Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 17-07-2013: Inchado, elenco do Palmeiras divide armário e sofre para estacionar no CT ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Inchado, elenco do Palmeiras divide armário e sofre para estacionar no CT

Por Caio Carrieri e Fellipe Lucena

Problema reconhecido publicamente pela diretoria do Palmeiras, o excesso de jogadores no elenco é questão a ser resolvida pelo clube, que vive ótima fase na Série B. No dia a dia, a “superlotação” do CT prejudica não somente a logística dos treinamentos comandados por Gilson Kleina, como também altera a rotina do grupo.

Com 44 opções no plantel (veja todos os nomes abaixo), o vestiário não comporta todos os atletas. Alguns deles têm de dividir armários, o que incomoda jogadores ouvidos pelo LANCE!Net. O tempo de clube decide quem compartilha o espaço com um companheiro. Quem é da base, com menos tempo no profissional, sofrem mais.

A concorrência também é acirrada nas vagas do estacionamento. Quem chega por último, por exemplo, tem de usar o espaço que seria reservado para os visitantes do local.

Nas atividades físicas, a comissão técnica costuma dividir o grupo ao menos em três e alterná-los para que todos possam usufruir dos equipamentos na sala de musculação.

Se no início da temporada Kleina tinha dificuldade de montar o banco de reservas pela escassez de opções, agora o cenário se inverteu.

O treinador e a diretoria esperam enxugar o elenco para até 30 jogadores, negociando quem não está nos planos do técnico e emprestando jovens da base para que ganhem experiência e voltem no futuro.

– Chegou o momento de emprestar esses garotos, para eles saírem para jogar e assim a gente diminui o grupo – diz Kleina.

Os últimos a sair foram Maurício Ramos (Sharjah FC, dos Emirados Árabes), Kleber (voltou para o Porto, de Portugal), Chico (emprestado ao Santo André) e Emerson (emprestado ao Oeste). O Rubrão ainda negocia por outros dois palmeirenses e espera a resposta definitiva nesta quarta.

Maikon Leite poderia ter sido emprestado ao Umm-Salal (QAT), mas a negociação não se concretizou. O Verdão queria se desfazer do atacante a ponto de não ter cobrado nada da equipe do Catar, apenas o pagamento dos salários, acima de R$ 100 mil. Maikon agora interessa à Ponte Preta, assim como o meia Tiago Real.

Procurado pela reportagem, o diretor-executivo José Carlos Brunoro admitiu o problema e disse que a direção tenta solucionar o caso.

Muita gente na Academia de Futebol

4 goleiros

Úteis: Fernando Prass é o titular absoluto desde que foi contratado para esta temporada, e Bruno é o reserva.
Pouco utilizados: Raphael Alemão e Fábio. De acordo com Palha, preparador de goleiros, a comissão técnica não pretende emprestá-los neste ano. Os casos serão reavaliados para 2014.

5 laterais

Úteis: Luis Felipe e Juninho.
Encostados:Weldinho, que interessa ao Sporting, de Portugal, e Ayrton, que desperta a cobiça da Portuguesa.
Em observação: Victor Luis, lateral-esquerdo que estava emprestado ao Porto (POR) e, antes de ir para a Europa, compunha o elenco da equipe B.

8 zagueiros

Úteis: Henrique, André Luiz e Vilson.
Não estrearam: Tiago Alves e Thiago Martins
Pouco utilizados: Wellington, Marcos Vinicius e Luiz Gustavo. Kleina já disse que conta com os dois primeiros, mas Luiz Gustavo pode ser emprestado para ganhar experiência – está com 19 anos.

20 meio-campistas

Úteis: Márcio Araújo, Wesley, Charles, Eguren, Marcelo Oliveira e Léo Gago (volantes). Valdivia, Mendieta, Ronny, Patrick Vieira, Tiago Real e Fernandinho (meia).
Pouco utilizados:João Denoni, Wendel, Bruno Dybal, Diego Souza, Edilson e Rondinelly.
Não estreou: Renatinho (volante) e Felipe Menezes.

7 atacantes

Úteis: Alan Kardec, Leandro, Vinicius, Serginho, Caio e Ananias.
Será negociado:Maikon Leite. O atacante está na mira da Portuguesa, Náutico e Ponte Preta. Ele poderia ter ido para o Umm-Salal (QAT), mas a transação não deu certo em princípio.

