Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 07-08-2013: A nove pontos do 5º lugar, Verdão planeja priorizar Copa do Brasil ❘ Gazeta Esportiva Net

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• A nove pontos do 5º lugar, Verdão planeja priorizar Copa do Brasil

Por William Correia

O Palmeiras lidera a Série B do Brasileiro com dois pontos e um jogo a mais em relação à Chapecoense, que aparece em segundo lugar, mas mantém uma confortável vantagem de nove pontos para o quinto colocado Figueirense, que tem as mesmas 13 partidas do Verdão. A distância para o primeiro time fora da zona de acesso faz o clube planejar uma prioridade à Copa do Brasil.

Daqui duas semanas, o Verdão estreará na Copa do Brasil diante do Atlético-PR, no Pacaembu, com sua melhor formação, assim como atuará na semana seguinte em Curitiba. É provável que reservas ganhem chance diante de Paysandu e Boa, compromissos pela Série B mais próximos dos confrontos com o Rubro-negro paranaense.

“Vamos colocar a melhor equipe no momento. Se for com jogadores mais experientes ou mais rápidos, vamos analisar. Vamos nos mobilizar para manter a equipe forte na Série B e entrar muito forte na Copa do Brasil”, indicou Gilson Kleina, que já ressalta a necessidade de eficiência em casa na Copa do Brasil, como nos 100% de aproveitamento no Pacaembu na primeira fase da Libertadores.

“Com a chegada do técnico Vagner Mancini, o Atlético-PR cresceu. É uma equipe rápida, joga com três atacantes e esse Ederson está chamando atenção, fazendo gols. Vai competir, e precisaremos de inteligência. A primeira partida é em casa e temos que fazer de tudo para levar uma vantagem para Curitiba. Mas já temos uma experiência na Libertadores”, apontou.

Em relação à Série B do Brasileiro, a ideia é conseguir o máximo de pontos possíveis diante de Paraná e Joinville para ampliar a distância para o quinto colocado e, se possível, deixar a Chapecoense mais longe. “Vamos ver se aumentamos a vantagem. Temos que ter essa atitude, nos preocupar em fazer nossos pontos, mas pensando um jogo de cada vez”, falou Kleina.

“Administramos sempre o quinto colocado porque a Série B dá quatro títulos, vamos dizer assim. Para ser campeão, administramos o segundo colocado. Hoje, por rodada, somos os líderes, mas, por pontos perdidos, é a Chapecoense. Temos um adversário nos acompanhando junto e fazendo uma campanha com méritos”, completou o técnico.

A preocupação no discurso é evitar qualquer empolgação. “Não tem euforia nenhuma aqui. Somos simplesmente lideres, mas tem muita coisa ainda para acontecer na Série B. Para atingirmos o nosso objetivo, temos que continuar dessa maneira, nos entregando. Nada quer dizer que já subimos ou que temos garantia de acesso. A garantia é trabalho”, pregou Kleina.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Há oito jogos sem perder, Palmeiras tem maior invencibilidade desde 2012

Por Lucas Tieppo

O Palmeiras está em seu melhor momento na temporada e chegou aos oito jogos de invencibilidade na Série B após a vitória por 2 a 1 sobre o São Caetano na noite da última terça-feira. É a maior sequência sem derrotas do time desde março de 2012.

No dia 25 de março do ano passado, o time ainda comandado por Luiz Felipe Scolari perdeu para o Corinthians no Paulistão e viu ruir uma invencibilidade de 22 jogos. Desde então, o Palmeiras não havia engatado uma sequência de jogos sem derrotas como a atual.

A última derrota do time de Gilson Kleina foi no dia 8 de junho, para o Sport por 1 a 0, antes da parada para a Copa das Confederações. Depois do revés em Pernambuco, a equipe alviverde conquistou vitórias contra América-RN, Oeste, ABC, Figueirense, Icasa, Bragantino e São Caetano, além de um empate com o Guaratinguetá.

Em 2013, Kleina já havia levado o time a sete jogos sem derrota entre o dia 31 de janeiro e 28 de fevereiro, com jogos do Campeonato Paulista e Copa Libertadores.

O Palmeiras lidera a Série B com 31 pontos, dois a mais que a Chapecoense. A distância para o Figueirense, quinto colocado, já é de nove pontos. Agora Kleina precisa controlar a euforia do elenco e da torcida na busca pelo acesso.

“O que existe aqui é trabalho e não tem euforia nenhuma, somos simplesmente líderes. Temos muita coisa a fazer ainda na Série B e temos que continuar dessa maneira, com esta entrega. É curtir um pouco a vitória e já focar no Paraná. Não quer dizer que já subimos e nem que temos garantia de sucesso”, disse o treinador palmeirense após a vitória no ABC Paulista.

