Categorias
Arenas

Morumbi fora? Morumbi fora!!

Caiu como uma bomba. O jornal O Estado de São Paulo de hoje afirma aquilo que muitos já previam – mas não queriam admitir.

Sem financiador, sem um projeto adequado à FIFA mas ainda contando com as benesses do Governo municipal, o SPFC está prestes a perder seu estádio como o eleito para a Copa 2014, e com isso não ter como reivindicar dinheiro público para arrumar seus inúmeros problemas de visibilidade e acesso.

O jornal fala o seguinte nos dois primeiros parágrafos:

A polêmica sobre a utilização do Estádio do Morumbi no Mundial de
2014 está chegando ao fim. Na quinta-feira, o secretário-geral da Fifa,
Jerome Valcke, vem ao Brasil, em caráter de urgência, para definir o
papel do estádio do São Paulo na Copa. Vai trazer na bagagem uma
informação contundente: o Morumbi não receberá a partida de abertura da
competição e nenhuma outra. Está fora da Copa
. [ o verdito fica por conta do 3VV ]

A revelação foi feita ontem ao Estado por um alto executivo da Fifa.
Insatisfeito com os projetos de reformas do Morumbi apresentados pela
direção do clube desde o ano passado – apesar de ter feito alguns
elogios -, Valcke vai se encontrar com os dirigentes do Comitê
Organizador do Mundial em São Paulo, de onde seguirá para uma série de
reuniões em Brasília. Ficará dois ou três dias no País.

Quem lê a coluna de Claudio Baptista aqui no 3VV, ou acompanha o blog www.lanostracasa.com.br do amigo Junior Gottardi já sabia que o Morumbi estava muito, mas muito longe de ter um projeto adequado para a Copa do Mundo. Projeto este que foi refeito várias vezes.

O problema – deles – é que venderam que fariam e que teriam investidores. Citaram VISA, Eike Batista, e tantos outros mais, mas parece que só conseguiram a Companhia Atlética para colocarem uma academia (e os alunos correrem na pista de atletismo financiada pela Lei de Incentivo ao Esporte). Ofereceram estacionamento (em área pública). Ofereceram metrô e monotrilho (com dinheiro público). E ainda por cima tinham que rebaixar o gramado. Se o puxadinho original já estava sem grana, depois dessa ficou pior ainda.

Bom, sem divagar demais, a notícia está aí. Agora os comentários são seus. Será que o Morumbi realmente está fora? Qual será a reação dos políticos que batem ponto no Jardim Leonor? E A FIFA e CBF? E o Corinthians? Qual seria o plano B? Andaram falando em Guarulhos…

Lembrando mais duas coisas:
i. Tokio – como bem lembrou o jornalista da Band News FM na manhã desta terça feira – não sediou jogos na Copa 2002;
ii. A Arena Palestra está chegando (leia a entrevista de hoje com José Cyrillo), e poderia receber jogos da fase 1, oitavas e quartas-de-final sem mexer um milímetro do projeto atual. E sem dinheiro público.

Saudações Alviverdes!

20 respostas em “Morumbi fora? Morumbi fora!!”

Agora é a hora de bater na mesa e colocar a Arena pleiteando algum jogo ein, imaginem a Italia jogando no Palestra pela Copa, no ano do centenario do clube………
Imaginem, se a Arena esta com essa demora toda da documentação, imaginem se iniciariam a construção de outro estadio amanhã, mesmo com as maiores facilidades ainda teria uma certa demora…….
E seria uma rasteiraça nos bambis ein….

Conhecendo um pouco da história sja do SPFW e dos interesses interesseiros da FIFA e CBF, acho difícil afirmar que nõa haverá Copa no Morumbambi.

Não sei se o silêncio do Dir. do Palmeiras é estratégia, medo, falta de confirmações da Arena Palestra, falta de atitude ou a corriqueira incompetência demonstrada.

Gde Abraço,
FC

Qual o motivo de ninguém do Palmeiras sequer aventar a possibilidade de sediar alguns jogos no novo estádio? Ao menos para jogar água na fervura dos usurpadores do erário público?
abç

Eu só acredito a hora que baterem o martelo.Enquanto isso o SPFW vai tentar tudo nos bastidores para reverter.

Quanto a Guarulhos,espaço não falta para um novo estádio.Estamos de braços abertos.rsrs.

Ricardo, penso da mesma forma.

O negócio é torcer para que a FIFA continue negando jogos importantes para o estádio do Morumbi.

Como podemos perceber, o jogo político é enorme. Acredito que o Palmeiras esteja quieto por medo de retaliações antes de ter em mãos o projeto limpo, aprovado, o que falta pouco.

