Categorias
Direto da Fonte

Camisa 7 pensa no título brasileiro e não acredita em “corpo mole”

Agência Palmeiras
Jairo Giovenardi
03/12/2009 14h07


O Palmeiras depende de outros resultados para terminar a última rodada do Brasileirão 2009, no próximo domingo (2), como campeão. Mas o pensamento do elenco alviverde e da comissão técnica é de vencer o Botafogo-RJ, para depois fazer as contas.


“Primeiro, temos de fazer nossa parte, e só depois ver o que acontecerá nos outros jogos, para saber quem será o campeão”, disse.


Como já atuou pelo Grêmio-RS, adversário do Flamengo-RJ no domingo (2), Diego relembrou a rivalidade entre o ex-time e o rival, Internacional-RS, que, apesar de tradicional, não ultrapassa os limites do profissionalismo.


“A rivalidade lá no Sul é muito grande. Como torcedor, o presidente do Grêmio não quer que o Inter-RS seja campeão, mas os jogadores são profissionais e não acredito em corpo mole. Ninguém entregou nada de mão beijada neste campeonato. Os jogadores não querem manchar suas carreiras”, disse.


Para o meia, tudo pode acontecer na última rodada, até porque o Inter-RS também terá um adversário dificílimo, o Santo André-SP, que luta para não cair para a segunda divisão.


“O Flamengo-RJ só depende de si e tem, com o apoio de seu torcedor e a confiança no próprio elenco, totais condições de vencer, mas o Grêmio-RS vai dificultar. Já o Inter-RS não pode facilitar, pois o Santo André veio de uma vitória empolgante contra o Náutico e quer escapar do rebaixamento. Portanto, não podemos pensar em outra coisa que não seja o título”, afirmou.