Categorias
Opinião

OPINIÃO DO CRISCIO: torcer ou não torcer

POR VICENTE CRISCIO

Entre apresentação de Valdívia, derrota pro Vitória, vitória contra o Atlético e Felipão mostrando porque é Felipão, o fato que também me chamou atenção essa semana – e também dos palmeirenses na fria numerada do Pacaembu – foi a pesquisa IBOPE sobre torcidas.

Infelizmente pro palmeirense a pesquisa não trouxe boas notícias. Não só nos consolidamos no quarto lugar – antes podíamos dizer que havia um certo empate técnico com o SPFC – mas também estamos envelhecendo. Pelo menos essa é a constatação da pesquisa. Veja os quadros abaixo. A fonte é o Lancenet.

***

Como vemos acima a pesquisa aponta que nossa torcida tem 11,6 milhões de torcedores. Sempre questiono esse tipo de pesquisa porque ela é muito influenciada pelo momento, ao mesmo tempo que não avalia o grau de fanatismo do torcedor. Erich Beting fez excelente artigo sobre isso. Clique aqui e leia.

De qualquer forma, desvio padrão e de comportamento à parte, devemos sim analisar a pesquisa como uma referência. Se projetarmos um futuro sobre o padrão das pesquisas anteriores e principalmente nossa pouca representatividade frente os jovens (incrivelmente o time do Cruzeiro aparece na frente do Palmeiras entre os jovens de 10 a 18 anos).

***

Nas numeradas do Pacaembu um preocupado palestrino dizia: “precisamos ganhar títulos”. É verdade. Mas não só títulos. Precisamos de ídolos. Precisamos de jovens que sejam admirados pela garotada e esta se deixe influenciar positivamente, e com isso ganharmos jovens torcedores. Além disso precisamos de ações de marketing que potencializem esses ídolos junto aos jovens, aproximando-os, humanizando-os destes pequenos futuros consumidores.

Por isso hoje minha opinião se encerra dando uma no cravo e outra na ferradura: acertamos fortemente em repatriar Valdívia e trazer Kléber. Os dois são ídolos da garotada, formadores de torcida, e bem trabalhados pelo marketing, e naturalmente com a ajuda de títulos, mudaremos a tendência.

Por outro lado erramos fortemente. Quando? quando permitirmos – por incapacidade financeira ou de gestão no futebol – que estes dois ídolos saíssem.

Podemos reverter esse quadro? claro! Mas dependemos de uma gestão orientada para o rejuvenescimento de nossa torcida. O trinômio “ídolo + títulos + marketing” será fundamental. O “empurrãozinho” do Presidente nesse sentido, mandando uma ordem inequívoca para que todos os departamentos trabalhem com essa preocupação em formar torcida também ajuda. Isso leva tempo, muito tempo para vermos na prática o resultado. Mas tem que aproveitar a onda do retorno do Gladiador e de El Mago e começar agora.

Saudações Alviverdes!

38 respostas em “OPINIÃO DO CRISCIO: torcer ou não torcer”

Não é para nos supreendermos, depois de 10 anos e só um mísero campeonato paulista até a torcida do Santos cresceu mais que a nossa. Se formos ver até que estamos bem de torcida na faixa etária dos 15 aos 25 anos, pois essa massa de torcedores são aqueles que conquistamos durante a década de 90.

O problema hoje são as crianças com menos de 15 anos…só tem gambá e bambi com alguns poucos palmeirenses e santistas no meio.
Geralmente essas crianças palmeirenses são filhos de pais palmeirenses que não deixam elas virarem pro outro lado.
O resultado da gestão Mustafá pós parmalate está aí: Nenhum título de expressão, torcida diminuindo e uma segunda divisão nas costas.
Claro que nem tudo está perdido. Mas precisamos entrar novamente no caminho dos títulos e dos grandes ídolos aliados a um departamento de marketing esperto e sabedor das nossas necessidades.

