Categorias
Italiano

LEGA CALCIO: Campeonato Reaberto

POR CARMINE PACIELLO        

 * Apesar de que não merecia ser derrotada uma
Lazio em crise profunda (não vence do 30 de agosto) perdeu o derby n°133 da “Cidade
eterna” graças a um gol do lateral Cassetti ao 78° depois que no 1° tempo o
juiz havia parado o jogo para 6 min. para as bombas que os ultras faziam
explodir. Com essa vitoria a Roma está a 1 ponto da zona Champios enquanto a
Lazio está a 1 ponto a mais da zona rebaixamento. O herói desse péssimo derby
(para o jogo expresso das equipes e, sobre tudo, pelo clima de guerra e das confusões
entre as torcidas) foi o goleiro Julio Sergio que depois de 3 anos sem jogar
nem sequer um amistoso salvou o resultado ao fazer uma defesa espetacular.   

       
*     Mas o jogo mais importante da rodada foi o
“derby da Itália” entre Juventus e Inter. Deu Juve (2 x 1 com um lindo gol do
jovem meia Marchisio) que assim evitou a fuga da Inter e reabriu o campeonato.
O time de Mourinho errou ao aceitar o clima de luta proposto pelos “bianconeri”
em vez de jogar com mais ordem e inteligência por ser superior ao rival. A linha
do seu meio campo era mais baixa respeito ao usual enquanto a Juve apresentava
Del Piero em linha com Diego em um 4/3/2/1 onde Amauri ia cair pela direita. O
jogo foi marcado pelas expulsões de Mourinho que reclamou da falta inexistente
sobre Del Piero que originou o 1° gol da Juve e da expulsão de Felipe Melo que
agrediu Balotelli entrado na 2^ etapa e ovacionado com o habitual coro ”Se
saltelli muore Balotelli”, ou seja, “salta que Balotelli vai morrer”. Grande
hein?

       * 25 minutos! Foi o tempo necessário ao Milan
para arquivar a pratica Sampdoria e chegar a -4 da líder Inter. Quem diria que
Leonardo iria conseguir isso depois do inicio tão péssimo dos “rossoneri”?  Borriello depois de 1 minuto, Seedorf e Pato
marcaram pelo Milan que realizou a 5 vitória consecutiva contra uma Sampdoria sem
vontade e em queda livre.

        * Enquanto em Brasil um técnico tricampeão
brasileiro declara de ter a consciência limpa não obstante o fracasso do seu
time pois os jogadores que encontrou não tinham qualidades ou porque fulano se
machucou e assim, tranquilamente, não só perdeu um titulo já ganho quanto nem conseguiu
entrar no G/4, em Nápoles o guerreiro Mazarri, tomou um time sem identidade e,
com ou sem jogadores adaptados, com 8 jogos sem perder, portou o Napoli em uma posição
perto da zona Champions para a alegria do povo napolitano que sonha de jogar o próximo
ano contra o Barça, o Manchester Utd. e outras esquadrões da Europa. No dia da celebração
dos 50 anos do estádio San Paolo (na inauguração o brasileiro Vinicio, um
centro avante que pela sua valentia os torcedores apelidavam “o leão” e que
depois se tornou celebre técnico na Itália e no mesmo Napoli, marcou os 2 gols
da vitória contra a Juventus, em 1959) outro centro avante, desta vez
Quagliarella, foi o herói do jogo (Napoli 3 x 2 Bari) ao fazer 2 gols e ter participação
ativa no 3°. A crise do atacante parece terminada e nem a hipótese da provável
chegada de Toni (que foi afastado no Bayern do técnico Van Gaal e que quer
voltar para a Itália para jogar e ter maior possibilidade de ser selecionado
pela Copa do Mundo) o deixa preocupado de perder a posição de titular no time.    

       * Um
empate (2 x 2) brioso entre Genoa e Parma: muitas ocasiões de gols para ambos
os times; em evidencia o jovem atacante “croata” Biabany que marcou 2 gols e,
no sentido negativo, o juiz que anulou um gol legal do meio campista Milanetto
do Genoa.

       * Com um Montolivo super (o jovem mc viola
defende, apóia e conclui) a Fiorentina superou a Atalanta (2 x o) conquistando
o 5° lugar em classifica. Os gols foram marcados do ala peruano Vargas, com uma
bomba na intermediaria estilo Roberto Carlos e da Gilardino que assim realizou o
seu gol n° 7 em campeonato.  

       * As cabeças continuam a cair: desta vez o
nono técnico demitido foi Atzori do Catania; no seu lugar Mihajlovic, que era também
cogitado para assumir a Lazio, e que domingo vai enfrentar outra lanterna do
campeonato, o Siena.

       * Enfim
no derby das ilhas o Palermo, de virada, venceu (2 x 1) contra o Cagliari que
paradoxalmente jogou melhor mas não teve a capacidade de fechar a partida
marcando o 2° gol.

13 respostas em “LEGA CALCIO: Campeonato Reaberto”

ottima risposta luiz (scrivo in italiano xchè vedo che non hai difficoltà a comprendere) se vedi il calcio da bota da 30 anni allora penso che abbiamo + o – la stessa età (47) dato che io sono 30 anni che seguo il Palmeiras. o.k! mi rassegno in Italia si gioca un calcio “antico” ( ma mi chiedo: e il milan di sacchi e poi di capello con baresi, van basten, pirlo e donadoni che ha dominato in europa x anni giocava un calcio retrogrado?)
Sì, Zenga potrebbe tranquillamente adattarsi così come ha dimostrato nelle sue precedenti esperienze all’estero: è un tecnico con le palle (entendi?) e grande motivatore; una volta risolto il problema dell’idioma e conosciuto i suoi giocatori farebbe fuoco e fiamme! ma, ripeto, mi sembra + logico continuare com Muricy, non trovi?
infine: l’inghilterra ha sempre fatto schifo ai mondiali, concordi? vuoi vedere che quest’anno capello riesce a vincere il mondiale o, almeno, a portarla tra le prime 3?