Especialista em gestão fala ao LANCE!Net sobre inchaço no elenco

“Não há motivo para ter um elenco assim”

O número mais econômico é de 28 atletas em um elenco. Se falar de 30, 32 jogadores, está mais do que de bom tamanho. Não tem necessidade de um plantel de 40, 44 atletas, porque é algo muito custoso. 

Jogam só 11 e cinco, seis, sete ou oito brigam com os titulares.

Então, são 22 atletas que formam o time principal. Você vai ter mais custos de salários, de transportes… Ainda tem a questão operacional, em que a estrutura do clube está montada para 30, 33, até 35 jogadores, mas nunca mais de 40. Tem a questão de refeições, espaço, alojamento para descansarem após o treino, como também o espaço no vestiário.

Olhando pelo lado financeiro, está muito claro que houve, talvez, uma aposta cara de montar um time mais para a frente. Vendendo alguns atletas para tentar fazer dinheiro. Mas não sei se isso é algo possível, porque se o atleta não joga, ele não se valoriza.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Vice-líder, Palmeiras domina a Série B em várias estatísticas

O Palmeiras está na vice-liderança da Série B, com 18 pontos, dois atrás da Chapecoense. Porém, se analisar pelas estatísticas, o Verdão é disparado o melhor time da competição.

Na parte ofensiva o Alviverde domina praticamente todos os quesitos. O que mais exemplifica isso são as finalizações certas, que a equipe tem 59 ao todo, chegando a uma média de 7,4 por confronto.

Além disso, o Palmeiras também tem as melhores médias por partida em dribles (13,6), escanteios a favor (7,4) e passes certos (342,8).

Se o setor ofensivo se destaca, a defesa também não fica atrás. Além de ser a melhor da competição, com apenas quatro gols sofridos em oito partidas, os goleiros do Verdão são os que menos defesas fazem por confronto, com média de apenas quatro.

Nos desarmes, o Palmeiras tem média de 26,8 por partida e é o segundo, atrás apenas do América-RN, que tem 27 em cada duelo.

Agora embalado e reforçado, o Alviverde já tem três vitórias consecutivas e nos números se distancia cada vez mais dos concorrentes. Se continuar assim, o acesso é apenas questão de tempo para o Verdão..

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Kardec, Eguren e Felipe Menezes já podem estrear sábado pelo Palmeiras

O Palmeiras já pode estrear seus três últimos reforços na partida de sábado contra o Figueirense, em Florianópolis, pela nona rodada da Série B. O time é o vice-líder, com 18 pontos.

Ontem, o atacante Alan Kardec, o meia Felipe Menezes, contratados do Benfica-POR, e o volante uruguaio Eguren, ex-Libertad-PAR, participaram do jogo-treino contra o Atibaia (0 a 0) e estão liberados pelos preparadores físicos para o jogo.

Apenas Eguren ainda aguarda a regularização para poder jogar. “Deu para conhecer mais meus companheiros. Completar um treinamento de mais de 40 minutos foi muito bom”, disse o volante.

O Palmeiras anunciou ainda o empréstimo do atacante Emerson para o Oeste, e a permanência do lateral Fernandinho até dezembro. Maikon Leite pode ir para a Ponte Preta.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

GAZETA ESPORTIVA NET

Trio de reforços do Verdão diz: ainda precisa de ritmo para estrear

Últimos reforços trazidos para o segundo semestre, Eguren, Alan Kardec e Felipe Menezes participaram de um jogo-treino pela primeira vez no Palmeiras no 0 a 0 com o Atibaia, da quarta divisão paulista, nessa terça-feira, na Academia de Futebol. E constataram: ainda precisam de tempo para estarem 100%.

A análise dos três ficou clara na própria atividade. Usados no primeiro tempo, Eguren e Alan Kardec mostraram dificuldades na movimentação. O uruguaio, ao menos, soube coibir a marcação avançada e a troca de passes adversária, além de orientar as ações defensivas do Verdão, enquanto o atacante foi bastante discreto.

“Foi importante mais pela parte física. Pude testar minha resistência, pois foi uma simulação de um jogo oficial. E me senti muito bem, confortável. Minha única e ligeira dificuldade foi a parte técnica, mas isso é coisa que treinando e participando direto com o grupo vai acontecer naturalmente”, falou Alan Kardec.

O empecilho do atacante emprestado pelo Benfica até 30 de junho é o tempo sem entrar em campo. O jogador passou todo o mês de junho de férias e, embora tenha pedido duas semanas para melhorar fisicamente quando assinou seu contrato, em 1º de julho, ainda está longe de sua plenitude.