Enquanto morava em São Paulo, até 2006, já havia notado o maior número de bambis.
Ainda bem que, qdo. voltei pra Jundiaí, tive a alegria de perceber que aqui ainda não fomos ultrapassados pela torcida da modinha.

Gente, simpatizante não é torcedor. Alguém acha que o Palmeiras tem contratos publicitários melhores do que os dos bambis pela competência da diretoria? As empresas sabem distinguir torcedores-consumidores de simpatizantes que não sabem o nome de 3 jogadores do time. E palmeirense que deixa o filho virar bambi é incompetente.

Eu acho que a receita para aumentar a torcida é: ganhar títulos e formar times fortes, com ídolos, jogadores com quem o torcedor se identifique. Por isso não canso de elogiar o Beluzzo no momento atual. Trouxe de volta dois ídolos recentes, em plena forma, não em fim de carreira, e um dos maiores técnicos na nossa história.

Eu acho o marketing importante, mas muito mais como forma de gerar receitas do que de conseguir torcedores. Porque com um time cheio de Deyvids Sacconis e Eniltons, não há marketing que salve!!

TIMEMANIA

Acumulado 2008
1º FLAMENGO RJ 4.717.779 8,38%
2º CORINTHIANS SP 3.658.933 6,50%
3º PALMEIRAS SP 2.835.538 5,03%
4º SAO PAULO SP 2.637.480 4,68%
5º GREMIO RS 2.348.851 4,17%
6º SANTOS SP 2.252.180 4,00%
7º INTERNACIONAL RS 2.002.534 3,56%
8º VASCO DA GAMA RJ 1.910.722 3,39%
9º CRUZEIRO MG 1.668.479 2,96%
10º BOTAFOGO RJ 1.610.430 2,86%

Acumulado 2009
1º – FLAMENGO-RJ – 3.823.659 – 6,93%
2º – CORINTHIANS-SP – 3.282.363 – 5,95%
3º – PALMEIRAS-SP – 2.428.271 – 4,40%
4º – SÃO PAULO-SP – 2.367.273 – 4,29%
5º – GRÊMIO-RS – 2.170.660 – 3,93%
6º – SANTOS-SP – 2.008.285 – 3,64%
7º – INTERNACIONAL-RS – 1.892.596 – 3,43%
8º – VASCO DA GAMA-RJ – 1.796.310 – 3,26%
9º – CRUZEIRO-MG – 1.634.333 – 2,96%
10º – BOTAFOGO-RJ – 1.515.907 – 2,75%

Ainda não consegui o de 2010…
Raul (#29), complementando sua resposta, acho que uma coisa que o Presidente poderia fazer é defender estes núemros sempre que forem trazidos os IBOPES da vida nas discuções de cotas e Patrocínios… argumentos ele tem.
Fora isso, poderia mandar o Cipullo embora… e argumentos aos pais com seus filhos antes (Kleber, Valdivia, Titulos, etc).

Gde Abraço,
FC

PS: é por isso que ficamos MUITO DOENTES qdo um monte de jogador e técnico “nádega-flácida” entrega jogos e títulos (BR-09, BR-08, Copa do Brasil 2010, Paulista-09, etc).
Nâo é somente pelo jogo, ou pelo orgulho no dia seguinte, mas é o longo prazo que estes resultados fazem estragos.

Dúvida que já levantei outras vezes aqui:
POR QUE A TIMEMANIA NUNCA É LEVADA EM CONSIDERAÇÃO NESTE TIPO DE DIVULGAÇÃO ???
Sinceramente tem números mais confiáveis e amostragwm muito melhor do que as “meia-dúzias” de entrevistas que o IBOPE / DATAFOLHA ?ETC fazem…

Là o Plameiras, sempre aparece e apareceu em 3º.

Gde Abrax,
FC

O Vicente tem toda razáo.

Como tudo na vida temos explorar os pontos positivos que temos HOJE e programar um melhor amanhã.
Se não ganhamos títulos importantes, NÃO HÁ TIME NO BRASIL HOJE COM TANTOS ÍDOLOS JOGANDO: Marcos, Kleber, Valdivia e Felipão.
Temos que explorar isso !!!

