Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 24-07-2013: Bicampeão mundial Djalma Santos morre em Uberaba ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Bicampeão mundial Djalma Santos morre em Uberaba

Um dos maiores ídolos da história de Palmeiras, Portuguesa e Seleção Brasileira morreu às 19h30 desta terça-feira. Djalma Santos, aos 84 anos, não resistiu a uma pneumonia grave, que culminou em parada cardiorrespiratória no Hospital Dr. Hélio Angotti, em Uberaba-MG, cidade onde o ex-lateral-direito nasceu em 27 de fevereiro de 1929.

Djalma lutava para sobreviver há algumas semanas, mas não resistiu. Além de Lusa e Verdão, o ex-atleta também defendeu o Atlético-PR. O ídolo nacional disputou quatro Copas do Mundo (1954, na Suíça; 1958, na Suécia; 1962, no Chile; e 1966, na Inglaterra). Djalma Santos venceu os mundiais de 58 e 62 com o Brasil. Em toda carreira, ele jamais foi expulso.

O ídolo despontou com sucesso já aos 19 anos, em 1948, com a camisa da Portuguesa. Jogando pela equipe do Canindé, o ex-lateral disputou suas duas primeiras Copas, antes de tranferir-se para o Palmeiras, em 1959. Djalma já chegou ao Palestra Itália consagrado como um craque da sua época.

Djalma Santos formou a Primeira Academia de Futebol do Palmeiras, clube o qual defendeu até 1968. Foram 501 jogos, com 299 vitórias, 105 empates e 97 derrotas pelo Verdão. O ex-lateral balançou as redes em 12 oportunidades pelo clube. Conquistou quatro títulos nacionais (Taças Brasil de 60 a 67; Robertão de 67), além de três Campeonatos Paulistas (59, 63 e 66) e do Torneio Rio-São Paulo de 65.

Minutos depois do anúncio da morte, o Palmeiras, por meio de seu site oficial prestou homenagem ao ídolo com nota em seu site oficial. Parte do texto do clube exalta a qualidade que ele desfilava nos gramados:

“Em 1963, o lateral-direito foi o primeiro jogador brasileiro a ser chamado para integrar a Seleção da FIFA, em um jogo contra a Inglaterra. Dois anos depois, o craque esteve presente em uma das mais memoráveis partidas da história do Palmeiras e da Seleção Brasileira, e deixou seu nome registrado na súmula da partida que inaugurou o estádio Magalhães Pinto, o Mineirão. Na ocasião, o Palmeiras foi convidado para representar a Seleção Brasileira por completo, do goleiro ao ponta-esquerda, do técnico ao massagista, inclusive os reservas, num amistoso diante da Seleção Uruguaia. Naquela oportunidade, o Palmeiras (Brasil) venceu a Seleção Celeste por 3 a 1.

Mestre na arte de jogar, produzir, sentir, recompor e recriar o esporte. Genial e vitorioso, conseguia com seu espírito natural de líder manter a concentração de todo o grupo, estruturando e organizando a sua genialidade e a dos outros. Ele alimentava a fé e a confiança na vitória de sua equipe diante das dúvidas e dos obstáculos. Para ele não existia derrota nem bola perdida.

Djalma Santos era imbatível em jogadas no ombro a ombro e em divididas. Não dava chutão. Era daqueles defensores que encaravam os atacantes e saíam jogando com a bola dominada. Seus arremessos laterais com a mão eram como cruzamentos para a área adversária. Simplesmente incrível.

Neste próximo dia 28, o craque completaria 45 anos de sua despedida do Palestra Italia (vitória por 4 a 3 sobre o Cianorte-PR). Deixou a vaga no time para Eurico. Mas jamais foi esquecido. E jamais esqueceu o Palmeiras. No último dia 6, na vitória por 4 a 0 sobre o Oeste, o time alviverde inteiro entrou em campo com uma mensagem de apoio ao ídolo na camisa, com os dizeres #forzadjamasantos. O ex-lateral, emocionado, respondeu: “Saibam que, de certa forma, o Palmeiras nunca deixará de ser a minha casa”.

O Palmeiras se orgulha de contar com Djalma Santos em sua galeria de grandes craques, agradece ao ex-atleta pelos anos de serviço ao clube e presta solidariedade aos familiares e amigos.”

MAIOR RIVAL PRESTA HOMENAGEM

O Corinthians, maior rival do Palmeiras, também manifestou-se sobre a morte de Djalma. Por meio do Twitter oficial do clube, o Alvinegro mandou uma mensagem: “Djalma Santos não jogou no Corinthians. Mas jogava tanta bola que vai deixar saudade até em nós, corinthianos”.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

ADEUS, CAMPEÃO !

