socios do clube (que eu sou e pago sem usar nada!)

abs

Não sei se fui claro, mas a minha idéia basicamente seria um plano X, com vantagens na compra de ingressos como desconto, prioridade de compra, etc, e participação nas eleições para conselho, presidência, etc; e um plano Y, com vantagens comerciais com as empresas parceiras, como já foi feito com a Samsung, a Adidas e a Azul, e buscar mais parcerias, deixando o programa mais atrativo para o torcedor que quer se associar e ajudar o Palmeiras mesmo não morando em São Paulo, e consequentemente não sendo um frequentador do Palestra.

Eu ouvi o Rogério Dezembro falando sobre o programa na rádio Palmeiras. Não ouvi a entrevista inteira, mas pelo que eu escutei, e e pelo que foi apresentado aqui nesse post pelo Torres Junior, o foco do programa não é o torcedor que vai ao estádio. O programa foi pensado para ser mais abrangente, a ponto de torcedores do país todo se interessarem e se tornarem sócios, através das vantagens comerciais que o programa oferece. Analisando por este ponto de vista, o plano até que é interessante, mas deve oferecer mais benefícios para o torcedor. Convênio com mais empresas para que se obtenha descontos e vantagens, além de descontos nos próprios produtos do Palmeiras. Nisso o programa pode ser melhorado, e essa modalidade de sócio torcedor não pode ser descartada. O Novelini disse bem, tem palmeirense espalhado pelo Brasil inteiro. Não há como pensar somente em quem vai ao estádio. Apesar de eu achar que este deveria ser o foco inicial.
E é aí que o Palmeiras pode inovar. Deveria aproveitar esse modelo inicial e aperfeiçoá-lo, deixá-lo mais atraente para torcedores de diferentes partes do Brasil, e desenvolver um modelo paralelo mais simples, mais focado no torcedor de São Paulo, que vai aos jogos e naturalmente espera por um programa que o beneficie na aquisição dos ingressos. Ter modalidades diferentes de sócio torcedor, cada uma mais voltada a um tipo de torcedor. Um time da grandeza do Palmeiras tem diferentes tipos de torcedor, sem falar no tamanho do nosso país.
A questão de direto a voto também é importante, seria um atrativo a mais para o torcedor e uma forma de ter um clube mais democrático.

Lembrando de que há palmeirenses cadastrados aqui no 3VV que moram no JAPÃO.

Eles devem aderirem ao programa ou não?

Torres Júnior,

Disse o quê? Que o foco é o ingresso? Está no seu texto:

“……Ou seja, onde deveria estar o foco do programa, a questão dos ingressos, o benefício é mínimo, quando não nulo,…..”

Sobre outros benefícios:

“….Confesso que isto pouco me importa, até porque não quero comprar televisões, celulares, camisetas, chuteiras, etc……”

Só estou tentando demonstrar que há vida fora de São Paulo e daqueles que freqüentam as alamendas do Palestra Itália.

Novelini, eu nunca disse isso. Mais cuidado com suas palavras, por favor.

E tem mais…aposto que pra comprar os ingressos irão disponibilizar um único guichë, só no Palestra, com um funcionário mal educado e uma fila kilométrica…

esperei tanto para me decepcionar mais uma vez…um lixo!!!

49 – Eduardo Forastiero,

Primeiramente eu não disse que o programa é perfeito.
Aceito TODAS as opiniões. E expresso a minha.

E com isso posso demonstrar que há palmeirenses espalhados por todo o Brasil e que não freqüentam o Palestra Itália. E com isso eles podem também ajudar o time!

Te dou um exemplo:

– Um morador de São Paulo. Palmeirense. Vai a todos os jogos do time. Adere ao programa e com isso se beneficia (ainda que pouco) do desconto dos ingressos. Um dia ele decide mudar da cidade por questão profissional. Vai morar em Porto Alegre. O QUE ELE FAZ COM O PROGRAMA?

1 – Cancela?
2 – Continua?

Na opinião do autor do post e de vários comentaristas ele deve CANCELAR.
Na minha opinião NÃO. Ele deve continuar. Pois há outros meios de se beneficiar (ainda que pouco também) com o programa.

Compreendo que deve-se aumentar os benefícios, mas o foco não deve ser só o ingresso.

Excelente análise, parabéns ao Junior.
Acabei me associando porque quero ajudar, mas a questão que mais me preocupa é o sucesso ou não do plano. Se o objetivo é arrecadar receitas, então é preciso ser revisto já.
Outra coisa que também me decepcionou foi a exclusão (ou a não inclusão) dos sócios do clube.

