Categorias
Italiano

Campeonato Italiano: Inter e Roma brigam até o fim

POR CARMINE PACIELLO

* Virtualmente campeão
por 69 minutos devido ao gol de momentânea vantagem do Cagliari marcado por Lazzari,
a Inter, que ganhou 4 x 3 contra o Chievo, agora tem a obrigação de vencer contra
o Siena para faturar o 5° scudetto consecutivo.  

* Aguardando Madri:
seria o 2° titulo depois da conquista da Coppa Italia (1 x 0, Milito) no polêmico
jogo contra uma Roma frustrada e amoral que um juiz covarde permitiu dar pancada
o tempo todo (Burdisso e Mexes deveriam ser expulsos) alcançando o apogeu com a
obscena empreitada de Totti sobre Balotelli.

* Balotelli que, por
sinal parece ter esquecido os contrastes com Mourinho e com o povo nerazzurro;
o jovem, que já contra a Roma foi impecável, jogou bem, marcou o seu gol n° 9 no
campeonato e saiu aplaudido do público de S. Siro. A paz voltou em definitivo
ou é uma trégua?

* Num Olímpico que “celebrou”
o gesto violento de Totti, a Roma vira o jogo próprio graças ao Capitão que
marca os 2 gols contra um Cagliari (o n° 14 em 21 jogos, uma média excelente de
0,66) que, assim como a Lazio, jogou sem brilho e determinação. Agora a Roma se
prepara para o jogo contra o Chievo e vai a Verona acompanhada de 10.000
torcedores esperando uma escorregada do time de Mourinho.

* Epílogo cômico no
Marassi: num estádio vazio para a decisão do prefeito de Genova de proibir o acesso
ao público e assim evitar uma provável batalha entre as torcidas de Genoa e
Milan, se viu o presidente rossonero Galliani exultar não obstante a derrota do
seu time, a 3^ nos últimos 4 jogos. Essa cena ridícula ocorreu graças a
Fabrizio Miccoli que marcando o gol do empate pelo Palermo garantiu
matematicamente a 3^ colocação do Milan.

* Depois de 50 dias
Pato voltou a jogar; o jovem teve uma atuação discreta, até ser substituído por
Huntelaar, assim como o Milan apesar do cansaço dos jogadores e também da falta
de motivação. Leonardo optou por Pirlo como armador tendo na cobertura Flamini
e Gattuso deixando Seedorf no banco. Ronaldinho foi o mesmo de sempre, drible e
lançamentos, mas jogando parado enquanto Borriello lotou como um leão mas errou
nas finalizações. Aproveitando disso o técnico do Genoa Gasperini corrigiu a
postura do time passando a um mais equilibrado 4/2/3/1 e obteve a vantagem com
uma cabeçada de Sculli. Elevando o ritmo de jogo o Genoa continuou a atacar tentando
ampliar mas apesar da travessão atingida por Acquafresca é o Milan que com
Borriello desperdiçou a oportunidade de empatar ao 92°. Depois disso… a piada
de Galliani.   

* Com Leonardo que na
ultima rodada, contra a Juventus, vai despedir-se dos torcedores rossoneri a
loteria sobre o nome do próximo técnico continua. Considerando que o período
dos mega-investimentos acabou e que o novo técnico deve apostar nos jovens das
categorias de base, o nome de Filippo Galli, ex zagueiro e atual técnico dos
juvenis é naturalmente o mais cobiçado alem de aquele de Donadoni, Allegri e de
Van Basten. Mas pessoalmente eu creio que o holandês vai recusar a oferta pois
o risco de atuar com um elenco fraco é alto depois que o dono do time,
Berlusconi ordenou um regime de austeridade e de renovação que, depois de Kaká,
pode levar ainda a venda de Pato ao Chelsea sendo que Ancellotti (campeão inglês
ao 1° golpe) ofereceu 44 ml. De Euro para o jovem atacante brasileiro.

* Uma envergonhada Juventus
“festejada” com os rituais protestos da torcida que atirando bombas em direção
do setor dos torcedores do Parma conseguiu parar o jogo por 6 minutos; perdeu (2
x 3) contra um vigoroso Parma concretizando assim a derrota n° 14 na campanha. Menção
especial para os jovens Biabiany, Lanzafame (2 gols) e Mirante, estes últimos
dois ex jogadores da “cantera” da Juventus. Será que eles vão voltar ao clube considerando
que se fala do provável adeus de Buffon (Inglaterra, Bayern e, por que não, Milan)
e de aquele, certo, de Trezeguet e também de Amaury (outro fracasso da
temporada junto com a dupla de ouro Diego / Mello) a condição que a sua venda não
seja penalizada financeiramente pelo clube.  

* Entretanto,
demorando a resposta de Benitez (parece que o técnico quere enfrentar a
aventura italiana mas o Liverpool não quer liberar-lo) a diretoria aguarda
outras propostas: depois de Spalletti agora é a vez de Del Neri que o
neo-diretor esportivo Marotta, também ex Sampdoria, quere trazer a Turim. 

* Porém um dado é
certo, com essa derrota e a contemporânea vitoria do Napoli, a Juve vai
disputar o jogo preliminar para acessar na Europa League no dia 29 de julho.
Isso comporta que o elenco vai reunir-se cedo para antecipar a preparação atlética.

* Empatando 1 x 1 contra
o Palermo agora a Sampdoria depende apenas de si para garantir o 4° lugar. Mas
precisa ganhar contra o Napoli do ex técnico Mazzarri pois um empate vai
favorecer o time siciliano caso que ele vença contra a já rebaixada Atalanta.   

* Seleção da rodada n°
37. Técnico:  Guidolin (4/4/2)  =  Frey    (Fiorentina) 
– Maicon  (Inter ),  Bocchetti  (Genoa)  Zaccardo  (Parma) e Dossena (Napoli), Brocchi (Lazio),  Vergassola  (Siena), Jovetic (Fiorentina) e  Lanzafame (Parma) –  Di Natale  (Udinese, que marcando 2 vezes chegou  a 101 gols na Serie A alem de tornar-se
artilheiro da temporada com 28 gols) e Quagliarella (Napoli).