O próximo compromisso do Palmeiras é no sábado contra o Paraná, pela 14ª rodada do Série B, no estádio do Pacaembu.
Kleina deverá contar com Valdivia, poupado do jogo contra o São Caetano, e Vinicius, que machucou o tornozelo e ficou fora da partida no ABC Paulista. Já Charles volta de suspensão por cartão vermelho e fica à disposição do treinador.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Alan Kardec repete início fulminante de Barcos no Palmeiras

Por Fabio Leite

Com o golaço na vitória do Palmeiras por 2 a 1 sobre o São Caetano ontem pela Série B do Brasileiro, Alan Kardec repete o início fulminante de Barcos no clube alviverde.

O novo centroavante palmeirense atingiu o mesmo aproveitamento de quatro gols nos cinco primeiros jogos que fez do jogador argentino ídolo instantâneo da torcida até ser negociado com o Grêmio no início deste ano.

Contratado por empréstimo do Benfica, de Portugal, até junho de 2014, Kardec estreou pelo Palmeiras no dia 20 de julho no segundo tempo da vitória por 3 a 2 sobre o Figueirense, em Florianópolis.

Na ocasião, o centroavante não balançou as redes, assim como o ex-palmeirense Barcos, quando estreou pelo clube alviverde em fevereiro de 2012, contra o XV de Piracicaba, no Campeonato Paulista.

No jogo seguinte, contra o Guaratinguetá, Kardec entrou durante a etapa final, sentiu ainda falta de ritmo de jogo, e perdeu duas chances de gol que poderiam ter evitado o empate em 1 a 1.

Os lances fizeram o torcedor lembrar da passagem fracassada do antecessor Kleber, que também chegou por empréstimo de Portugal, do Porto, no caso, mas fez apenas dois gols em 11 jogos e quatro meses.

Bastou o jogo contra o Icasa, em sua estreia no Pacaembu, para o camisa 14 desencantar marcando dois gols na goleada por 4 a 0 sobre a equipe cearense.

Contra o Bragantino, na penúltima rodada, foi de Kardec o gol que iniciou a vitória por 2 a 1 no Pacaembu.

Ontem, o centroavante ganhou a bola de cabeça no meio-campo, deixou quatro marcadores para trás e tocou na saída do goleiro Rafael Santos para empatar o jogo contra o São Caetano.

“Foi mais um gol bonito, reconheço. Mas tem horas que vai ser gol de bico”, disse Kardec. “Bonito ou não o importante é estar sempre fazendo gols”, completou.

BARCOS

Contratado junto à LDU, do Equador, no início do ano passado, o argentino Hernán Barcos teve início arrasador fazendo quatro gols nos cinco primeiros jogos.

O primeiro foi na vitória por 3 a 0 sobre o Ituano, na estreia como titular na equipe comandada por Luiz Felipe Scolari, em fevereiro de 2012. No jogo seguinte, 3 a 2 sobre o Guaratinguetá, o ex-camisa 9 marcou mais um.

Depois passou em branco contra o Oeste –empate em 1 a 1– até marcar dois belos gols no clássico com o São Paulo, que terminou empatado em 3 a 3, em Presidente Prudente.

Barcos terminou a temporada passada com a marca de 28 gols, mas nem assim conseguiu evitar o rebaixamento da equipe para a Série B.

O jogador foi um dos poucos poupados pela torcida palmeirense após a queda até ser trocado pelo clube alviverde com o Grêmio em fevereiro deste ano por Leandro, Léo Gago, Rondinelly, Vilson e pelo pagamento de dívidas com o argentino e com a LDU.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Kleina confirma volta de Valdivia ao Verdão no sábado, contra o Paraná

Por Marcelo Hazan

Poupado da partida contra o São Caetano, o meia Valdivia tem volta assegurada ao time no sábado, contra o Paraná, no Pacaembu, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A confirmação foi feita pelo técnico Gilson Kleina no vestiário do estádio Anacleto Campanella, onde o alviverde derrotou o Azulão por 2 a 1, resultado que manteve a equipe na ponta do campeonato, com 31 pontos, dois a mais que a Chapecoense.

– No sábado ele joga. Estamos monitorando o Valdivia de perto e seguindo o planejamento traçado. Não vamos mudar o que está dando certo, não queremos que ele tenha outra lesão grave. Dentro de algumas rodadas, acredito que ele já terá um ritmo melhor dentro de uma sequência de jogos. Por enquanto, o trabalho é feito sempre visando a próxima partida – disse o treinador.

O Palmeiras sentiu a falta de seu camisa 10 contra o São Caetano. Mesmo com Mendieta em campo, faltou uma peça capaz de organizar a equipe e fazer a ligação com o trio de atacantes, formado por Ananias, Alan Kardec e Leandro. Para Kleina, isso só evidencia o ótimo momento que o chileno vive na temporada.

– O Valdivia realiza um papel na criação que poucos meias conseguem fazer no futebol brasileiro. Ele participa bastante, dá passe, faz gol. É claro que sentimos a sua falta. Mas é importante contar sempre com ele em boas condições, não adianta forçar nada – afirmou.

Após o reinício da Série B, paralisada para a Copa das Confederações, Valdivia esteve presente em seis partidas consecutivas. Foi crescendo de rendimento gradativamente e, nos últimos jogos, fez até gol. Em todas os jogos, tem sido aplaudido pela torcida e reconhecido pelos companheiros, que não hesitam em apontar a volta do chileno como um dos grandes motivos pelo ótimo desempenho da equipe na atual fase da temporada.

