Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 23-07-2013: Números comprovam: volta de Valdivia é divisor de águas no Verdão ❘ Globo Esporte Com

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Números comprovam: volta de Valdivia é divisor de águas no Verdão

Por Marcelo Prado

A parada da Série B do Campeonato Brasileiro durante a Copa das Confederações pode ser considerada um divisor de águas no Palmeiras. Todos os setores da equipe cresceram, o time subiu na tabela de classificação e, após derrotar o Figueirense por 3 a 2, alcançou a liderança da competição, com 21 pontos, um a mais que a Chapecoense, que tem um jogo a menos. E muito desse crescimento tem a ver com a volta do chileno Valdivia.

Os números comprovam. O ataque teve uma evolução impressionante após o retorno do camisa 10. Antes da paralisação do torneio, o meio-campista estava no departamento médico e a equipe marcou apenas oito gols em seis partidas, média de 1,3 por jogo. Quando o torneio recomeçou, Valdivia finalmente se recuperou da lesão que o afastou dos gramados por quatro meses e o time engrenou uma sequência de três vitórias, com 11 gols marcados, média de 3,6 por duelo.

Com 19 gols marcados no total, o Verdão tem o melhor ataque das Séries A e B. Isso, no entanto, não fez o time perder consistência defensiva. Afinal, o Alviverde possui a segunda melhor defesa, contando as duas divisões, atrás apenas do Corinthians. Isso trouxe paz ao ambiente que chegou a ficar muito conturbado após as eliminações no Campeonato Paulista e na Taça Libertadores da América.

Um dos jogadores mais experientes do elenco palmeirense, Vilson não tem dúvidas de que Valdivia é um dos grandes responsáveis pelo crescimento da equipe.

– Todos sabem que ele é um grande jogador. O Valdivia é aquela peça que chama a responsabilidade, que pede a bola durante o jogo para decidir. Além do mais, ele se dá bem com todos aqui. Todos estão muito felizes com a sua volta, esperamos que ele continue assim em todos os jogos porque o Palmeiras ganha muito com isso – diz Vilson.

O Verdão voltará a campo no próximo sábado, para enfrentar o Guaratinguetá, fora de casa, pela nona rodada. Como o time terá a semana cheia para treinar, Valdivia tem presença garantida. Será a quarta partida consecutiva do meio-campista. Na sequência, ele deverá ganhar uma folga, afinal o Palmeiras enfrentará o Icasa, na terça-feira, no Pacaembu, e a comissão técnica não vai correr o risco de perder o atleta por lesão novamente.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Valdivia vende menos que Henrique, leva desconto, e tenta recuperar idolatria

Por João Henrique Marques

O posto de principal ídolo do Palmeiras no momento não é de Valdivia. O chileno tem a imagem corroída com a torcida por conta dos sucessivos problemas e luta para recuperar o antigo prestígio. O cenário atual coloca Henrique como o jogador de maior atrativo para o departamento de marketing do clube.

O zagueiro capitão do time é o jogador com o maior número de camisas vendidas do Palmeiras. O cenário foi exposto por Gaston Krause, diretor de franquias da Meltex, a empresa responsável pela gestão da Academia Stores, a rede de lojas do alviverde.

“O material mais procurado nas lojas do Palmeiras são as camisas do time. E dentro deste cenário posso dizer que a mais procurada é a do zagueiro Henrique.

“Pelo desempenho em nossas vendas ele parece ser o craque do momento. Quando não é o Henrique, é o Valdivia, ou a camisa 10 com um nome colocado pelo próprio consumidor”, disse Krause ao UOL Esporte.


Valdivia ainda é atrativo para venda de outros produtos do time. Na loja virtual oficial do Palmeiras, chama a atenção uma estatueta do chileno vendida com desconte de 30% a R$ 250. A mesma peça do goleiro Marcos tem valor de R$ 400. Já a do treinador Luiz Felipe Scolari encontra-se em baixa ainda maior e é comercializada a R$ 100.

O bom rendimento recente de Valdivia na Série B pode servir para que novas ações sejam feitas com a imagem do chileno. A torcida, ao menos, já voltou a gritar animadamente o nome do camisa 10, como se viu na goleada de 4 a 1 contra o ABC, no Pacaembu, há dez dias.



“Vejo que o palmeirense compra o Palmeiras. Então é uma tendência o jogador que está em alta ter uma evolução em vendas. Só que não cabe a gente discutir isso com o marketing do clube a estratégia para cada jogador. Do ponto de vista comercial, estamos plenamente satisfeitos com as vendas”, comentou Gaston Krause.