Depois disso, não existiriam motivos para não pleitear ser sede da Copa e para iniciar as obras de forma mais aparente e oficial.

Abraço.

Criscio, o Morumbi não será descartado enquanto outra opção factível não se apresente ( a Arena Palestra precisa bater estaca…). Essa é a estratégia da “escalada”. Quando a gente começa a aprender a escalar uma das primeiras lições é: Nunca tire um pé da rocha sem que o outro esteja bem firme nela. Ou seja, se tirar os dois ao mesmo tempo vc vai pro abismo…
A Fifa fará o que a CBF detrminar. E por enquanto eles vão cozinhar o Morumbi até uma data limite. Se SP apresentar outra opção, em tempo de sediar a Copa, eles trocam, se não, a fila vai andar. Eu pessoalmente acredito que SP não irá ficar de fora da Copa. Abraço.

E se não for o panetone, será construído um novo “engenhão” pros gambás. Algum rival ganhará de qualquer jeito, mas, na boa, melhor que não sejam as bibas!

Tres comentarios, me corrijam se estiver errado:
1- Como sempre as meninas disseram que nao sabem de nada sobre um novo posicionamento da FIFA a respeito do panetone;
2 – Andei pelos maiores sites de futebol e nao vi “ainda” a noticia dada pelo Estadao e Terra. O imprensa FDP e Bambi;
2 – Não gosto de ser mensageiro do apocalipse, mas, nao acredito que nas atuais circunstancias, com nosso glorioso presidente votando contra o Ricardo Teixeira iremos ter o prazer de ver os bambis chorando e jogando as tamancas de raiva ao ver nosso estadio sediar jogos da Copa 2014. Seria muito bom, mas……tudo indica que os Gambas serao beneficiados com um estadio novinho em folha e sem tirar grana do bolso….O país do c.

A casa está desmoronando de vez no Jd. Leonor. E os gambás essa hora devem estar estourando champagne na fazendinha.

Boa notícia sem dúvidas, mas ainda espero para comemorar, o lobby bamby ainda é muito forte.

Concordo com o Marcelo #3 temos que pensar em nós … a copa que se f…

Na minha visão temos que fazer tudo para começar as obras e assim que iniciadas mostrar para a FIFA o nosso projeto, pleitear uma chave ( de preferência com a Itália ) e jogos de oitavas e quartas de final,e sem essa de aumento de capacidade 46.000 tá bom demais.

Abraços

A notícia, caso se confirme, é a melhor do ano. Mais vamos conter a empolgação e esperar confirmação. São protagonistas dessa histórira duas das piores corjas existentes no país: os leonores e o poder público. Isso é igual a cruzamento do Armero com o Escudeiro, ninguem sabe oque sai.
Quanto a Copa do Mundo, particularmente, eu quero que ela vá prá Fifa que a pariu, e leve junto os leonores com seu penico gigante, Ricardo Teixeira, Fábio Kof e tudo mais.
Vamos ficar felizes se os leonores não conseguirem usurpar mais uma vez dinheiro público. Por outro lado São Paulo não vai e não pode ficar sem sediar jogos do mundial. Pela importância e estrutura deveria sediar jogos de destaque.
Se o penicão ficar realmente de fora, provavelmente vamos assisitr a construção de um estádio com recursos públicos para sediar os jogos, e depois ser gentilmente sedido aos nossos amigos da marginal sem número (vide engenhão). A baixaria só muda de lado.
Nosso estádio não vai fazer parte do Mundial. Podemos contruir o melhor estádio do mundo, mais não temos força política para isso. O presidente da republica, corintiano assumido, exemplo maior de ética e correção pública que existe no universo, e fora dele também, esta louco pra dar uma força para seu time do coração. A oportunidade é essa.
Não vamos criar espectativas pra não ter decepções. A nossa Arena não comporta os jogos de abertura e semi e ninguem se manifestou até agora para mudar o projeto.
Outro detalhe é que, nos bastidores dizem que o São Paulo vai ser retaliado por apoiar o candidato contrário da CBF, o mesmo que o Palmeiras votou. Juntando tudos esses detalhes, a vontade do presidente, a falta de opções, a importância de São Paulo para o país, o pouco tempo para execução das obras, está na cara o que vai acontecer. A desgraça só vai mudar de cores. De tricolor para alvinegra.
Eu espero anciosamente que o mundo realmente acabe em 2012

Amigos, sou 100% contrário a um novo estádio publico em SP.
Para mim a solução passa por inflar a cidade de São Paulo na fase inicial, abrindo mão das fases seguintes. Se bambis realmente reformarem o Panetone COM VERBA PROPRIA, poderiam colocar Panetone e nossa Arena recebendo 8 jogos na primeira fase (a cidade receberia um jogo de cada grande time, por exemplo). Isso seria legal para a Cidade, no meu ponto de vista.

