Categorias
Opinião

Tá variando Criscio?

POR VICENTE CRISCIO

O post sobre a contratação de Antonio Carlos Zago fez o palmeirense zombar, desacreditar ou pensar que este blogueiro das horas vagas estava variando.

O leitor e comentarista do 3VV Marcio Zambon sacaneou sobre minha capacidade preditiva: “Vicente você já previu que Muricy ia ganhar muitos títulos…”. É verdade. Mas se a gente não arrisca um palpite, quem o fará?

Vamos aos fatos.

Em meados de 2009, quando Felipão visitou o Brasil e a Academia – esteve junto na mesma mesa com Luxemburgo na sala de imprensa do Palmeiras – ele havia acabado de assumir o Bunyodkor, do Uzbequistão. Em um contrato de 18 meses Felipão recebeu adiantado 8 milhões de euros.

Em um jantar com diretores do Palmeiras Felipão declarou: “volto ao Brasil em janeiro de 2011. O Palmeiras é minha prioridade”.

Agora vamos ao meu palpite.

Luxemburgo ainda era o treinador quando houve essa conversa. Se tudo desse certo com Luxa (e com o Palmeiras), ele seria campeão brasileiro em 2009, talvez ganhasse a Libertadores em 2009 ou 2010, e poderia sonhar mais alto a partir de 2011 (Seleção, substituindo Dunga pós Copa ou mesmo a Europa).

Aí viria Felipão.

A saída de Luxemburgo provocou uma série de mudanças não planejadas. Um dos erros (claro, olhando agora, como um engenheiro de obra feita) talvez tenha sido trazer Muricy Ramalho. Muricy é um treinador para longo prazo. Na pior das hipóteses Jorginho teria desempenho tão mediocre quanto. Mas como prever isso naquele momento?

Por outro lado, manter Jorginho durante 18 meses seria uma aposta muito alta.

Quis o destino (e a vontade de alguns) que Muricy saísse agora.  Antonio Carlos foi contratado. O atual treinador do Verdão tinha sido cogitado no final do ano passado, por alguns diretores para assumir o lugar de Cecílio (isso lá em outubro); também tinha sido cogitado por Cipullo para acumular a função com Cecílio.

Agora Zago veio como treinador. Apesar de Cipullo gostar e apoiar a ideia de um treinador jovem, há muitos interlocutores influentes dentro do Palestra que não acreditam que um treinador sem ser calejado vá se dar bem no Verdão. A pressão nas cadeiras dos amendois, bem como a presença sempre constante de caciques na concentração (remember o caso Atibaia e a entrada de torcedores numa carteirada de um vice-presidente) é o exemplo claro de que no Palmeiras você precisa ter ou um treinador brucutu ou uma estrutura forte por detrás.

Juntando as peças, pode ser bastante razoável que Zago, mesmo se dando bem esse ano, seja “promovido” a gerente de futebol e tragam para ser seu “subordinado” Luis Felipe Scolari.

Capisci bello?

***

E a política? O próximo Presidente transitará entre alguém de Della Monica, alguém de Mustafá, e Paulo Nobre. Se Seraphin conseguir um pequeno milagre, correrá por fora.

Em qualquer um destes casos Felipão trabalharia. E bem!

***

E Antonio Carlos já está fazendo a sua parte. Trouxe o preparador físico. E foi bancado na decisão por Seraphin Del Grande.

Decisão acertada. Estamos em março e o time parece que está em dezembro. Dia 26, depois da ceia.

Haviam dois preparadores físicos. Foram bancados pela diretoria durante o reinado de Luxemburgo, que tinha Mello como seu fiel escudeiro.

Por coerência com todo o discurso das últimas semanas, agora alguém terá que ser mandado embora.

***

Seraphin del Grande é a grande (fazendo trocadilho) notícia da semana. Está fazendo um esforço pessoal, pois não queria pegar essa batuta. Mas dentro do Palmeiras há poucos, muito poucos mesmo, que conseguem transitar tão bem no futebol e na parte política.

As pressões dentro das alamedas diminuirão. E dentro da Academia Seraphin pode até delegar a subordinados algumas funções; mas não abdicará de ser o comandante do futebol.

Boa sorte a ele.

***

Tensão pré jogo. Hoje vamos vencer… alguma coisa na cor do mar diz isso.

Saudações Alviverdes…

24 respostas em “Tá variando Criscio?”

