Categorias
Arenas

As estatísticas do Palestra Itália

Nesta próxima sexta-feira, dia 9, teremos a despedida oficial do Palestra Itália. A partir daí ficaremos cerca de dois anos aguardando uma nova casa.

O colaborador do 3VV e Diretor do Departamento de Acervo Histórico e Memória da SE Palmeiras, Luciano Pasqualini, preparou um conjunto de estatísticas a respeito do Palestra Itália ao longo da sua história.

Vejam abaixo:

CRONOLOGIA

1917 – Primeira partida do
Palestra no Parque da Antarctica

21/04/1917 – Palestra Itália 5 x 1 Internacional
S.C. [da capital]
Palestra: Flosi, Bianco, Grimaldi, Bertolini, Picagli, Fabbi, Caetano,
Ministro, Heitor, Orlando, Martinelli.
Gols: Heitor (4) e Caetano (1)

1917 – Primeiro jogo contra o Corinthians

06/05/1917 – Palestra Itália 3×0 Corinthians
Palestra: Flosi; Grimaldi e Bianco; Picagli, Bertolini e Fabbi; Caetano,
Ministro, Heitor, Orlando e Martinelli.
Gols: Caetano
(3)

1920 – Compra do Parque da
Antarctica

26/04/1920 –
O presidente David Menotti Falchi, o Secretario Geral  Eurico Belli e o Tesoureiro em exercício  Luigi Izzo, devidamente autorizados pelo
Conselho Deliberativo, comparecem em cartório para assinar a lavratura da
escritura de compra e venda, redigida pelo 11º Tabelião de São Paulo.



1920 – Primeiro jogo como proprietário do Palestra Italia

16/05/1920 – Palestra Italia 7 x 0 Mackenzie
Palestra: Primo, Bianco, Pedretti;  Bertolini, Picagli, Fabbi; Caetano, Ministro,
Heitor, Imparato I e Imparato II.
Gols:
Caetano (3), Heitor (2), Fabbi e Imparato.

1920 – Maior Goleada e Recorde de Artilheiro em uma partida

08/08/1920 – Palestra Italia 11 x 0
Internacional S.C. [da capital]
Palestra: Flosi; Bianco, Pedretti; Bertolini, Picagli, Fabbi; Caetano,
Ministro, Heitor, Imparato I e 
Martinelli.
Gols:
Ministro (2), Imparato I (2), Caetano e Heitor (6)
Obs.: Com os 6 gols marcados Heitor estabeleceu o recorde nunca batido.
Curiosamente o próprio Heitor igualou o recorde de 6 gols em uma mesma partida,
sete anos depois, em 17/07/1927 em goleada de 11 a 2 contra o Corinthians de
Santo André. Os dois jogos foram oficiais valendo pelo Campeonato Paulista.

1921 – Primeiro jogo contra
o Santos no Palestra Italia

20/11/1921 – Palestra Italia 6×1 Santos F.C.
Palestra: Primo; Bianco e Gasperini; Bertolini, Picagli e Italo; Zanelli,
Forte, Heitor, Imparato I e Martinelli.
Gols:
Bertolini, Imparato I (3), Heitor e Forte

1922 – Primeiro jogo
Internacional – Taça Guarany

26/10/1922 –
Palestra Italia 4×1 Seleção do Paraguai
Palestra: Primo, Nigro, Gasperini, Bertolini, Xingo, Fabbi, Ministro, Forte,
Heitor, Imparato I e Martinelli.
Gols: Heitor (3) e Imparato I (1)

1926 – Campeão Paulista
Invicto

29/08/1926 –
Palestra Italia 5×0 São Bento [da capital]
Palestra: Primo; Bianco e Loschiavo; Xingo, Amilcar e Serafini; Mathias I,
Carrone, Heitor, Imparato Ii e Melle. T: Amilcar Barbuy
Gols: Mathias I, Heitor, Carrone (2) e Nico (contra)

1927 – Campeão Paulista
Extra

13/02/1927 –
Palestra Italia 1×0 Syrio
Palestra: Primo; Bianco e Pepe; Xingo, Amilcar e Serafini; Tedesco, Heitor,
Miguelzinho, Carrazzo e Perillo. T: Amilcar Barbuy
Gol: Amilcar.

1927 – Campeão Paulista

18/09/1927 –
Palestra Italia 7×2 Portuguêsa
Palestra: Nani; Bianco e Pepe; Xingo, Amilcar e Serafini; Tedesco, Carrone, Heitor,Lara
e Melle. T: Amilcar Barbuy
Gol: Lara (3) Heitor (2) Carrone e Serafini.