Na expectativa de recuperar a imagem de grande ídolo como na primeira passagem pelo Palmeiras, entre 2006 e 2008, Valdivia já buscou atéajuda de profissionais especializados em tratamento com a imprensa. O intuito é o de estabelecer uma identidade de comprometimento com o Palmeiras e a seleção do Chile.

Entrevistas do jogador passaram a ser raras. O recado aos torcedores palmeirenses é sempre o de comprometimento, algo que é reforçado nas palavras de dirigente e de Gilson Kleina. O clima para Valdivia no momento é favorável para a recuperação do prestígio.

“Falar que você é chinelinho, dá migué, machuca. Eu gosto da minha profissão. E quando você não está fazendo o que gosta, não está feliz. Estou bem encaminhado. Muitos perguntam o que posso prometer? Não vou prometer nada, só vim aqui treinar, ser feliz jogando e bola pra frente. Sinto que devo jogar mais e ser esse cara que todo mundo fala”, disse Valdivia à TV Globo recentemente.

Maquete da nova Arena é sucesso, e Meltex já faz planos de mais de 100 lojas

A maquete da nova Arena do Palmeiras faz sucesso na Academia Store, a loja oficial do Palmeiras. O material tem venda surpreendente e divide o espaço com as camisas de jogadores dentre os produtos mais vendidos.

São quase seis meses de existência da rede de lojas do Palmeiras sob o a administração da Meltex. E os números colhidos são animadores. A empresa vê o faturamento crescer conforme o esperado e já tem programada até setembro a abertura de três novas lojas no interior do estado, em Campinas, Ribeirão Preto e Bauru.

No momento, são duas lojas em São Paulo, sendo uma na Rua Augusta e outra no shopping Ibirapuera: “Temos uma satisfação enorme com os primeiros meses de contrato. Esperamos até abrir mais de 100 lojas até 2016 com nosso plano de franqueamento”, Gaston Krause, diretor de franquias da Meltex.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Verdão vibra com Valdivia após semana cheia, mas já planeja poupá-lo

Por William Correia

Após 114 dias vetado por dores musculares, Valdivia atuou em três partidas seguidas, sendo que na última esteve em campo o jogo todo pela primeira vez em mais de quatro meses e marcou seu primeiro gol desde 31 de janeiro. Mas a sequência do camisa 10 está perto de parar.

Caso não se machuque, o jogador mais caro do elenco estará em campo neste sábado, quando a equipe visitará o Guaratinguetá, mas está descartada a sua utilização durante os 90 minutos diante do Icasa, no Pacaembu, na próxima terça-feira. Gilson Kleina está consciente de que o meia não pode ter o mesmo tratamento dos outros.

“Não adianta, as avaliações demonstram que o desgaste vai prejudicá-lo. Enquanto estivermos monitorando-o com a semana cheia, acontece isso: grandes jogos dele. Mas o mais importante é a conversa que todos tivemos e o amadurecimento do projeto com filosofia de treinamento”, disse o treinador.

Há mais de três meses, com o aval da diretoria, a comissão técnica definiu que o chileno não atuará em dois jogos completos na mesma semana. E ele já tem treinado pouco mesmo quando a distância entre as partidas é de mais de três dias. A última lesão que o Mago sofreu, em 14 de março, após cinco jogos seguidos, provou a necessidade de uma cautela.

Kleina é claro: prefere ter o astro nos confrontos mais difíceis a perdê-lo por longos períodos. “O Valdivia fez três jogos tecnicamente acima da média, como é o futebol dele. Contra o Figueirense, foi decisivo e premiado com o gol. É um jogador que sabe que faz toda a diferença, a criatividade do Palmeiras melhora muito com ele.”

Os jogadores, porém, sempre lamentam a saída de Valdivia. O lateral esquerdo Juninho revelou que, em conversas internas, alguns já comentaram que, se o chileno estivesse escalado, o Palmeiras estaria com 100% de aproveitamento nas seis rodadas da Série B do Brasileiro antes da parada durante a Copa das Confederações. E seu desempenho diante de Oeste, ABC e Figueirense aumentou os elogios.