Com a volta de Valdivia, Mendieta ficará como opção na reserva contra o Paraná. Outro que retornará ao time diante dos paranaenses será Charles, que foi expulso contra o Bragantino e cumpriu suspensão automática contra o São Caetano. Ananias volta para o banco.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Kleina garante Valdivia entre os titulares do Verdão contra o Paraná

O meio de campo do Palmeiras terá Valdivia contra o Paraná, no próximo sábado, no Pacaembu. Em entrevista coletiva após bater o São Caetano, nesta terça-feira, o técnico Gilson Kleina garantiu que terá o chileno após preservá-lo na vitória por 2 a 1 no Anacleto Campanella.

O camisa 10, no entanto, não poderá enfrentar o Joinville, na próxima terça-feira, fora de casa. Ele se apresentará à seleção chilena para disputar o amistoso contra o Iraque, na Dinamarca, dia 14. Pendurado com dois cartões amarelos na Série B, ele deverá forçar o terceiro diante dos paranaenses para não ser desfalque na sequência da competição.

– Joga sim. No sábado ele joga. Estamos monitorando ele e seguindo o planejamento. O Valdivia está fazendo o papel de criação que poucos meias no Brasil fazem. Se ele tem isso, participa, faz gol… Com o talento dele, claro que setimos a falta. Mas é importante ter ele no final de semana, do que dar mais sequência, ter uma lesão grave. Mais algumas rodadas e já poderemos ter um ritmo melhor dele em sequência. O trabalho é viver o próximo jogo. Temos de continuar nessa toada – afirmou o comandante.

Com seguidas lesões musculares desde a temporada passada, Valdivia vem passando por um trabalho especial para não se desgastar fisicamente e novos problemas. Antes de ficar fora do duelo com o Azulão, ele jpa havia feito seis partidas consecutivas.

Leia aqui a matéria completa→ NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Kleina vibra: ‘Gol do Kardec é para a galeria dos mais bonitos do Palmeiras’

O jogo esteve longe de estar entre os mais bonitos. Mas o golaço de Alan Kardec, na vitória de virada por 2 a 1 sobre o São Caetano, nesta terça-feira, no ABC, empolgou o técnico Gilson Kleina.

Aos 10 minutos do segundo tempo, com 1 a 0 contra no placar, o centroavante arrancou da intermediária, fintou seis adversários e balançou a rede, antes de Henrique sacramentar a virada.

– O Alan fez uma pintura, um gol que vai entrar para a galeria dos gols mais bonitos da história do Palmeiras – vibrou o treinador.
Contratado por empréstimo de um ano do Benfica (POR), o camisa 14 soma quatro gols em cinco partidas pelo Verdão. E, pelas suas atuações, já virou titular nas duas últimas exibições.

– Quero que ele faça de tudo para continuar com esse desepenho. O que acontece no clube é a conscientização de todos. Todos querem jogar, mas tem que ver de que maneira está, se está em condição. Temos uma filosofia. O Alan, quando fez o lastro mais forte, tivemos grande trabalho da comissão, estamos seguindo à risca. Se evitarmos as lesões que aconteceram, teremos sempre o elenco forte – acrescentou Kleina, antes de concluir:

– Eu acredito ainda que o Alan vai evoluir, por mais que ele esteja em um estágio bom. Está passando por um grande momento. Fica feliz com a vitória, está fazendo gol. É mercedor desse momento – finalizou.

Com o triunfo, o Palmeiras alcançou 31 pontos e seguiu na liderança da Série B. Com um jogo a menos, a Chapecoense é a vice-líder, com 29 pontos.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Kleina descarta euforia e defende trabalho duro

Por Marina Galeano

Mesmo após a vitória desta terça-feira, quando o Palmeiras bateu o São Caetano e chegou ao oitavo jogo sem perder na Série B do Brasileiro, o técnico Gilson Kleina preferiu conter a euforia do bom momento da equipe.

Em entrevista coletiva, o comandante alviverde ressaltou que o acesso não está garantido e que é preciso trabalhar duro para vencer a competição.

“Eu diria que a gente é simplesmente líder. Não tem euforia. Vamos curtir um pouco a vitória de hoje, mas já focar no jogo contra o Paraná. Não há garantia de que já subimos [para a primeira divisão]. A garantia é trabalho”, afirmou.

Sobre o duelo contra o São Caetano, Kleina definiu como “dois tempos distintos”.

“Nós estávamos dando espaço para a proposta do São Caetano, que era o contra-ataque. Nossa equipe ficou vulnerável e caiu na estratégia que o São Caetano montou. Mas, viramos o segundo tempo com muita força. Congestionamos o meio-campo, acertamos a marcação. A equipe assimilou as mudanças, aquilo que trabalhamos ao longo dos treinamentos.”

“Não vai se ganhar ao natural. Série B é competitividade do começo ao fim”, acrescentou o treinador.

