Categorias
Arenas

PPP do Estacionamento

Por Claudio Baptista Jr.

Pessoal, espero que vocês tenham conseguido
notar o grau de indignação da minha parte no post da semana passada quando
tivemos a prova de que o COL de São Paulo mentiu em conjunto com interlocutores
do SPFC.

Infelizmente a responsável e zelosa imprensa
não se sensibilizou, ou não quis dar eco a algo grave.

Tudo bem, não é por isso que vamos nos calar.

Hoje trago de volta a discussão sobre a
vergonha da construção do estacionamento na porta do estádio do Morumbi, em
terreno público. Para que meu discurso não seja tão repetitivo, usarei parte do
texto do Ricardo Araújo, consultor de Planejamento e Gestão de Arenas, que fala
sobre a Parceria Pública Privada (PPP) para a construção da nova Fonte Nova. 

Seu texto se encaixa muito bem à suposta PPP
para a construção do estacionamento na porta do Morumbi, principalmente quando
sabemos que o mesmo, que será subutilizado em função do seu grande número de
vagas, não gerando as receitas que tornem o empreendimento viável, será de
importância fundamental para alavancar um bem privado e suas funcionalidades
com fins privados (Ex: Shopping Concept Hall no anel inferior do estádio, jogos
do SPFC e eventos diversos).

Não, meus caros, a viabilidade do
estacionamento não está ligada aos eventos do estádio que trarão ocupação das
vagas e sim ao uso cotidiano do estacionamento. Quatro ou cinco datas em um mês
(jogos do SPFC) ou usuários das instalações do bem privado não viabilizarão o
empreendimento. Ocorrerá o contrário, o privado é que agregará a funcionalidade
do estacionamento para valorizar seu equipamento.

Tanto o SPFC como o poder público já
mencionaram quanto custará a construção deste estacionamento? Claro, sem contar
o valor do terreno em si, o que pioraria a situação.

Pois bem, vamos ao trecho do texto do Ricardo
Araujo. O texto completo está aqui http://novasarenas.blogspot.com/2010/02/maldicao-brasileira.html

“O fato que me inspirou a escrever esse post,
foi o progressivo descortinamento do processo licitatório da Fonte Nova. Vamos
aos acontecimentos.

O governo baiano decidiu que gostaria de ser uma das sedes da Copa 2014.
Decisão política. Desejo satisfeito, passou para a segunda etapa. Construir (ou
na verdade reconstruir) a nova Fonte Nova. Mas, seria o novo equipamento viável
economicamente ? …
Mas afinal, para que viabilidade econômica, se a construção foi decidida por
uma decisão política, não é mesmo ?

Passemos, pois a próxima etapa. Decidir qual seria o modelo de financiamento do
equipamento. Contrata-se uma consultoria badalada, que após análise das opções,
aconselha o governo baiano a adotar o modelo de PPP administrada. E é
justamente a partir daí que a “porca torce o rabo”. Ora, qual o
espírito em que foi concebida a lei que regulamenta as Parcerias
Público-privadas, as ditas PPP’s ? Que o poder público, face à urgência e
necessidade estratégica de grandes projetos de infra estrutura, e sem recursos
para implementá-los, pudesse se associar com parceiros privados e com capital
disponível, para suprir essas necessidades do estado. Assim, se o projeto é
economicamente viável, o parceiro privado se remunera pelas receitas que irá
gerar, se não é lucrativo, mas necessário, o parceiro privado funciona como um
“financiador” e é remunerado através de contrapartidas mensais ao
longo de determinado tempo. Uma idéia simples e bem urdida. Mas se meus atentos
leitores repararam, o tal “espírito” de que falei, imagina projetos,
ou economicamente viáveis, ou estratégicamente necessários.

Então como fazer
para enquadrar a construção de um equipamento economicamente inviável, e não
tão urgente e necessário ?