Situação similar viver Felipe Menezes. Também cedido pelo Benfica, mas em definitivo e com contrato de três anos, o meia atuou no segundo tempo do jogo-treino e teve bom início, movimentando-se para criar as jogadas ofensivas e dando dinâmica no meio-campo. Seu desempenho, contudo, caiu à medida que o cansaço apareceu – ele também ficou um mês parado antes de se apresentar a Gilson Kleina.

“Foi bom para mim, pude me movimentar bastante, conhecer mais o estilo de jogo dos outros jogadores. Senti-me bem fisicamente e um pouco de ritmo, mas isso é natural”, comentou Felipe Menezes, que, assim como Alan Kardec, pode aparecer entre os relacionados para o jogo de sábado, contra o Figueirense, em Florianópolis.

Quem precisará de mais tempo para ficar à disposição é Eguren. Apesar de ser o reforço com mais ritmo de jogo – era reserva do Libertad e do Uruguai na última Copa das Confederações, mas está treinando normalmente e sem interrupções desde o início do ano –, o volante ainda precisa que sua documentação seja regularizada.

Mas a atuação no jogo-treinou o animou. “A primeira coisa é o coletivo. Deu para conhecer mais meus companheiros. Depois, completar um treinamento de mais de 40 minutos foi muito bom. Creio também que estou treinando forte e estou ficando com um ritmo bom para jogar”, comemorou o uruguaio.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

Com time embalado, jogadores veem Palmeiras com espírito de Série B

Por Marcelo Hazan

Futebol pegado, gramados em condições ruins, longos deslocamentos e adversários aguerridos. Algumas das características predominantes da Série B do Campeonato Brasileiro. Desacostumado a essa realidade, o Palmeiras oscilou no início. Mas após três vitórias seguidas, contra América RN (2 a 0), Oeste (4 a 0) e ABC (4 a 1), o time parece ter encarnado o espírito da competição.

Para o atacante Serginho, autor do último gol diante do ABC, na última sexta-feira, no Pacaembu, o time entendeu as diferenças entre o futebol praticado na segunda divisão e na elite.

– Pegamos o espírito da Série B. É diferente da Série A, em que o ritmo do toque de bola é mais tranquilo. Na Série B o jogo é mais corrido e dinâmico. Temos muitos jogos pela frente para manter essa boa sequência – diz o atacante.

Provável titular contra o Figueirense, sábado, às 16h20m, no estádio Orlando Scarpelli, o zagueiro André Luiz vê o elenco palmeirense em condições de disputar a elite do futebol nacional. Mas pede foco no acesso.

– O Palmeiras está disputando a Série B, mas todos daqui poderiam jogar a Série A. Não vejo tanta diferença no nível dos jogadores. Mas não temos de comparar. Precisamos ficar entre os quatro primeiros para voltar à Série A – pede o zagueiro.

Sem Henrique, suspenso com três amarelos, André Luiz deve formar dupla de defesa com Vilson ou Tiago Alves.

Vice-líder da competição, com 18 pontos, o Verdão está dois atrás da Chapecoense, que ocupa o topo da tabela.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Velocidade, físico e idioma prolongam adaptação de Mendieta no Palmeiras

Mendieta já está no Palmeiras há mais de um mês, mas ainda encara grande dificuldade de adaptação ao clube. O paraguaio é visto como tímido, de preparo físico frágil e sem a velocidade necessária para atuar desde o início no time. A qualidade técnica,  no entanto, ainda deixa enorme expectativa para uma parceria com Valdivia.

O paraguaio realizou toda a intertemporada com o Palmeiras na Academia de Futebol durante a pausa na Série B do Brasileiro. Só que apesar disso, apenas desfrutou de pouco mais de 30 minutos em campo nos duelos contra o Oeste e ABC-RN.

Uma chance no time titular ainda não está assegurada. No treinamento de terça-feira, ele foi poupado do jogo-treino realizado pelos reservas do Palmeiras, e realizou atividades físicas ao lado de Valdivia.

“Estamos passando ainda por um período de adaptação do Mendieta. Vamos conversando com ele. Tem todo o descolamento dos familiares, necessidade de aprender nossas filosofias, não está simples. O futebol brasileiro para ele é mais rápido”, destacou Gilson Kleina em entrevista ao Sportv.

A timidez de Mendieta o prejudica no relacionamento com os companheiros no Palmeiras. O grande parceiro do paraguaio é Valdivia, que o auxilia na função de interprete para entender os recados dos jogadores e da comissão técnica.