O pior é que colocam essa, utilizando-me de um eufemismo, derrapada como um bônus para o torcedor.

É, somos nós que estamos ficando loucos.

Prezado Torcedor Associado Avanti,

Enquanto a sua carteirinha não chega, assista ao último jogo do Palmeiras no Palestra Itália e aproveite todo o conforto do setor VISA. Esta é uma promoção exclusiva para o Torcedor Associado Avanti Palmeiras aproveitar a compra com desconto ainda este ano*.

Acesse a partir das 20h30 o site do Avanti, clique no jogo Palmeiras x Atlético-MG e efetue sua compra com desconto. Lembre-se: Para o setor VISA, o Seu cartão de crédito é a sua entrada.
Os ingressos para este jogo são limitados e estão se esgotando rapidamente, por isso corra. Apóie o Palmeiras nesta reta final e curta de perto este jogão!

Obrigado!

*Oferta exclusiva para o Torcedor Associado Avanti Palmeiras. A S.E. Palmeiras não garante a compra de ingressos. Quantidades limitadas para esta oferta. Os ingressos do Setor Visa devem ser adquiridos pela internet, acessando o site do Programa e sendo redirecionado para o http://www.futebolcard.com.br. Para efetuar a compra, é necessário que o cliente tenha o cartão de crédito com a bandeira Visa.

Pessoal, esse foi o comunicado que receberam os 1300 heróis que associaram-se ao programa.

Ou seja, o camarada pagou (até mais do o combinado, por um erro) para ter prioridade e desconto no setor que quisesse, mas só o poderá exercer no VISA, se correr, como deixa claro o comunicado. Ai pergunto, e o sujeito que não gosta de ir no Visa? E aquele que sequer tem o cartão e pagou com AMEX? E o outro que não teve tempo para resolver isso hoje?

Belo cartão de visitas, conseguiram coroar de forma magistral o lançamento deste programa. Parabéns à todos envolvidos!

Com todo respeito a boa intenção do Novelini, mas o Eduardo Forastiero (49) foi perfeito nesse comentário. Não acrescento nada.

E ainda me fez enchergar uma possível situação que pode estar passando desapercebida por nós, quando afirmou também que esse plano só é bom para gente rica, que compra o ingresso mais caro. É preciso analisar melhor essa parte.

Esse Novelini esta de brincadeira. MEU PALMEIRAS NÃO PRECISA DE ESMOLA!!!

O MEU PALMEIRAS NÃO PEDE ESMOLA PRA TORCIDA!!!

O MEU PALMEIRAS NÃO ESPALHA BARRICA PARA SE SAFAR DE FALÊNCIA.

É UM ABSURDO ESSA IDEIA DE QUE NÃO TEM NADA ERRADO COM ESSE PROJETO… É UM ABSURDO! O PALMEIRAS NÃO É TIME MENDIGO!

Geraria MUUUUUUUUUITO mais receita pro clube se fosse algo JUSTO, que desse vantagem pros 2 lados.

O AVANTI só serve para gente rica DAR ESMOLA pro PALMEIRAS. E digo gente rica pq os planos só parecem ter alguma vantagem para quem costuma comprar o ingresso mais caro.

Eu realmente não consegui engolir a opinião do Novelini. Até pq, se fosse para doar dinheiro para o PALMEIRAS eu ia querer que toda a grana fosse pro PALMEIRAS e não que fosse dividida com Azul, Adidas e Samsung.

Que absurdo.

Marco

Sou socio do clube apenas para ter o direito de votar, hoje, em conselheiro.
Tenho esperanças de, no futuro, votar p/ presidente.
Então eu já ajudo de alguma forma.

O que é discutido são as chances do programa dar certo.

Sou ex-socio do Onda Verde. O programa não atingiu seus objetivos porque era mal administrado e era fraco em em beneficios.

Pelas informações preliminares, o Avanti caminha no mesmo caminho.

Se queremos que ele dê certo é preciso dar atrativos ao torcedor. Como o Bruno falou, é preciso tratar o torcedor com respeito.

Que bom seria se todos pensassem como voce.
Mas não é assim que as coisas funcionam infelizmente.

Júnior, a torcida de todos nós deve ser para que a diretoria do Palmeiras consiga entender o que para o torcedor de arquibancada parece ser tão óbvio.

Sem mais.

