Categorias
Direto da Fonte

Palmeirenses acham que vaga na Libertadores é questão de honra

Agência Palmeiras
Fábio Finelli


O objetivo de conquistar o título segue vivo na cabeça de cada atleta do Palmeiras na semana que antecede a última rodada do Campeonato Brasileiro. Se isso não acontecer, no entanto, os jogadores deixaram claro que a classificação para a Copa Libertadores do próximo ano se torna uma questão de honra para todo o elenco.


“Acho que seria jogar o ano no lixo para nós jogadores se não conquistássemos ao menos a vaga para a Libertadores. Além da visibilidade para o Palmeiras e do status dos atletas em disputar uma competição internacional, financeiramente é atraente e importante para o clube. É preciso pensar em tudo isso. O clube investiu pesado para conquistarmos o título e vamos brigar muito por isso, mas se não acontecer, vamos ter que fazer de tudo para ao menos ficar com a classificação”, explicou Edmílson, ciente que o jogo de domingo, contra o Botafogo, será uma batalha.


“É um jogo de vida ou morte para os dois clubes. O Botafogo precisa só da vitória para escapar do rebaixamento, enquanto nós ainda temos uma possibilidade real de título. Para entrarmos focados e totalmente voltados para o adversário, temos que esquecer os fatores extra-campo e nos concentrar apenas na partida.”


Apesar de ainda manter esperança no título, o lateral-direito Wendel deixou claro que seria injusto se o Verdão não conseguisse no mínimo a vaga para a competição sul-americana. “Seria uma decepção muito grande se isso acontecesse. Não só pelo tempo que ficamos na liderança como também por tudo o que foi feito pela diretoria, que manteve o elenco e só moveu esforços para fazer o bem da equipe. Além disso, nós jogadores nos empenhamos bastante e merecemos coisas boas.”