Essa discussão de tamanho de torcida sempre dá pano pra manga. SInceramente, entendo os critérios, amostragem, blá,blá,blá… mas pra mim NÃO SÃO NEM NUNCA FORAM CONFIÁVEIS !!!

É obvio que nossa torcida não tem crescido como gostaríamos, e que os resultados desaminam os mais velhos e os mais jovens… e precisamos sim ter ações pra isso, além de ganhar títulos.

Dúvida que já levantei outras vezes aqui:

precisamos de títulos e ídolos, obviamente, mas é preciso avaliar também a qualidade e não só a quantidade. o Milan, a Internazionale,etc não tem mais torcedores que o palmeiras, nem tem os propalados 25 milhões de torcedores que tem o Flamengo, e apesar disso vão muito bem obrigado, pois o nível do torcedor destes times é outro, nem comparação com o nivel socio economico da torcida gambá e dos urubus, não é a toa que o palmeiras é bem rankeado pela Adidas em venda de camisas mundialmente.

e além disso, não esqueçamos que faz pouco tempo , o presidente do Ibope era o Montenegro, que era também presidente do Botafogo, não me surpreenderia que o presidente do ibope hoje fosse flamenguista.

alguém acredita nas pesquisas pras eleições também?

Leandro (#9) caramba não tinha esses dados desde a década de 80. Realmente é complicado. O trabalho tem que ser feito agora, com títulos, ídolos e ações de marketing que aproximem o ídolo da torcida. Discordo da argumentação que só título resolve.

O título é consequência de bons times e ídolos. Às vezes ganha, às vezes perde. O que não dá é ficar amargando eliminação em Copa do Brasil, Sul Americana, desclassificação de Libertadores, isso faz com que a garotada acabe indo na conversa dos amigos na escola.

Abs

No mínimo teremos a 4ª torcida do Brasil, para mim com o frio que estava no Pacaembú 10 mil torcedores tá bom demais.

Piada é achar que alguém comprou ingresso para ver o Valdivia ser apresentado…

Será que alguém pagou ingresso para ver o Valdivia dar uma passeadinha no gramado??? Acho que não, o time vinha de um empate com o fraco Goiás e uma derrota para o Vitória, não dá para querer muito mais gente.

Repito, para aumentar a torcida só tem uma solução, fazer times competitivos e ganhar campeonatos, o resto é só bla bla bla bla ………

Só por curiosidade, sem maldade ,o que vocês sugerem para o Presidente fazer??? Contratar barrigas de aluguel e literalmente “fazer” novos palestrinos ???

Quando a gente perde a capacidade de se espantar algo terrível como a queda vertiginosa da nossa torcida é porque a vaca tá indo pro brejo mesmo.

Se algo muito forte não for feito,em 10 anos,onde estaremos?

9000 mil pessoas na apresentação do Valdivia é piada.

Diretoria tem que acordar,e lotar os estádios.Não adianta insistir.40 REAIS não vai lotar o estádio.

Precisamos de títulos sim,mas as ações de marketing precisam ser pesadas para cativas novos torcedores.

Perder para o SP já é rídiculo,para o Cruzeiro é uma hecatombe.

Eu cresci na época da fila.Todo mundo me zoando,mas eu sabia que o Palmeiras é foda.Sabia que tinhamos a terceira torcida colada nos gambás e o flamengo não conta porque tudo quanto era rádio do Brasil só transmitia jogo do RJ para o Nordeste.E os locutores em geral eram flamenguistas.

Sinceramente,esse pesquisa me dá tristeza e mais ódio do Mustafá.

Espero que o atual presidente do Palmeiras veja uma pesquisa como essa com a preocupação que ela merece.É preciso criar um plano emergencial,se possivel criar um departamento com gente paga e especializada em marketing para recuperar a torcida perdida.Estamos envelhecendo,em 10 anos quantos vão sobrar?

ACORDA PRESIDENTE.

Não sei não. Uma pesquisa que diz que 36% dos entrevistados não tem time nenhum. Acho muito estranho isso.