No próximo sábado, às 16h20, o Palmeiras enfrenta o Paraná, no Pacaembu, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

BLOG DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ ESPN BRASIL

• Duas boas notícias para o Palmeiras no dia da vitória sobre o São Caetano e do sorteio da Copa do Brasil

A pergunta óbvia voltará a ser feita na semana do dia 21, do reinício da Copa do Brasil, mas já foi respondida pelo diretor executivo do Palmeiras, José Carlos Brunoro, ontem à tarde durante o sorteio. Na dividida, o Palmeiras escolhe a Série B ou a Copa do Brasil. Prioridade é colocar o clube de volta na Série A no ano do centenário, mas Brunoro respondeu com exatidão: “Hoje temos elenco para nos dividirmos nos dois torneios.”

A ambição demonstrada na resposta de Brunoro foi a primeira boa notícia da terça-feira. A segunda foi a vitória sobre o São Caetano fazer o Palmeiras abrir nove pontos sobre o Figueirense, o quinto colocado. A distância ampla dá segurança para eventualmente correr riscos de perder pontos na Série B e tentar em agosto — depois em outubro — avançar na Copa do Brasil.

O Palmeiras está na Série B e jamais chamará para si o favoritismo na Copa do Brasil. Até porque nunca será favorito. Mas o time se acertou. O belo gol de Alan Kardec contra o São Caetano confirma isso. Tem altos e baixos, mas pode confiar mais em Valdivia e tem em Mendieta um bom reserva. A arquibancada não morre de amores por Márcio Araújo, mas Eguren está pronto para virar titular. Vinicius e Leandro têm altos e baixos, mas Alan Kardec firma-se como centroavante de boas jogadas e belos gols.

Isso significa que o Palmeiras pode ganhar o inédito bicampeonato da Copa do Brasil?

Não!

Significa que pode tentar.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ ESPN BRASIL

••

BLOG DO FÁBIO SALGUEIRO

• Nobre projeta arrecadar R$ 46 milhões com a camisa do Palmeiras

Como investidor e homem que conhece a fundo o mercado financeiro, o presidente Paulo Nobre sonha alto e projeta arrecadar com a camisa do Palmeiras cerca de R$ 46 milhões em patrocínio.

O valor é considerado muito alto por muitos de seus pares de diretoria, mas o dirigente não se abala com o pessimismo geral. Ele rebate com um discurso otimista, sobretudo pelo fato de o ano que vem ser o Centenário do clube.

A ideia do mandatário alviverde é conseguir cerca de R$ 25 milhões pelo patrocínio master da camisa, ou seja, o espaço frontal do manto verde.

“Já disse a ele que o valor de R$ 25 milhões é muito alto, se considerarmos que o Corinthians, que está na primeira divisão, conseguiu cerca de R$ 31 milhões com a Caixa Econômica Federal”, afirma uma fonte de dentro do clube, que acompanha de perto as negociações do cartola com as empresas interessadas.

“O Paulo Nobre bate o pé e acredita que por ser o ano do Centenário do Palmeiras, conseguirá tal valor. Eu duvido. As contas deles também não batem, é só analisar os valores”, critica a fonte.

Além do patrocínio master, o presidente palmeirense já tem no papel definido os demais valores da camisa alviverde. A barra frontal e traseira da camisa custam R$ 16 milhões. Já as mangas R$ 6 milhões.

“Esses valores o Paulo Nobre discutiu comigo e não batem. Se você somar, chegará a um total de R$ 47 milhões e não R$ 46 milhões como ele afirma nos bastidores do clube.”

Como a ideia é conseguir um valor alto com a camisa, sobretudo pelo rombo financeiro que atinge o clube, o presidente não descarta até mesmo a volta do antigo patrocinador, a Kia Motors. A Fiat também está na pauta de negociações, outra empresa que já foi parceira do clube.

“O Paulo Nobre tem tentado de tudo. Até mesmo a volta de antigos parceiros. Mas com relação aos valores, creio que o próprio presidente não acredita que conseguirá tal quantia.”

Abaixo, quanto vale a camisa do Palmeiras:

– Parte frontal (patrocínio máster) – R$ 25 milhões;

– Barra frontal e barra traseira – R$ 16 milhões;

– Mangas – R$ 6 milhões;

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO FÁBIO SALGUEIRO

••

BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

• A peça que faltava ao Palmeiras

Por Thiago Ferri

Durante o primeiro semestre, o técnico Gilson Kleina conseguiu armar uma equipe competitiva, mas que sofria por não ter uma referência à frente. Vinicius tentou fazer a função, só que o camisa 19 vai melhor quando joga pelos lados, assim como Leandro. Kleber, contratado para ser o centroavante com a saída de Barcos, não conseguiu cumprir as expectativas, e saiu mais marcado pelo lance perdido contra o Tigre (ARG) e pelos problemas no joelho, do que pelos dois gols que fez em 11 partidas.

Alan Kardec chegou para, finalmente, ser a peça que faltava ao time. Mesmo antes com um camisa 9 pouco efetivo, o Verdão conseguia ser perigoso próximo à área rival por ter um jogador dentro da área, que prendesse a atenção dos rivais. Com apenas atacantes rápidos, não foram poucas as vezes em que Vinicius criou, esperando a conclusão de Leandro – e vice-versa – mas o parceiro de frente não estava posicionado para concluir o lance.

