Categorias
Corneta do Cunio

Corneta do Cunio – Defesa que ninguém passa!

Por Alberto Cunio

Fullbacks alviverdes, ontem foi veiculada notícia de que, após a saída de Maurício Ramos – o “Pitbull da Pompeia”, a média de gols tomados pelo Palmeiras dobrou. Como se este atleta, que tanto se dedicou ao nosso clube, fosse o bastião de nossa murada defensiva e sua ausência tivesse proporcionado a sua ruína.

Leitores, percebam algumas informações interessantes e que não serão provadas por números ou estatísticas:

• Fernando Prass assumiu nossa meta e passou a todos uma segurança incomensuravelmente maior do que tínhamos com Bruno e Deola (por Deus!). Somente isso já seria suficiente para arrumar nossa defesa? Claro que não.

• Henrique, recontratado do Barcelona a peso de ouro (transação na qual as gestões anteriores deixaram dívidas penduradas e que ainda podem nos complicar), capitão e “imexível”, não tem feito nem de longe grandes partidas. Para complicar, ainda não foi agraciado com um parceiro de zaga decente desde que voltou.

• Márcio “imortal” Araújo, o nosso primeiro volante que não se machuca, não toma cartões, não tem problemas particulares e tem o corpo fechado pela Vó Manuela, não faz o estilo defensor “pegador”. Joga um tremendo “arroz com feijão”, mas os entendidos em táticas e esquemas (entre os quais não me enquadro) juram que ele não aparece, mas é fundamental para a equipe. E o Eguren no banco.

• Charles é um segundo volante que marca bem, mas ainda penso que sua maior virtude seja de cumprir o papel de “fator surpresa” com suas patadas de fora da área.

• Nossos alas (ou laterais, como queiram), começando por Juninho, estão mais para apoiadores do que marcadores. O que, aliás, se tornou uma característica dos jogadores brasileiros desta posição.

Em suma, a defesa é um sistema, que começa com a marcação na saída de bola, algo que até parece bem feito pelos nossos homens de frente, casos de Vinishow e Leandro. E seu principal objetivo é deixar a bola chegar “mascada” para os atacantes adversários, facilitando assim sua retomada ou despacho. Só que isto precisa ser treinado e treinado. O que não parece estar acontecendo na Academia.

Kleina ainda submete nossa torcida a suspiros desnecessários, os quais andam sendo camuflados pelas boas atuações de nossa linha de frente. Só que a Copa do Brasil está chegando, e ninguém mais do que os palmeirenses sabe como chegamos ao título ano passado: ferrolho, sorte, arbitragem e gols milagrosos. Dos quatro itens, apenas o primeiro Kleina pode interferir diretamente. Os outros três, oremos.

Assim, deixo aqui minha CORNETA de alerta ao nosso mais ponte-pretano treinador, para que ele não deixe cair por terra contra os times da Série A nossa única chance de jogarmos a Libertadores no centenário e de ganharmos um título relevante neste ano de calvário.

A Corneta no Twitter espera o patrocínio máster e torce pelo acesso antecipado. E o nosso CEO? Siga! @Corneta3VV

17 respostas em “Corneta do Cunio – Defesa que ninguém passa!”

Boa noite Cunio, você apenas alerta aos Palmeirenses dos riscos , que esta equipe, pode proporcionar a todo a torcida, uma infinita vergonha em ser eliminado por qualquer equipe pequena , a qual tenha sorte de enfrentar nas oitavas de final da copa do brasil, pois os resultados são enganadores, o plantel é fraco, não há esquema de jogo, o posicionamento da linha defensiva alviverde torna-se cômica nas bolas aéreas, lembrando que contra o poderoso icasa, ate a oportunidade do pênalti em favor do Palmeiras , foram três as chances reais do time cearense abrir o placar, que só não o fez, pela mediocridade vista em mais de 70 % dos times da serie B, desta forma creio que o atual presidente do Palmeiras tenha uma deficiência visual imensa, além da paura de seu mentor politico , que nefasto ate o ultimo pelo, mantem suas articulações politicas bem agudas , pois sem investimentos e arrojo, não há retorno por parte de quem invista algum dinheiro no negocio profissional chamado futebol!

O Kleina parece que tem medo de arriscar e tentar outras formações para o time. Por isso, vai sempre com os mesmos ‘titulares’ absolutos. Só que se ele não aproveitar a série B pra tentar criar opções e descobrir o que pode dar certo e o que nunca vai dar, vai experimentar quando?
Agora temos elenco, temos jogadores melhores do que os do ano passado… Por isso, concordo com a corneta de hoje: muda o time Kleina!

Para os mais novos que não viram Beto Fuscão jogar e se pegam no apelido folclórico do zagueiro, é bom lembrar que Beto Fuscão era jogador da seleção brasileira do Osvaldo Brandão, campeão gaucho pelo Grêmio que quebrou a hegemonia do Inter.

O coitado do Henrique é sacrificado. Agora ter saudades do MAURÍCIO RAMOS é o fim. É o mesmo que admirar MUSTAPHÁ, PIRACI, B1, B2, AVALONE ETC.
QUE SAUDADES do Alexandre, Beto Fuscão, Darinta, Daniel Dentadura, Misso, etc.