Eu sinceramente acreditava bastante na vinda do Ronaldo G. para o Palmeiras, tinha a informação que estava quase tudo certo… hoje já joguei a toalha, não acredito mais.

Mas tem MUITA GENTE BOA na Internet que banca 100% na contratação do gaucho, dizem que o anúncio será essa semana, seria muito bom, mas eu desencanei…………………….

Perdemos torcida sim, e isso não é de hoje. Na minha época de escola (o antigo ginásio) de 1991 a 1994 já era assim, na minha sala eram, num total de uns 20 moleques, 3 palmeirenses, o resto metade gambá metade bambi.

Sem dúvida que nossa torcida tem mais personalidade e é mais fanática do que a dos bambis, mas que eles nos passaram em quantidade, isso é fato, e faz tempo.

A volta do Kleber e do Valdivia é muito mais importante do que parece. Vai muito além das quatro linhas. Quem dera tivesse realmente vindo o R. Gaucho também .

Leandro #21,

Sem problemas, as diferenças de opinião são sempre salutares.

Para mim futebol se ganha dentro de campo, se torcida ganhasse jogo os gambás seriam campeões todo ano, esse ano mesmo as bambis lotaram o panetone contra o Inter na Libertadores e deu no que deu.

Se o time é bom ganha contra quem for,a algumas rodadas atrás o Cruzeiro ganhou do Atlético Mineiro sem nenhum torcedor azul dentro do estádio, ou seja, futebol se ganha dentro de campo, torcida não faz diferença.

Mas se você quer aumentar a nossa torcida é fácil, apenas deixe nssso time ganhar alguns campeonatos que a torcida aumenta, para isso é necessário montar times competitivos, o que nossa diretoria está tentando, trazendo Valdivia, Kleber, etc…

Abraço

rsrsrs Leandro, claro que é dificil mas eu conto esta história pois realmente aconteceu…..o muleque me via ver os jogos, com camisa, me via ir nos jogos e acabou contagiado….

As duas frases mais marcantes foram: “Eu vierei Palmeirense pq o Franco nunca me pediu pra ser”…e quando o pai bilogico veio tirar um sarro quando o SPFC nos venceu “Pai, eu gosto do Palmeiras quando ele ganha ou perde!!!!!”..o que me enche de orgulho…rsrsr

#19 Franco, me passa a fórmula, pois estou numa cituação parecida… rs.

# 20, é “discordar” e não “descordar”.

Ainda sobre a pesquisa, ela é nacional, acho que numa pesquisa só com o Estado de SP ou Região Sudeste, o resultado seja mais desastroso.
Lembrando que aqui estamos falando de quantidade e não qualidade.

#14 Fernando, eu tb. Basta ver os relatos de pais de como dá trabalho manter o filho palestrino – precisamos mentir e omitir as coisas. Para o palmeirense menos fanático os filhos viram gambá ou bambi, pois é a tendência natural nos dias de hj.

#15 Valdir, nossa derrocada não vem de hj, vem desde os anos 80, nos últimos 30 anos tivemos o quê? 10 anos de alegrias? É +ou- a proporção da torcida que perdemos quase 1/3.

#18 Raul, me permita descordar de vc, pois creio que a torcida ganha jogo sim. 1) Lotando (qtde.) e cantando o tempo todo (qualidade) no estádio; 2) Sendo umas das 5 primeiras em venda da Adidas no Mundo; 3) Consumindo PPV, produtos licenciados, entre outros que geram receitas, consequentemente, bons times e disputar para ganhar campeonatos.

A Torcida, assim como a Camisa, Clube e Títulos são PATRIMÔNIOS e devem ser sempre valorizados e aumentados.