1929 – Primeiro jogo contra
equipe Européia no Palestra Italia

14/07/1929 –
Palestra Italia 5×2 Ferencvaros da Hungria
Palestra: Nascimento; Bianco e Miguel II; Pepe, Gogliardo e Serafini;
Ministrinho, Carrone, Miguelzinho, Lara e Osses. T: Amilcar Barbuy.
Gols: Miguelzinho (4) e Ministrinho (1)

1932 – Campeão Paulista
Invicto

11/12/1932 –
Palestra Italia 8×0 Santos
Palestra: Nascimento; Loschiavo e Junqueira; Tunga, Gogliardo, Adolfo; Avelino,
Sandro, Romeu, Lara e Imparato IV. T: Humberto Cabelli
Gols: Romeu (2) Imparato IV (2) Lara, Sandro, Avelino e Gogliardo

1933 – Inauguração do Estádio Palestra Italia em Concreto
Armado

13/08/1933 –
Palestra Italia 6 x 0 Bangu
Palestra: Nascimento, Carnera, Junqueira, Tunga, Dula (Zico), Tuffy, Avelino,
Gabardo, Romeu, Lara, Armandinho – T: Humberto Cabelli
Gols: Gabardo (2), Avelino (2), Romeu (2).

1933 – Maior Goleada sobre o Corinthians 8×0

05/11/1933 –
Palestra Italia 8 x 0 Corinthians
Palestra: Nascimento, Carnera, Junqueira, Tunga, Dula, Tuffy, Avelino, Gabardo,
Romeu, Lara, Imparato IV – T: Humberto Cabelli
Gols: Romeu (4) Imparato IV (3) e Gabardo.

1933 – Campeão Paulista

12/11/1933 –
Palestra Italia 1×0 São Paulo [da Floresta]
Palestra: Nascimento, Carnera, Junqueira, Tunga, Dula, Tuffy, Avelino, Gabardo,
Romeui, Lara, Imparato IV – T: Humberto Cabelli
Gol: Avelino

1933 – Campeão do 1º Campeonato Nacional de Clubes
Profssionais

10/12/1933 –
Palestra Italia 2×1 Fluminense
Palestra: Nascimento, Carnera, Junqueira, Tunga, Dula, Tuffy, Avelino, Gabardo,
Romeui, Lara, Imparato IV – T: Humberto Cabelli
Gols: Gabardo e Dula.

1935 – Primeiro jogo contra
o São Paulo no Palestra Italia

10/03/1935 –
Palestra Italia 2×2 São Paulo F.C.
Palestra: Batatais; Carnera e Machado; Tunga, Dula e Tuffy; Ministrinho,
Mendes, Gabardo, Carnieri e Imparato IV. T: Ventura Cambon
Gols: Gabardo e Mendes.

1937 – Campeão Paulista de 1936

09/05/1937 – Palestra Italia 2×1 Corinthians
Palestra: Jurandyr; Carnera e Begliomini; Tunga, Dula e Del Nero; Frederico,
Luizinho, Niginho, Moacyr e Imparato IV.
T: Matturio Fabbi
Gols: Luizinho e Moacyr

1937 – Primeira Experiência
de Iluminação Noturna

15/07/1937 –
Palestra Italia 0x0 Vasco da Gama
Palestra: Jurandyr; Carnera e Begliomini; Tunga, Dula e Del Nero; Lara,
Luizinho, Moacyr, Rolando e Imparato IV. T: Matturio Fabbi

1938 – Campeão Paulista
Extra

18/09/1938 –
Palestra Italia 2×1 Corinthians
Palestra: Jurandyr; Carnera e Junqueira (Begliomini);Ruiz, Gogliardo e Del
Nero; Filó, Luizinho, Barrilote, Rolando e Mathias III. T: Ramon Platero.
Gols: Barrilote e Rolando

1964 – Inauguração do Jardim Suspenso

07/09/1964 –
Palmeiras 2 x 0 Esportiva de Guaratinguetá
Palmeiras: Valdir, Caetano, Djalma Dias, Valdemar Carabina, Ferrari, Dudu,
Tupãzinho, Gildo, Ademar Pantera, Picolé, Rinaldo. T: Silvio Pirilo
Gols: Ademar Pantera e Rinaldo.

1971 – Primeiro jogo de
Copa Libertadores no Palestra Italia

03/03/1971 –
Palestra Italia 3×0 Deportivo Galicia da Venezuela
Palmeiras: Leão, Eurico, Luis Pereira, Nelson, Dé; Dudu e Ademir; Fedato,
Hector Silva (Odair), Cesar e Pio. T: Rubens Minelli
Gols: Cesar, Fedato e Hector Silva

1976 – Campeão Paulista e Recorde de Público

18/08/1976 –
Palmeiras 1×0 XV de Piracicaba
Palmeiras: Leão, Valdir, Samuel, Arouca, Ricardo, Pires, Ademir da Guia, Edu,
Jorge Mendonça, Toninho, Nei.  T. Dudu
Gol: Jorge Mendonça
Público: 40.283 pagantes

1990 – Recorde de Invencibilidade

02/09/1990 –
Palmeiras 0x0 Santos
Palmeiras: Velloso; Marques, Toninho, Aguirregaray, Dida; Elzo, Betinho e
Ranielli; Jorginho, Roger e Careca (Edson). T: Telê Santana
Obs.: Neste jogo o Palmeiras completou 68 jogos invictos no Palestra Italia,
registrando um Recorde de Invencibilidade reconhecido internacionalmente, que
durou 4 anos.