Foi aí que a consultoria contratada “interpretando
o verdadeiro espírito da lei”, tratou de perceber que a lei não obriga que
as coisas funcionem dessa forma. Que a lei permite sim, que a construção de
projetos inviáveis e desnecessários possam ser objeto de uma PPP. Com o
“parecer” nas mãos, o governo colocou em marcha o passo seguinte, que
foi a escolha do parceiro privado através de uma licitação. Tudo perfeitamente
transparente e legal. E então, após o resultado da licitação, em que apenas um
consórcio participou, estamos sendo informados que as possíveis contrapartidas
a serem repassadas ao consórcio durante 15 anos, podem chegar a quase 3 vezes o
já imenso custo original do projeto. E aí voltamos ao tal espírito, e fazemos
as tradicionais perguntas que não querem calar. Porque um consórcio privado
decide participar de um projeto comprovadamente inviável economicamente, já que
se o projeto fosse bom o consórcio proporia ao governo bancá-lo e explorá-lo
sem necessidade da contrapartida? Porque se permite que uma PPP seja utilizada
para viabilizar um projeto inviável e fruto de uma decisão unicamente política?
Quem está lucrando com isso?

A verdade é que a posição do consórcio é bem confortável, já que o dinheiro
investido na arena retornará atualizado independentemente do sucesso do
empreendimento. Assim é fácil.

Quem souber as respostas, por favor queiram enviá-las.”

Abraço,

Claudio Baptista Jr. – ansioso pela aprovação
da nossa Arena junto a Prefeitura e muito contrariado com a falta de
transparência nas discussões sobre a sede paulista e investimentos públicos na
cidade para a Copa de 2014.

 

23 respostas em “PPP do Estacionamento”

Rodrigo, sei somente que existe projeto de um piscinão para a região, só não sei se o mesmo está na pauta de discussão das contrapartidas.

Particularmente, torço para que não. Muito dinheiro que seria gasto pela WTorre quando a mesma obra pode ser feita pela prefeitura lá para os lados do morumbi.

Isso só comprovaria o que tenho falado insistentemente. Um paga as contrapartidas, outro as ganha.

Cássio, Claudio e amigos
Essa história de construir túnel na Matarazzo é séria? Essa é a contrapartida exigida pela CET?

Se construirem um túnel na Matarazzo vai ser bom para o Palmeiras.A Turiassu vai parar de encher e o clube também.É bom que vai servir de pscinão e túnel ao mesmo tempo.RSRS

Falando sério sou a favor de se fazer um campanha para construir um estádio decente para a abertura do mundial.O penicão não fica bonito nem com reforma.Fora que a grana da reforma dá pra construir um baita estádio.

Cleidson,

Muito importante essa declaração: “Ou há um compromisso de pôr dinheiro em um projeto ou a maior cidade do Brasil não terá jogos grandes. Se é privado ou público, não cabe à Fifa decidir”, afirmou Jerome Valcke

A FIFA mais uma vez deixa claro não quer o Morumbi. E como não tem opção viável no momento – culpa dos governantes, do COL, dos rivais – está exigindo um projeto mais caro. Algo que o sp não possa pagar ou os fará perder tempo no processo para conseguir dinheiro e parceiros.

O bonde ainda está parado na estação. FALTAM CULHÕES!!!!!!!

Fifa rejeita abertura e semifinal no Morumbi
O novo projeto do estádio paulista não agradou aos dirigentes e foi momentaneamente vetado, afirma secretário-geral da entidade
Gazeta Esportiva | 19/02/2010 11:19
Mudar o tamanho da letra: A+ A-
O secretário-geral da Fifa, Jerome Valcke, tem tudo para se tornar persona non grata no São Paulo. Nesta sexta-feira, em entrevista ao jornal O Estado de S

Foto: Gazeta Esportiva Ampliar
Morumbi: projeto não agrada a Fifa
Paulo , o dirigente da entidade máxima do futebol mundial avisou que o novo projeto do estádio do Morumbi enviado à Zurique não agradou aos dirigentes e que a casa do Tricolor está momentaneamente vetada para receber a abertura e os jogos semifinais da Copa do Mundo de 2014.