Isso, claro, considerando o desmentido da FIFA de poucos minutos atras de que nenhum estadio está vetado. Logo, panetone está na briga.

Mas queo palmeiras tem que emplacar jogos na Arena, até para evitar favorecimentos a adversários, isso tem.

Abraços,

Marcos

Dá para privilegiar SP sem botar elefantes brancos na cidade.

Eu temo – embora me pareça pouco provável – que a prefeitura vá erguer um novo estádio e arrumar para si mais um problema semelhante ao que tem com o Pacaembu. Eu vez disso, uma reforma do próprio, que certamente não alcançará o mínimo de 60 mil lugares para a abertura da Copa.

Politicamente, em São Paulo, falar a esta altura do campeonato em novo estádio público implicaria mexer num vespeiro. Se para a prefeitura já era um pouco complicada a construção do monotrilho e do estacionamento, imaginem arcar com R$300-500 milhões adicionais.

Foi a melhor notícia do ano aos palmeirenses!
Eu não conseguia engolir toda essa encenação do JJ, sempre se vangloriando de que o estádio estava 85% pronto. Eu não conseguia imaginar que eles fossem conseguir novamente tirar proveito do dinheiro público, enquanto nós estamos penando para conserguir ver aprovado o pojeto de nossa arena.
Na minha opinião, a cidade de São Paulo não ficará sem estádio para a copa, no entanto, não acho que nossa arena venha a sê-la. Creio que nossos adversários gambás podem tirar proveito disto, e muito provável que consigam. Porém, não pode haver dinheiro público, isto é altamente reprovável, mesmo que fosse para nossa arena.

Abraços!

Está certo que a Arena Palestra Itália ainda está no papel, mas não vejo nossa diretoria fazer nenhuma campanha para a copa, este seria um bom momento, devido a fraqueza do projeto “deles” e a data limite está chegando, menos de1 mês.
Além disso temos todas as estruturas de acesso prontas nas redondezas do Palestra.

Maravilha!!!! Nem me preocupo se aquele penico gigante vai ser ou não campo de jogo para a copa-2014, mas sim pelo fato de uma parte dos meus impostos não ser dada a essa gente sem escrúpulos… obrigado, FIFA!!!!
Sobre a nossa Arena sediar ou não jogos da copa: que se danem os jogos! Eu quero mesmo é que o Palmeiras construa o seu estádio, ou melhor, a sua Arena, para poder melhorar a qualidade do campo de jogo e das condições de atendimento ao torcedor, sejam em jogos do nosso time, sejam em eventos de outro tipo.
Depois disso, o que vier é lucro.

Vicente,
Parabéns pela rápida resposta à publicação da matéria. Foi uma das críticas que fiz ao 3VV na pesquisa (comentar as notícias que surgem ao longo do dia com rapidez). Li a notícia no café da manhã e não esperava encontrar um comentário logo depois.

Quanto a São Paulo sem jogos da Copa, acho muito pouco provável. Ao contrário de Tokyo, a Grande São Paulo deve deter algo em torno de 10% do PIB do Brasil, se não for mais. O público consumidor está aqui.
O Japão é um país com melhor distribuição de renda que o Brasil (ah, jura?) e com a população mais concentrada. Sediar jogos em Tokyo era uma questão política, não econômica. Não é o caso de Brasil-2014.

Minha opinião: haverá um estádio novo. Acho pouco provável que a Copa vá pro Palestra. Mas se há um momento em que precisamos ser rápidos para fazer isso acontecer, o momento é esse.

Abraços a todos.

Amigos,

A questão é geopolitica, e nossos 2 inimigos aodram receber benesses publicas. Um novo estadio para qualquer um deles altera o equilibrio no trio de ferro. temos que agir para nao sermos a 3a força da cidade.

O Palmeiras tem que se mexer logo, botar o estadio na pauta para evitar que um estadio caia no colo dos Gambás.

Ah, e vimos que o jogo politico é duro: bambis peitaram a CBF na segunda (votando em Kleber Leite) e perdeu até os jogos da primeira fase na terça (que era tido como um direito liquido e certo, desde que rebaixassem o gramado).

Lição do dia: não peite os poderosos do futebol, apenas mantenha uma prudente distancia.

Abraços a todos,

Marcos

Os comentários estão desativados.