Categorias
Arenas

Aproveitadores

Pessoal,

Como já mencionado neste
espaço, o SPFC não iria deixar assim a exclusão do seu estádio da Copa do Mundo
de 2014.

Agora observamos mais
uma estratégia sendo adotada a fim de novamente atrair investimentos públicos
para o estádio e mais investidores privados para darem “um tapa” no estádio do
Morumbi.

A estratégia agora são
as Olimpíadas. Vejam a notícia abaixo.

Fora da Copa, Morumbi
segue confirmado nas Olimpíadas, independente de obras.

http://esporte.uol.com.br/rio-2016/ultimas-noticias/2010/06/17/fora-da-copa-morumbi-segue-confirmado-nas-olimpiadas-independente-de-obras.jhtm

Até quando esse clube continuará sua histórica trajetória
de apego ao bem público?

Abraço,

Claudio Baptista Jr. –
muito contrariado com a falta de transparência nas discussões sobre a sede
paulista e investimentos públicos na cidade para a Copa de 2014.

13 respostas em “Aproveitadores”

bom o mais inteligente é que os jogos das olimpiadas em sp, sejam no mesmo estádio sede da copa do mundo, até pq a repercussão internacional seria catastrófica, tiram as olimpiadas de um ótimo estádio, moderno e novo e colocam numa porcaria daquelas, acho que elas vão cair de quatro de novo, o bom de tudo isso é que elas já tão ficando nervosinhas e perdendo a compostura, vão pagar caro por isso, lembro de um Palmeiras e Bambis no Palestra que o juiz roubou tanto, bateram no Valdivia até ele sair machucado, anularam um gol legal e faziam falta toda hora e o juiz não dava, problema é que a arbitragem se virou pro lado dos gambás agora.

#10 Fernando, alguns esportes olímpicos são realizados em cidades próximas, dependendo da necessidade. Por exemplo, se numa cidade sede não tiver litoral ou tiver ondas que não são boas para a prática de esportes aquáticos, estes esportes podem ser alocados para outra cidade próxima.

No caso dizem que no Rio só tem o Maracanã pois o Engenhão seria utilizado no atletismo, então algumas partidas de futebol seriam no Morumbi. Isso aconteceu em Pequim, alguns jogos foram em cidades próximas. Lembro de uma matéria no Sportv dizendo que uma dessas cidades era praticamente inteira fabril.

Agora, se na Copa do Mundo que é um evento até mais assistido que Olimpiadas muitos jogos não batem 40000 pessoas, imagine com as restrições olimpicas de idade nas convocações – sem grandes estrelas o público médio seria certamente menor. Estes jogos podem muito bem ser na Arena Palestra ou até mesmo no Pacaembu, mas os patifes do Jardim Leonor não abrem mão de roubar o erário sempre que possível.

PARA TUDO..

OLIMPIADAS NAO SERA NO RIO DE JANEIRO…???

nao entendi 🙁

abs

Pois é, Manuel.

Um Comitê que perde o estádio nomeado e o presidente não só continua lá, mas também fazendo lobby contra outros.

Só não digo que não dá para entender porque todos nós sabemos o grau de comprometimento que tem o Caio Carvalho com o SPFC.

Só que em qualquer empresa, essa figura já estaria na rua.

Abraço.

Incrível que o Caio Carvalho, praticamente um subordinado do SPFC, ainda esteja liderando o COL da Copa. Falta vergonha na cara para esse cidadão.

Me lembra muito o caso do Nuzman, que enquanto não conseguiu trazer a olimpíada, não sossegou.
Agora, nossa briga será para deixar esse estádio, a ser construído, pronto para a copa e para as olimpíadas!!! Nossa luta é contra os bambis…o resto é resto!!!!

São muito sujas mesmo.Vai ser o fim da picada usar um evento esportivo que vai acontecer em outro estádio para faturar a reforma do Morumbi.Se for necessário utilizar a cidade de SP,que o novo estádio a ser construído para a copa já esteja adaptado também para as Olimpíadas.

Só falta essa.

Cunio, com aquele pessoal temos que estar sempre alertas.

Abraço.

Pessoal, muita calma… Deixemos o desespero deles “aflorar”. Deixem que as borboletas saiam dos casulos e batam suas asas em revolta. Assistamos de camarote o desespero daqueles que sempre usaram o governo e a canalhice da aristocracia como muleta.

A barulheira bambi através da UOL/FOLHA continua. Querem transformar os bambis nos martires, e estão misturando problemas na justiça do Ricardo Teixeira com os problemas insolúveis do Morumbi.

Os comentários estão desativados.