Acho que o Antonio Carlos, apesar de ser um técnico novo é bem casca grossa, e aguenta a pressão da torcida, turma do amendoim, etc.
Espero que tenha total apoio da diretoria, e pelo que parece terá, pois o Toninho foi mandado embora justamente para o AC ocupar o seu lugar.
Enquanto o Felipão não vem (San Gennaro te ouça Vicente), seria o AC hoje uma espécie de “ménejer”? Porque se a intenção é que ele faça parte da diretoria ano que vem, não faz muito sentido contratar um gerente de futebol remunerado só até o fim do ano. Sei lá…

Sobre a previsão para as próximas eleições, sinceramente não tenho ânimo nenhum para acompanhar o desenrolar da história. O Beluzzo e sua diretoria estão fazendo um esforço danado para que a turma do bom e barato volte com força total. Tomara que o Serafim Del Grande consiga dar um rumo nesse trem descarrilhado, porque ninguém aguenta mais trapalhadas e bla bla bla.

#22 Luiz Sergio
Vc sabia que o Contrato com a WTorre está sendo finalizado e tem diversas sugestões e solicitações do Mustafá?

Uma coisa pra deixa vc mais tranquilo, nenhum dos grupos deixará o grupo de Mustafá no comando. Mas fará parte de uma coalisão e assim deverá fazer parte da Diretoria.

Qto aos conselheiros não-pameirenses, eles são uns 4 ou 5, no máximo. E não são exclusividade do grupo do Mustafá, estão no grupo da situação tbm.

Abs

Tudo que eu não quero é a volta do Mustafá e seu grupo. Pode ser o nobre, o della monica, o Seraphim del grande, todos menos o Musgambá. Se esse grupo voltar, podemos esquecer o futuro da S.E.Palmeiras. É o grupo dele que não quer deixar sair a Arena e quer acabar com o futebol do clube, pois conta em suas fileiras com diversos conselheiros corintianos e são-paulinos. Sinceramente, depois de acompanhar toda a nossa fila de 17 anos sem título, eu garanto que se o Musgambá voltar desisto de acompanhar o palmeiras!

#18 Luiz Sergio e #19 Eduardo
Hoje é utópico pensar em reeleição do Belluzo ou eleição de Cipullo.
Vamos analisar as propostas do Luiz Sergio:
1. Muda + Paulo Nobre, se fosse viável politicamente (eu acho que não é) daria no máximo 65 votos, em um conselho de 280/290 votantes
2. Della Monica + Muda, hoje é impossivel politicamente (Della Monica não fala mais com Belluzzo desde a inidcação/eleição de Vergamini (que é do Mustafá) para Presidente do CD. Não esqueçamos que este cargo estava reservado para o Della Monica e o Belluzzo ignorou o acordo. Erro politico. O número de votos dos dois grupos podem fazer um Presidente.
3. Della Monica + Paulo Nobre, inviável politicamente. E não viabiliza um Presidente, pois Paulo Nobre adiciona somente uns 15 votos.

Também esclareço que há uma certa “fila” para os cargos de Vice e Presidente. Essa “fila” só é alterada qdo houver consenso entre os grupos de situação. A eleição de Belluzzo foi esse caso.
Todos que tentaram furar a “fila” vão para a geladeira. Frizzo é o melhor exemplo disso, quis pular dois de uma vez só. Por isso o Paulo Nobre sempre é descartado.

Assim, temos apenas dois cenários possiveis:
– Se forem 2 candidatos apenas, a oposição leva fácil
– Se forem 3 ou mais candidatos, há chance para os grupos menores
Tudo indica que a oposição será Della Monica + Mustafá + Paulo Nobre e outros grupos menores, que não querem permitir a continuidade do Muda. E estão cheios de argumentos.

Abs

Dois títulos nacionais nesse ano e eu até acredito na vinda do Felipão e até mesmo na eleição do Cipullo ou na reeleição do Beluzzo. Sem esses títulos eu acho bem difícil qualquer dessas alternativas. A minha esperança é a Copa do Mundo, que muda mto o andamento dos times na temporada – alias, devemos perder, no mínimo, 3 jogadores na janela da Copa, se não estivermos em crise, claro.

#17 – Sérgio Eduardo:
Obrigado pelos esclarecimentos!
Puxa não entendo nada da política do Palmeiras mas na minha humilde opinião, acredito que para o bem do FUTEBOL do palmeiras e da ARENA, seria melhor:
1- Uma composição entre o MUDA e o Paulo Nobre.
2- Uma re-uinião do Della Monica com o MUDA
ou
3- Na pior das hipóteses, que o Grupo do Paulo Nobre se alie ao Della Monica e ganhe. Tudo menos, o grupo do Musgambá indicar o futuro presidente. Como pode um grupo que joga contra o palmeiras, ainda ter poder de decisão no clube?
ELEIÇÔES DIRETAS JÀ!