“O Valdivia é um excelente jogador, não pode ficar fora nunca. Estamos muito felizes pelo retorno dele e por vê-lo alegre. Ele é muito importante, pede a bola, assume a responsabilidade em campo… Ter um jogador desses do lado te dá uma tranquilidade imensa. É muito bom o que está acontecendo com ele e espero que continue assim”, comentou Vilson.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO

• Alan Kardec já deve ser titular sábado contra o Guaratinguetá

Por Daniel Batista

No início do ano, Gilson Kleina quebrava a cabeça para conseguir montar um time pela falta de opções. Hoje, sobram peças para o treinador, que tem a semana livre para decidir quem escalar no ataque e na zaga.

A dúvida maior está na frente, onde Alan Kardec estreou bem no segundo tempo contra o Figueirense. Para colocá-lo como titular, o técnico teria de tirar Vinícius ou Leandro. O primeiro vive um momento melhor, mas o segundo é o artilheiro da equipe na temporada. Outra opção seria tirar Charles e apostar numa formação mais ofensiva, como no jogo em Florianópolis.

Em conversas informais, Kleina admite que inicialmente pensa no time com Leandro e Alan Kardec no ataque. O treinador gosta que sua equipe tenha um jogador de referência na área, por isso dá como certa a entrada de Alan Kardec entre os titulares.

Na zaga, Henrique volta de suspensão contra o Guaratinguetá, mas ainda não está definido quem sai. Vilson é o titular, mas o treinador é só elogios para André Luiz.

E ontem foi dia de despedida. Tiago Real e Weldinho deixaram o clube. O meia foi para o Náutico e o lateral, para o Sporting de Lisboa.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Palmeiras já tem acordo com o Grêmio para renovar com Leandro

Por Caio Carrieri

Palmeirense desde a infância, o atacante Leandro deve ter o privilégio de realizar o sonho que os torcedores gostariam de alcançar: jogar pelo Verdão em 2014, ano em que o clube celebrará o centenário.

Ao ter o jovem de 20 anos como uma das contrapartidas pela ida de Barcos para o Grêmio (relembre o caso abaixo), o Palmeiras assegurou em contrato a prioridade unilateral de renovar por mais uma temporada o empréstimo do jogador, que se encerra no fim de dezembro.

Rui Costa, diretor-executivo gremista, confirma a existência desta cláusula no compromisso firmado entre os clubes, em fevereiro.
O Verdão não terá de desembolsar dinheiro ao clube gaúcho para garantir a permanência do camisa 38. A única manobra que deve acontecer é o reajuste salarial do atleta.

Caso o Grêmio peça o retorno da sua revelação, terá de arcar com uma multa. Se vendê-la para outra agremiação, o Palmeiras receberá 15% do valor, o percentual de vitrine. E se o presidente Paulo Nobre aprovar a compra definitiva do jogador, o preço seguirá em 5 milhões de euros (R$ 14,7 milhões) até o fim de 2014.

Leandro já admitiu o desejo de permanecer no Palestra Itália no ano que vem. E diversas razões motivam o atacante: no Verdão ele virou titular rapidamente, e no Grêmio era preterido pelo então treinador Vanderlei Luxemburgo. Suas atuações com a camisa alviverde o levaram pela primeira vez para a Seleção. Representar o clube não é só um desejo dele, mas motivo de muita felicidade e realização do pai, Carlos Aberto de Moura, palmeirense fanático.

O contentamento também se estende ao técnico Gilson Kleina, já que Leandro é do elenco quem tem mais participações nos gols do time em 2013: são 15, com nove gols e seis assistências. Ele é o artilheiro do grupo e o terceiro maior garçom, ficando atrás apenas do volante Wesley, que tem oito passes, e do parceiro de ataque Vinicius, com sete.

Sobre os outros ex-gremistas, Rui Costa diz que o Palmeiras quer ficar com Léo Gago e Vilson. Rondinelly tem pouco espaço no Verdão.

Relembre a troca

Vai Barcos, vêm quatro

Para liberar para o Grêmio o então candidato a ídolo da torcida, a diretoria do Palmeiras recebeu como contraproposta os empréstimos de Leandro, Léo Gago, Vilson e Rondinelly até o fim do ano. O Verdão ainda recebeu R$ 4 milhões do clube gaúcho, que arcou com duas dívidas que eram do Palmeiras: R$ 1,3 milhão para a LDU (EQU), ex-clube do Pirata, e R$ 1 milhão para o centroavante.

O Palmeiras ainda ficou com 15% dos direitos econômicos do jogador argentino e 15% de Marcelo Moreno, atacante boliviano que estava na mira do Alviverde, mas não aceitou a proposta palmeirense e atualmente defende as cores do Flamengo. A troca revoltou torcedores alviverdes.

