Categorias
Campeonatos

O QUE TODO PALMEIRENSE TEM QUE SABER

POR VITTORIO PESCOSOLIDO

Está em curso o que se temia. Após a Arena Palestra Itália ter sido
aprovada pelo CD do Palmeiras e o poder máximo da Instituição
(Assembléia de Sócios) ter ratificado, em votação épica, a execução do
projeto, eis que os líderes da oposição, com o beneplácito da mídia,
despeitados, inconformados e defendendo interesses absolutamente
pessoais, tentam, de todas as formas e mais diversas maneiras, criar um
clima de insegurança institucional na Entidade e, ardilosamente,
encorajar o parceiro – WTorre, a abandonar o barco.

Know how, para
tanto, sabe-se que têm para dar e vender. Vide o que ocorreu com a
Parmalat. Submanchete do box, publicada na edição do dia 22/05, página
D6 da Folha de São Paulo, diz que “Reunião no dia 31 pode melar acordo” .

O segundo parágrafo do texto assevera que “As duas principais
reclamações do grupo (oposicionista), são contra o prazo pelo qual o
estádio será explorado(30 anos) e os valores a serem recebidos pela
WTorre, no decorrer deste período”. Na seqüência: “Não somos nem nunca
fomos contrários à arena. Mas o projeto, como está, vai remunerar muito
mal o clube. Além do mais entregaremos um patrimônio por 30 anos….”
afirma o ex- presidente, Mustafá Contursi.

E mais: “Na reunião do dia 31
a oposição tentará articular uma nova votação na qual seria questionado
aos conselheiros, se eles aprovam o prosseguimento do projeto. Se não
conseguirem isso, há alternativa de buscar um mandado de segurança na
justiça.” Ignoraram, de propósito, o que o Professor Belluzzo disse, à
mesma Folha, dia 09/05, sobre o assunto; “Isto já foi feito (passar pela
Assembléia de Sócios)”
.

Quanto a entregar o patrimônio ao parceiro,
disse o Presidente “Os conselheiros já aprovaram o direito de uso de
superfície. Como estamos entregando o patrimônio?”

Pois bem, a não ser
que oposição entenda que não existe vida inteligente fora dela e que as
pessoas sejam desmemoriadas, ou carentes de conhecimentos rudimentares
de aritmética, vamos tentar colocar as coisas nos seus devidos lugares,
tendo em vista as seguintes premissas:

a) Durante os anos em que o Sr.
Majzoub foi presidente da SEP, a construção de uma Arena foi sua
bandeira eleitoral; conquanto tenha recebido propostas, cujo mérito não
cabe discutir neste espaço, de 21 parceiros, nenhuma vingou. Não tivemos
Arena nova. A este respeito, jamais, em tempo algum, a coletividade
palmeirense teve qualquer esclarecimento mais consistente do que
evasivas.

b) A parceria com a WTorre foi consolidada sob gestão do Sr.
Affonso Della Monica Neto. Ao contrário do que alguns afirmam os itens
do se constituía tal associação de interesses foram exaustivamente
expostos aos interessados pelos Srs. Rioli e Mansur.

c) Sua votação
deu-se no CD, onde foi aprovada e na AGS, com resultado idêntico.
Caracteriza-se, assim, um ato jurídico perfeito.

d) Na véspera liminar
contra a realização da AGS não foi concedida, para desgosto do seu autor
– Dr. Piracy Ubitatan.

e) No ano de 2003 emergiu uma proposta para a
construção da Arena, que não vingou, mas cujos dados podem e serão
comparados com o que oferece o atual parceiro. O de então, escafedeu-se.

f) Estampada no Painel FC, da Folha de São Paulo, mais conhecida como
DOO (Diário Oficial da Oposição), no dia 07/10/2009, está a seguinte
frase: “Nessas condições, do jeito que está, não sai. É só fantasia” Do
ex-presidente Mustafá Contursi sobre o projeto da arena do clube
alviverde, em parceria com a WTorre e a Traffic.

Mutatis mutandis alinho
o raciocínio com a carência de arenas que estejam enquadradas nas
exigências do caderno de encargos da FIFA. Não existe nenhuma, no
Brasil, sede da Copa do Mundo
de Futebol, a ser disputada em 2014. A mídia nacional repercutiu e
repercute, a este respeito, o intenso e nem sempre transparente jogo
político, que mascara razões que a própria razão desconhece. Temos
relatos que a CBF garante que a abertura do evento não será na casa dos
bambis do Jardim Leonor, mas num estádio prometido pelo prefeito da
capital paulista, com o apoio do presidente do time da Marginal S/Nº e
de outros menos cotados.

Perante o quadro descrito, inevitável indagar
se qualquer

dos players em tela teria algum interesse que um terceiro (o Palmeiras)
construísse uma arena, na cidade de São Paulo, longe do poder de
ingerência dos acima descritos personagens, do jeitinho que a FIFA impõe
e pronta 18 meses antes do início da Copa!! Claro que a resposta é um
sonoro NAO!!