O paraguaio ainda teve a preparação prejudicada nas últimas semanas por conta de seguidas viagens ao país natal para cuidar da regularização de documentos e da mudança ao Brasil.

O estado febril apresentado recentemente também o prejudicou.

A dificuldade de Mendieta contrasta com a rápida adaptação de Sebastian Eguren. O uruguaio tem apenas uma semana de treinamento no Palmeiras é teve a forma física elogiada por Gilson Kleina. A presença como titular não deve demorar para acontecer.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Errata

Ao contrário do que foi publicado ontem, o Palmeiras auferiu receitas desde abril. Por meio da assessoria, o clube afirma que recebeu pagamentos da Adidas, de um patrocínio pontual da Allianz Seguros e do empréstimo de Mazinho e de Maurício Ramos, além de de receita de licenciamentos.

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Cimento…

Termina nesta quarta o prazo dado pelo Verdão para o acerto com um patrocinador para o futsal. O clube já recusou uma proposta da Cimentolit, empresa de cimentos de Jundiaí.

• …descartado

A Cimentolit topava desembolsar R$ 500 mil até o fim do ano, mas exigia que o clube se comprometesse a comprar um montante em cimento. O presidente Paulo Nobre não concordou com a contrapartida e deu o negócio por encerrado.

••

OUTRAS NOTÍCIAS : 

E BAND → Testados, reforços do Palmeiras aprovam jogo-treino
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Sem chances no Palmeiras, Kleber se aproxima do futebol espanhol
 
ESPN BRASIL → Sem chances no Palmeiras, Kleber se aproxima do futebol espanhol
 
IG → Sem chances no Palmeiras, atacante Kleber se aproxima do futebol espanhol
 
R7 → Sem chances no Palmeiras, Kleber se aproxima do futebol espanhol
 
IG → Trio de reforços do Palmeiras diz que ainda precisa de ritmo para estrear
 
ESPN BRASIL → Trio de reforços do Palmeiras admite ainda precisar de ritmo para estrear

••

7 respostas em “Verdão na Mídia 17-07-2013: Inchado, elenco do Palmeiras divide armário e sofre para estacionar no CT ❘ Lancenet”

O problema do Mendieta é que o Kleina nao quer tirar o Márcio Caramujo, nem por dois meias, ai começa com desculpinhas ridículas. Se perguntassem pro Kleina “Qual a seleção dos craques da atualidade?”, ele diria: Márcio Araújo, Messi, Neymar, Xavi, Balotelli… Aí, se perguntassem “Qual a seleção dos melhores de todos os tempos?”, ele diria: Márcio Araújo, Pelé, Maradona, Cruyff, Garrincha…

O Palmeiras precisaria mesmo era vender alguns jogadores do elenco. Seria uma ótima oportunidade de fazer negócios: capitalizaria o clube e enxugaria o elenco. Mas as contratações foram tão desastrosas que ninguém está interessado nos nossos ‘excedentes’. Os que saem por empréstimos para clubes menores são devolvidos. É mais uma prova de como a filosofia mustafaniana do ‘bom e barato’ é totalmente burra e equivocada.

É estranho mesmo um time reclamar de excesso de jogadores e firmar um contrato tão longo com jogador que não é aproveitado.

Parabéns ao Brunoro e Paulo Nobre deixaram os garotos e outros jogadores que não vão jogar no elenco, em outros tempos mandavam os caras para Guarulhos….desvalorizava o jogador e constrangia o mesmo……..depois vinha os processos na justiça…………….

aí me vem o lance e uns babacas de blogs com esse papo furado de dividir armário e estacionamento………..pagando pau pra jogador mimado……………olha o exemplo do Olimpia os jogadores ficam sem receber a muito tempo o clube em crise á vários anos e chegaram a final………….Não tem o que dizer do verdão faz reportagem sobre a allianz Parque!!!!

Chupa imprensa e manés!!!!!!!!!!!!!!

Bão, pelo menos temos um elenco, agora precisamos enxugar um pouco… tem um monte de pereba que pode ser negociado…

Agora o que urge é o patrocínio master…

Aproveita que a Ponte está interessada em alguns de nossos jogadores, oferece para eles: BRUNO, MÁRCIO ARAÚJO, WENDEL, JUNINHO, TIAGO REAL, MAIKOL LEITE, ANDRÉ LUIS, WELDINHO e traz o Batoré para jogar com a 9 ao lado do Alan Kardec e Leandro. Precisamos de um zagueiro novo esse André Luis é um Maurício Ramos piorado. Ei Mustaphá vai ….

Os comentários estão desativados.