Se o Vicente me permitir, vou dar uma pequena explicada sobre o andamento politico.

#16 Luiz Sergio
Mustafá não volta, ele não será Presidente, mas o grupo dele continua muito forte.

O grupo que está na situação, o Muda Palmeiras, é pequeno (apenas 50 conselheiros) e precisaria de uma composição com outros grupo para continuar.

Apesar da decepção que Belluzzo e Cia nos causam, precisam de pelo menos mais uns 70 a 80 votos para que algum candidato deste grupo seja eleito (Belluzzo, Seraphim ou Cipullo).

Veja bem, uma composição pressupõe que dois ou mais grupos façam parte e decidam os destinos do clube.

O grupo que indicou e ajudou a eleger Belluzzo, o grupo do Della Monica, hj não mais o apoiaria por uma série de desacordos e divergencias que ocorreram logo após as eleições de 2009. Não vou me estender sobre isso.

Assim, o que permitiria o prosseguimento do grupo Muda no comando seria uma composição com pequenos grupos, o que não me parece viável. A administração Belluzzo está muito desgastada, por uma série de problemas e falhas na conduta politica do clube.

Tudo parece caminhar para um candidato indicado por Della Monica e Mustafá, que conseguiriam fazer um novo Presidente com certa facilidade.

A única chance do Muda é não haver coalisão entre Della Monica e Mustafá, teriamos assim 3 candidatos no minimo. Os votos seriam diluidos entre eles.

Abs

Não entendi a parte sobre política. Nosso futuro presidente sairá do grupo do della monica, do musgambá ou do paulo nobre? Mas e a turma do muda e do belluzzo? Não tem chance mesmo? Meu Deus! Pânico! Existe chance mesmo do Musgambá voltar?

Como as coisas e as opiniões mudam rápido… futebol realmente é quarta e domingo… Agora AC é estrategista, Robert o matador e Cippullo o Steve Jobs do futebol… Pelo menos vamos parar de falar do lixo do Muricy e seus dezoito volantes… Obrigado Cippullo!

Estou ouvindo pelo rádio sobre uma vergonhosa manifestação de um bando de marginais contra o Palmeiras, intitulada de “Procissão do Terror”.

Ou o Palmeiras acaba com esses bandidos ou esses bandidos acabarão com o Palmeiras.

Nada de mordomias, regalias e lugares reservados nas arquibancadas.

Qual treinador não gostaria de encerrar a carreira dirigindo a seleção em uma copa do mundo em seu país?

Só por isso posso acreditar no retorno do Felipão ao Palmeiras, pois no Grêmio suas chances de voltar à seleção seriam bem reduzidas.

Outra passagem vitoriosa pela seleção seria de grande importância para ele no cenário internacional, pois deve estar com muita gente atravessada na garganta, a começar pelos ingleses.

* Pelo que você disse, Felipão vem mesmo ano que vem! Amém! hehe
* Como pode o Palmeiras, um clube GIGANTE, sofrer com pressões de alguns FDPs da maldita ‘turma do amendoin’?? Pressão de alguns vagabundos de TOs?! Isso é um absurdo! Vê se no Arsenal… no Chelsea… no Man Utd… no Liverpool tem isso?! Vê se lá fora tem uma merda dessas?! Ou mesmo aqui no Brasil! No Inter tem isso?! Ahh pelamor… até quando alguns idiotas vão atrapalhar o PALMEIRAS?!
* A volta do S. Del Grande é uma boa noticia????? Nao sei o que pensar…

Com essa diretoria duvido que o Felipão venha.Periga perde-lo para o Santos.

Vicente

Muito racional a sua análise dobre a vinda do Felipão. Tem tudo a ver.

O único problema é a troca de mãos que poderá haver no próximo ano. Do jeito que estão as coisas, não haverá composição com o grupo Muda. Paulo Nobre não faz parte do jogo, está no freezer e permanecerá por lá algum tempo.

Assim, resta saber quem aceitará o Antonio Carlos como Gerente de Futebol em 2011. O Felipão tem transito livre com qq grupo.

O único porém é que a Traffic fala pelas mãos de Cipullo, nem Belluzzo e Seraphim são aceitos.
J.Hawilla conversa com alguns do grupo Della Monica tbm.

E, como Belluzo quer tentar levar o mandato atéo fim, acho melhor esquecer alterações no Estatuto. Ele não vai querer mais esse desgaste.

