Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 17-08-2013: Palmeiras encontra o Paysandu e “divide” o coração de Gilson Kleina ❘ Uol Esporte

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras encontra o Paysandu e “divide” o coração de Gilson Kleina

Por Mauricio Duarte

O Palmeiras recebe o Paysandu neste sábado às 16h20 (de Brasília), no Pacaembu, pela 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A partida marca o encontro de Gilson Kleina com o clube que dirigiu há oito anos e o despontou como treinador para todo o país. Hoje no comando do time paulista, ele relembrou o aprendizado.



“Irei para 10 anos de carreira e tenho muito a aprender ainda, imagina há oito anos. Naquela época, eram jogadores que hoje são realidade, fez um elenco, mas problemas externos afetaram aquele grupo. Agora, estou com muito mais experiência. Sempre fui grato aos clubes pelos quais passei e o Paysandu não foge disso. Mas não é Gilson Kleina e Paysandu, é Palmeiras e Paysandu. Sabemos que será difícil, mas buscaremos a vitória”, comentou.

Mesmo tendo em vista a estreia na Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, o treinador Gilson Kleina optou por escalar a força máxima contra o Paysandu. A única dúvida é em torno de Leandro. O atacante deixou o treino desta sexta-feira com dores lombares e não teve presença confirmada na partida. Em seu lugar, pode entrar Serginho. O meia Valdivia, lesionado, também é desfalque.



“Este jogo contra o Paysandu é muito importante, não existe jogo fácil, temos de manter a seriedade e a atitude. Nenhum time que jogar contra o Palmeiras virá relaxado, sabemos da motivação dos outros times para jogar contra o Palmeiras. Temos de neutralizar os pontos fortes do Paysandu. Temos de ter respeito com todos, bloqueando os pontos fortes deles, assim como todas as equipes. Teremos de ter atitude, iniciativa e procurar o gol”, explicou.



Tentando escapar da zona de rebaixamento, o Paysandu terá a volta do zagueiro Fábio Sanches, liberado pelo departamento médico. O defensor estava em tratamento devido a dores na coxa direita, mas já está à disposição do técnico Arturzinho, que fará seu quarto jogo no cargo. A equipe ainda não venceu como visitante no torneio.



“É complicada essa nossa situação de não conseguirmos nenhum ponto fora de casa, mas não adianta desanimar. Nesta noite tivemos uma boa posse de bola, chances de gol, mas não conseguimos marcar”, analisou o goleiro Marcelo.



Com 37 pontos, o Palmeiras é líder isolado da competição e vive um momento de tranquilidade. O Paysandu, por sua vez, passa por uma situação bastante delicada. Com apenas 15 pontos conquistados, o time ocupa a 18ª posição na tabela e luta para fugir da zona de rebaixamento.

FICHA TÉCNICA



PALMEIRAS X PAYSANDU


Local: Estádio do Pacaembu


Data/Hora: 17/8/2013, às 16h20 (de Brasília)


Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Auxiliares: Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ) e Edina Alves Batista (PR)



PALMEIRAS: Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Mendieta; Leandro (Serginho) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina



PAYSANDU: Marcelo; Djalma, Diego Bispo, Fabio Sanches e Pablo; Vanderson, Esdras, Diego Barboza e Eduardo Ramos; Heliton e Marcelo Nicácio Técnico: Arturzinho

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Palmeiras faz hoje simulado para duelo na Copa do Brasil

Por Fabio Leite

Líder com sobra na Série B do Brasileiro, o Palmeiras recebe hoje, às 16h20, no Pacaembu, o ameaçado Paysandu como uma espécie de simulado da primeira prova alviverde na Copa do Brasil, na quarta, contra o Atlético-PR.

Embora seja apenas o 18º na segunda divisão nacional, o Paysandu deu trabalho ao time paranaense na última fase do torneio mata-mata. Após empate sem gols em Belém, o Atlético-PR penou para fazer 2 a 1 em Curitiba.

Para o técnico Gilson Kleina, que reencontra o Paysandu, time que dirigiu em 2005 –perdeu para o Palmeiras por 5 a 3 no Brasileiro–, o foco do elenco está voltado para a partida desta tarde.

“Estamos vivendo um jogo de cada vez, e essa sequência [dez jogos sem perder] é importante porque deixa todos nós mais confiantes”, disse.

