Belluzzo, segue o Plano de Governo que já tá bom

POR VICENTE CRISCIO

A semana palmeirense ficou marcada pela contratação de Vitor em troca por Wendel, Sacconi e Lovinho, com depois entrando Willian na transação. A chegada de Vitor – muito boa diga-se de passagem pois Figueroa não vinha bem e não havia um lateral substituto – foi a quinta contratação pós Muricy – Ewerthon, Lincoln, Vitor, Ivo e Bruno Paulo. Seraphin Del Grande já informou que ainda está atrás de um zagueiro e um atacante.

Se forem contratados para o Brasileirão, teremos nada menos que sete jogadores contratados pós Muricy Ramalho.

***

Outro fato marcante foi a pouco inteligente decisão da Diretoria em criar o I Forum de Torcedores. Está em curso um convite – eu recebi um – para cerca de 70 ilustres convidados: sócios, torcedores, representantes de organizadas e jornalistas para discutires projetos e soluções para o Palmeiras.

Infeliz iniciativa! A impressão que dá (e que será duramente usada por nossos adversários e pela imprensa mal intencionada) é que o Palmeiras é uma nau sem rumo, sem saber o que fazer, sem pessoas com capacidade intelectual para gerarem ideias. Claro que não é!

Durante a semana falamos sobre o plano preparado pelo grupo Fanfulla. Mas não é só esse que está lá. O próprio Plano de Governo do Presidente.  Vejam no link no final do post, onde você poderá baixar o arquivo. E o post que anunciava o programa de governo, de 22 de janeiro de 2009, está no link http://www.3vv.com.br/3vv/post.aspx?p0=1&p1=1768.

Esse Plano de Governo foi distribuído para mídia palestrina e para os meios de comunicação na época da candidatura de Belluzzo. Elaborado por Marcelo Fonseca, atualmente Diretor Adjunto de Planejamento, o plano oferece uma sólida pauta de objetivos, concebidos pela própria experiência de Fonseca quando no biênio 2007-2008 era colaborador da Diretoria assim como compilando ideias das candidaturas anteriores de Seraphin e do próprio Belluzzo.

O plano é claro nos objetivos de profissionalização do futebol profissional, amador e clube social. Fala da comissão técnica permanente. Fala da Arena. Ou seja, é bom!

O que quero dizer com isso? Pega esse plano, analise o que deu errado, carregue uma dose dos projetos sugeridos pelo Fanfulla, outros dos remidos, ou mesmo novos projetos que surgiram no período, e ponto! Faça!

Com a iniciativa do tal Fórum, o Presidente Belluzzo passa a percepção que não sabe para onde vai e precisa ouvir sócios, torcedores, organizadas e jornalistas para aprender o caminho. Mesmo depois de ter sido oposição e se preparado para esse cargo; mesmo depois de 2 anos como diretor de planejamento; mesmo depois de 15 meses do seu mandato de 2 anos.

E faz isso jogando no lixo todos os projetos que colaboradores lhe apresentaram, além de jogar no lixo seu próprio Plano de Governo.

Ou então, desculpem-me, está fazendo fumaça, para desviar a atenção sobre os principais problemas do Verdão.

Se não for isso, e se o Professor Belluzzo – e somente ele – quiser explicar o tal Fórum, o 3VV está disponível, aliás como sempre esteve.

***

Em contra-partida recebo um email do idealizador do Fórum, o Diretor de Relacionamento com o Torcedor, Paulo Niccoli. Claro, o Diretor não estava muito contente com os últimos comentários deste colunista sobre o Fórum.

Basicamente o email esclarece que sim, haverá o II Fórum (em alusão a uma pergunta reproduzida no drops de sexta-feira, de um amigo, que ironicamente queria saber quando seria o segundo, já que esse é o primeiro); Paulo Niccoli, responde que o II Fórum será em setembro. Não informou qual a pauta.

Depois, além de uma canelada que recebi pelos meus tempos de diretoria, o email termina com um quase “você sabe com quem está falando?”. Para quem não sabe, Niccoli (o pai do Paulo) é um dos que se atribuem o mérito de ter trazido a Parmalat em 1992 ao Palmeiras.