O fanatismo contagia, não tem outra formula….se o pai é fanático, dificilmente (as vezes acontece mas em proporção menor) o filho torcerá pra outro time….acho que é isso que acontece, filhos de simpatizantes serão simpatizantes……
Eu tenho um enteado, vivo com ele desde os 3 anos, ele tem 8 hoje, a familia inteira da mãe é gambá, com gente conselheira la dentro e tudo mais, o pai biologico e presente, é bambi, resumindo, só eu de Palestrino, advinha o que ele é hj? Sem esforço nenhum da minha parte, o muleque pede tudo do Palmeiras………

Torcida não ganha jogo, o que tem que fazer é montar bons times e ganhar campeonatos, o resto é perfumaria !!!

Por isso apóio os altos investimentos que a gestão Belluzzo está fazendo.
Sem grandes times, sem ídolos, sem títulos estamos perdendo espaço entre os jovens.

Preferência entre a mulecada de 10 a 15 anos, é sobre isso que flao no último parágrafo do meu post.

É meio óbvio a estagnação da torcida palmeirense, não ganhamos um título relevante há 11 anos, o Paulista é bom mas só tem “alguma relevância no estado de SP”, então é impossível que tenhamos um grand percentual de torcedores entre a mulecada dos 10 aos 18 anos, mas pode ser mudado com títulos, com ídolos.

Mas também devemos salientar que nossa torcida é bem homogência, não sofremos grandes variações devido aos anos sem títulos, por ex. segundo a pesquisa perdemos 200mil fãs em 10 anos, isso não pe nada se persarmos que não ganhamos títulos e temos poucos ídolos.

Agora a pesquisa é furrada, como o Flamengo pode ter 22,6%, Gambás 15,6%, bambis 12,2%, porra os bambis nesse perído veceram 3 brasileiros, 1 mundial e 1 Lib, os gambás 3 brasilerios, Copa do Brasil, algo muito estranho nesse ponto, só ganha carioca e tem hegemônia frente a quem sempre ganha algo mais relevante que campeonato regional.

9 – Leandro Santana

nossa.. vendo isso tenho mais medo ainda ..

No âmbito futebolístico-familiar democracia não existe! Pra este tipo de assunto tem que ser ditator mesmo!

# 5 – André, quanto ao seu vizinho com três filhos bambis, me desculpe, é pura incompetência dele, meu pai formou seus quatro filhos palmeirenses na década de 80! E eu, com toda essa maré ruim, estou conseguindo formar três!

Tem que começar desde o berço, sugestionando, incentivando, cortando as ameaças pela rais, aproveitando os pontos fortes e oportunidades.

Mesmo eles sendo pequenos, toda notícia boa sobre o palmeiras eu divido com eles, tipo: “Filho o Palmeiras vai trazer o Valdívia de volta”. “Filho, o Palmeiras tá querendo contratar o Ronaldinho Gaúcho”. Lógico, sempre direcionando tudo da forma mais parcial possível, não retratando as coisas negativas, este é o caminho, pode até não dar certo no futuro, mas, não ficarei com a consciência pesada por não ter ao menos tentado. Abraço.

Concordo com André (#5), meu filho me perguntou ontem: “Pai, por que é difícil ver crianças palmeirenses aqui no bairro?” Na sala dele com 30 alunos só tem 2 palmeirenses (ele+1), o resto: 1/2 a 1/2 bambigambá.

Que a nossa torcida é mais fanática que a do spfw é inegável, eles são mais fãs do que torcedores, mas isto são outros quinhentos.

O trabalho de recuperação é de longo prazo, e precisa começar ontem, para daqui uns vintes anos mudar esta situação, este é o preço que estamos pagando agora por causa do saldo negativo do nosso desempenho esportivo nos últimos 30 anos.

Vicente
Abaixo tem um site com pesquisa sobre torcidas desde os anos 60. Tomando como base suas informações, nossa disputa com o SPFC sempre foi apertada, mas sempre estivemos na frente até os anos 90 quando ficamos atrás e daí para frente a diferança só aumentou.

Sempre tentamos nos defender ou tapar o Sol com a peneira, mas o fato é que nossa torcida DIMINUIU e MUITO!!!

A discussão da “qualidade” ou “fanatismo” é outra seara, mas talvez, sendo até um pouco mais critico, que a relação idade explique porquê consumismo tanto (camisas, PPV e etc).