Independentemente do papel da oposição, nesse contexto,
imperativo torna-se analisar as propostas que mais próximo, uma no
passado e outra no presente, esteve e está de se tornar realidade.
Deitemos atenção, pois, sobre o quadro abaixo.

Reclama o Sr. Majzoub que
30 anos são um período muito longo para parcerias. Parece, só parece
incoerente, mas foi o tempo que o seu parceiro de 2003 propôs e ele
aceitou baseado no mesmo arcabouço jurídico (Cessão de Uso)!!

Diz o
líder da oposição que a WTorre remunerará muito mal o Palmeiras. Então,
vamos aos números.

COMPARAÇÃO ENTRE PROJETO DO EX-PRESIDENTE,
DE 2003, E O PROJETO ATUAL

 

Comparações

2003/
Gestão do Sr. Majzoub

 

Projeto
Atual

 

Arcabouço Jurídico

Cessão de Uso

Cessão de Uso

Caderno de encargos da FIFA

Não Enquadrado

Enquadrado

Valor do Projeto

Custo R$ 160 mi

Valor 
R$ 200 mi

Custo R$ 200 mi

Valor 
R$ 275 mi

Reembolso de Despesas

Valor R$ 10 mi (1)

Valor R$ 45 mi +
outros serviços  (5)

Risco da Exploração

Compartilhado

Total do Investidor

Risco do Retorno

Participação no lucro (compartilhado)

Participação na receita auditada

Custo Anual da Arena

R$ 9 mi (compartilhado)

R$ 8mi, absorvido pelo investidor

Rendas Patrimoniais em 30 anos

R$ 113 mi        (2)

R$ 321 mi         (6)

Rendas Operacionais em 30 anos

R$ 55 mi    
     (3)

R$ 186 mi         (7)

Rendas com Futebol em 30 anos

R$ 1,033 bi      (4)

R$ 1,125 bi        (8).

 

Ou seja:
Números do projeto do EX, em 2003
Linhas 1 + 2 + 3 + 4 = R$ 1, 211 bi para o Palmeiras; 
Projeto EX (X) = R$ 1,211 bilhão

Números do projeto atual, de Belluzzo
5 + 6 + 7 + 8 = R$ 1,677 bi para o Palmeiras
Projeto Atual (B) = R$ 1,677 bilhão

B – X = R$ 466 milhões ou 38,48% de vantagem para o projeto atual.

Conseqüentemente, o mesmo personagem que reclama da baixa remuneração
da WTorre ao Palmeiras, 7 anos atrás aceitaria receber, ao longo dos
mesmos 30 anos, um montante financeiro inferior a R$ 466 milhões, menos
38,48%.

Parece claro que algumas pessoas nunca se importam com os
meios. Pensam, apenas, em alcançar os seus fins.

Em tempo: dia 20 de maio, a Folha de São Paulo, outra vez, publicou no
Painel FC esta notícia “DDI. O ex-candidato oposicionista palmeirense
Roberto Frizzo, que ficará na Itália ate o começo de junho, está
contatando conselheiros aliados para que votem contra o projeto da nova
arena.”

Salvo engano, o Sr. Frizzo e o Sr. Majzoub são aliados
políticos. O discurso de ambos do jeito que está não é afinado. Estas
discrepâncias (um dizendo que a oposição não é contrária à arena e o
outro recomendando aos aliados para que votem contra), enquanto
murmuradas nas alamedas do Parque Antarctica podem confundir os mais
desavisados; lidas no jornal de maior circulação no Brasil têm, sem
contestação, outro peso e depõem contra a credibilidade dos seus
autores.

Vittorio Alessandro E. Pescosolido

Advogado – OAB/SP: 35.162

Sócio Benemérito da Sociedade Esportiva Palmeiras

24 respostas em “O QUE TODO PALMEIRENSE TEM QUE SABER”

23 – Alberto

AUAHUAHUAUHAHUAHAHAU
esse Alberto é doido mesmo…

auhauahuaha

FIM DO CONSELHO VITALICIO
SEPARAÇÃO DO TIME DO SOCIAL
QUERO MEU PALMEIRAS DE VOLTA

ABS

Penso que só o futebol pode mover o brasileiro a ações que superem sua tradicional inércia de não fazer nada contra as mazelas que o afligem.

Sonho em ver a Rua Turiassu em chamas, com carros virados, bombas de gás lacrimogênio, incêndio e corpos de conselheiros espalhados pelo chão, em meio a sangue e cacos de vidro, CASO A ARENA NÃO SAIA DO PAPEL.

Calma, pessoal. É só um sonho.

Caros palestrinos a oposição utiliza de golpes baixos para avacalhar projetos dos quais nunca conseguiram realizar, sendo assim, no próximo dia 31 devemos ser enfaticos tanto quanto eles e ir até o extremo dentro da legalidade para permitir esse avanço imensuravel ao clube. Estarei lá em frente ao Palestra e convoco a todos a fazer o mesmo, como sempre precisamos lutar contra tudo e todos.

19 – Vicente

ta esquecendo das coisas já?…rsrs

no seu texto:

“”da Folha de São Paulo, mais conhecida como DOO (Diário Oficial da Oposição)””

abs

Raul (14) não sei se esse documento ou se esse tipo de esclarecimento será dado.