Nos jogos em que participou, Kardec tem mostrado qualidade para atuar também distante da área, como no lance do belo gol marcado terça, contra o Azulão. Esta sua capacidade fez com que no Santos o técnico Muricy Ramalho tenha o utilizado até como armador, durante o período em que Ganso se machucou.

Com o camisa 14, o Palmeiras torna-se uma equipe ainda mais perigosa no ataque. Contando com o apoio de Valdivia, que voltou muito bem após a Copa das Confederações e os quase quatro meses fora por lesão muscular, já são quatro gols em cinco jogos – o dobro daquilo que fez Kleber, e com a metade das partidas feitas pelo ex-camisa 9. Os gols não cansam de sair e o time já tem média de mais de dois por jogo.

Exceto times como o Barcelona, é difícil armar um bom ataque sem ter um homem de referência. Esta posição não é mais um problema ao Palmeiras.  A contratação de Alan Kardec está se mostrando ser um bom acerto da diretoria e pode fazer Kleina agora focar no acerto de um setor que preocupa mais neste momento: a defesa.

Leia aqui a matéria completa → BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

••

COLUNA DO ANTERO GRECO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Palmeiras vê a Série A menos distante

Falta muito, mas muito mesmo, para definições na Série B do Campeonato Brasileiro. Mas, passadas 13 rodadas na divisão de Acesso, não é exagero dizer que o Palmeiras ficará com uma das quatro vagas para a elite de 2014. O time paulista nada de braçada, ganhou 10 vezes, empatou uma e perdeu duas, lidera com 31 pontos e com folga.

A turma de Gilson Kleina aos poucos toma forma – e o treinador usa a Segundona como laboratório. Jogadores que no início do ano tinham espaço, agora entram menos. Alguns recém-chegados cavam lugar, como Alan Kardec, autor do primeiro gol nos 2 a 1 de virada sobre o São Caetano, na noite desta terça-feira, no ABC. Com quatro gols, já é um dos artilheiros da equipe e parece ganhar a confiança do técnico.

O Palmeiras oscila, tem defeitos, tem de encorpar-se, para chegar com chances de fazer papel bonito no ano do centenário. A alternância voltou a dar as caras, no primeiro tempo do jogo no Estádio Anacleto Campanella. O meio-campo parou, a defesa ficou exposta e o São Caetano dominou, a ponto de ficar em vantagem com Geovane.

A mudança veio após o intervalo. Sem mexer na escalação, mas com empurrão no ânimo dos jogadores, Kleina conseguiu mudar o astral do time. O Palmeiras foi mais veloz, eficiente e equilibrado. Empatou com golaço de Kardec e virou com o zagueiro Henrique, ao aproveitar vacilo do Azulão. Dali em diante, teve chances de aumentar a diferença e não sofreu tanta pressão. Cumpriu o papel que se esperava.

Testes mais difíceis virão a partir de agora na Copa do Brasil. O Palmeiras estreará nas oitavas de final, com outros brasileiros que participaram da Taça Libertadores, e terá como adversário o Atlético-PR, que se recupera na Série A. Será o momento de ver se o grupo que Kleina e dirigentes preparam para 2014 será de fato competitivo.

Leia aqui a matéria completa → COLUNA DO ANTERO GRECO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Jornada dupla

Diretor executivo do Verdão, José Carlos Brunoro esteve, no início da tarde, no Rio, acompanhando o sorteio das oitavas de final da Copa do Brasil, e, à noite, em São Caetano do Sul, para ver o jogo com o Azulão.

• Na rua

Uma das funcionárias mais antigas do Palmeiras, a bombeira Rose foi obrigada a pedir demissão. Motivo: ela reclamou da falta de itens básicos para prevenção de incêndio no clube e ouviu que deveria se demitir, já que não havia dinheiro para tal investimento.

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

• Barrados no baile

As duas maiores organizadas do Palmeiras, Mancha Alviverde e TUP, estão proibidas de entrar nos estádios. A medida foi imposta pela FPF, baseada em uma briga entre as duas torcidas no duelo entre Palmeiras e Guaratinguetá, em 27 de julho.
••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

• Espera no fim

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, disse a membros do COF que existem boas possibilidades de fechar patrocínio master até o fim deste mês, e já contabilizar receitas em setembro. As negociações mais avançadas são com a Fiat, que já patrocinou o clube anteriormente, mas há outras interessadas.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

TV GLOBO – GLOBO ESPORTE → Kardec faz golaço e Palmeiras consegue virada diante do São Caetano
 
TV GLOBO – GLOBO ESPORTE → Palmeiras lidera tabela da Série B
 
UOL ESPORTE → Valdivia diz que hoje comemora vitória em casa e avisa que não deixa o Palmeiras
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Vídeo: Palmeiras vence São Caetano de virada e segue líder
 