TV GLOBO – GLOBO ESPORTE → TV Integração – Especial Djalma Santos – Bloco 1
 
TV GLOBO – GLOBO ESPORTE → TV Integração – Especial Djalma Santos – Bloco 2
 
TV GLOBO GLOBO ESPORTE → TV Integração – Especial Djalma Santos – Bloco 3
 
TV GLOBO – GLOBO ESPORTE → Corpo do ex-jogador Djalma Santos é velado nesta quarta-feira, em Uberaba
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Reverenciado pela Europa, Djalma Santos será enterrado nesta tarde
 
FOLHA ONLINE → Corpo de Djalma Santos é velado na Câmara de Uberaba; enterro ocorre às 16h
 
ESPN BRASIL → Ex-jogadores e personagens do esporte se despedem de Djalma Santos
 
FOLHA ONLINE → Dilma diz que Djalma Santos deixou exemplo de integridade no esporte
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Adeus a Djalma Santos, o “melhor lateral direito de todos os tempos”
 
BLOG DO ANTERO GRECO → Djalma, agora mais eterno do que nunca
 
BLOG DO JUCA KFOURI → Morre um gênio
 
BLOG DO LEANDRO QUESADA → Djalma Santos e Dominguinhos estão no céu
 
BLOG DO FLÁVIO CANUTO → Djalma Santos, o maior lateral da história, morre aos 84 anos
 
BLOG DO FLÁVIO PRADO → A morte de um gozador
 
BLOG DO MAURÍCIO NORIEGA → Seu Djalma
 
BLOG DO LUÍS CARLOS QUARTAROLLO → A morte do lateral e do sanfoneiro
 
TRIVELA → Djalma Santos morreu sem saber o que é ser expulso
 
TRIVELA → Djalma Santos, o primeiro brasileiro em uma seleção do mundo
 
TERCEIRO TEMPO → “Ele gostaria que não ficássemos tristes”, diz Carlos Alberto sobre Djalma Santos
 
FOLHA ONLINE → PVC: Lateral de quatro Copas, Djalma Santos ficará marcado pela força e fidelidade
 
ISTO É ONLINE → Ídolo – Palmeiras lamenta morte de Djalma Santos: “um dos maiores da história”
 
VEJA ONLINE → Futebol de luto por Djalma Santos; confira fotos marcantes
 
JORNAL DO BRASIL → Presidenta Dilma lamenta as mortes de Dominguinhos e Djalma Santos
 
TERCEIRO TEMPO → “Melhor lateral direito da história”, Djalma Santos é reverenciado por mídia internacional
 
ESTADÃO ONLINE → CBF decreta luto de 3 dias pela morte de Djalma Santos
 
GLOBO ESPORTE COM → ‘Djalma é tão grande como pessoa como foi no campo’, relembra amigo
 
ESPN BRASIL → Antero relembra simplicidade e caráter da lenda Djalma Santos: ‘era um pecado vaiá-lo’
 
ESPN BRASIL → Em 2002, Djalma Santos colocou os pés na calçada da fama da ESPN
 
ESPN BRASIL → Relembre as visitas de Djalma Santos aos canais ESPN
 
GAZETA ESPORTIVA NET → CBF, Verdão e até rival lamentam falecimento de Djalma Santos
 
RÁDIO GLOBO SP → Ex-jogador Djalma Santos morre aos 84 anos em Uberaba/MG
 
REDAÇÃO SPORTV → Bicampeão mundial, Djalma Santos morre aos 84 anos
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Bicampeão mundial, Djalma Santos morre aos 84 anos
 
TV GLOBO – PLANTÃO → Djalma Santos, bicampeão mundial, morre em Uberaba aos 84 anos
 
••

6 respostas em “Verdão na Mídia 24-07-2013: Bicampeão mundial Djalma Santos morre em Uberaba ❘ Lancenet”

o futebol mudou não tem jeito, quando conheci o Edú Bala em um evento o cara é muito simples, defende o Palmeiras até hoje.
Ele é muito amigo do sogro do meu irmão, até na casa dele ele nos levou!!!!!!!!!!

Seria ser muito deselegante dizer que tem “um” na alameda que ainda respira……………

Tenho lembranças de infância muito legais do Djamla, um cara muito gente fina.
Quando eu era moleque (8-9 anos) e treinava na escolinha do Bellini, ele aparecia de vez em quando nos treinos. Chegava a ficar uma hora cruzando bolas para a molecada treinar cabeceio, sempre com aquele seu jeito particular de tirar a bola do chão: puxava com a ponta do pé esquerdo para cima do direito e, depois que ela subia, cruzava com o peito do pé direito.
R.I.P. Djalma, você não srá esquecido pelos palmeirenses!

Tenho 41 anos de vida e quando moleque comprava todas aquelas revistas da Placar sobre a história do Palmeiras…………….Heitor, Ministro, Ministrinho, Fiúme, Rodrigues, Zequinha, Chinesinho, Djalma Santos, Djalma Dias, Dudú, Divino, Leivinha, Luis Pereira, Ademar Pantera, Edú Bala que tive o prazer de conhecer, Zeca, Eurico, Leão, Evair, Valdir, Junqueira, Oberdan, Marcos, Velloso, Arce, Edmundo e Cia…………….Quando eu via torcedor chamando o Magrão do São Caetano de ídolo nos anos 2000 notei que o Palmeiras estava na draga!!!!!

Acredito que a decadência não seja algo exclusivo do Palmeiras. Desde que os empresários começaram a abastecer os times de futebol dos clubes brasileiros, a qualidade caiu em oposição aos salários dos jogadores. Hoje se paga muito mais salário, por muito menos qualidade.

Os comentários estão desativados.