Categorias
Opinião

Semana quente

POR VICENTE CRISCIO

A semana palmeirense foi complicada, na base do calmante, excitante e um bocado de gim.

Dentro de campo por mais um tropeço diante do Santo André no Palestra Itália. E desta vez os insultos das arquibancadas subiram de escala e bateram também no Presidente Belluzzo.

Do lado de fora das quatro linhas, chegou mais uma contratação cirúrgica, Bruno Paulo, que pelos seus motivos não quis renovar com o Flamengo mas veio para a Traffic, a princípio porque seu empresário, Carlos Leite, amigo de Antonio Carlos Zago, queria um valor pela opção do garoto.

Do lado do marketing, um manifesto do Grupo Fanfulla ao Presidente Belluzzo se propôs a salvar o natimorto programa sócio-torcedor da Groove, quer dizer, do Palmeiras.

Mas o tema ficou realmente quente após entrevista do ex-DIretor Financeiro, Fabio Raiola, ao jornalista Paulo Vinícius Coelho, o PVC. Em entrevista curta e objetiva, Raiola explicou que os problemas do Palmeiras devem-se à política de contratações errada que a diretoria de futebol praticou desde 2008. Jogadores caros e que não deram retorno E que Muricy havia pedido jogadores mas o Palmeiras não teve condições de contratá-los, perdendo para clubes como Grêmio, Santos e outros. Raiola disse em certo trecho:

RAIOLA – No final do ano passado, o
Borges foi oferecido para o Palmeiras e não foi contratado por causa do salário
pedido. Mas o clube pagou mais por jogadores de resultado mais questionável. O
Muricy pediu o Douglas, que foi para o Grêmio, pediu o Muriqui. O Marquinhos,
que agora está no Santos e jogou o Brasileirão pelo Avaí, esse o Muricy pediu
também. Nenhum dos jogadores pedidos foi contratado
.”

Cipullo teve o direito de réplica. PVC abriu espaço ao Vice-Presidente. Veja uma parte da entrevista abaixo e completa no site do PVC, clicando aqui:

PVC – E quanto aos jogadores contratados que não deram retorno?
CIPULLO –
Ele fala sobre alguns jogadores que não deram certo, casos de Fabinho
Capixaba e Jumar. É importante ver o outro lado. Jogadores como Caio,
que chegou desconhecido, foi vendido ao Eintracht Frankfurt, da
Alemanha e deu retorno finaceiro ao clube. O mesmo aconteceu com o
Henrique, zagueiro campeão paulista em 2008. Ou com o Valdivia que,
quando chegamos, estava perdido em meio a um time ameaçado de
rebaixamento. Foi recuperado, foi campeão e depois da venda deu retorno
ao Palmeiras.
Ele também me acusa de ter afirmado que o Muricy não indicou jogador nenhum. Eu nunca disse isso.

PVC – Um momento. Isso o senhor disse para mim.
CIPULLO – O
que eu disse foi que nenhum dos jogadores contratados foi indicado por
ele. Houve alguns jogadores em que houve consenso. O Muricy nos pediu
um meia canhoto e conversamos sobre o Douglas. Tentamos conversar com o
Douglas e negociamos com quatro meias. O Andrezinho, o Marquinhos, o
Lincoln e o Douglas. Dos quatro, estivemos muito perto de fechar com o
Andrezinho, mas o negócio que se tornou viável foi com o Lincoln.

também o caso do Muriqui. Esse não veio, porque a Traffic decidiu
vendê-lo para o BMG e o banco o colocou no Atlético Mineiro.

O fato é que nesta guerra quem perde é o palmeirense. Em levantamento publicado no 3VV neste domingo, 7 de março, nada mais nada menos que 84 jogadores diferentes vestiram a camisa do Palmeiras entre 2007 e 2009. Mais: apenas dois jogadores (Pierre e Diego Souza) foram contratados e estiveram no elenco no ano seguinte (Cleiton Xavier, Danilo e M. Ramos não entraram nessa conta porque foram contratados para a temporada 2009 e segue em 2010). Ok, ok, temos Lenny. É verdade.

Mas comparando-se com outros clubes, o Palmeiras perde de longe em competência para montar elencos longevos. Leia matéria clicando no link http://www.3vv.com.br/3vv/post.aspx?p0=1&p1=3796.

O QUE ACONTECE?

A mim parece uma dificuldade em acreditar numa linha de ação, aliada a uma profunda dificuldade em encontrar e contratar bons jogadores e que se identificam com a camisa palmeirense. E quando estes são contratados, os perdemos (caso de Henrique, caso de Valdívia, caso de Kléber). E os perdemos sempre com a justificativa que precisamos do dinheiro.

Valdívia foi o caso mais latente: Luxemburgo não o queria, afinal o jogador irreverente fazia sombra sobre o treinador. O treinador garantiu que o Palmeiras jogaria melhor sem o meia e que ele podia ser vendido. Da mesma forma Henrique, que foi vendido não porque a parceira obrigou, mas porque Luxemburgo garantiu que teria outro zagueiro tão bom quanto. Veio Gladstone! Depois Kléber, que era caro, e foi parar no Cruzeiro por uma permuta do time mineiro com o atacante Guilherme. Depois Kléber foi prometido para voltar em 2010.

Mais além: parece uma incrível INcapacidade de se ter um projeto sólido. Em 2007, com o clube financeiramente em situação difícil (talvez não tanto quanto agora) contratou-se Caio Jr. e livrou-se de jogadores caros e duvidosos: Dininho, P. Baier, dentre outros.

No final do ano, com Traffic na mão, o Palmeiras trouxe Luxemburgo. Dizia-se que um treinador sem experiência não teria condições de administrar a fogueira de vaidades dos jogadores e o chumbo grosso das numeradas. Luxemburgo saiu em história pessimamente contada à torcida e tentou-se Muricy. O treinador disse não e Jorginho chegou a ser efetivado pelo Presidente na TV (apenas na Globo). Depois desmentiu, dizendo que aquilo que estava gravado não era bem aquilo…

Aí trouxeram Muricy prá valer, pelo argumento grifado acima. Em oito meses descobre-se que o treinador não conversava com jogadores, era teimoso, escalava mal e tinha problemas para aceitar qualquer atleta no elenco. Troca-se o treinador e traz-se um novato, Antonio Carlos Zago. Zago, boleiro, tem bom papo com jogadores, mobilizou o grupo contra o São Paulo e fez o time incendiar na vitória de 2×0 em sua estreia. Agora começa a perceber que o desafio é um pouco maior. Além disso começa a sofrer internamente com as críticas sobre o amigo, Carlos Leite, empresário que montou o time do Corinthians de 2009 e trouxe Bruno Paulo para a Traffic.

COMO SAIR DESSA?

Dois cenários: No primeiro, Seraphim, que pegou esse rojão e é um homem sério, honesto e tem uma visão bastante crítica sobre tudo isso terá que pegar o boeing perdendo altitude e tentar dar alguma dignidade para esse ano. E salvar não só 2010, mas principalmente 2011.

Dá prá fazer isso? Dá! Teria que mobilizar palmeirenses (endinheirados ou não, aliás esse é tema para outra OPINIÃO), competentes e bem intencionados, para propor um plano de emergência. Nesse plano teria que:

1. afastar jogadores que efetivamente não servem para o Palmeiras e oneram o clube;
2. promover garotos da base;
3. colocar um gerente de futebol competente e vencedor SOBRE Antonio Carlos, para ajudar na formação do elenco;
4. contratar, com o apoio da parceira e de projetos de marketing sólidos (só Corinthians e Santos conseguem isso?) jogadores bons e que resolvam posições carentes (ataque, defesa, laterais).

Isso só acontecerá se o Presidente e o Vice assumirem que fizeram o que poderiam pelo futebol e darem carta-branca ao novo mandatário, ou seja, Seraphim, que deve montar sua equipe e trabalhar sem interferência dos dois.

Nesse cenário ainda dá prá ganhar a Copa do Brasil (já falamos insistentemente que só temos o Santos ou o Grêmio como adversários numa provável final). Portanto, essa seria nossa redenção!

Cenário 2: nada vai acontecer. O time vai caindo pelas tabelas. Irão prometer Valdívia para o meio do ano, Velázques e Kléber para depois da Copa. Felipão será o projeto do novo Governo e uma nova parceira irá nos tirar do purgatório.

Até lá, perderemos ou Brasileiro, lutaremos para garantir a Sul-Americana, com repentes de G4, e a sonhada final com o Boca no Sul-Americano será, como disse, só um sonho.

No cenário 2 terei que continuar a repor intensivamente meus estoques de calmantes, excitantes e como diria o poeta, um punhado de gim.

Mas somente no cenário 1 irei parar comprar minhas caixas Lexotan e Prozac. No gim, nada muda.

Concorda? Discorda? pessimista? eu acho que não. E você o que acha? Deixe aí seu comentário. Como isso é uma OPINIÃO, tudo pode estar certo, mas tudo pode estar errado.

***

EM TEMPO

Em fevereiro de 2009 o Jornal da Tarde publicou que o Presidente Belluzzo renovava sua diretoria com três jovens diretores: Fabio Raiola, Vicente Criscio e Marcelo Fonseca. Raiola e Vicente, já eram. Fonseca se afastou informalmente. Ou seja, torço e que Deus permita que outras cabeças façam Belluzzo pensar melhor.

Saudações Alviverdes!

28 respostas em “Semana quente”

Por que no Palmeiras tudo é mais difícil? Por que a política na SEP é tão complicada? Sonho com o dia em que todos que trabalham no Palmeiras trabalharão em prol do PALMEIRAS!

Concordo com o cenário 1. Tenho esperança que ele se materialize, apesar de racionalmente não acreditar que aconteça.

Sou a favor de uma renovação radical no elenco. Infelizmente por causa das circunstâncias de 2009 temos um elenco com espírito perdedor. O time toma um gol e desmonta. Acho difícil consertar isso com “adições cirúrgicas”, ou seja, acho que temos mesmo que renovar significativamente (mais uma vez) o grupo.

Também acho importantíssimo que tenhamos alguém que fique “em cima” do Antônio Carlos, não deixando que ele abra as asas demais na montagem do elenco. Parece que não aprendemos nada com a experiência do Luxemburgo, suas ligações com empresários e seus conflitos de interesse. Ter técnico ligado a empresários ou com participação em jogadores é uma proposição perigosa, pra falar a verdade preferia ter alguém sem esse perfil, mas já que o Antônio Carlos já está aí, que se coloque alguém para “vigiar” e ter certeza que todas as contratações e despensas sejam feitas com o interesse do Palmeiras em mente.

Vicente,

Se entendi bem, voce foi afastado porque as opiniões expressas neste blog por torcedores Palmeirenses, do tipo que compra camisa, ingresso, etc. não agradou aos diretores e presidente do Palmeiras. É isso?

Fiz recentemente um post dando ao Belluzzo um voto de confiança, que esperava, na época, fosse o sentimento dos comentaristas deste blog. Mas então não sabia concretamente até que ponto ele podia ser displicente.

Displicente é a palavra para definir seu atual momento. E brincalhão também. Assim como arrogante.

Eu sempre comento muito aqui. Quase sempre criticando, raramente elogiando. Até dei um tempo porque achei que minhas opiniões algumas vezes não correspondiam aos fatos e estava exagerando.

Espero ansiosa o momento de comentar com superlativos elogios, vou me empenhar nisso. Procurar coisas boas para comentar, mas está difícil.

Ótima matéria Vicente!!

Agora, uma pergunta!!

Qual a chance do Cenário 1 acontecer!?!?

Porque mais uma vez o palmeirense vai esperar alguma coisa dessa diretoria que deposi távamos tanta confiança!!

É esperar pra ver no que vai dar!!

Vicente
Quando você se afastou da administração do clube não tive um bom precentimento. Parece que pessoas com novas idéias são afastadas da diretoria.
É triste ver uma Instituição do tamanho do Palmeiras caminhando para a ruína.
Tenho impressão que quem esta destruíndo o Palmerias é o senhor Cipullo. Será que o meu julgamento esta correto? Nossa diretoria erra tanto por incopetência ou existem pessoas levando vantangens dentro do clube?
Eu acredito que o primeiro cenário proposto é o ideal para sair dessa situação. Mais antes acho que é preciso que nós, nossa administração, precisa reconhecer nossa situação. Nos temos uma história linda, que precisa ser lembrada e deve ser sempre exaltada. Nos enche de orgulho. Mais o fato é que o nosso presente não é digno dessa história, e o nosso futuro esta ameaçado. Hoje temos que admitir que nossas atuações são de time médio, nossas conquistas, ou falta delas, não são suficientes para nos manter o estatus de time grande. O primeiro passo para sair dessa situação é reconhecer nossas deficiências. Quem vive de passado é museu. O palmeirense é tratado como chacota é esta até se acostumendo com isso.

Vicente,

A nº 3 é parte do Plano de Gestão que “deverá”ser discutido em breve. Talvez envie um email ao Profº Belluzzo com estas sugestões. O que você acha?

#19

Vicente e pessoal, nao quis ser superlativo , nem penso na linha do tipo “nunca vai funcionar”. Eu apontei os problemas extra campo que ao meu ver interferem de maneira negativa e que devem ser discutidos, indo alem da emoção e do pensamento comum que os culpados se resumam a A ou B.

Concordo com vc no quesito mudanças positivas, temos hoje 5 ou 6 jogadores talentosos na base, fruto de um bom trabalho. A Arena e a consolidação do programa de sócios farão o clube mais forte financeiramente, e politicamente, quando os sócios votarem ocorrer um enxugamento das macas podres.

E mais, podem rir de mim, mas sou otimista quanto ao time ainda este ano! Basta ter uma condição física melhor e arrumarem mais uns quatro reforços (principalmente um centro avante).

Marcio gostei das sugestões. Elas foram apresentadas à Diretoria? Garanto que ultimamente eles estão muito mais permeáveis às ideias do Fanfulla do que há algum tempo atrás.

Vicente,

Primeiro cenário e único viável:

1) Danilo, Diego Souza, Cleiton Xavier, Figueroa e Armeiro. Marcos se salva pela sua identificação com o clube;
2) Gabriel Silva (já promovido), Luís Felipe, Fernando (já promovido), Ramos e Gilsinho
3) Brunoro – Parece que aundo foi tentado, pediu além do futebol, o marketing e mais alguma área. Deveria ser o Diretor Geral proposto no PG do Fanfulla e começar a profissionalização do Clube.
4) Breno – Danilo e mais um compensação financeira
Diogo – Cleiton Xavier e Pierre, mais uma compensação e abatimento de dívida que será gerada pelo caso David. Aqui ainda ficaria uma pendência com a Traffic.
Fred – Troca pelo Diego Souza, desgastado e sem interesse de continuar jogando no Palmeiras. Salários, pagos por Traffic e Unimed sem custos para o Palmeiras.
Valdivia – Esta contratação é essencial e para tanto deveria envolver todos os parceiros (Samsung, Adidas, Fast). Sua apresentação deveria ocorrer juntamente com o relançamento do fracassado programa Avanti. Aos parceiros que investiriam a recompensa seria através do aumento de vendas pelo programa Avanti, determinando um valor x por um tempo y e que caso não ocorra o Palmeiras devolveria os respectivos valores faltantes no futuro através de abatimentos parcelados dos contratos de patrocinios.
Fernandão e Vitor – Lenny, Marquinhos, Figueroa e Armeiro (que sejam muito felizes por lá, são jogadores para o Goiás e não para o Palmeiras).

Time Sugerido: Marcos; Vitor, Breno, Leo e Gabriel Silva; Edinho, Marcio Araujo, Lincoln e Valdivia; Diogo e Fred
Reservas: Deola; Luis Felipe, Mauricio Ramos, Gualberto e Eduardo; Fernando, Wendel, Ivo e Ramos; Ewerthon e Fernandão.

Se o Lincoln não der certo tentamos outro meia, mas ai são ajustes.

Ficam as sugestões.

Milton é difícil. Eu não gosto de ser superlativo, do tipo “nunca vai funcionar”, ou “não tem jeito”. Mas dentro da linha que você comentou, tem um artigo meu nesta mesma coluna, de meses atrás chamado se não me engano SMALL TALKS onde era dito isso. As coisas no Palmeiras só mudarão se o modelo mudar.

Mas se tenho críticas, eu também vejo coisas positivas. Se por um lado eu perdi um pouco o entusiasmo pelo futuro depois da saída do Muricy (aê Giba e desafetos do Muricy, não me xinguem) eu também vejo coisas positivas no futuro. As categorias de base parece que agora (eu disse AGORA) nas mãos do Biasoto, estão se arrumando.

E tem o avanço mais importante, que é o caso da Arena. Se conseguirmos emplacar a eleição direta para Presidente, acho que poderemos comemorar alguma coisa na área política.

Tenho certeza que defensores do atual Presidente diria que se o Palmeiras fosse campeão em 2009 nada disso estaria sendo dito. É verdade. Mas não foi campeão, pelos motivos que todos já cansaram de apontar.

Abraços,

Vicente, gostaria de um comentário sobre o que escrevi abaixo:

Clap Clap Clap!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

E vamos caçar as bruxas, primeiro o técnico, agora o diretor e depois o presidente!

E querem saber: uma mudança neste aspecto por si só não vai mudar p**** nenhuma!

1 – No Palmeiras é tudo mais difícil, certamente é o único clube do Brasil que a oposição afunda o clube via imprensa, criando e espalhando factóides (alguém jah viu ex-presidente do SP, Santos, CSP, ect com tanto acesso á imprensa, citando dívidas, gastos, etc.)

2- Nenhuma Torcida organizada é tão catastrofica quanto a Mancha! Nenhuma! Armadilha contra técnico, emboscada na estrada contra o próprio time, vaias e xingamentos DURANTE os jogos, interferência na vida pessoal de jogadores, agressão a atletas e presidente em festa dizendo que vai matar bambis… sem lembrar que a mesma mancha pode derrubá-lo depois, pois é influente junto a diretoria.

3 – A política da SEP é PODRE, uma elite vota e exige poder e influencia no clube, priorizando os PROPRIOS INTERESSES! usanto a imprensa e instrumentos de pressão para atrapalhar quem trabalha pelo clube.

4- Desde 1976 o palmeiras só ganhou títulos quando estava endinheirado com parcerias, e com dois técnicos (Luxemburgo e Felipão, ambos massacrados dentro do clube), e a mesma turma continua no poder até HOJE!

5- Eu tenho a impressão que, com poucas excessões, os jogadores e os técnicos desaprendem quando chegam ao Palmeiras. Será que o ambiente aqui exposto é favoravel para o surgimento de equipes competitivas?Não só técnico, mas um intelectual cotado para o Banco Central ou Ministério da Fazenda, um técnico multi campeão e um advogado tributarista extremamente bem sucedido servem para qualquer um, menos para a SEP.

Enquanto MUDANÇAS institucionais PROFUNDAS não ocorrerem lá pelas bandas da Rua Turiassú, (principalmente nos itens 1 a 3), podem mudar as MOSCAS, por que a MERDA vai continuar sendo a mesma.

Srs.

Chego à brilhante conclusão de que Belluzzo e Cipullo são excepcionais e arrogantes. Ma,s não enxergam nada além do próprio umbigo

Qualquer articulação proposta por eles, seria mais bem feita se um aluno do Jardim da Infancia resolvesse fazer.

Sinceramente, tbm não gostei da atitude do Raiola dar entrevista depois que saiu. Se é para falar o que tem de errado, que fale durante as reuniões de Conselho. Não adianta falar depois. É muito comodo. Demonstra que nunca foi fiel ao Palmeiras

O nosso Marketing resolveu ser inovador. Inovou tanto que conseguiu fazer um programa de sócio -torcedor pior do que o Onda Verde. Os números são infinatamente piores e o horizonte inexiste.

Concordo com o Cassio #9, o Belluzzo e o Cipullo podem pedir pra sair. e vão atender o telefone…. Nesse ponto o Raiola fez certo.

Abs

Lendo toda a resposta do Cipullo ao PVC,fico me perguntando quem realmente não tem noção da grandeza do Palmeiras?

Quem acha que a grandeza do Palmeiras se resume a uns 10 mil sócios do clube e não a 15 milhões de pessoas?

O cara ter a cara-de-pau de dizer que ofereceu o Ilan para o Muricy só pode ser piada.O Borges resolveria nosso problema no ataque e ele não quis bancar.

O presidente do Palmeiras tá ficando zureta.Não dá pra manter um cara com esta mentalidade atrapalhando o time.

Criscio muito obrigado pela sinceridade e transparência na sua resposta.

Sobre o Belluzo, ele é uma das maiores decepções que eu tive e depois do que eu li no seu comentário, tenho mais certeza que não estou errado sobre o que penso a respeito desse senhor.

Pra mim, o Belluzo é um cara que começou com um discurso e uma proposta muito bonita, defendendo uma gestão onde cargos seriam distribuídos a pessoas com capacidade e que de forma alguma esses cargos seriam negociados por alianças políticas ou dados a amigos. Mas o que eu vi, foi um senhor trocando os pés pelas mãos, conseguindo gerar um mal estar muito grande dentro do clube com suas alianças políticas, ao ponto de ter que ficar com o cú na mão, com medo das contas não serem aprovadas. E O PIOR, é que ele nem chegou perto de cumprir o que propos. Perdeu os seus aliados, perdeu o caras competentes dentro da sua diretoria (Você e o Raiola, OS QUE EU SEI), e agora está cercado por burros.

Esse programa sócio torcedor, isso beira o ridículo. Quanta incompetência em um só lugar. Essa equipe de marketing é pior do que repartição publica de prefeitura. Na onde já se viu, os caras apresentarem uma proposta ridícula para um programa dessa magnitude e ainda não conseguirem nem executar o que propuseram. O site foi lançado somente com uma forma de pagamento, e mesmo assim essa forma de pagamento apresentou sérios problemas. Depois, o telefone de telemarketing não funcionava, os kits que prometeram só foram chegar agora e de péssima qualidade e mal gosto, e a última dos caras, foi a tal loja virtual que eles lançaram SOMENTE agora, onde o sócio torcedor consegue comprar produtos com ‘descontos’ pagando mais caro do que em outros websites.

O sucesso do tal programa é tão grande, que até agora tem 1800 associados, e quando você digita no google avanti palmeiras, você não consegue encontrar o link para o site. E quando você tenta ajudar o google, digitando o endereço do site (www.palmeirasavanti.com.br) você só encontra outras paginas fazendo referencia ao tal site, mas não consegue achar o link para o dito cujo.

Isso já seria motivo pra QUALQUER administrador, levar um chute na bunda. Mas parece que o Sr. Belluzo está acostumado com repartição publica, então não serve de base. Vive citando as empresas que tem, a tal faculdade e a revista, mas com certeza isso não deve ser administrado por ele. Ou ele deve ter mais zelo pelo que é dele, do que pelas coisas dos outros.

Isso sem falar da diretoria de futebol, que é um desastre. Da exploração da marca do clube, e de tantas outras coisas. Sinceramente, eu me decepcionei mais com o Belluzo do que com o tal Mustafá. Quando o cara é burro e sem capacidade, você não pode esperar muita coisa. Mas de um cara como Belluzo com certeza você poderia esperar muita coisa. E é a tal coisa, quanto mais lhe é dado, mais lhe será cobrado. Hoje vejo o Belluzo como um pobre coitado, perdido, cheio de duvidas e que não sabe pra onde ir. Um fraco! Um cara que não conseguiu fazer o arroz com feijão, onde era esperado bem mais.

Minha esperança hoje reside no pessoal do Fanfulla. Mesmo eu não morando em São Paulo, agora que sai da faculdade e estou empregado, vou me associar ao clube e me vincular a esse movimento. A luta tem que continuar. E ainda um dia tenho esperança de ver um presidente do Palmeiras que de fato nos de orgulho e não um filósofo.

Abs., João Zaiden

É Vicente, os gênios do marketing não erram nem se enganam, são os donos da verdade, o Avanti é o muito bom, o torcedor é que não entendeu, por isso que temos 1.800 sócios, logo chegaremos aos 200.000.
O problema maior não é errar e sim não admitir o erro.
O Palmeiras precisa de uma revolução, não dá pra continuar do jeito que está, o problema não é quem será o presidente e sim como ele vai conseguir administrar o clube tendo que agradar sua base política o tempo todo.
O clube precisa ser democratizado o mais rápido possível, para abrir espaço para novas cabeças. A impressão que se tem é que só existem dois grupos, os Anti-Mumu e os Pró-Mumu.
Precisamos de uma TERCEIRA VIA. Ops…

É mesmo Claudio? Achei que ia ter Boca. Pena… prá ver né, mais fácil ainda a Sul-Americana.

Abs

Vicente, sua tão sonhada final com o Boca não deve mesmo acontecer, principalmente porque os hermanos não devem se classificar para a Sul-Americana (este ano não tem mais convite p/ Boca e River)…

Eu já decidi.

Vou começar a tomar prozac. Só assim para aguentar esse ano.

Para que entendam bem o q eu senti ao ler que ficamos perto de contratar o bom Andrezinho mas trouxemos a incognita milionaria do Lincoln, uma expressão simplesmente escapou em “alto e bom som” e foi: PUTA QUE PARIU!!!

E seguimos contratando mal…

Aí o Muriqui não veio pq a Traffic vendeu ele pro BMG q tb ta tentando se tornar nosso “parceiro”? Mas o PALMEIRAS ta se tornando o maior corno do Brasil, todos os parceiros nos “traem”.

———————————————————————-

Para mim o problema do PALMEIRAS não pode ser os 84 jogadores contratados como individuos ou mesmo como time formado. O problema do PALMEIRAS, seja qual for, é justamente a situação que causa a necessidade de contratar tanto. A situação que causa o desanimo, a falta d comprometimento, a pouca evolução e o desejo de buscar novos ares dos jogadores que vestem nossa camisa.

O Belluzzo é mais do mesmo.É triste ficar sabendo destas coisas.
Quanto ao Cipullo o comentário 2 do Alvaro é perfeito.

Ontem ouvi uma entrevista do Belluzzo dizendo na Rádio Bandeirantes,que ele também não sabe como aguenta “isso”(a pressão de ser presidente do Palmeiras).
Devia renunciar já que não aguenta mais saia.
Ainda mais depois dessas coisas.Não aceitar críticas é brincadeira.Se cercar de gente vaidosa e afastar as pessoas mais jovens e que gostam do Palmeiras é o fim pra mim.

Sds.

Que o Palmeiras contrata mal não é novidade para ninguém, é fato. Quantas vezes vazou alguma especulação de contratação e você pensa “meu Deus, não acredito que o Palmeiras tá contratando esse cara, deve ser piada”. E para piorar, os poucos jogadores bons que são contratados logo são vendidos para fazer caixa. O Caio, meia do time de 2007, chegou com aquela desconfiança, o Palmeiras recuperou o jogador, e vendeu a preço de banana. E outros como Valdivia (esse até durou um pouco), Henrique, Keirrison (esse é um caso à parte), o cara chegou, jogou bem, o Palmeiras vende logo. Com o perdão da expressão, é pior que puta atrás de dinheiro. Por isso que nesses últimos anos tivemos um elenco por temporada, e rios de dinheiro jogados fora. Vendo essa matéria sobre os elencos tive até calafrios relembrando de alguns jogadores. Makelele, Jumar, Cristiano, Alex Afonso. Dá até depressão.

O único time campeão nesta década foi o de 2008 (série B em 2003 não vale né), e durou um semestre. Aí trocaram Henrique por Gladstone, e Valdivia por Evandro. Ano passado o time era bom, perdeu 3 jogadores por contusão, Pierre, M. Ramos e CX, e desmoronou porque não tinha substituto à altura. Neste ano chegou o Antônio Carlos, e pelo que parece vai ser uma espécie de “ménejer”. Tomara que o AC junto com o Serafim consigam fazer um bom trabalho. Eu torço para isso, mas sinceramente eu não tenho muitas esperanças. Se o Beluzzo continuar assinando embaixo tudo o que o Cipullo faz, acho que não vai mudar nada.

Isso é o Palmeiras, e sempre foi assim.
Os salvadores da Pátria, não o são.

E aguardem, pq neste final de mes tem reunião do Conselho Deliberativo e devemos ter “surpresas”.

Abs

Enquanto não houver uma unidade política, nós estaremoa fritos!

No dia em que isso acontecer, podemos pedir que haja um padrão tático no time que independa de treinador. E evitarmos tb técnicos ciumentos!

Já perdemos o Mago, o Kléber, o Henrique q não teve um a sua altura até agora. Daqui o Pierre vai embora e com 6 meses vão estar prometendo trazer ele de volta!

abs.

João (#4) na época que publicamos aqui no 3VV em texto brilhante do colaborador José Luiz Torres Jr. com críticas duras sobre o Avanti eu recebi muita pressão. Fiquei frustrado, principalmente pela forma como a Diretoria de Marketing recebeu as críticas e pedi reunião pessoal com Belluzoz para me explicar e deixá-lo à vontade para sair da Diretoria. Belluzzo, não esperou a conversa pessoal, e por telefone aceitou prontamente minha “demissão”.

Meses depois soube que no dia anterior ao meu pedido de afastamento a Diretoria de Marketing havia pedido minha cabeça. Depois disso entendi porque Belluzzo aceitou rapidamente e sem uma conversa pessoal minha saída.