Parabéns Cúnio pelo comentário.
Primeiro não temos técnico. Um cara que mantém Márcio Araújo, André Luis, Juninho, Vinícius no tim é brincadeira. E vai deixar o Patrick ir embora.
Ainda tem Bruno, Wendel e mais uns 9 que podem ser dispensados.
Não podemos nos esquecer que o Seu Klein foi campeão alagoano.
Por isso digo e repito NEI FRANCO já!!!!!! O Coritiba foi ele quem montou, nos bambis não deu certo porque bateu de frente com o dono do time (Rogério frangueiro).

Até o Cunio cornetando o Kleina, ainda bem que não sou só eu!

Aí os caras renovam o contrato do Fernandinho e o cara não é nem relacionado pro banco, – e pior – com o JUNINHO de TITULAR. Não rola. Nem forçando a barra pra ele. Nem que fosse pra colocar o cara durante meio tempo do jogo pra dar uma chance (mesma coisa com o Eguren, aliás).

Corneta perfeita.

Três jogadores me irritam de uma maneira absurda nesse time, na ordem do insuportável:

Rei – Juninho, nossa lateral esquerda é uma avenida sem fim para os times adversários, o cara não marca, nem apoia, não sabe cruzar e não acerta um chute, sério mesmo que é jogador profissional de futebol ? Seu empresário merece o Nobel pelo destaque alcançado com tal jogador.

Príncipe – Márcio Araújo, sinceramente, perdi as contas das entregadas nesses mais de 200 jogos com nossa camisa, a maior de todas ? O segundo gol contra o Goias na sulamericana 2011, do tobogã, aquela imagem não me sai da cabeça até hoje.

Chefe de Estado – Vinícius, muita vontade, o cara realmente deve ser Palmeirense, mas futebol que é bom, nada.

O pior de tudo isso é saber que no banco temos substitutos pra encerrar com esses lixos e o incompetente do Kleina nada faz. Fato, com esses 3 titulares, a Copa do Brasil corre sérios riscos.

Saudações a todos, uma ótima quinta!

Apoio 100% essa corneta. Pessoal fica deslumbrado com os resultados elásticos e fecham os olhos para a realidade. Enquanto manter Márcio Caramujo + Juninho Calça Mijada no time titular, iremos passar apertos desnecessários.
Copa do Brasil está aí, precisa consertar isso já.

Quanto a defesa, penso que deva melhorar com a dupla Vilson e Henrique, com o Henrique jogando do lado esquerdo da defesa, onde ele melhor rende. Parte das suas atuações não muito boas deve-se a este fator. Agora penso que deva melhorar.
Nas laterais, pendo que o Ayrton deve começar a compor o banco para fazer sombra ao Luiz Felipe, e abrir briga pela posição. Esta é uma maneira das coisas se estabilizarem neste setor. Na esquerda existe um problema (Juninho), e duas soluções (Fernandinho e Marcelo Oliveira). Já que demos aumento ao Fernandinho, porque ao menos não testá-lo? E o Marcelo penso que seria a solução para a dupla Valdivia e Mendieta jogarem juntos. ´Talvez se fixarmos o Marcelo de terceiro zagueiro, saindo mais pelo lado esquerdo, e Eguren e Wesley mais fixos dando proteção ao meio, o Valdivia e Mendieta podem jogar tranquilamente armando o time. Os adversários que se virem para marcar o Palmeiras. Eles terão mais cuidados defensivos e não virão pra cima com tanta intensidade. A melhor defesa é o ataque.

Enquanto o ataque sustentar (Com gols) as diversas falhas da defesa, tudo bem, tudo certo!!
Uma hora vai “faiá” e ai ficaremos com mais “réiva” ainda e nos lembraremos que o Kleina é um treinador típico de série B, mas que não serve para o Palmeiras. Desculpe, mas não dá.

Pensando em Copa do Brasil e na nossa organização tática (defensiva) que deixa a desejar, temo pelo pior, infelizmente. Depois que ouvi uma pérola do Kleina (Entrevista Pós-Jogo) foi de lascar e nenhum jornalista questionou a pérola (para ver o nível e preparo dos mesmos)… cretino esse treinador.

Penso exatamente assim! (o kleina deve ser outro que deve ser muito gente boa!)

Eis a pérola. Kleina, “… não adianta colocar atacantes os laterais deles não subiam, fizemos uma situação diferente, viemos com a bola de trás…”
Muita cara de Pau esse Kleina.

Existem duas coisas que fazem o time sofrer mais gols uma é que o Thiago Real era quase mais um Volante em campo pois voltava para marcar, com a entrada do Valdivia que marca menos a defesa enfraqueceu, vi algumas vezes o Thiago Real cobri laterais. Outra questão é que o ataque tem sido muito mais eficiênte, com isso a defesa relaxa no final da partida, o gol do ABC no 4×1 no Pacaembú foi reflexo disso. Outra questão é que sofremos 2 gols apenas do Figueirense, que não é um time fraco. A defesa antes era tão fraca ou mais do que é agora. A questão é que o time se entregava muito mais do que faz hoje,até pela falta de qualidade técnica. Quantos jogos acabaram com o agente passando sufoco antes do Copa das Manifestações?

Os comentários estão desativados.