Categorias
Drops

Drops 09-07-2013: rapidinhas

Redação 3VV

Aos analistas, vale a reflexão: texto do Erich Beting sobre a Caixa Econômica patrocinando o futebol.

http://negociosdoesporte.blogosfera.uol.com.br/2013/07/09/sem-alternativa-futebol-vai-virar-refem-da-grana-da-caixa/?cmpid=ctw-esporte-blog

***

Erich Beting afirma que os clubes ficarão reféns da Caixa e que isso é perigoso para os clubes. Num certo trecho ele diz:

O resultado é que, depois da “Era BMG”, o futebol no Brasil passa a viver a “Era Caixa”. São hoje dez clubes que contam com o aporte do banco estatal, sendo os dois de maior torcida do país nessa lista. Mais interessante ainda é notar que metade desses times está na Série A do Campeonato Brasileiro, torneio em que teoricamente os clubes são bastante atrativos para as marcas.

A dependência da verba da Caixa, porém, é um perigo para o futebol. Com os valores lá no alto, dificilmente os clubes conseguirão acordos tão eficientes indo atrás de empresas “do mercado”. Da mesma forma, até agora pouco, para não dizer quase nada, foi feito pelo banco para justificar o patrocínio.

 

***

Um colunista do 3VV replicou:

“É a estatização do futebol brasileiro. Crise no setor privado, quem teria c0ragem em investir em estruturas amadoras que não trarão proporcional retorno retorno a não ser por, digamos, métodos heterodoxos?”.

***

E o Palmeiras? Com (ou sem Caixa) como não se distanciar dos adversários que já têm receita da Globo maio e agora do patrocinador master do futebol brasileiro?

Outro colunista mandou a seguinte bordoada:

“Esse modelo não pode se sustentar, pois trará o conformismo e manterá o amadorismo.
Sobre o Palmeiras a partir de 2015? Acho que a solução é a mesma que deveria existir desde 1976, ou seja, equipes campeãs e disputando títulos com sustentação estrutural.”.
***
A dúvida: estamos (nós, Palmeiras) caminhando em qual sentido?
***
Por falar em Caixa, essa deu na coluna De Prima:

Paulo e Paulo

Na posse de Paulo Maluf como presidente do PP-SP, no sábado, o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, se encontrou com o advogado Alexandre Husni, presidente do Cori, o COF corintiano. E pediu sugestão sobre como conseguir as CNDs, que o Palmeiras busca para também fechar patrocínio com a Caixa.
***

 

Nosso leitor Mário jr. deu essa dica nos comentários:

Notícia de última hora –> Palmeiras foi multado em R$1 mil por arremesso de garrafa.
fonte: http://justicadesportiva.uol.com.br/47931-POR-ARREMESSO-DE-GARRAFA-PALMEIRAS-E-AMERICARN-SAO-MULTADOS-NO-STJD.html

Ou seja, sem perda de mando de campo.

***

E por enquanto é só.

20 respostas em “Drops 09-07-2013: rapidinhas”

O patrocínio Master depende dos outros. O que nós, Palmeirenses poderíamos fazer ? Flavio Padro, no último Mesa Redonda disse uma frase para cada um pensar “Se cada Palmeirense doar R$ 2,00 no ANO para o Palmeiras, cobriríamos qualquer patrocínio Master”. Mas o que vemos ? Avanti estancado em 25mil , palmeirenses aguardando o time crescer para ai então se associar e outras milhares de desculpas que eu não vou me desgastar aqui reproduzindo. Infelizmente, vejo uma torcida criticando tanto a politicagem interna mas agindo igual : é muito blá-blá-blá pelo Amor ao Palmeiras e pouca ou nenhuma ação. O Avanti é R$ 19,99/mes. Sabe quanto é do Flamengo ? : “A Partir de R$ 39,90/mes”. Torcida que Canta e Vibra.

Porque contratamos um diretor de marketing remunerado, aliás bem remunerado, se não conseguimos nada de importante. Precisamos, urgente, de um patrocínio master com valores aceitáveis e também, na minha opinião o mais importante, medidas que possam incrementar, imediatamente, o AVANTI?
Só o programa sócio torcedor nos garante renda e condiçòes para depender cada vez menos de direitos de televisão, devidamente canalizados pela “globo” com fins esquisitos para gambás e “flalidos”. O futebol pra quem não é amigo do rei (aquele do mensalão) ficou difícil.
Com a palavra nosso presidente e nosso CEO.

Realmente agora temos um time que deve subir sem dificuldades. Sinto que a diretoria achava que aquele time antes da copa das confederações subiria fácil e nas primeiras rodadas, viram que não era bem assim. Tiveram que se mexer e gastar dinheiro pra contratar jogadores de qualidade.