Como o placar pode ser um balizador para o duelo com um time da Série A, Kleina escalará o que tem de melhor, inclusive Leandro, que sentiu dores nas costas, mas foi liberado, e Alan Kardec.

A exceção é Valdivia, que chegou ontem da Europa, onde desfalcou o Chile na vitória por 6 a 0 sobre o Iraque na quarta-feira, por causa de um edema na coxa direita.

O meia fez novos exames no clube e amanhã saberá se pega o Atlético-PR. Hoje, joga Mendieta.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Líder e melhor mandante, Palmeiras recebe o ‘zerado’ Paysandu

De um lado, um time que vive fase iluminada no Brasileirão da Série B e que possui a melhor campanha como mandante entre os 20 participantes (sete vitórias e uma derrota em oito duelos disputados). Do outro, um rival que não consegue se livrar da zona de rebaixamento e que, como visitante, perdeu as sete partidas que disputou. A 16ª rodada do torneio coloca Palmeiras e Paysandu frente a frente na tarde deste sábado, no Pacaembu, a partir das 16h20m (horário de Brasília).

Para o Verdão, o confronto serve como teste final para a estreia na Copa do Brasil, marcada para quarta-feira, quando a equipe voltará a enfrentar rivais da elite do futebol brasileiro. Até por isso, o técnico Gilson Kleina, que chegou a pensar em poupar os titulares, mandará a campo força máxima. A exceção é Valdivia, que voltou machucado da seleção chilena.

No Papão da Curuzu, nem a chegada do técnico Arturzinho foi capaz de fazer a equipe reagir. O time mostrou evolução atuando dentro de casa há duas rodadas, quando bateu o Joinville. Mas logo depois voltou a tropeçar como visitante e foi derrotado pelo Oeste. Por isso, a equipe vai priorizar o jogo defensivo, com marcação forte no meio-campo, tentando surpreender no contra-ataque, apostando principalmente em Marcelo Nicácio.

O canal PremiereFC 1, por meio do sistema pay-per-view, transmite a partida para todo o Brasil. O GLOBOESPORTE.COM também acompanha o duelo em Termpo Real, com vídeos exclusivos, a partir das 15h50m. O pernambucano Gilberto Rodrigues Castro Júnior será o árbitro da partida. Ele será auxiliado pelo carioca Luiz Antônio Muniz de Oliveira e pela paranaense Edina Alves Batista.

AS ESCALAÇÕES

Palmeiras: de olho na partida de quarta-feira, contra o Atlético-PR, Gilson Kleina mandará seu time principal a campo. Leandro, que reclamou de dores lombares, foi submetido a exames e nenhuma lesão foi encontrada. Por isso, ele está liberado para o jogo. Kardec, que cumpriu suspensão automática na última partida, tem retorno garantido. Valdivia, machucado, será substituído por Mendieta. A equipe: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Mendieta; Leandro e Alan Kardec.

Paysandu: o Papão poder conta novamente com Eduardo Ramos e Djalma. O primeiro volta de lesão, enquanto o segundo cumpriu suspensão diante do Oeste. O zagueiro Fábio Sanches é dúvida. A possível surpresa fica para o retorno do volante Vanderson na vaga de Zé Antônio. O provável time titular: Zé Carlos; Yago Pikachu, Diego Bispo, Fábio Sanches e Pablo; Vanderson, Ricardo Capanema, Djalma e Eduardo Ramos; Iarley e Marcelo Nicácio.

QUEM ESTÁ FORA

Palmeiras: Léo Gago (se recupera de cirurgia no tornozelo direito), Ananias (suspenso), Vinícius (lesão no tornozelo direito), Valdivia (edema na coxa direita).

Paysandu: machucado, o atacante Careca continua fora do time. Sem jogar desde a 11ª rodada, o jogador perdeu a liderança do Artilheiro do Ano para William, da Ponte Preta, e agora está em segundo empatado com Rafael Costa, do Figueirense, com 22 gols marcados.

PENDURADOS

Palmeiras: Ayrton, Charles, Luis Felipe e Mendieta.

Paysandu: Diego Bispo, Eduardo Ramos, Esdras, Janilson e Vanderson.