Veja como está a situação dos outros ex-gremistas

Léo Gago

Titular no Paulistão, operou o tornozelo direito e deverá ficar pelo menos mais um mês afastado dos campos. Está emprestado até o final do ano e o Palmeiras já manifestou interesse em aumentar o vínculo.

Vilson

Emprestado até o final do ano, mas o caso é diferente. Como o vínculo com o Grêmio acabará em dezembro, ficará livre para assinar com o Verdão por mais tempo, o que é quase certo. Atua com frequência como titular.

Rondinelly

Também está emprestado até o final do ano, mas deverá retornar ao clube gaúcho ao término do vínculo. Fez apenas dois jogos desde que chegou e nunca é relacionado.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

Lovinho rescinde com o Palmeiras e vai para a segunda divisão do Japão

Por Caio Carrieri

Revelado na base do Palmeiras, o atacante Daniel Lovinho rescindiu contrato com o clube nesta segunda-feira para se transferir para o Thespa Kusatsu, da Segunda Divisão do Japão.

O acordo com o Verdão aconteceu de maneira amigável, e o jogador de 24 anos viajará até o fim da semana para firmar vínculo até dezembro com o seu novo time.

Aos 24 anos, Lovinho foi promovido aos profissionais do Palmeiras em 2009, mas nunca se firmou no elenco principal. Já foi emprestado ao Goiás, Ponte Preta, América-MG, Ipatinga, Terengganu, da Malásia, e disputou o último Paulistão pelo Linense.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Verdão vai enxugar R$ 21,5 mi no ano

A economia no Palmeiras não vai se resumir ao término dos esportes olímpicos — exceção ao basquete.

O presidente palmeirense, Paulo Nobre, prometeu ao COF (Conselho de Orientação e Fiscalização) que vai enxugar em mais de R$ 20 milhões as contas até dezembro.

A partir de agora, os cortes se resumirão ao futebol. De acordo com o dirigente, os gastos do departamento de futebol profissional, previstos para R$ 57 milhões ao longo do ano, vão cair para R$ 42 milhões, uma economia de R$ 15 milhões. Como? Com a saída dos donos dos maiores salários e a redução rápida do elenco.

As categorias  de base vão contribuir com outros R$ 4 milhões. Havia a previsão de investimento de R$ 11,2 milhões, mas Paulo Nobre assegura ser capaz de gastar R$ 7,2 milhões — o fim do time B do Palmeiras foi fundamental para essa economia.

Já as exclusões de equipes como as de futsal e judô, entre outras, implicarão numa redução de R$ 2,5 milhões no orçamento alviverde.

• Esfriou

Paulo Nobre admitiu aos cofistas que a negociação com a Caixa pelo patrocínio está quase descartada. O Verdão não conseguiu a Certidão Negativa de Débitos, obrigatória para acerto com empresa pública.

• Orçamento?

A comissão criada pelo Palmeiras para montar a previsão orçamentária de 2013 se reúne nesta terça-feira, a fim de fechar os números. O Verdão nem sequer aprovou o balanço financeiro de 2012, de Arnaldo Tirone.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

BLOG DO JORGE NICOLA → Entenda como o presidente Paulo Nobre promete economizar R$ 21,5 milhões até dezembro
 
JP ONLINE → Vilson não esconde importância de Valdívia: “Ele dá muita tranquilidade para nós”
 
AGORA SP → Com Kardec, Verdão pode ir de três atacantes
 
AGORA SP → Lusa tenta segurar Luis Ricardo
 
TERRA → Palmeiras inicia venda de ingressos para confronto com o Icasa
 
ESPN BRASIL → Palmeiras vibra com Valdivia após semana cheia, mas já planeja poupá-lo
 
IG → Palmeiras já planeja poupar Valdivia após sequência de três jogos seguidos
 
GLOBO ESPORTE → Alex Afonso quer manter ‘tabu’ diante do Palmeiras, sua ex-equipe
 
IG → Vilson vê carência no elenco e prefere ser zagueiro para jogar mais no Palmeiras

••

10 respostas em “Verdão na Mídia 23-07-2013: Números comprovam: volta de Valdivia é divisor de águas no Verdão ❘ Globo Esporte Com”

Os times que conseguiram a tal CND fizeram acordos para pagto dos débitos em atraso. Assim que pagam a primeira parcela a certidão é emitida. O Palmeiras fez isso na época do Beluzzo pra conseguir algumas certidões que precisava pra dar andamento na Arena. Quanto a redução de despesas no futebol, tem que reduzir o número de jogadores para algo em torno de 30 e aliviar a folha. Não aguento mais ler algo sobre a venda do Barcos, é só stress por saber que foi uma bela cagada e que isso não vai ter volta.