Caros, juro que eu preferia ter aqui 90% dos comentários criticando-me, dizendo que estou errado em minha análise e de o programa é ótimo para a torcida. Queria muito estar convencido disto.

Porém, não consigo enxergar de forma contrária. E como o próprio texto sugere, este é um programa que dificilmente vingará, quanto menos atingirá o alucinado número de 200 mil sócios. Se assim o fosse, porque os outros clubes não atingiram com programas ainda mais vantajosos?

Ajudar ao clube? Como já disse, tento fazer o que posso. Inclusive, provavelmente me associarei a este programa. Porém, achar que o Palmeiras conta com 15 milhões de apaixonados que doarão dinheiro sem qualquer benefício em troca é ilusório.

O clube, mesmo com uma mensalidade relativamente barata perante aos demais da cidade, não têm mais que 15 mil sócios, e olhem que muitos sequer palmeirense são. E quantos sócios do interior temos? Confesso desconhecer, mas não acredito que passe dos 5 mil.

Enfim, como disse, o foco deve ser ingressos, é isso que atraiu torcedores em todos os outros programas do mundo. Lógico que podem ter outros benefícios, mas a torcida sempre os tratará como secundários.

Enfim, torço para estar errado, mas…

Acho que a discussão é muito salutar. Parabéns ao autor do texto.

Não é pq amamos o Palmeiras que vão nos enfiar goela abaixo qualquer programa de sócio torcedor.
Aos amigos que discordam do texto e da maioria é só pensar pelo seguinte modo:
Com uma mensalidade justa e benefícios o Palmeiras ganha no “giro”, ou seja, não lucrará tanto individualmente por torcedor,mas pelo volume de torcedores que aderiram ao programa.
Ninguém está pedindo algo de outro mundo aqui…ninguém pediu para fazerem um programa igual ao do Barcelona (apesar de termos condições disso, vide a força de nossa torcida). Basta igualarem ao programa do Inter, que se não me engano, é o mais bem sucedido programa de sócio torcedor do Brasil.
Temos que parar de aceitar tudo da forma como nos impõe.
Esses programas necessitam de contrapartida sim! Pois como um amigo a cima disse, era mais fácil abrir uma conta para depósitos e pronto. Cada um contribui com quanto puder por mês!
Uma mensalidade de 30,00 a 70,00 por mês, mais direito a voto, mais descontos em ingressos, reserva de ingressos e algum diferencial como descontos em produtos oficiais e/ou milhagem seria o mínimo que eles poderiam nos oferecer.

Concordo plenamente com o criador do texto e suas idéias são muito bem embasadas pelos dados.

Abraços

Estou tentando digerir as informações que eu encontrei hoje aqui.
Acho que algumas pessoas sugerem um “vaquinha” coletiva, onde os beneficios não interessam, mas sim unica e exclusivamente ajudar o clube. ISSO É PENSAR MUITO PEQUENO, é triste a torceida ter esse pensamente, o Clube tem que modernizar-se, entender que o torcedor é um parceiro, que gera renda. Não se pode conprar um “perfume com uma fragrancia horrivel” só por que assim estara ajudando o clube e sim comprar um perfume porque ele é muito bom e alem disso ajudarei o meu clube .
O pior é que teve gente que ate criticou os Oriundis aqui….

Fiquei um tempo alheio a notícias sobre o sócio torcedor e quando eles lançam, fazem uma piada dessas?

Isto não é uma inovação que pode ser positiva é uma invenção do Professor Pardal.

Parabéns ao autor pelo texto e pelo sacode.

Espero que eles refaçam o plano de negócios
desse plano.

E ainda lançaram na época que o Palmeiras vive seu pior momento…

Lamentável!

Na minha opinião o programa para torcedores deveria se basear em:
– Desconto nos ingressos
– Site exclusivo para o associado para compra de ingressos pela net
– Bilheterias exclusivas no Paletsra Italia
– Cartão de “milhagem” do Palmeiras, no caso a milhagem seria o numero de jogos em que o sujeito foi ao estádio. Quem acumulasse mais jogos, teria privilégio para compra de ingressos em finais, fases decisivas e Libertadores.
– Direito de voto no clube para conselheiro e demais pleitos. Simples. Sem direito de utilizar o clube social (piscina, bloliche, quadras,etc)

Esse programa Avanti, poderia até continuar existindo, mas eu acho que a adesão a ele seria mais por torcedores de outras cidades e estados. Pro Palmeirense da capital, o que vale mesmo é facilidade pra comprar ingresso

Deem suas sugestões…

Os comentários estão desativados.