Morumbi agora vai? e nosso time em 2010?

Antes de qualquer coisa, conhecem esse poema?

Tu sabes,
conheces melhor do que eu
a velha história.
Na primeira noite eles se
aproximam
e roubam uma flor
do nosso jardim.
E não dizemos nada.
Na segunda noite, já não
se escondem:
pisam as flores,
matam nosso cão,
e não dizemos nada.
Até que um dia,
o mais frágil deles
entra sozinho em nossa
casa,
rouba-nos a luz, e,
conhecendo nosso medo,
arranca-nos a voz da
garganta.
E já não podemos dizer
nada.

O texto acima é um fragmento do poema No caminho com Maiakóvski, de Eduardo Alves da Costa. E reflete bem o que nós (torcedores) sentimos sobre as maracutaias do SPFC.
Pena que apenas nós, torcedores, sentimos isso.

***

O destaque da semana ficou por conta do (mais um) anúncio de que o Morumbi agora vai. Com promessas de verbas municipais – doação de terreno, ajuda na reforma do “entorno” do estádio e mudança do curso de um córrego que passa abaixo do estádio Estadual/Municipal Cícero Pompeu de Toledo – noticiou-se na imprensa que a FIFA agora aprovou o projeto.

O detalhe é que a imprensa – parte incompetente para analisar, parte interessada num final feliz – noticiou o fato com um mês de antecedência da apresentação do projeto.

Mas não podemos ser injustos com toda a imprensa. Há uma minoria que ainda desconfia, mesmo nos grandes veículos. Mas quem quer notícia mais atualizada e confiável precisa procurar.

O comentarista do 3VV Paulo Cesar Pereira mandou o link do site Mídia Sem Média onde afirma – dentre outras coisas – que a reforma do Morumbi não está tão viabilizada assim (o link é :
http://www.midiasemmedia.com.br/futebol/seriea/saopaulo/8303-real-situao-Morumbi.html).

Por quê? A reforma do Morumbi, antes de R$ 200 milhões, deve ir prá R$ 400 com o rebaixamento do gramado. Não há clube no Brasil em condições de financiar uma obra destas. Eu disse financiar, ou seja, contrair empréstimo e pagar.

Suponha o seguinte: eles conseguem R$ 200 milhões de parceiros (dizem ter, mas nunca apresentam). Precisariam de outros R$ 200 milhões.

Se emprestassem no BNDES ou na Caixa Econômica Federal, a custo ZERO para pagar em 20 anos precisariam de R$ 10 milhões por ano para pagar a dívida. Não estou incluindo o juros aqui, apenas o principal.

Não tem! Não há clube brasileiro que pode dispor durante 20 anos ininterruptos de R$ 10 milhões por ano. E banqueiro é tudo, menos burro. Não emprestará dinheiro para quem não pode pagar.

E isso apenas sobre 50% do total da obra.

E quanto ao entorno? O Prefeito Kassab promete dinheiro público. Ele e seu Presidente da SPTuris, Caio Luiz de Carvalho, defendem o investimento público para benefício privado em nome da abertura da Copa na nossa cidade.

A conta? Falam por baixo em R$ 300 milhões de dinheiro público. Chutando baixo duvido que fique menos de R$ 1 bi. Dinheiro mais que suficiente para levantarem um novo estádio em qualquer ponto estratégico, e com isso revitalizar regiões carentes da cidade, levando empresas e empregos no seu entorno.

***

Porém, ah porém, já fizeram o Morumbi com dinheiro público; alavancaram seu distintivo com vitórias nos bastidores; trouxeram receitas com seu estádio velho, cheio de pontos cegos, que até jogador já morreu por carência de atendimento; fizeram muita propaganda de um estádio anacrônico com agradinhos e camarotes para a imprensa; empurravam jogos, todos os clássicos da cidade, para lá, valorizando um ativo privado em nome da “segurança”. Pelo menos aqui, graças à persistência de Cipullo e ao mau humor de Sanches, essa conversa já acabou.

Ou seja, roubaram a rosa, pisaram no jardim, mataram o cachorro e agora querem levar nossa luz. A torcida, que inclusive vota para vereador, deputado, senador, prefeito, governador e Presidente, já disse não.

E os dirigentes dos clubes, todos eles, sem exceção, quando vão se pronunciar?

***

Em tempo: o Palmeiras perdeu para a Ponte Preta neste sábado e mais uma vez demonstrou carências de elenco. Zaga, lateral, e principalmente ataque.

Quase um trimestre de 2010 já foi embora. E não sabemos qual elenco disputará a principal competição de futebol da América, no país pentacampeão do mundo.

Meu receio não é mais com 2010. A Copa do Brasil ainda dá, por ser um torneio absolutamente imprevisível, e com times medíocres – exceto o Santos e Grêmio – disputando.

Meu receio é com 2011.

Haja coração…

***

Mas como digo todos os domingos, essa é apenas uma opinião. E como opinião é que nem b…, todo mundo tem, eu pergunto a sua: o Morumbi, agora vai? e por que os dirigentes de Palmeiras, Corinthians e Santos não se pronunciam?

E nosso time? ainda podemos lutar por 2010? o que falta?

Saudações Alviverdes… bom domingo!

Vicente Criscio

Posts antigos, Por Onde Anda, e Links Patrocinados