Talarico (13) a reunião tem motivação política. Por exemplo, um aliado de Mustafá Contursi participou de todas as reuniões na WTorre entre 2009 e 2010 acompanhando o projeto. Fazia muitas perguntas sobre tamanho de vestiário, localização de finásios, esse tipo de coisa. Esse conselheiro aliado do Mustafá representava o COF no grupo que coordenava a arena. Portanto pergunto: qual a dúvida do ex-Presidente e seus aliados?

Sobre os sócios, muitos embarcaram na onda.

Só não entendi o seguinte: o que é DOO?

Abs

O que me estranha é que nao ouço nenhuma manifestaçao da posiçao. Eles acreditam que realmente isso pode acontecer ??E pq tambem nao articulam??? Náo promovem?? Nao faz força politica??

Cada dia dá mais ÓDIO desses seres abjetos que insistem em prejudicar a S.E. Palmeiras!!

olá galera acompanhem minhas opiniões no
youtube.com/joaricomenta
la estou falando sobre o absurdo do morumbi na copa, sobre arbitragem, calendario e sobre o verdão tambem!
abraço a todos

twitter: joariaires

Vicente,

qual a possibilidade desse documento ser apresentado na tal reuinão do dia 31?

é um valioso argumento a nosso favor.

acabaria de vez com eles.

vai Palmeiraass!

putz esse texto e pra apludir em pé..

Vicente..

se esta tudo amarrado corretamente no juridico..

QUAL O PROPOSITO DESSA REUNIAO MALDITA?

e so pra encher a paciencia… gerar tumulto e melar a partida de despedida… certo?

e pq ninguem do Palmeiras divulga este texto na midia… inclusive no DOO ( foi otima essa)..

abs

Excelente explanação, parabéns ao autor. Por que a direção do Palmeiras não levantou esses dados há muito tempo, nem os divulgou amplamente junto aos formadores de opinião e público em geral?

Caro Vittorio Pescosolido, eu não consigo entender pq vcs, advogados que são, ainda não impetraram um Mandado de Segurança preventivo expondo ao juiz o projeto aprovado pelo CD e pela AGS e o atual, e provando que não houve alterações suficientes para novos entraves ao início das obras, como essa nova aprovação pelo CD, garantindo, com isso, o início das obras e impedindo qualquer ação, pela via judiciária, da oposição.
Será que é difícil isso? Parece que só tem incompetente nessa diretoria, sempre se fazendo de vítimas da oposição.
Vamos trabalhar mais e chorar menos…

Otimo texto, gostaria muito que fosse circulado em midias maiores como o Estadao, pelo simples prazer de humilhar o musgamba fdp

Olha, sou a favor da Arena como qualquer palmeirense de verdade.Mas onde está o contrato?a oposição não é de toda burra ao usar isso como argumento, dá uma sensação de insegurança jurídica.
O ato jurídico é perfeito e cabe, inclusive, medidas dos demais sócios do clube para que o estatuto seja respeitado e cumprido. Há previsão no estatuto para reverter a situação? como, por exemplo, impedimento da assinatura do contrato?

Ótimo texto. Favor divulgar em todos os meios possíveis. Perder a chance de ter uma Arena é algo inadmissível, bando de velhos vagabundos.

Parabéns ao autor do artigo. Muito bem explicado e detalhado

Poderiamos contratar um ilustrador para desenhar todos esses argumentos expostos no artigo. Quem sabe assim esses “conselheiros” entendam.

Temos que divulgar os nomes desses conselheiros, tem que expor esses caras. Se eles defendem os interesses do Palmeiras, segundo dizem (tsc tsc tsc), eles não devem se opor a isso….

Maledetos…..

VITTORIO PESCOSOLIDO

Excelente texto. A Arena sairá quer a oposição queira … ou não !

Forza PALESTRA!

Excelente artigo. Pena que esse tipo de reação esteja ocorrendo apenas aos 44 do segundo tempo, quando na verdade, após 18 meses de administração Belluzzo, esse tipo de ação da oposição já deveria estar neutralizada.

A comunicação do Palmeiras e da WTorre na questão da Arena é PÉSSIMA. Isso dá margem para o surgimento de gente jogando contra no clube e na imprensa, causando angústia na torcida.

Rezemos para que tudo saia bem e o Palmeiras no final de todo esse sofrimento possa ressurgir.

Sempre esses dinossauros atrapalhando a vida do verdão. Bando de bambis e gambás.

Muito bom o texto. Espero que a diretoria tenha tudo isso em mãos pra apresentar na famigerada data…

Vicente,a diretoria do Palmeiras tem que detalhar este post no dia da reunião.

Isso por si só acaba com qualquer argumento daquele ditador asqueroso.

O presidente Belluzzo tem que esfregar isso no meio da cara dele.

Espero que a diretoria esteja armada para sair da reunião com a arena pronta para ser iniciada em 10 ou 11/06 e não mais para por qualquer tipo de medida.Que liminar concedida seja caçada na mesma hora.

Os comentários estão desativados.