Leia aqui a matéria completa > NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Palmeiras escala titulares diante do Paysandu para não perder o embalo

Por Ciro Campos

A ordem no Palmeiras é não se dar descanso mesmo quando tudo está bem com o líder da Série B. Por isso, neste sábado, contra o Paysandu, no Pacaembu, o time vai com a força máxima para que às vésperas da estreia na Copa do Brasil não perca o embalo da sequência de dez jogos sem derrota.

A equipe tem uma dúvida na escalação. O atacante Leandro saiu nesta sexta-feira do treino com dores lombares e, caso não tenha condições de atuar, será substituído por Serginho. No restante, os titulares são os mesmos que venceram o Joinville por 1 a 0.

“Vamos manter a equipe sem mudanças para entrar forte e com tranquilidade na estreia na Copa do Brasil quarta-feira. Nosso planejamento está dando certo e vamos dar continuidade. Não podemos perder nosso embalo de jeito nenhum”, explicou Gilson Kleina.

A escalação só foi definida em uma reunião entre ele e o médico Rubens Sampaio para certificar a ausência de atletas com desgaste excessivo e com risco de lesões pelo acúmulo de jogos.

O destaque para neste sábado é a volta de Alan Kardec. Após cumprir suspensão pelo terceiro amarelo, o artilheiro do Palmeiras na Série B com quatro gols e seis jogos está confirmado. Mendieta vai continuar na função de articulador – Valdivia está com um edema na coxa direita.

Após ter vencido as quatro últimas partidas pela diferença de um gol, o jogo deste sábado aparenta ser mais fácil. O Paysandu está na zona de rebaixamento para a Série C (18.º), jamais ganhou do Palmeiras em São Paulo e perdeu os sete jogos que fez como visitante nesta Série B. Curiosamente, no último encontro entre os times, o técnico da equipe paraense era Gilson Kleina no jogo disputado em 2005 no Palestra Itália.

Esse aparente favoritismo foi tema de uma conversa reservada do treinador com o elenco nesta sexta-feira. Por cerca de meia hora eles estiveram reunidos antes de ir para o campo e começar o treino. Os jogadores ouviram a cobrança de manter a seriedade e o respeito ao adversário.

“Não podemos avaliar o time pela tabela de classificação, mas sim pelas suas atuações recentes. E o Paysandu tem jogado muito bem”, explicou. Kleina destacou o elenco experiente da equipe paraense e disse estar preparado para um jogo parecido com o que foi diante do ABC, quando o adversário atuou na defesa com a proposta de neutralizar a saída de bola palmeirense.

PALMEIRAS X PAYSANDU

PALMEIRAS – Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Mendieta; Leandro (Serginho) e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina.

PAYSANDU – Zé Carlos; Yago Pikachu, Diego Bispo, Fábio Sanches e Pablo; Vanderson, Ricardo Capanema, Eduardo Ramos e Djalma; Iarley e Marcelo Nicácio. Técnico: Arturzinho

Árbitro – Gilberto Castro Júnior (PR);

Horário – 16h20; TV – Pay-per-view; Local –

Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Verdão recebe Papão para atingir maior sequência de vitórias no ano

Por William Correia

Às 16h20 (de Brasília) deste sábado, no Pacaembu, o Palmeiras terá a crise do Paysandu como um atalho para estabelecer mais um número positivo na temporada. Diante de um adversário que está na zona de rebaixamento e só venceu dois de seus últimos oito jogos, o líder da Série B do Brasileiro tenta a sexta vitória consecutiva, o que seria a sua maior sequência em 2013.

A classificação do torneio expõe uma facilidade teórica para o Verdão ampliar sua sequência. O time de Gilson Kleina ocupa o primeiro lugar com cinco pontos e dois jogos a mais em relação à Chapecoense, segunda colocada, enquanto os paraenses iniciaram a 16ª rodada com a terceira pior campanha da competição, somando 15 pontos em 15 partidas.

Mas é exatamente por conta dessa disparidade que Kleina reuniu seus atletas por meia hora na véspera da partida, exigindo que não haja empolgação com os 82% de aproveitamento no campeonato. “Fizemos um percentual de vitória e uma sequência positiva maravilhosa, espetacular, mas, ao mesmo tempo, existe sempre o alerta”, ensinou o técnico.