Quanto ao patrocínio da caixa, realmente espero que sejam só boatos e que nossa diretoria tenha visão que se conseguirmos um patrocinador diferente, seremos vistos diferentemente pela mídia, podendo facilitar o trabalho do nosso departamento de marketing (se é que ele existe, pois até hoje não trouxe nenhum resultado sequer).

Sinceramente não entendo como o Palmeiras pode ser multado por algo que um cara que se diz torcedor do Palmeiras mas provavelmente é torcedor rival fez. Menos mal que foi uma multa irrisória, mas mesmo assim continuamos tomando punições no mínimo absurdas enquanto que outros times nada.

O problema no patrocínio da Caixa é que ela , tendo o quase monopólio do patrocínio dos grandes clube, vai querer estabelecer um ranking de valores que se assemelhe ao da Globo ao passo que se o Palmeiras negociar com um patrocinador exclusivo poderá faze-lo acordo com parâmetros próprios.

Francamente eu não gostaria de ver as camisas do Palmeiras estampando o logotipo da Caixa, até então por razões que nos remetem as falcatruas que o governo e essa instituição vem fazendo para que a Copa aconteça em nossa cidade e diversos favorecimentos ao nosso co-irmão. Mas estamos desde o final do Paulistinha sem nada em nossas camisas e o máximo que conseguimos foi 02 jogos como o logo da Allianz. Muito pouco para um time do tamanho e da expressão do Palmeiras. Cogitaram-se várias empresas e muitos delas foram desmentindo no ato das publicações os boatos, um dos casos mais comentado em rede sociais foi o Banco Itaú! Que cravaram data e valores da negociação!! Hoje o futebol no Brasil está falido e na mãos de algumas poucas empresas que por troca de favores associam suas marcas a esse esporte que um dia já nos deu muitas alegrias e queiramos ou não a Caixa está logo aí, debaixo de nossos narizes. A meses o PN vem tentando associar o Palmeiras junto ao banco e ainda só não o fez devido esses problemas das CN que o Palmeiras precisa apresentar para os avalistas. Feito isso, o martelo está batido. Torno a dizer, não gostaria de ver o Palmeiras com a CEF, mas é o que temos para hoje e o time está afundado em dívidas. Pior é ver o time refém de seu presidente que realiza depósitos em seu nome pessoal para salvar o clube, não muito longe o ex-presidente do Santos fez ações parecidas e que culminou com as contas do time bloqueadas pela justiça e a Vila Belmiro arrendada para pagar suas dividas com o até então santista ex-presidente Marcelo Teixeira. Torcemos que isso não ocorra por aqui e que o sr. PN com o seu timaço (sic) de profissionais de marketing gambá executem o seu plano de governo e que levem o nosso time ao seu devido lugar…….enquanto isso, vamos indo em direção de algum horizonte que nos acolha e que nos conforte até esse tão sonhado dia chegar.

Boa noite a todos, creio que o amigo Palmeirense , Thiago Fraccarolli, foi direto ao incrível fato da incompetência dos últimos gestores do clube, onde havia a possibilidade de acrescer conhecimento e organização em todas as modalidades esportivas, pelos caminhos percorridos em conjunto com a parceira Parmalat, mas como é visivelmente clara a situação politica do alviverde, não temos herdeiros de capacidade em gestão do clube, além de meros sangue sugas, em busca de notoriedade e status politico, que muitos já conhecem, pois e uma vergonha termos um diretor estatutário de Marketing e um remunerado , que ate o momento nada retribuiu ao clube em termos de estratégia , planejamento e prospecção de interessados em se associar a marca Palmeiras que tem apelo mercadológico forte, além de ter acoplada em plena comemoração do seu centenário, uma arena multiuso com localização privilegiada , mas se iniciamos alguma critica direta , mas construtiva, somos taxados de predadores, pela equipe que tem a elite em blindar o Nobre presidente, alegando-se sempre que a oposição é nociva, sim nociva aos interesses ainda obscuros da gestão que tem o rotulo de “profissionalismo´´, mas com conteúdo vencido pela soberba de não admitir sugestões, opiniões ou qualquer participação, mais inteligente sem duvida alguma.
Ser sócio patrimonial do Palmeiras hoje é ter deficiência crônica de caráter ou postura, já que sou um simples contribuinte solicito em obter a possibilidade de opinar, algo bem mais coerente aos passos desta gestão, já que politicamente não ofereço perigo aos já empossados, mas é simples , pois estou observando que a cada erro a desculpa é bem simples, ou o silencio e mortal, mas ate dia 21 deste mês ainda vamos esperar pois seis meses de mandato, não refletem com coerência o tão lardeado profissionalismo, já que ate as baratas estão gordas!

Esse e o pais que nos nao queremos mais ver. Do clientismo, do uso da maquina publica em prol de um projeto de poder de um partido político. O futebol já foi chamado de ópio do povo e ainda tem político acreditando que isso funciona. Mas as agitações das ruas durante o torneio da FIFA são a prova de que as coisas estao mudando. Espero que para melhor.

