Categorias
Meninos Eu Vi

Lula confiou nas palavras do Turcão

POR JOTA CHRISTIANINI

Lula era um ponteiro diferente, embora carioca era do tipo matuto, acreditava em muita coisa que lhe contavam, embora desconfiasse de tudo.

Chegou na metade de 1946 e foi entrando aos poucos no time. Marcou gols – fez 49 nas 123 partidas que jogou – mas não vinha dando sorte contra o time das muitas cores, então do Canindé – que venderia para a Lusa tempos depois, mudando-se para o Jardim Leonor.
Empatou alguns dos jogos e perdeu no torneio início e no amistoso.
Ano seguinte, 47, e o treinador já era Oswaldo Brandão, o Mestre; o treinador percebia que a má performance de Lula nestes jogos o incomodava e bolou o jeito de neutralizá-la.

O primeiro turno do campeonato corria solto e o Palmeiras – seria campeão – tinha no time que hoje fica na Vila Sonia, seu maior rival. Eles tinham Leônidas e isso era um diferencial.

Brandão pegou na veia.

Dias antes do Choque-Rei chegou-se a Lula e começou a insinuar que Gijo – ex goleiro do Palestra, perdeu lugar para Oberdan – debochava do chute dele.

Dizia o Mestre:

— Por ter jogado aqui ele tem muitos conhecidos no clube e vive dizendo que teu chute é fraco não é uma bomba e sim um traque; pergunte para o Oberdan ou ao Turcão.

— É verdade, disse Turcão, ele anda falando isso no Ponto Chic – restaurante no largo do Paissandu, frequentado por jogadores e dirigentes.

— Tanto disseram que Lula nem dormiu na véspera do jogo.
Começa o jogo e na primeira falta, de longe, Lula manda uma bomba e Gijo nem vê a bola passar, 1×0.

Quatro minutos depois outra falta da intermediária, outro canhão de Lula e 2×0 .

Neca diminuiu aos 44.

Logo no inicio do segundo tempo falta de novo. Outro chute de Lula e 3×1 para o Palmeiras.

O adversário empatou 3×3 e ainda perdeu um pênalti, mas outra falta aconteceu para o Verdão.

Nem preciso dizer que Lula mandou um foguete, no rebote Oswaldinho fez 4×3 e o jogo acabou.

Na saída Gijo foi cumprimentar Lula pela potência do chute. O goleiro, que jamais tinha dito qualquer coisa a respeito da força do ponteiro palestrino, até hoje não entendeu o riso de deboche de Lula.

 

5 respostas em “Lula confiou nas palavras do Turcão”

#2 Brandão foi treinador do PALMEIRAS em 5 oportunidades, a primeira delas em 47 , era jogador, machucou-se assumiu o time e foi campeão
#3
o Estadio Palestra Italia é o campo de jogo mais antigo do BRASIL, em atividade ininterrupta…………………………………..JOTA

JOTA,

fugindo um pouco do assunto, mas tive uma curiosidade?

O Estádio Palestra Itália é o campo mais antigo da cidade de São Paulo ou do Estado?

Abraços.

Muito bom J!
Oswaldo Brandao pelo visto era bom mesmo. Ele treinou o Palmeiras de que ano até que ano?!

Jota e amigos,

Excelente. O Oswaldo Brandao era um verdadeiro mestre. Me lembro que na ultima passagem dele no Palmeiras, estavamos numa baita crise mas quase vencemos o Flamengo de Zico, Junior, Tita e outros. Sera que nao seria possivel utilizar desta tatica para acordar o Diego Souza?

abs,

Marcio

Os comentários estão desativados.