1996 – Campeão Paulista

02/06/1996 –
Palmeiras 2×0 Santos
Palmeiras: Velloso; Cafu, Sandro, Cleber (Claudio) e Junior (Elivelton); Amaral
(Marquinhos), Galeano, Djalminha e Rivaldo; Muller e Luisão. T: Luxemburgo
Gols: Luisão e Cleber

1998 – Campeão da Mercosul

29/12/1998 –
Palmeiras 1×0 Cruzeiro
Palmeiras: Velloso; Arce, Junior Baiano, Roque Junior e Junior; Tiago Silva,
Rogerio, Alex (Almir), Zinho (Aguinaldo); Paulo Nunes e Oseas (Pedrinho). T:
Felipão
Gol: Arce

1999 – Campeão da Libertadores

16/06/1999 –
Palmeiras 2×1 Deportivo Cali
Palmeiras: Marcos; Arce (Evair), Junior Baiano, Roque Junior e Junior; Cesar
Sampaio, Rogerio, Alex (Euller) e Zinho; Paulo Nunes e Oseas. T: Felipão
Gol: Evair e Oseas
Penaltis:  Junior Baiano, Roque Junior,
Rogerio e Euller.

1999 – Campeão da Libertadores

16/06/1999 –
Palmeiras 2×1 Deportivo Cali
Palmeiras: Marcos; Arce (Evair), Junior Baiano, Roque Junior e Junior; Cesar
Sampaio, Rogerio, Alex (Euller) e Zinho; Paulo Nunes e Oseas. T: Felipão
Gol: Evair e Oseas
Penaltis:  Junior Baiano, Roque Junior,
Rogerio e Euller.

2008 – Campeão Paulista

04/05/2008 –
Palmeiras 5×0 Ponte Preta
Palmeiras: Marcos (Diego Cavalieri); Elder Granja, Gustavo, Henrique, Leandro;
Pierre, Martinez, Diego Souza e Valdivia; Kleber (Denilson) e Alex Mineiro
(Lenny). T: Luxemburgo.
Gols: Alex Mineiro (3), Valdivia e Ricardo Conceição (contra).

 

CURIOSIDADES

Eventos

  • 29/05/2010 – show do Aerosmith
  • 13/03/2010 – show do Guns N´Roses
  • 05/04/2008 – show do Ozzy Osbourne com abertura do Korn e Black
    Label Society
  • 04/04/2008 – show do Rod Stewart
  • 02/03/2008 – show do Iron Maiden
  • 21/04/2007 – show do Evanescence
  • 06/12/1997 – show do Charlie Brown Jr, Whitesnake, Megadeth e
    Queensryche
  • 01/05/1993 – show do Mettalica
  • 01/08/1992 – show do Iron Maiden
  • 23/09/1990 – show do David Bowie
  • 10/08/1990 – show do Legião Urbana [gravação ao vivo]
  • 12/10/1988 – show do Bruce Springsteen

 

10 respostas em “As estatísticas do Palestra Itália”

O palmeirense engordou, muita pizza e macarronada! Kkkkkkkkkkkk…

Em 1976 cabiam 40 mil pessoas no Palestra, hoje cabem 26 mil.
Detalhe: não existia a arquibancada do setor família e também tinha um vão entre a ferradura e a numerada descoberta.
Ou o estádio encolheu ou o palmeirense engordou.

Fui no show do Mettalica em 93 na pista, o show foi bom, mas a organização foi uma merda, estava entre os primeiros da fila, derepente uma confusão, a PM sentando a borrachada em todo mundo, virou uma zona e fiquei pra trás. Depois deste show desencanei de ir ver bandas de rock em estádio, pagar caro pra apanhar da polícia não dá!

Perguntas:

1- Este recorde de 68 jogos (4 anos) já foi batido?
2- O jogo de 1976 foram mais de 40 mil PAGANTES mesmo?

Fui nesse show do Iron em 92.
Meu primeiro show ao vivo. Emocionante.

Vai dar saudades do velho palestra! Espero que sejamos tão felizes na nova arena, quanto fomos no velho palestra.

E depois ainda temos que ouvir sobre “Fantasma do Palestra”… e o pior é que os jogadres cabecinhas fracas embarcam nessa!!

tem q levantar esse post e enviar pra imprensinha sempre q vierem com papinho de “fantasma do Palestra”

obs: é impressao minha ou ta devagar a venda de ingressos para a despedida?

Estou so esperando o dia da inauguracao,quando estarei com 71 anos, mas pretendo estar la.

Que historia temos hein!!! simplesmente é de nos encher de orgulho,muito orgulho!!! Palestra rumo a modernidade!!!! Scoppia Palestra

Os comentários estão desativados.