Carmine, eu defendí a contratação do Zenga no parmerista e me chamaram de cômico e louco.
eu acho que se um treinador italiano não se sentir a vontade em um clube chamdo Palestra Italia, vai se sentir bem onde????? .

o jorginho só teve 6 jogos para se adaptar, porque o Zenga não conseguiria?

30 anni fa che io guardo il calcio della “bota” e non ho visto ancora niente che no sia difesa y contra colpo. ma va bene, se capello è allenatore de la nazionale d´inghilterra è perche gli allenatori italiani sono tutti estratega di prima categoria!

ao luiz penchiari. Meu amigo, voce tem a imagem oleografica de sempre: futebol italiano = defesa e contra-golpe. Visao limitada, antiga e muito superficial, seria como eu dizer: Brasil? Todas mulatas, praia e samba. Como è? Se o todo poderoso Manchester Utd. vai fazer as barricadas contro o Barça na semi final de Champions de 2 anos atras, deixando sò o C.R. isolado no ataque tudo bem, Ferguson è um genio, um subtil estratega ….
Voltando ao assunto: è a moda do momento: Zola no West HaM, Ancellotti no Chelsea, Spalletti no Zenit de Leningrado, Mandorlini em um time da Romania, o ex tecnico do Napoli, Reja no Hajduk Spalato de Croacia.
Mas o Palmeiras pode conceder tempo a um tecnico italiano de aclimatar-se? De conhecer os jogadores e formar o grupo? De trabalhar sem a pressao de anos e anos de delusao? Objectivamente nao! Melhor continuar com Muricy esperando que consegua aquelas vitorias que a naçao palestrina merece.
Uma pena pois seria uma beleza ver Zenga no Palmeiras, jà que ele declarou querer um dia treinar o verdao. Acho que ele se daria bem assim como foi na Serbia, na Romania e na Arabia, Pais onde jà trabalhou com successo.

amici, eu penso que um técnico italiano faria muito bem ao palmeiras. na itália os técnicos não contam com jogadores muito criativos, por isso sabem trabalhar melhor a organização tática.
no palmeiras nós já cansamos de ver técnicos famosos mas que não sabem nem sequer posicionar uma defesa que leva gol aéreo, não sabem fazer o time contra atacar (especialidade italiana), etc.
eu postava no parmerista e sugeri diversas vezes trazer um técnico italiano e acharam que eu sou louco. vc não acha que poderíamos ter uma boa alternativa aos técnicos brasileiros que são fraquíssimos na parte tática?

Exatamente Carmine. Todos nós palestrinos ficamos revoltados. Ninguém consegue entender como o Palmeiras perdeu esse campeonato. Mas 2010 será melhor para todos nós.

Abbracci

tudo bem rodrigo. desculpe mas eu estou ainda revoltado (se diz assim?) com o que aconteceu. estava tao feliz pois precisva sò administrar a vantagem a 12rodadas do fim, entao ….
concordo sobre o taddei enquanto ao thiago motta depois de um excelente compeonato no genoa, foi indicado do mourinho e hoje està no inter, inclusive jogou (e bem) ontem contro o rubin kazan pela champions: gosto dele, jogador experto, ele age como play maker, sabe defender e inserir-se para finalizar, enfim um jogador completo.

Eu estava brincando sim Carmine hehehe… também acho que o trabalho do Muricy tem que continuar, apesar de achar que ele tinha obrigação em classificar o Palmeiras pelo menos no G4. Quem discorda disso pelo jeito é o Toninho Cecílio, que achou normal ficar em quinto.

O Taddei sempre foi criticado pela nossa torcida, e eu sempre achei injusto. Não que ele seja um craque, mas tem suas qualidades.
O Motta faz tempo que eu não vejo jogando, não me lembro muito do seu futebol.

amici, corrige ai
a Lazio não ganha desde 22 de outubro
em 22 de outubro ganhou de 2×1 do Villareal pela Liga Europa!

abs

desculpe Rodrigo mas voce quere brincar, nao è? premissa: muricy deve ter a possibilidade de indicar, formar e conduzir o novo palmeiras. isso è comprovado. e eu como palestrino vou torcer pelo seu successo.
mas que ele dissipou toda a fortuna ao nao saber incentivar o elenco e procurar soluçoes è inegavel. acho seja errado justificar o seu fracasso agitando fantasmas do genero: o time foi formado pelo luxa, pierre se machucou, bla, bla, bla.
mas se voce ficou contente do 5° lugar, tudo bem, palmas ao flamerda do vovo petkovic, do fraco goleiro bruno, do elefantiaco adriano e do eximio estratega andrade.
taddei? nao! mas amauri vai diretinho na africa do sul com a azzurra. pena que lippi nao concede uma chanche ao otimo thiago motta da inter. ele daria mais força e tecnica ao limitado mc italiano.

Foi sofrido, foi apertado… mas deu Roma! Aí sim!

Muita gente falou que o Ranieri não daria certo, mas vejo que o novo técnico tem a exata noção do time mediano que tem em mãos e faz com que a Roma jogue como pode: feio, porém consciente das limitações. Coisa que o Spalletti não colocava na cabeça…

Abraços, Carmine.

Esse técnico tricampeão brasileiro acreditou no que o seu gerente de futebol falou, que ficar no G4 não era obrigação. Os dois devem ter achado boa a quinta colocação, afinal terminaram o campeonto na frente de 15 times.

E o Taddei, vai jogar na Azzurra?

Os comentários estão desativados.