UOL ESPORTE → Elogiado pelos jogadores, Kleina não quer Palmeiras sem competir
 
AGORA SP → Após primeiro tempo fraco, Kleina pede mais pegada
 
BAND ESPORTE → Kleina conduz Palmeiras à virada e ganha abraços dos jogadores
 
BAND ESPORTE → Henrique festeja gol da vitória contra Azulão e já pensa no Paraná
 
GLOBO ESPORTE COM → Kleina sinaliza prioridade a Copa do Brasil e elogia Atlético-PR
 
ESPN BRASIL → A nove pontos do quinto lugar, Palmeiras já planeja priorizar Copa do Brasil
 
JP ONLINE → Após vitória, Kleina quer conter euforia no Palmeiras: “Ainda vai acontecer muita coisa”
 
TERRA → Kleina garante Valdivia entre os titulares do Verdão contra o Paraná
 
ESPN BRASIL → Inspirado em Henry, Alan Kardec brilha em vitória do Palmeiras sobre São Caetano: ‘Todos tem me ajudado’
 
ESTADÃO ONLINE → Ananias celebra chance e espera ser útil no Palmeiras
 
BLOG DO FABIO SERÓDIO → Adversário do Palmeiras na série B será a obrigação de vencer
 
GLOBO ESPORTE COM → Kardec supera expectativas, e Kleina afirma: ‘Ainda vai evoluir mais’
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Valdivia faz falta em São Caetano e tem volta confirmada para sábado
 
TERCEIRO TEMPO → Brunoro diz que Palmeiras não precisa mais deixar Copa do Brasil de lado
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Kleina coloca Kardec nos gols mais bonitos do clube e prevê evolução
 
ESPORTE INTERATIVO → Alan Kardec protagoniza uma pintura e ganha elogios de Gilson Kleina
 
ESPORTE INTERATIVO → Gilson Kleina confirma Valdívia em campo no sábado
 
BLOG DO NETO → Verdão já pode comemorar a volta à elite
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Henrique valoriza “gol de zagueiro” e quebra longo jejum no Verdão
 
SPORTV → Melhores Momentos: São Caetano 1 x 2 Palmeiras pela 13ª rodada da Série B do Brasileiro

••

32 respostas em “Verdão na Mídia 07-08-2013: A nove pontos do 5º lugar, Verdão planeja priorizar Copa do Brasil ❘ Gazeta Esportiva Net”

Projeta arrecadar ? Eu projeto ganhar na Mega-Sena neste fim de semana !
Até agora, profissionais do marketing, NADA !!!! Fiasco…

Parece que ninguém leu isso… Na verdade o importante é reclamar da “SONDAGEM” que o galo fez ao Palmeiras pelo Wesley… É procurar agulha no palheiro, sofrer por antecipação, o único time onde os torcedores destacam mais as noticias plantadas para tumultuar o ambiente que uma noticia que mude o ambiente positivamente.

O elenco tem pelo menos dez jogadores que não vêm sendo utilizados, também custam dinheiro e poderiam ser emprestados. Emprestar Wesley..NÃO!

Se emprestarem o Wesley vai ser o maior absurdo feito esse ano e na minha opinião maior até que a venda do Barcos! Este jogador vem sendo, junto com Valdívia, o símbolo da mudança tática que o time teve depois da Copa das Confederações, o motorzinho incansável do nosso meio de campo!

Absurdo!

Se mais!

Se o Wesley é peladeiro de luxo, qual segundo volante, jogando nesta posição, não com invenções de professor pardal é tão melhor no Brasil hoje? Devem ser pelo menos uns 30 para justificar este comentário.
Eu sempre fui um dos que não descia o pau no Wesley porque ele não jogava em sua posição, vindo de trás como alternativa e não meia com obrigação de armar jogo.
Comparar com o Wesley, Leo Gago (emprestado), Charles brucutu (emprestado) e Massaraújo é brincadeira de mal gosto, incluir Bruno Dybal na lista foi ainda pior, já que ele não é segundo volante.
Concordo com o Marcos, a síndrome de vira-lata tomou conta, vamos diminuir folha de pagamento, ganhar campeonato é secundário para um time de futebol, afinal com tantos times centenários que nunca ganharam nada, temos até uma vantagem, podemos relembrar o passado pelo menos.
Mas vou achar que isso é notícia plantada e dar o benefício da dúvida para a dupla profissional.

O Henrique também estava certo com os bambis celestes… Depois iria sair pela falta de pagamento de salários… Agora o galo faz uma “SONDAGEM” e uma porrada de gente já desce a lenha na diretoria, concordo com você, isso cheira, tem forma e característica de noticia plantada!

Não existe um ÚNICO time grande que cede jogador que está bem para outros clubes. Eles só fazem isso após uma temporada (geralmente vitoriosa), ou com uma venda muito bem paga.