Se a SEP contratar esta merda de instituiçãofinanceira como patrocinio, nao comprarei nada com esta marca em qualquer camisa que seje.Criem vergonha na cara e deem exemplo,nao precisamos de esmola do poder publico.

Com tanta porcaria que os nossos “godfellas” fizeram nos últimos anos, vamos dar uma de radicais e não querer quem paga menor.
Não me parece razoável. Há melhores formas de se impor no mercado, do que ser tonto.

Amigos, vejo como um caminho sem volta…
Globo e Poder público (Caixa) estão comprando o futebol!
Triste, mas fazer o que, tantos anos de má administração dos clubes deve refletir agora.

Uma das coisas que mais me deixam triste no Palmeiras dos últimos 30 anos é ver que os caras la não aprenderam nada com a parmalat. Tivemos a oportunidade de ter uma gestão profissional do departamento de esportes, gestão das categorias de base, marketing (quando os clubes náo faziam ideia do q era isso), ativação de patrocínio, dentre outras que deveriam ter colocado o palmeiras anos luz a frente de todos os clubes. Mas o saldo da parmalat foi pequeno perto do potencial. Ganhamos muitos títulos, mas náo ficamos com o legado. Foi tudo destruído em pouco tempo apos o fim da parceria.

O Palmeiras náo deveria fechar com a caixa. Essa bolha vai explodir, e logo. E os clubes que estiverem dependentes da caixa vão cair junto…

bom lí essa coluna no máquina do esporte,para quem acha fácil conseguir patrocínio master pode esquecer……não opino pois não sou do ramo……mas pelo que entendi tem que procurar um parceiro visando o longo prazo……..e não fazer o que fizemos com a Samsung por alguns trocados a mais…..

estou vendo o jogo do Cruzeiro não devemos nada para eles, parabéns a diretoria que montou um bom elenco bem rápido e sem grana!!!!!

Avisei que a história das garrafa ia dar só uma multa, quanto ao PAItrocinio da Caixa, não seria interessante o Palmeiras perguntar a um banco concorrente se ele não quer patrocinar o Verdão, quem sabe ja tem algum em busca para dividir os espaços na midia.

Boa noite!!!

Acho que to ficando louco. O presidente Paulo Nobre que até agora está com uma administração de encher os olhos quer pegar dinheiro desse banco maledetto???? Por favor, né…. Vamos associar nosso clube aos demais mulambos e gambás??? Por favor né….. Banco fajuto que logra seus clientes (a maioria de baixa-renda) … Fiat, Parmalat, Pirelli… esses são patrocínios de verdade. Além de grandes empresas, estavam associados as tradições italianas…

FORA CAIXA…. Fique bem longe da Sociedade Esportiva Palmeiras….

Vi num forum do uol alguma coisa sobre várias empresas que o Palmeiras estaria negociando o patrocínio Master. Acho que em em relação à Caixa, conseguiremos uma negociação tão ou mais rentável até o final do ano com outros parceiros. Em relação ao ano que vêm teremos mais opções e assim não dependeremos da Caixa. O grande desafio é conseguirmos um negócio com uma empresa de visão que faça um contrato longo como o da Parmalat. Lógico não necessariamente nos moldes de co-gestão, mas sim com uma parceria duradoura que com certeza trará um retorno em marketing muito maior do que pequenas acordos curtos. Penso que esta que tem que ser a postura do Palmeiras. Buscar um parceiro para o longo prazo!!!

Vou direto ao ponto, Caixa não, já não concordava por motivos morais e éticos, agora concordo ainda menos por motivos concretos, principalmente no longo prazo. A solução pra ganhar menos e ainda sim ser competitivo já foi dada pelo Internacional-RS, diminuir a dependência das receitas de tv e patrocínio aumentando as receitas de outras fontes como sócio torcedor, estádio, venda de valores da base e etc e investir melhor o dinheiro do que os adversários. Não é fácil, mas ta longe de ser impossível.

CONCORDO PLENAMENTE COM VC, JA FAZ ANOS Q O PALMEIRAS VEM TOMANDO MEDIDAS IRRESPONSAVEIS PARA SOLUCIONAR PROBLEMAS A CURTO PRAZO, POR ISSO ESTAMOS NESSA SITUAÇÃO, JÁ ESTÁ NA HORA DE COMEÇAR A TOMAR DECISÕES MAIS MADURAS!

Situação difícil, aceitar ou não? O bom era que não, mas…..não sei quais são propostas e nem as empresas, no entanto, gostaria que o Palmeiras seguisse caminho contrário, sem patrocínio da Caixa, não pelo fato dela patrocinar o timinho estatal, mas porque chamaria muito a atenção essa independência política positiva.

Os comentários estão desativados.