Categorias
Direto da Fonte

Palmeiras celebra parceria nas categorias de base com C.A. do Paraná

Agência Palmeiras
Fernando Galuppo
25/07/2010 12h14
Divulgação
Dirigentes do Palmeiras e do CAPA selam parceria
Na noite desse sábado (24/7), no Centro de Treinamento do Caqui, em Colombo – região metropolitana de Curitiba – a Sociedade Esportiva Palmeiras oficializou a parceria com o Clube Atlético do Paraná, cujo objetivo é voltado para a formação de atletas na categoria sub-15 do futebol. 

Representando o Palmeiras, estiveram presentes os conselheiros Ricardo Arcediacono e Cesar Augusto Lemos, o popular Cesar Maluco, atacante do Verdão nos anos 60. Além do diretor das categorias de base, Lourival Silvestre, e o coordenador do futebol de base, Marco Antonio Biasotto. Por parte do CAPA estiveram presentes, Tiago Silva, gestor da entidade, Marco Aurélio de Abreu, investidor, e Luis Carlos Silvério, presidente do clube. 

Desde 2006, o CAPA treina, qualifica e forma atletas na categoria sub-15. O clube conta com garotos que vem de todas as partes do país com o sonho de se tornarem grandes astros do futebol. Durante os últimos quatro anos, mais de 1.000 garotos já passaram pelo Centro de Treinamento do Caqui, onde encontraram suporte técnico, estrutura física e treinamento diferenciado. 

Contando com uma das mais modernas estruturas do país, o local conta com alojamentos para 50 atletas, sala de informática, centro de preparação física, piscina, restaurante, uma capela, campos de treinamento construídos com todas as normas exigidas pela Fifa, dispostos numa área total de 21 alqueires. Além de contar com profissionais da área de Educação Física, equipe multidisciplinar , assistente social, psicólogas e pedagogas. 

Atualmente, cerca de 40 atletas formados pelo CAPA atuam em clubes brasileiros, desde as categorias de base até o profissional. O grande diferencial é o tratamento individual que é oferecido aos atletas. “Aqui os garotos são tratados como crianças e não como números. Respeitamos a história de vida de cada um e sabemos da importância que temos na formação deles como pessoas”, disse Luis Carlos Silvério. 

“Nos anos 60, era duro de ter uma estrutura como essa. O jogador pegava a chuteira embaixo do braço e ia tentar a sorte por aí. Parabéns a todos por essa parceria. Todos sairão vitoriosos, tenho certeza”, afirmou Cesar Augusto Lemos, o Cesar “Maluco”, ídolo do Palmeiras na década de 60. 

Autoridades locais, sorteio de brindes do Palmeiras, um jantar típico italiano – com muito vinho e macarrão – e música ao vivo foram as atrações da festiva noite que selou uma parceria que tem duração de 5 anos, com prioridade de renovação. 

“Assumimos um compromisso sério com o Palmeiras. Esssa parceria será um diferencial no planejamento do alviverde, a longo prazo. A torcida e os dirigentes do Verdão podem ter certeza que honraremos o nome da instituição e sua história gloriosa”, disse Marco Aurélio de Abreu. 

Nesse domingo (25/7), haverá um torneio quadrangular envolvendo as equipes sub-15 locais e o Palmeiras no Centro do Caqui inaugurando as atividades da parceria.