O Palmeiras é um dos times que MENOS ganham dinheiro em vendas, porque virou uma epidemia em nossas diretorias essa síndrome de vira-lata. Só de eu, um torcedor do Palmeiras, ter que admitir isso, já revela a que ponto chegamos. Wesley só sai por mais de 20 milhões, e pra time estrangeiro. E ponto final. O Palmeiras tem que jogar pra vencer a Copa do Brasil, pra estar na Libertadores de 2014, pra levantar patrocínio, vendas de camisas e ingressos no 1o semestre. 2014 não é qualquer ano. É o centenário do maior campeão Brasileiro. Do campeão do século! A diretoria tinha é que estar contratando jogador bom, e não querendo emprestar jogador bom.

Considero o Wesley um PELADEIRO DE LUXO.
O duro vai ser abrir mais uma possibilidade pra renovar o contrato do INUTIL Marcio Araujo!.

Com certeza Jair, e o pior é que esse times (gaymio, flamerda e patético-mg) SÓ QUEREM PEGAR JOGADOR BOM, AGORA EU QUERO VER ESSE TIMECOS CONTRATAR MARCIO GB.

Caro Alex, ontem o Wesley não era ninguém porque estava lesionado e depois que se recuperou estava sendo usado na posição errada.

Pelo amor.. um dos únicos jogadores decentes do elenco sendo emprestado? Temos que formar um time competitivo pra 2014. Isso só se faz formando uma espinha dorsal e o Wesley está nessa espinha.

Se emprestarem o Wesley é pedir pra nunca mais serem diretores do Palmeiras.

FORA pensamento pequeno!!!

É Marcos, é nisso que se transformou nossa torcida… “emprestamos jogadores que se destacam para outros times, para valorizá-los” … é mole?

Eu já sou a favor desse empréstimo. O cara ganha 350 mil/mês, pelo amor de deus.
Até ontem ninguém queria o cara….Penso o seguinte: valorizamos uma mercadoria
que estava perdida e vamos comercializá-la na alta.
Temos para a posição de segundo ou terceiro volante: Charles;Léo Gago;Márcio Araújo;
Bruno Dybal, além do Eguren que para mim é uma interrogação.
A culpa disso não é do P.N. e sim daquele autista do Tirone que contratou um jogador médio por 6 milhões de euros ganhando 350 mil/mês.
Vendam rápido, antes que ele volte a jogar aquele futebolzinho já conhecido.

é pra acabar, né? Depois de mais uma vitória essa porcaria de diretoria se emprestar o Wesley vão tomar bomba pra cabeça!!! Do jeito que são amadores, vão emprestar o Wesley de graça e capaz de pagar uma parte do salário… pqp! Será que não tem jeito mesmo ??? é inacreditável como o Palmeiras consegue chegar cada x mais ao fundo do poço (se é que ele existe!) lamentável.

Pois é, parece que a única saída para nós torcedores, é abandonar o Palmeiras infelizmente, eu tenho certeza que o mustafá fica tempo todo cozinhando o juízo do Paulo Nobre para cortar gastos e vender os melhores jogadores para outros times de menor estrutura (gaymio, flamerda e o patético mineiro).

Vamos ver qual a troca que o Atletico vai propor ao Verdão: Wesley por Richarlyson? Wesley por Neto Berola? Já tomamos um chapéu recente quando trocamos Pierre por Barril de Carvalho… e tem gente que vai vir aqui dizer que somos Viúvas do Wesley, virão defender o CEO, dizendo que o importante é baixar os gastos…

Pois é! Isso se não emprestarem de graça… fica vendo! Aí renovam com a porcaria do caramujo por 350 mil/mes não duvido nada!!!

Veremos nos próximos dias se a dupla Nobre/Brunoro estão preocupados em manter um time forte para 2014, ano do centenário ou se estão preocupados em economizar dinheiro. A contratação do Wesley foi um erro no ponto de vista financeiro, no entanto, do ponto de vista técnico foi um acerto como estamos vendo. Emprestar o jogador para desonerar a folha salarial é um absurdo, um “bom e barato” travestido de boas intensões. Não consigo ver por nenhum ponto de vista uma negociação que seja benéfica para o Palmeiras, nem se o Galo, pagasse uma boa grana, visto que esta grana só serviria para pagamentos de dívida e não para reforço do time. Se vier com troca de jogador então, menos ainda. Dos jogadores do Galo o único que valeria a pena e que a gente precisa, seria o Marcos Rocha e o Tardelli. Jô, Rever, Ronaldinho Gaucho e o restante são posições que nos já temos jogadores qualificados, além do salário ser ainda maior. Ou seja, se for por dinheiro a gente mata uns milhões da dívida e perde um dos elementos da espinha dorsal. Se for por jogador, a gente perde um titular por um monte de encostado. Não tem como ser um bom negócio para o Palmeiras e já digo isso hoje enquanto ainda é boato.

E a possível saída do Wesley começa a virar assunto. Também acho ruim e lesivo a liberação fácil de jogadores “titulares” pra times regionais de história, estrutura e espectro inegavelmente inferior ao do Palmeiras (como Grêmio, Cruzeiro, Atlético MG).

Se venderem o Wesley estarão passando o atestado de burrice. Vão deixar claro que qualquer um pode chegar e levar quem quer que seja do elenco. Como um time pequeno qualquer.