Precisamos reverter o cenário novamente e colocar as coisas no devido lugar.

Fonte: http://blog.soccerlogos.com.br/category/diversos/pesquisas-de-torcidas/

8) Pesquisa do jornal O Estado de São Paulo (publicada em 1980)

1º) Corinthians 46 %
2º) Palmeiras 23 %
3º) São Paulo 15 %
4º) Santos 12 %
outros 4 %

9) Pesquisa Placar/Gallup (publicada em 01/07/1983)

1º) Corinthians 36 %
2º) Palmeiras 24 %
3º) São Paulo 18 %
4º) Santos 12 %

28) Pesquisa Placar/TNS Sports (publicada em out/2007)

1º) Corinthians 32,9 %
2º) São Paulo 25,6 %
3º) Palmeiras 15,3 %
4º) Santos 14,5 %
outros 12,8 %

Alguem conhece um torcedor do estado de São Paulo que torce pro flamengo? Pesquisa furada sem base cientifica podem acreditar.

É isso aí Vicente. Minha filha sempre diz: o time que foi campeão em 2008 era bom. E queria ver o Valdívia na copa. Já o meu filho (3 anos mais novo) nunca viu o Plameiras ganhar no estádio. E ainda acha estranho o Robert ter saido… (ele fez o golaço contra o Santos em uma das poucas vitórias convincentes que meu filho viu). Outro que ele gostava era o Obina (mais pela musiquinha…). Na verdade até que um dos dois poderia estar aí, pelo menos como reservas. Acho melhor do que mudar toda hora!

Em minha época, embora de vacas magras, não trocava o Jorge Mendonça por ninguém. E depois o Jorginho. Podia até ter jogador melhor do que ele, mas eu gostava dele. Na época não trocaria pelo Pita, Zenon, etc… o Jorginho era nosso.

Pedro.

Não adianta chiadeira: após uma década sem títulos, ainda estamos entre os 4 clubes que fazem a diferença em termos de torcida. O resto é “vala comum”.

4- discordo meu amigo……tenho um vizinho palestrino que tem 3 moleques…todos bambis………tem sala de aula com 40 crianças na periferia que se achar 2 palmeirense é muito…..

Eu não me preocuparia tanto com esses números. Muitos que se dizem “torcedores” de SPFC e SCCP são na realidade “simpatizantes”. Isso não acontece com palmeirenses. Ninguém “simpatiza” com o Palmeiras aqui no Estado. Por outro lado, é inegável que as “cheerleaders” vem angariando muitos adeptos, mas em nichos corintianos e santistas. É muito comum familias de santistas e corintianos com florzinhas infiltradas. Isso é quase impossível de acontecer em uma família palmeirense.

bacana.. e o erch beting sempre muito consciente..

de q adianta o flamengo maior torcida mas nao sabe usar a massa q tem?

q a nossa torcida ta diminuindo e fato..

pq nao ganhamos titulos..

idolos temos nesse time..
marketing precisa parar de falar q melhorou muito nos ultimos anos e tomar vergonha na cara..

sempre q o marketing recebe critica eles soltam a perola:

“melhoramos muito nos ultimos anos”

sim melhoraram… mas vao ficar so nesse discurso?
ou vao trabalhar para crescer mais?

Vicente, vc tem razão com relação ao “estrago” que foi feito quando o Valdívia e o Kleber saíram. Porém, aquele era um outro momento financeiro do Palmeiras e não teve como segurá-los. Não acho que foi culpa da diretoria nesses 2 casos.

é vicente o buraco escancarou faz tempo,pior que o Palmeirense achava que tinha mais torcida que os bambis…e nossa diretoria tem planos para diminuir esse estrago………….já faz tempo que nas escolas só tem bambis e gambázinhos…minha irmã é professora ela fala que isso já vem acontecendo a alguns anos……voce já percebeu que o Palmeiras não ganha nunca quando joga com tv aberta…..só ganhamos aquela de 4×3 contra o Santos..

Os comentários estão desativados.