Palmeirense reclama do time, do CEO, do Marqueting, do Presidente, da Torcida, do governo, da imprensa, do Felipão, do Papa, e mais um monte de coisas… e quando é para se associar à R$ 20 mensais, não se associa.
Assim fica difícil.

Leandro não foi troca, ele veio por empréstimo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Eu lí aqui que o Barcos valia 30 milhões de reais!!!!!!!!! MEU DEUS!!!!

No fim do ano o Grêmio vai rezar para se livrar de Barcos, Gladiador e Marcelo Moreno que ganham 600 MIL pratas por mês cada um!!!!!!

o gremio ta f……….. no final do ano se não for pra libertadores pelo menos. fora os jogadores eles tem problemas com a arena deles.

Caixa – O SCCP não tem débitos? Como eles conseguiram a Certidão?
Leandro – Não dá pra entender como um jogador que veio como moeda de troca junto com mais 3 por um outro atleta pode custar, no final, mais caro do que esse atleta. Depois, quando a gente fala, tem gente que reclama. Eita negócio mal feito esse do Barcos. O Palmeiras raramente tem jogadores que se destacam e, quando tem, doa. Não é à toa que não tem dinheiro.
Redução de custos – E essa história de cortar os maiores salários do elenco? Sai o Valdívia, então? Só faltava essa! Precisa reduzir os custos do Palmeiras? Demite o CEO, que já representa uma bela economia, bem como o responsável pelo Marketing, que ainda não viabilizou patrocínios. Aliás, responsável pelo marketing deveria ser contratado assim: se não viabilizar patrocínios, não tem salário.

Parabéns ao Kleina, Nobre e Brunoro pelo andamento do caso Valdívia o comprometimento parece que melhorou por parte dele!!!!!

Sobre o programa sócio torcedor o menguinho tem o plano mais barato de r$39,90 e está voando se continuar assim vai chegar nos gambás!!!!!!!

O Palmeirense reclama de r$ 19,90 preço de uma pizza na periferia e não se associa!!!!!!!

Lovinho e Maikon Leite foram algumas das maiores decepções que tive nos tempos recentes… Quanto a todas as outras notícias, acho que as as atitudes do Palmeiras enquanto clube podem firmá-lo como o principal clube do país nos próximos anos. Se o Avanti decolar (espero que tenha mesmo a reformulação do programa) ninguém segura mais.

Creio que a adesão aumentará em parte este ano, e exponencialmente ano que vem, com a (re)inauguração do Allianz Parque. Meu único medo são os preços para não-sócios.

Manolo eu tive mais…hehehehhe, passou um monte de jogador que ue botava fé e lhufas, mas é assim mesmo. o lovinho nem tanto mas o ML decepcionou.
Sobre o Valdivia, coincidência ou não, depois que chegou o mendieta ele resolveu jogar bola.

Não acho que tenha ligação com o Mendiata não, já vinha sendo noticiado do comprometimento do Valdivia antes mesmo disso, tanto é verdade que ele queria voltar a jogar antes da parada. Porém acho que o fato de esperarem uma melhor recuperação dele pode permitir que ele se contunda menos. Quanto a qualidade do Valdivia, ele jogou pouco mas quando jogou foi decisivo. No jogo da copa do Brasil, foi decisivo contra o Gremio em Barueri e foi novamente decisivo contra o Coritiba na primeira final, foi expulso o que ofuscou um pouco mas ele jogou bem. A questão do Valdivia é apenas física. Jogando sem se contundir ele é decisivo, porque é diferenciado.

Mas que foi bom o Valdivia ter uma sombra a altura foi. É óbvio que o cara não quer ficar 3 meses no estaleiro, mas deve ter dado uma caganeira nele, ele no DM e nego chegando para a posição. Deve ter pensado agora tem gente pra entrar no meu lugar. Foi nesse sentido, que ele sabe jogar, todo mundo sabe, o problemas é que ele não estava jogando e não tinha quem colocar pra dar uma pressionada nele (tinha o Patrick fenômeno se contar…)

Os comentários estão desativados.