Essa imprensinha de merda tá querendo tumultuar o ambiente do Palmeiras de qualquer jeito, espero que essa nova diretoria saiba agir nesse momento blindando a equipe e evitando casos como o do judas.

http: //globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2013/08/interessado-em-contratar-Wesley-atlético-mg-consulta-palmeiras.html

Eu como TORCEDOR FANÁTICO DO PALMEIRAS, se vender o Wesley, não vou aceitar se essa diretoria fizer uma cagada imensa, já basta o que fizeram no começo do ano, com a venda do Barcos, que na verdade o Palmeiras trocou o Barcos em troca de vento (com exceção do Leandro e Vilson). Aí, eu começo a questionar, CADÊ A PROFISSIONALIZAÇÃO ??? Que tanto pregaram na campanha da eleição do Paulo Nobre??? Até quando hein???

Sinto em discordar Regina, mas o Palmeiras não tem time pra encarar Atlético Mg, Corinthinas e Internacional. Podemos ganhar na vontade, num jogo disputado, na camisa.

Mas no papel, nosso time é inferior, bem inferior a esses 3 ali. A camisa é que nos pode dar o titulo, mas o time é de série b. Cabera aos jogadores provarem diferente. Ai quero ver o Valdivia destruir o jogo como tem feito na série b.

Mas é claro, se não destruir a culpa não sera dele, e sim do elenco. Pois a torcida só lembra das contusões quando ele não joga, e não do histórico de não jogar nada contra times grandes. Torço pra que o Valdivia destrua na série B e que o Palmeiras seja campeão com ele em campo. Mas duvido que ele faça o mesmo contra times de série A. Assim como, duvido que a torcida vai conseguir enxerga isto. Os culpados por possiveis derrotas do Palmeiras na C. do Brasil, serão os M. Araujos da vida, os que recebem pra correr.

Opa, mesmo de férias estamos ai. Se for verdade o caso da BOMBEIRA é lamentável, lamentável e lamentável, além de tudo envolve a segurança de quem frequenta o clube, isso é inadmissível, Vão ser burro assim na casa do chapéu, economiza mil pra gastar um milhão depois com a desgraça de alguém. KARDEC GOLAÇO. o galo esta atrás do WESLEY, por, agora que o cara comelçou a jogar bem….. O 3VV JÁ FOI MELHOR NÃO VAI TER PROMOÇÃO DOS DIAS DOS PAIS? pode enviar foto pelo menos? PALMEIRASSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS FIU FIU FIU

Como o Alan Kardec evoluiu durante a sua passagem pelo futebol europeu. Lembro-me do seu começo de carreira no Vasco e como era questionado pela torcida e imprensa carioca, mas agora vem mostrando uma qualidade surpreendente. Que golaço ele fez ontem, que serve para mostrar que pode fazer uma grande carreira no Verdão. E chupa Barcos!

Quem será que disse essa ‘pérola’ à bombeira? Deveria ser ele demitido do clube, porque, além de tudo, é um irresponsável. Aí, vaza uma notícia dessas – de que os equipamentos anti-incêndio do Palmeiras estão ‘vencidos’ – e amanhã mesmo o Corpo de Bombeiros aparece no clube para interditá-lo.

Sobre a coluna do PVC, digo que é claro que o Palmeiras, nas avaliações da imprensa esportiva, jamais será favorito de nada, porque todos os veículos ‘jogam’ contra o Palmeiras e anseiam pelos nossos tropeços. Mesmo aqueles que se dizem palmeirenses, como o PVC, não apontam o clube como candidato ao título por medo de serem criticados de falta de isenção. No ano passado também não éramos favoritos, tivemos todas as dificuldades possíveis (jogadores suspensos, Henrique expulso injustamente) e inimagináveis (apendicite do Barcos) e levamos o título. Humildade é importante até um certo limite, mas se estamos num torneio, acredito que temos tantas chances quanto os outros. Porque se dependesse apenas de qualidade de elenco, nem precisaria de jogos – bastaria analisar a lista de elenco de cada clube e dar o caneco para aquele que teoricamente tem o melhor (o SPFC, nesse caso, estaria entre os primeiros, mas olha os resultados que eles têm conseguido). No campo, as coisas são bem diferentes e é por isso que o futebol é tão interessante. Temos sim chances do bicampeonato! Vai ser fácil? Lógico que não. Quando foi fácil pra nós?

Deve-se acrescentar aos problemas superados pelo Palmeiras na Copa do Brasil de 2012 as péssimas arbitragens que prejudicaram o nosso time nos confrontos contra Atlético PR, Grêmio e Coritiba.
Na final contra o Coritiba, dois jogadores paranaenses não foram expulsos no primeiro tempo do primeiro jogo. O volante Willian pela agressão ao Valdívia (chute nas partes baixas – procurar pelo google “Valdívia agredido por jogador do Coritiba”) e o lateral Jonas pela penalidade cometida em situação clara de gol. No segundo jogo tivemos a penalidade com golpe de Judô sobre o Henrique, mas a imprensa não vi nada disso e só deu voz ao time paranaense.

Os comentários estão desativados.