Categorias
Corneta do Cunio

Corneta do Cunio – Devo, não nego. Só não sei se vou poder pagar.

Por Alberto Cunio

Devedores alviverdes, acabamos de ganhar um novo credor: o nosso próprio presidente.

Essa notícia é lamentável por si só. Afinal, além de ter sido um compromisso de campanha de nosso abastado mandatário nunca emprestar dinheiro ao clube, isso demonstra uma coisa simples: incapacidade total e absoluta de gerar receitas para o clube cumprir seus compromissos.

Paulo Nobre está começando a trilhar um caminho perigoso. O ex-presidente do Santos, Marcelo Teixeira, fez o mesmo. E endividou o clube a ponto de ter até bens do time da Vila penhorados para si. O fim da picada.

A pergunta que não quer calar é simples: onde está o trabalho “PROFISSIONAL” tão propalado que geraria rendas ao clube? Onde está o patrocínio-máster, senhor CEO? Onde está o acordo com a W.Torre, pauta de gestão do opositor de Paulo Nobre nas eleições, que geraria renda antecipada ao clube, com sinergia de negócios e que não foi para frente?

O que podemos ver hoje na gestão de Paulo Nobre é um grande confete. A “austeridade financeira” enfiada goela abaixo por Mustafá Contursi a esta gestão está levando nosso clube para ONDE? Por que ao invés de entrarmos no círculo virtuoso estamos nos afundando em mais dívidas? ONDE ESTÁ O AUMENTO DE RECEITAS DO CLUBE CENTENÁRIO, PRESIDENTE?

É lamentável que uma pessoa como Paulo Nobre, que vem do mercado financeiro, não consiga dar respostas ao Palmeiras e sua torcida que não sejam cortes de despesas, economia à base de porcaria e discursos miseráveis com o chapéu na mão.

O Palmeiras, que completou nesta segunda-feira 99 anos, caminha para um centenário melancólico. Nenhum clube que esteve prestes a fazer 100 anos foi tão acanhado em suas ações, nenhum foi tão covarde e ignorou tanto suas instituições, torcida e história.

O ano de 2014 se aproxima como um ano em que veremos muita farofa e poucas coisas práticas. As ações de marketing, que deveriam ser promovidas por uma equipe contratada de nomes caros e famosos, estão no imaginário. E esta equipe incompetente, que não gera receitas para nosso clube é que ganha a CORNETA do dia de hoje.

Quem sabe, um dia, teremos uma gestão que pense com a cabeça do futebol e não como um corretor da bolsa de valores. A modernidade que imaginamos de janeiro para cá é burocrática, mais do mesmo e privilegia apenas uma coisa: a conversa fiada.

A Corneta no Twitter não cansa de perguntar: e o patrocínio máster, hein CEO? Siga! @Corneta3VV

74 respostas em “Corneta do Cunio – Devo, não nego. Só não sei se vou poder pagar.”

Enquanto nossa diretoria ficar focada apenas em cortar gastos e não se virar pra trazer novas receitas, situações como essa do Vilson serão corriqueiras.
O time alemão simplesmente pagou a multa contratual do cara e levou ele embora…não foi o Palmeiras que pediu 700 mil pra vendê-lo.
Pior é não ter nenhum clube interessado em desembolsar uma graninha pra levar o Marcio Araujo!!!

Boa noite a todos, as respostas são sempre as mesmas, as soluções são as mesmas, sendo que o Palmeiras é uma equipe preparada para mais um anos de fracassos , pois politicamente o clube tem semelhanças ao quadro do Brazil com Z , Paulo Nobre é uma MENTIRA ADMINISTRATIVA , o tal “profissionalismo´´, é uma BALELA, como são IDIOTAS OS QUE O DEFENDEM, não há em sã consciência argumentos que eliminem a RESPONSABILIDADE de Paulo Nobre e seu grupo de seguidores, os resultados em sete meses de administração são VERGONHOSOS, pois NADA evoluiu da tragédia de B1 e B 2 , só os afinados puxa sacos que povoaram as diretorias, verdadeiros idiotas , que não tem capacidade de alterarem o rumo do clube ao abismo eminente, lamentável ainda termos alguns imbecis que tentam argumentar na coluna do Cunio, com afirmações que as matérias tem cunho depreciativo , pois depreciativo é sim MUMU maldito e sua influencia macabra de 37 anos, no Palmeiras cada dia mais frágil!

Nossa mano. Que ridículo!!!!!! O Palmeiras vendeu um jogador titular, que pra mim jogou muito bem como volante e que pra muitos era o nosso melhor zagueiro, melhor até que o Henrique por 700 mil reais. Não da pra acreditar no que esses FDP estão fazendo. Deve ter alguma mutreta nisso aí não é possível, o contrato dele com o Grêmio acabou em Dez/2012 ou vai acabar em Dez/2013. Se não acabou ainda o contrato dele com o Grêmio o Brunoro tirou alguma parte por fora junto com os dirigentes do Grêmio. Senão não é possível um negócio desse.

Solução para time vencedor, competitivo e digno de vestir nossa camisa: AVANTI!

ASSOCIA-SE!

Palmeiras vendeu Vilson por 700 mil reais por causa de uma clausula no contrato.
700 MIL REAIS!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Boa Brunoro

Era o melhor zagueiro que tínhamos, pois, o Henrique e o André Luis são uma enganações!

Então por que venderam? Meu Deus! Que ridículo! Quanto vai ‘refrescar’ as contas do clube a entrada desse valor? Além de venderam a parte que dá certa qualidade só elenco, ainda vendem muito mal.

Se vcs verem, tem post meu antes msm de sair o valor da negociação, tava na cara que ele ia ser vendido por alguns contos de reis. Esses dois só podem estar de brincadeira, 500, 700 ou até 1 milhão são cifras envolvidas em negociações de clubes do interior de SP, RJ e demais estados. Não é possível que eu estou vendo coisas como essas no Palmeiras. Esses dois são dois palhaços, isso sim.

Os comentários estão desativados.