Vejam o último parágrafo do email que recebi (copiado sem edição):

“E , finalizando , quem leva o sobrenome de Niccoli no Palmeiras , não precisa de retórica ou de fumaça.Lembre-se que nos último 30 anos vc só foi feliz em função de uma realização de meu pai e , portanto , não precisamos de mais nada para ganhar projeção na entidade.”

Primeiro que o conceito de felicidade para mim é um pouco mais amplo e não se restringe apenas ao Palmeiras.

Segundo, que a felicidade ligada ao Palmeiras nos títulos dos últimos 30 anos está associada a Evair, Zinho, Felipão, Marcos, César Sampaio, Antonio Carlos, Euller, e mais recentemente, a Valdívia, Kléber, Denilson, Pierre, Diego Souza, Marcos novamente. Não me consta uma escalação do time com o nome Niccoli no Palmeiras.

Agora, confesso que estou de saco cheio (desculpem-me pea expressão) de sobrenome “ilustre” no Palestra Itália. Está cheio de gente que se acha habilitado para certos cargos porque o pai foi isso ou o avô foi aquilo. Chega, por favor!

Tenho amigos descendentes de antigos gestores e respeito a todos. Raiola, Gottardi, Cyrillo, e outros tantos, inclusive Belluzzo e Del Grande. Palmeirenses de sangue verde. Mas nenhum deles usa o sobrenome para justificar ações atuais. Usam do resultado de seus esforços dentro do clube. E mais nada! 

***

Outro tema que já deu no saco: “eu trouxe a Parmalat!”. E agora a minha catarse fica por conta do email mal educado que recebi.

Parmalat?? Faz tempo hein? Sugiro os idealizadores desse projeto vencedor, do século passado, pararem de se auto-elogiarem com esse fato. Eles já entraram para a história palestrina. Parabéns!

Mas agora já é passado. Em 10 anos nos deu três títulos paulistas, dois brasileiros, uma Copa do Brasil, uma Copa dos Campeões, uma Mercosul e uma Libertadores. É óbvio que a torcida agradece. Mas ficar se vangloriando de algo que ocorreu 30 anos atrás é no mínimo discurso de perdedor e constrange o palmeirense, que não quer mais olhar o passado, quer olhar o presente e principalmente o futuro.

E o que é pior: mesmo com um período tão glorioso, não houve um dirigente, nem mesmo UM, que recolocasse o Palmeiras na rota da sua grandeza quando a Parmalat saiu. Mustafá é o principal culpado, não há dúvidas. Mas onde estavam os que trouxeram a Parmalat ao Palmeiras nesse momento? Enquanto se olhavam no espelho e pensavam nas glórias passadas, muitos palmeirenses entravam na sindicância de Mustafá e eram proibidos de pisar no Palestra Itália. 

Então vamos combinar: a Diretoria monta time vencedores, trata o torcedor como cliente, implementa projetos inovadores e de valor, faz o Palmeiras ser respeitado nos tribunais e na imprensa, ou seja, retoma o rumo para um Palmeiras GRANDE e este site passará a elogiar a administração. Qualquer uma: de Belluzzo a Palaia; de Frizzo a Nobre.

***

Mas fiquei curioso com o seguinte: qual o papel da Diretoria de Relacionamento com o Torcedor?

Quais projetos foram implantados desde sua criação?

Se me lembro bem havia um concurso para cantos da torcida. O 3VV pediu ajuda à sua audiência e enviou uma sugestão para os organizadores. Porém nunca obteve uma resposta. Parou? Se sim, por quê?

E mais importante: qual a participação dessa Diretoria no Programa Avanti? Teve alguma? Participou da concepção? Aprovou o modelo e formato? Participa da operação? O que acha da reação dos torcedores? O que está fazendo para consertar os inúmeros problemas operacionais?

Desculpem a catarse dominical, mas acabou a paciência para discurso correto, promessas e papo de sobrenome.

Saudações Alviverdes!

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados