Categorias
Corneta do Cunio

Corneta do Cunio – Sabão, água sanitária e creolina: é hora de faxina

Descansados alviverdes, como é bom passar uma semana sem fazer nada de
inútil. Ou melhor, nada que nos faça gastar tempo à toa na frente da TV. Este é
o Palmeiras, que não joga há vários dias e nos poupou de mais um desgosto.

Como hoje não estou inspirado para assuntos muito polêmicos, grande
parte depois de ler a banal entrevista de nosso presidente no Estadão de ontem,
cheguei à conclusão de que estamos mesmo é precisando de uma faxina. Isso
mesmo, LAVAGEM COMPLETA.

Já falamos aqui de “laranjas podres”, de conselheiros vitalícios
cheirando naftalina, de sujeira embaixo do tapete… Não está na hora de acabar
com isso tudo? Pois bem. Dou boa parte dos kbytes, megabytes e gigabytes de minha
coluna para vocês, meus leais leitores, para que me digam: O QUE PRECISA DE UMA
BELA LIMPEZA NO PALESTRA ITÁLIA?

Não vou tirar o meu da reta e me eximir de dar minha opinião. Mas vou
deixá-la implícita na comparação que vou reeditar abaixo.

Boa parte de nossos colunistas e leitores, além do cidadão que vos fala,
vivem na “máquina de moer carne” do mundo corporativo. É um ambiente que pode
até ser condescendente com várias coisas, mas quase sempre, à exceção feita de
casos especiais de apadrinhamentos e protecionismos escusos, é implacável com
uma palavra: INCOMPETÊNCIA.

Vejamos um Diretor Comercial, que é contratado, monta sua equipe e em
acordo com os gestores da empresa define as metas para o ano. No primeiro
semestre, vai na onda do bom momento econômico mundial , nada de braçadas e
fica 20% acima das metas. Deixa todos os acionistas empolgados, imaginando uma
ano arrebatador. Chega dezembro e ele consegue a proeza de fechar 30% (TRINTA
POR CENTO) ABAIXO das metas.

O conselho da empresa se reúne, debate, procura por respostas. Chega
junto do Diretor Comercial, que se esquiva com evasivas e promete mudanças.
Manda embora alguns gerentes, os vendedores mais velhos, pede investimentos em
pessoal. Aí contrata “sangue novo”, investe em novos sistemas integrados,
softwares, hardwares and shitwares.

Chega o primeiro semestre do ano seguinte. Prova dos 9, hora da verdade.
E a empresa fecha os seis primeiros meses com… 50% (CINQUENTA POR CENTO)
ABAIXO das metas. O pior resultado da empresa nos últimos 30 anos. O que faria
o conselho administrativo da empresa?

Meus amigos, não esqueçam de sugerir resposta para a pergunta que
coloquei acima. E qualquer semelhança com minha historinha e nossos últimos 18
meses de Palmeiras, NÃO é mera coincidência. E largo a CORNETA na orelha
daqueles que, no mundo corporativo, ainda assinam embaixo as atitudes dos
incompetentes e enganadores, enquanto os que produzem estão jogados às traças.
Já no Palmeiras…

Alberto Cunio

27 respostas em “Corneta do Cunio – Sabão, água sanitária e creolina: é hora de faxina”

Cunio, já lí nesse espaço que o Inter é modelo de gestão e as bibas também……….
O Inter com méritos foi campeão da Libertadores e Mundial,sem ganhar um título sequer aqui no País,hoje quarto colocado vai a Libertadores…………….Os Bambis não ganham um mata mata a 5 anos e perde todos os clássicos…………..O País tem 5 representantes na Libertadores tirando o Cruzeiro que pegou uma chave mais difícil como nós no ano passado e passamos,o restante só pegou baba e estão se matando para classificar veja flamengo,inter e bambis que pegou o tal nacional do paraguai………….os que perderem serão execrados…………………..chegamos as quartas da libertadores o senhor madureira que escalou o time errado e não passamos para a semi,perdemos o paulista do ano passado na semi,no br09 seguramos jogador,demos aumento,trouxemos o técnico tri campeão,trouxemos o love………11 jogos pra ganhar 5 o menos culpado foi o belluzzo,e isso atrapalhou o clube……………….o título caiu no colo do flamengo que por acaso é modelo de profissionalismo para alguem……………….claro que teve acerto e muitos erros,quem viabilizou o time de 2008 que o Madureira conseguiu destruir……………

#25 Oltemare, não são críticas sem fundamento. A gestão Belluzzo acertou muitas coisas, ou pelo menos tentou. Mas cometeu erros infantis, típicos de quem não é do ofício. Isso é imperdoável em um mundo profissionalizado e competitivo como o futebol.

16 – excelente…………..
comparar time de futebol com empresas não dá….
todas as montadoras desse país estão bem,todas as redes varejistas e atacadistas também…..
No futebol só 1 ganha o campeonato,atingir budget não levanta taça……………….daqui a 2 ou 3anos voces vão ter saudades do professor,arena,melhores patrocínios………….apostar no piloto de rally não é argumento…………por que não ações concretas e apoio ao presidente e ao time…………criticar é fácil.

Cunio
O tom de dramalhão mexicano ficou excelente…. rsss

Só sei que há poucos Lavieri em São Paulo, e todos nos conhecemos…. portanto, eu deveria conhecer o Marcos. Só não faço a minima ideia de qual lado da familia ele pertence.
Obrigado pela oportunidade.
Abraço

#19 Fassina, o DS-7 assumir a responsabilidade é querer holofotes na sua incompetência. Ele não anda jogando nada e quer pintar de Sassá Mutema. Já disse isso no post dos laranjas-podres. É típica resposta de um bom jogador em momentos de crise: “Precisam de ajuda? Eu tenho a solução!”. Ora, vá para o inferno, Diego Souza!

#16 Paulo, não estou fazendo sensacionalismo. Minha analogia é simples: em qualquer estrutura profissional, você ATÉ tem uma outra chance. Mas se não corresponder novamente, tá na rua. O que acontece com o Palmeiras é que eles vão levando as coisas em banho-maria ou detonam a incompetência em cima de uma pessoa só, casos do Muricy Ramalho. Não acho que tenhamos um Salvador da Pátria. Como eu disse na ocasião do Belluzzo. Todos o apoiamos porque a derrota dele seria o retorno do califa no poder. Milagres não existem. Mas varrer os incompetentes do mapa, isso é possível. Menos no Palmeiras, que ainda é um clube amador e provinciano.

#15 Newton e #3Marcos, estou feliz com o 3VV reunindo irmãos separados no nascimento…

Ah! outra coisa!!!
Essa faxina já deveria ser feita faz tempo, colocando estriquinina no chá daquela velharada de conselheiros vitalicios e tb so saão gordo!!!
O raiva que dá saber que temos uma diretoria tão burra, ineficiente e incopetente comandando nosso futebol e mktg. Aliás neste campo o time da marginal está nos dando uma lavada que não tem tamanho.

Vc sabia que um dos maiores impactos da incopetencia desta diretoria é o encalhe de camisas do time nas lojas, estas aliás estão cada vez mais escondendo no fundo da loja as camisas do Palmeiras, que já começaram a ser colocadas em promoção.

As divulgações que temos na imprensa são sempre para comentar o que temos de pior, e isso que espalha é o sapo gordo. Tb o que a imprensa tem de bom para falar do Palmeiras. Os nossos comandantes fazem besteira em cima de besteiras… Pra onde iremos…

abs mais uma vez
Fassina

Cunio,

mudando um pouco o assunto, não te preocupa ver o Diego Souza chamando a responsabilidade para si? A última vez que ele prometeu isso, sua atuação foi pifia e acho que perdemos.

Isso não é uma boa coisa pra falar antes de um jogo importante, vc não acha?

Outra coisa, parece que na Sul-Americana tb terá uma vaga pra Libertadores, e ai ficará mais dificil no brasileiro para conseguir a tal vaga, isso se um clube brasileiro fo o campeão. Bem , neste caso seria uma provável segunda chance se caso fracassassemos na copa do brasil.

abs
Fassina

Não conheço a legislação, mas há algo que impeça o presidente do clube de criar uma empresa e colocar o clube como dono dela?

Concordo totalmente com os primeiros comentários.

É a estrutura que deve mudar. A atual estrutura é arcaica. Ela não acompanhou a evolução do futebol e continua não acompanhando.

Futebol deve ser tratado profissionalmente. Com pessoas dedicadas exclusivamente a ele.
Podemos acabar com o time B (NÃO COM O TIME DE BASE, é diferente), que não tem mostrado resultados e nem revelado talentos. Apenas com esse dinheiro podemos contratar ótimos funcionários, empresários, pesoas de marketing.

Poxa, se pagam 50 mil pra qualquer cabeça de bagre entrar em campo, porque não pagar isso pra um diretor de Maketing? Pra alguém reconhecidíssimo na área?

Hoje em dia, pra um time ser vitorioso, tem que ter talentos em campo e fora dele. Mas a atual estrutura não permite nem às pessoas sérias e talentosas um trabalho funcional.

FAXINA NO PALESTRA JÁ!

Me desculpe Cunio mas acho que não entendi a sua analogia, em qualquer circunstancia na situação apresentada o Diretor seria demitido, acho que vc esta fazendo sensacionalismo, todos apoiamos a candidatura Belluzo e eu não me arrependo disso não sou um barquinho que navega conforme a mare de resultados, o que ficou provado para mim é que nem Belluzo conseguiu dar jeito na SEP, vai me dizer que alguém é melhor para o cargo que ele, simplesmente estamos a merce de pessoas que torciam para o Belluzo não dar certo e conseguiram hoje a sua administração é comparada às piores da SEP, e para piorar ele, Belluzo não se importa mais quer apenas que termine o seu mandato para simplesmente se afastar, em qualquer empresa do mundo pagariamos uma fortuna para te-lo na adm, mas aqui desfazemos da sua pessoa e de seu conhecimento, sou da época dos “otimos” Nelson Duque e Paschoal Juliano e infelizmente e só vejo isso pela frente.
Hoje ouço falar de Paulo Nobre, novo, moderno e rico, daqui a alguns meses vamos estar tendo essa mesma discussão, só mudando o sujeito em questão.
Abraços de um Palmeirense da época do jejum, época cuja unica diferença de hoje era a união que existia entre nós.

A analogia com uma empresa é perfeita. Deveria ser assim, mas infelizmente não é.
Marcos #3
Somos parentes? Pode entrar em contato direto comigo? newon@lavieri.com.br
Abraços

Conselho, estatuto, Beluzzo, Cipullo, Traffic, oposição. Precisariamos de escovas de aço para limpar o Palestra Itália.

Nosso time a cada dia que passa se apequena mais.

Bambis mais de 5 titulos em uma decada, a mesma coisa que gambas e lambaris, e a gente ta fazendo frente com quem? Com a Lusa? é o que parece.

Daqui uns 5 anos vai estar muito complicado se continuar as coisas como estão.

Cadê o Palmeiras dos anos 60? Que tinha a academia e foi até os anos 70 ganhando varios titulos?

Cadê o Palmeiras da década de 90? Sera que não existe mais? Quando meu Palmeiras vai voltar?

Que situação triste.

Pra mim a teoria e simples, trate o futebol, o Palmeiras como uma empresa, se os seus funcionarios nao apresentarem resultados satisfatorios, rua.
Na pratica ja e um pouco mas dificil de se fazer, mas seria o ideal.

Sou a favor do clube começar do zero.

Nova diretoria.
Novos funcionarios.
Nova comissao tecnica.
Novos jogadores.
Novos patrocinadores.
Novo Estadio.

O Palmeiras esta num arasmo sem fim, sinceramente tenho muito medo do nosso futuro, BR e eleições estão chegando no pior momento do clube.

É preciso sangue novo e mentalidade nova.

O idosos que me perdoem, mas essa raça de velhos no Palmeiras está infectando o clube com cancer.

Ótima analogia, Cunio.

Imagina o que aconteceria se esse Diretor Comercial ainda tivesse a cara de pau de tentar convencer o conselho administrativo que os 50% abaixo da meta foi obra do imponderável, do acaso, mas que tudo está andando às mil maravilhas e que a empresa está muito melhor posicionada hoje do que há 1 ano atrás.

Imagina se esse Diretor tivesse passado o semestre inteiro boicotando um gerente com quem ele não se dava, o que acabou prejudicando demais a performance da empresa como um todo?

E o que aconteceria com esse diretor caso ele ficasse tentando enfiar goela abaixo da empresa fornecedores de qualidade duvidosa com quem ele tem ligações íntimas…

E se esse diretor insistisse em se eximir completamente de qualquer responsabilidade pelo fracasso, jogando a culpa no gerente boicotado, que aliás já deixou a empresa há algum tempo.

E por aí vai… Será que tal diretor teria um futuro longo nessa empresa?

Agora imagina se o CEO insistisse em bancar esse diretor?

Concordo com o Marcos Lavieri. O que passamos está dentro dos atuais estatutos. Sem sua mudança nada adiantará, pois os “velhos” continuam a comandar ações de diretores sustentados que são por uma legislação arcaica e sustentada por uma aristocracia que não cabe nos dias atuais. Se Belluzzo não conseguiu o esperado, quem conseguirá, sem mudança dos estatutos?

Pra começar temos que nos livrar do Gilberto Cipullo, depois a gente analisa o resto. Dentro de campo temos que sumir com o Diego Souza, antes do próximo jogo pela Copa do Brasil.
O Palmeiras é um clube realmente interessante. Até quando a pessoa mais qualificada em nossos quadros assume a presidência, o resultado é desastroso.
A única coisa que temos de bom hoje é a torcida, que é nosso maior patrimônio.
Outra coisa que tem que ser banida é o nosso complexo de time de ponta. Temos um passado glorioso, mais o nosso presente não é, e isso vai comprometor nosso futuro. Vamos reconhecer uma coisa, por mais que doa dizer isso: nos últimos anos nosso dessempenho é pífio, a academia acabou, ou está temporariamente desativada. No futebol, como em todas atividades, resultados se medem por conquistas. Na última década ganhamos um título paulista. É urgente que nós, todos palmeirenses, admitamos isso. Vamos parar de comer mortadela e arrotar peru.

Relaxado Cunio…
Como não será vantagem nenhuma o nosso presidente sair agora, o que nos resta é esperar que a “empresa” Sociedade Esportiva Palmeiras acorde e, numa reunião geral, tente resolver os principais problemas do momento: direção e gerência de futebol (do diretor ao quarto goleiro do time); patrocínios e parcerias sem vantagens reais ao clube; reformulação do conceito de marqueting esportivo do clube (do infeliz avanti ao ridículo navegador de internet).
E mais. Pode ser até impossível de se imaginar, mas será que depois de tanta m…, não dava mesmo para se tentar um candidato à presidência do clube que possua: condições de “servir” ao clube em “full time”, idade menos avançada – trazendo assim idéias mais arejadas ao clube, e, quem sabe, uma pessoa que consiga ter aceitação – mínima que seja – entre os principais grupos políticos no Palmeiras.
É pedir demais?
Se for demais, então só fechando e abrindo outra “firma”…

despede o cara! mas infelizmente você falou em apadrinhamentos e protecionismos escusos, eu acho que é isso que está acontecendo no nosso palmeiras. saudações alviverdes

Se for analisar o SEP, não adianta apenas renovar a diretoria, pois a mesma foi renovada, e pouco adiantou. Veja bem, Saiu Mustafá, entrou o Della Monica, saiu Della Mônica, e entrou o conceituado Luiz Gonzaga Belluzzo. Mudou os cavalos, mas não a carruagem. Onde quero chegar. O que o SEP realmente precisa, o primeiro passo, é uma reforma estatutária, pois, seja situação ou oposição, no fim das contas, acabam fazendo a mesma coisa, então, aumenta-se o quadro societário, define-se eleições diretas, isso oxigenaria o nosso ambiente, e não seria alguns, bando de vagabundos, desocupados, déspotas não esclarecidos, que influenciariam nas eleições. Aqui tem o costume de se governar não para 13 milhôes de sofredores, ops, quero dizer, torcedores, mas para meia dúzia que tem o poder de definir as políticas internas. Se aumentasse e tivesse eleições diretas, a democracia seria perpetuada na sua forma mais bela, e se não rendesse, a democracia faria sua parte. O Japão, em sua história, sofreu uma abertura economica, que influenciou todas as suas áreas, e após a segunda guerra, renasceu como potencia economica. A SEP precisa de uma abertura política, para que renasça como Potência Esportiva, como merece, porque, do jeito que se encontra, parece mais como uma medieval, fechada, China.

O que precisa de uma faxina é o estatuto do clube.

Hoje, cobramos demais de diretores que, ao contrário do mundo corporativo, não são remunerados. Por força da lei, os clubes que continuam sendo sociedades sem fins lucrativos não podem ter dirigentes remunerados. Alguns tentam contratar um ou outro, mas a maioria é amadora, no bom sentido do termo.

Por isso se faz necessária uma limpeza no estatuto e na estrutura do clube. Precisa ao menos transformar a unidade futebol em empresa. Até propus em outros comentários deste blog o formato: o futebol vira uma empresa com liberade de ação, pagando royalties para o clube pelo uso da marca Palmeiras. Todo o conselho e eetc, se quiser, fica cuidando da área social do clube.

O Futebol vira empresa de verdade, com gente paga para desempenhar e ser cobrada. Podem haver mecanismos de defesa dos interesses do clube, é só colocar direitinho no contrato.

Infelizmente, quem dirige o clube o faz pelo ego, e isso acontece há tempos. O conselho está contaminado por muita gente que chegou até lá baseado em favores de otras aministrações. É uma estrutura viciada, inútil, que precisa acabar.

vou dar de sempullo: a culpa é do TORCEDOR! DEMITAM O TORCEDOR! “Tudo está dentro do planejado” “- O elenco é qualificado!”

ALBERTO QUANDO É QUE VAMOS TORMAR UMA ATITUDE? QUANDO CAIRMOS PARA A SEGUNDA DIVSÃO DO BRASILEIRO? BELUZZO E CIPULLO DECEPCIONARAM. E O PAULO NOBRE? VEM OU NÃO? OUTRA COISA NÃO PERDEMOS ESSE FINAL DE SEMANA.QUE BOM.

Os comentários estão desativados.