“Ou há um comprometimento de colocar dinheiro em um projeto ou a maior cidade do Brasil não terá jogos grandes da Copa do Mundo. Do jeito que está, não podemos permitir que haja mais do que uma partida de oitavas de final. Não há ainda como ter nem jogo de abertura e nem semifinal”, disparou Valcke.

As declarações do dirigente da Fifa vão na direção contrária do que pregam os são-paulinos. Na semana passada, representantes do Morumbi estiveram em Zurique, na sede da entidade, e voltaram a apresentar modificações para o projeto. Retornaram ao país insistindo que a entidade havia dado sinais positivos para as mudanças, o que, na verdade, não aconteceu.

Segundo declarações ao Estado do diretor de marketing do Tricolor, Adalberto Batista, um funcionário do setor técnico da Fifa, de nome Fúlvio, teria definido que o Morumbi estaria apto a receber jogos importantes. “A decisão será política, mas seguimos avançando no projeto e, se realizarmos as mudanças previstas, pelo menos já estaremos habilitados para essas partidas”, disse Adalberto. O São Paulo, no entanto, não possui qualquer documento atestando tal aptidão.

O mais absurdo de tudo isso é ver a nossa diretoria, MAIS UMA VEZ, calada. Osbambis estão pintando e bordando em cima da cabeca deles e eles não fazem nada,ou melhor,fazem, estão analisandoprojetospara contratacoes de reforcos e esperando umlaudo do CET para viabilizar a sua arena. Falta ambicao, esperteza.
Até agora eu nao entendi nossa estrategia em nao colocar nossa arena como uma das sedes da copa no Brasil. Nao estou vendo vantagem nenhuma, pelo contrario,estou vendo o projeto dos bambis cada vez mais perto da realidadecomusododinheriopublico para seu beneficio,MAIS UMA VEZ, e a diretoria do palmeiras assistindobonitinho, MAIS UMA VEZ.

O Governador torce por ele mesmo e não para o Palmeiras, ele usa o fato de “ser palmeirense” para angariar votos dos otários como nós que acreditamos que este país um dia será sério.

A aprovação total da nossa Arena, só sairá quando o panetone for confirmado como sede de SP na copa de 2014, isto é fato confirmado por gente de dentro da Traffic, VIVA O BRASIL…

E o governador se diz Palmeirense, adora aparecer nas tribunas do Palestra pra dar tchauzinho.

Ricardo Araujo, primeiramente obrigado por deixar a disposição seu texto.

Concordo quanto a necessidade de se fazer ver a construção de uma outra Arena. A princípio, a parceira do Palmeiras não quer acelerar as obras em função da aprovação total do projeto na prefeitura. Isso ela tem razão, embora todos nós achemos muito estranho o fato da aprovação demorar tanto, justamente enquanto o morumbi continua tomando porrada da FIFA.

Acho que o governador está mais pensando como candidato. Neste sentido, quanto menos poeira ser levantada nesse processo, melhor.

Abraço.

Cada dia me dá mais nojo do futebol.A minha esperança ERA o Belluzzo,mas tô vendo que o negócio dele é dar conselho para o Obama e administrar faculdade.

Clube de futebol parece não ser a dele.É lamentável como se cala diantes de tudo isso.

Cláudio, vou repetir. A maior pressão que pode haver sobre o Morumbi é a construção acelerada de outra arena. Esse é o fato que pode “trazer o bode para a sala” e colocar a dúvida na cabeça da CBF e da Fifa. Sem essa alternativa, esse fato novo, todos os esforços continuarão direcionados para melhorar o Morumbi. O Palmeiras precisa iniciar as obras “prá valer” o quanto antes. Mas porque o governador não entra nesse assunto ? Será que ele já está pensando mais como candidato a presidente do que como governador ? Abraços

Ontem a região do Palestra ficou totalmente alagada.

E a prefeitura irá construir um piscinão embaixo do estacionamento em frente ao Morumbi.