Infelizmente (para mim) não pude mais colaborar com o Palmeiras, apesar da paixão e do desejo. Mas sem ressentimentos. Vida que segue. Hoje sou uma cara mais tranquilo e posso opinar e deixar os colunistas do 3VV darem suas opiniões no 3VV sem me sentir constrangido.

Abraços,

Pô Vicente se vc que conhece os bastidores tem dúvidas quanto ao sucesso desta atual administração, imagine nós simples torcedores.
Sr Belluzzo frustrou a grande nação palmeirense.
Do jeito que as coisas vão temo perder até mesmo o próprio Palestra Itália com este contrato da ARENA PALESTRA, o que seria inédito no futebol.
Viramos motivo de piadas, já somos um time pequeno.
O Verdão deixou de ser grande em títulos para ser grande em sucessivos vexames.
Vcs que tem acesso aos bastidores salvem o nosso ex-vitorioso, ex-campeão e ex-glorioso Verdão.
AVANTE VERDÃO

Vicente, a resposta do Cipullo ao Raiola no blog do PVC me inspirou a deixar um singelo agradecimento a esse grande dirigente esportivo.

O Cipullo, como sempre, muito humilde, reconhecendo os (poucos) erros e assumindo a responsabilidade por tudo. Da gosto ter um Diretor assim, que sempre coloca os interesses do Palmeiras acima de picuinhas pessoais e que, ao reconhecer os erros, identifica suas razoes para que eles nao se repitam no futuro.

Obrigado, Belluzzo, por manter esse grande vencedor no comando do Palmeiras.

Obrigado, Cipullo, por cortar as asinhas do Luxemburgo e nao deixa-lo dilapidar o patrimonio do clube, alem de ser homem o suficiente para deixar de lado sua amizade com esse treinador de carater exemplar.

Obrigado, Cipullo, por se desdobrar tanto e fazer o possivel e o impossivel para dar condicoes de trabalho ao Muricy.

Obrigado, Cipullo, por nao deixar a Traffic abusar do Palmeiras e sempre resguardar com bravura os interesses do Palmeiras nessa parceria.

Obrigado, Cipullo, pelo brilhante trabalho de bastidores que garante que o Palmeiras seja respeitado pelos arbitros e que consequentemente nao tenhamos de nos preocupar com arbitragens prejudiciais.

Obrigado, Cipullo, por seu olhar clinico, contratando jovens promessas e jogadores maduros sempre com muita agilidade, amarrando os contratos de maneira brilhante e ao mesmo tempo promovendo os jogadores da base com muita habilidade.

Obrigado, Cipullo, por nao se esconder nos momentos de crise e chamar a responsabilidade para si, blindando tecnico, elenco e presidente e dando condicoes para que eles trabalhem com tranquilidade.

Obrigado, Cipullo, por responder prontamente toda vez que o Palmeiras e atacado na midia de forma vil e covarde, dando sua cara a tapa.

Obrigado, Cipullo, por ser a grande cabeca da co-gestao com a Parmalat, comandando (por tras das cameras) o Brunoro e o Seraphim e dando todas as diretrizes daquele trabalho.

Obrigado, Cipullo, por acompanhar o dia a dia do elenco sempre de perto, identificando qualquer probleminha no comeco, agindo prontamente e evitando que as coisas se transformem em bolas de neve e saiam do controle.

Tenho certeza que nao faco justica a sua brilhante gestao fazendo essa breve lista de agradecimentos. Se lembrar de outros, venho aqui e acrescento.

Impossivel fazer jus a 3 anos e meio inesqueciveis, em que (quase) chegamos em todos os campeonatos! Quantas emocoes as ultimas rodadas dos Brasileiros nos reservaram, nao? Que arrancadas memoraveis, hein? E o mais impressionante, com times diferentes, elencos diferentes e tecnicos diferentes! So um diretor de futebol de competencia singular pra repetir o sucesso assim, ano apos ano? Parabens!

Enfim, obrigado grande palmeirense Cipullo. Quanta diferenca daqueles que lhe precederam, hein? Gracas a Deus conseguimos enterrar aquela incompetencia da Era Mustafa gracas a voce! Obrigado por tudo!

Falou bonito!
O grande problema do Palmeiras e a incompetencia dos dirigente e da oposicao. Creio que para o time se acertar, precisam primeiro acertar a parte a parte politica.
2010 esta dificilimo, mas nao da pra desistir ja vi esse time pior e sei que cedo ou tarde iremos superar essa mare!

Os comentários estão desativados.