Abs

ASSINO EM BAIXO DO COMENTÁRIO. SEJA BEM VINDO ANTONIO CARLOS. MURICI, LÁ SE DEU BEM, POIS TINHA A ARBITRAGEM EM SEU LADO, AQUI FOI CONTRA. ENTÃO, REPITO SEJA BEM VINDO ANTONIO CARLOS.

Não Vicente, vc não esta com febre alta, não esta variando, concordo plenamente contigo, esse é o cenario/panorama desenhado, resta saber o q esta diretoria vai decidir, porque até agora….
Quanto ao Del Grande muito interessante para a situação, até porque muiiiiita coisa precisa ser feita neste ano para darmos a volta por cima.
Quem sabe ja começamos hoje atropelando os bambis.
Não sei se tem a ver com a nova postura do Palmeiras neste ano (ja sabia) no que se refere a contratações, porque, a Fifa esta alterando as regras nas transferências de jogadores, e a Traffic vejam:
http://jt.com.br/editorias/2010/02/21/esp-1.94.3.20100221.23.1.xml

tem mais

“há muitos interlocutores influentes dentro do Palestra que não acreditam que um treinador sem ser calejado vá se dar bem no Verdão. ”

se a atual diretoria esta querendo agradar a todos ESQUEÇA ISSO E FAÇA OQ TENHA Q FAZER…..

CADE A MUDANÇA DO ESTATUTO??

CADE O FIM DOS VITALICIOS? (pois sao esses q mais enche o saco)

CADE ELEICAO DIRETA/?

antes de mais nada

QUE PALHACADA E ESSA DO CASO EWERTHON???

falam um dia depois outro e outro e outro..

QUE SACO.. PALHACADA COM A TORCIDA

sobre felipao..

sei la aki nao tem planejamento pra nada…

se era pra fazer essa palhacada com o muricy deixava o poker star do luxemburgo ate o fim do ano…

PALHACADA MAIOR AINDA e q pagamos uma multa milhonaria na recisao do luxa… e agora na recisao do Muricy..

nao tem dinheiro pra contratar…

MAS PRA PAGAR MULTA TAO CHEIO DE GRANA..

agora meu medo e aparecer Perdigao ou coisa do tipo no nosso time..

pq o ZAGO tem muita ligacao com empresarios… e q so tem trankeiras

Alguem aí sabe sobre a vinda do Ewerton?

Vicente, voce nao comentou sobre a chegada do Ivo, do juventude; certamente indicação de A.Carlos (jogaram juntos no Juventude)

Criscio, na época da contratação do Muricy fiz um comentário, não sei se por escrito aqui ou “off record” que achava estranho o Palmeiras contratar um técnico de longo prazo como ele, já que havia este sinal do retorno de Felipão.

Quanto ao Antonio Carlos suportar pressão, eu acho que isso para ele é “piece of cake”. O cara, começando daí, é casca grossa. Lembre-se que ele era daqueles zagueiros que tinham categoria, mas quando precisava fechava a mão e dava na cara. Se ele aguentou trabalhar bem como Gerente de Futebol nos gambás, onde a pressão é igual senão maior que no Palestra, para mim ele tira de letra.

Amigo Vicente, poucas vezes vi por aqui um post com tanta firmeza!
Como eu não conheço os bastidores do nosso Palestra, algumas informações “apenas” me deixam com água na boca… (imagina o Felipão detonando por aqui!!!).
Mas tudo parece muito encaixado nesse seu pensamento… portanto…
Bom, acho que o Serafim é realmente uma pessoa de peso e importância dentro do Palmeiras e que, sendo assim, tem força para controlar todas as alas políticas do clube. Boa sorte a ele!
Mas disso tudo, ainda me ficam duas questões:
1. Jogadores!!!! Sem limão, não se faz limonada…
2. Teremos um parceiro ou não para formar um grande elenco??? Estaria a Traffic esperando só a queda do Muricy para voltar a “trabalhar”?
No fundo, no fundo, que Deus nos ajude em 2010!!!
Abraçossss e Verdão 1×0 já vai ser maravilhoso!

Vicente gostei desta sua analise, mas não acredito que Felipão volte ao Brasil e va ser tecnico, seria a mesma coisa que um doutor resolvesse voltar ao ensino medio. Olha estou com esperança que o Antonio Carlos faça um bom trabalho, nos precisamos e merecemos. Finalizando acho que o marquinhos merece uma chance não eh por que eh traffic que não deve ser escalado ponto pro AC.

Os comentários estão desativados.