Sei que também existe projeto de um piscinão para os nossos lados, porém, como estamos presenciando, parece que a região do Morumbi é prioritária sobre toda cidade. Estacionamento com piscinão, trem de superfície, avenida perimetral,…

FAZER O QUE. AQUI É BRASIL. COMO É QUE ELAS TEM TANTA FORÇA?? PORRA E NÓS NADA???

Ouvi hoje no rádio que os custos estimados da Copa 2014 já estão em valores que superam o dobro do que foi gasto na África do Sul. Daí…

*Correção: bandiso = bandidos
***
O problema é que muitos políticos são ‘donos’ da imprensa, aí a população é alienada. Aqui em MG, por exemplo, o cheirador do Aécio é dono de TVs e Rádios… o Sarney é dono do Maranhão… tem TVs e manhda lá! Aí que tá o problema!

Uma vergonha isso! Mas a ‘politicagem’ é grande demais… e os bandiso estão por toda a parte! Há sim uma coisa que a população pode fazer para evitar isso: VOTAR CERTO, porra! Parar de (re)eleger políticos bandidos… mas aí a gente vê que o Maluf foi reeleito… o Collor foi reeleito… que o Sarney é Presidente do Senado (!!!)! Assim não dá!

Existem ações para impedir a utilização de dinheiro público para benefício de agentes privados.
Uma é a representação ao Ministério Público denunciando; não a esse MP que persegue torcidas de acordo com a cor da camisa, mas o MP sério.
Outra é uma AÇÃO POPULAR diretamente à Justiça.
O problema é que o povo é passivo e não atua como deveria.

Pior do que toda essa porcaria que está a conteçendo é ver nossa diretoria ficar calada frente a uma situação como esta.

Por que a S.E Palmeiras não manifesta seu interesse em sediar a Copa na futura Arena palestra Itália?

Ou não existe viabilidade nehuma de nosso estádio ser erguido ou nossa diretoria é muito burra em não enxergar essa oportunidade.

Pior que a esperteza dos bambis é nossa inércia.

Claudio, vou “chover no molhado” mas, não vejo ninguém da imprensa, nos grandes meios, bradando contra essa farra do dinheiro publico que esta por acontecer.
Se existe alguém apontado o fato que eu não tenha visto, de o(s) nome(s) do corajoso.
E pelo texto do Ricardo, cada estado vai ter uma “doação” para o time da preferencia do governo, pois ja tinhamos conhecimento dos projetos (ou pedidos de esmolas, ou lavagem de dinheiro, ou favorecimento, ou etc,etc,etc…..) do Inter e do A. Paranaense no sul e dos Bambis ai em sampa, alias os bambis não estão erados, pois estão defendendo sua suja história de favorecimentos, e safadesas que nós conhecemos, mas que muitos adoram omitir, ou camuflar (isso é bem bambi mesmo)….

CET, libera a Arena…

Abs

Fernando #1,

Vivemos em um país onde o Governador do DF esta preso, mas vai sair quando renunciar ao cargo e daqui a alguns anos vai ser eleito de novo, isto aqui não tem mais jeito não, meu brother…

Aqui é cada uma por si… concordo totalmente com vc, copa do mundo e olimpíada aqui, vai ser uma roubalheira só…

E o que sobra para nós???? Apenas reclamar, reclamar, reclamar e pagar impostos para estes vagabundos construirem um estacionamento para as bambis ganharem $$ e fazerem a copa em casa que ABSURDO … infelizmente !!

ISTO É BRASIL !!!!!!!!!

ah Claudiao..

por isso q sou contra copa, olimpiadas aki

tinha q fazer o Pan para todo mundo ver oq vai acontecer nas olimpiadas/copa

sera a farra do dinheiro publico

obras superfaturadas
exploracao de areas publicas para destinos privados
obras inuteis para o povo
desvios de verbas
obras sem licitacao(em decorrencia dos atrasos)

contratacoes emergencias( em decorrencia de atrasos)

atrasos q ja estao ocorrendo

vai ser uma festa…

muita gente vai encher os bolsos.. mas e brasil

depois faz uma CPI finge q pune alguem e vira tudo farra…

Os comentários estão desativados.