Kleina cita o Vitória de 2012 como exemplo: estabeleceu o melhor primeiro turno da história da Série B, mas só conseguiu o acesso por ter um triunfo a mais em relação ao quinto colocado. “Não vendemos ilusão nem sofrimento, só realidade. Temos uma sequência importante, que nos deixa confiantes, somos líderes por muito mérito e competência, mas a estrada é muito longa.”

Na 16ª etapa dessa estrada, o Palmeiras, mais uma vez, não contará com Valdivia, que agora tem um edema na coxa direita. Além do chileno, Ananias cumpre suspensão por acúmulo de amarelos, Vinicius também está fora devido a dores no joelho e no tornozelo direitos e Leandro é dúvida graças a incômodo lombar – Léo Gago, em recondicionamento físico após operar o tornozelo direito, é o quinto desfalque.

Em relação ao time que iniciou a vitória sobre o Joinville, Alan Kardec volta após cumprir gancho em Santa Catarina e Serginho já está pronto para substituir Leandro em caso de veto ao artilheiro do clube na temporada. Força máxima independentemente da estreia do time na Copa do Brasil, na quarta-feira, diante da Copa do Brasil. Uma prova de que a euforia está mesmo proibida.

“Atingindo as metas que definimos, vemos confiança e formação do elenco, com reposição, atitude e comprometimento da equipe. Tudo passa tranquilidade e confiança para o trabalho dentro de campo para todos. Estamos desfrutando a colheita do que foi semeado lá atrás, mas muito menos do que imaginamos e ambicionamos”, indicou Kleina.

O Paysandu também quer fazer muito mais do que o que foi atingido até agora. A campanha irregular gera um temor crescente sobre a volta à terceira divisão nacional e o técnico Arturzinho ainda enfrenta problemas de relacionamento com seus jogadores. Para enfrentar o Palmeiras, por exemplo, o goleiro Marcelo foi sacado por se desentender com o comandante e o meia Eduardo Ramos joga mesmo tendo recebido multa por indisciplina.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X PAYSANDU

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP) 


Data: 17 de agosto de 2013, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília) 


Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE) 
Assistentes: Luiz Antonio Muniz de Oliveira (RJ) e Edina Alves Batista (PR)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles, Wesley e Mendieta; Leandro (Serginho) e Alan Kardec
Técnico: Gilson Kleina

PAYSANDU: Zé Carlos; Yago Pikachu, Diego Bispo, Fábio Sanches e Pablo; Vanderson (Zé Antônio), Ricardo Capanema, Eduardo Ramos e Djalma; Iarley e Marcelo Nicácio
Técnico: Arturzinho

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo Itri

• Unidos venceremos.

Representantes de clubes brasileiros vão se reunir na CBF, na terça, para discutir a proposta do governo federal de acabar com as dívidas fiscais das agremiações.

• Barrados no baile.

As federações estaduais, no entanto, não foram convidadas para o encontro. As entidades têm interesse em participar do programa para também serem beneficiadas com o fim das dívidas fiscais.

• Passando a limpo.

A gestão de Arnaldo Tirone e de Roberto Frizzo deve ser alvo de sindicância no Palmeiras. O conselheiro José Corona quer pedir uma investigação para avaliar os gastos da última administração.

• Alheio.

Enquanto isso, Frizzo continua a se encontrar com conselheiros, vislumbrando uma possível candidatura à presidência.

• Dividida

“Estamos vendo estádios novos com sérios problemas de operação” Amir Somoggi – Especialista em gestão e marketing esportivo, analisando a realização dos jogos nas novas arenas da Copa das Confederações e do Mundial-2014

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Alguém com frio?

Alan Kardec tem chamado a atenção nos treinos do Palmeiras. Enquanto todos os jogadores recorrem a calças, agasalhos, gorros e até luvas, o atacante sempre aparece só de bermuda e camiseta.

• Pé no chão

“ Não dá para cometer loucuras só porque 2014 é ano do centenário. Faremos apenas o que nosso bolso permitir “ Paulo Nobre – Presidente do Palmeiras

••

6 respostas em “Verdão na Mídia 17-08-2013: Palmeiras encontra o Paysandu e “divide” o coração de Gilson Kleina ❘ Uol Esporte”

porra não da pra falar, expor, demonstrar pelo menos uma mísera vez que não estamos ESMOLANDO, ma que merda pqp. tem que desenhar? vai no banco todo esfarrapado e pede uma grana emprestada, ve se o gerente olha na sua cara, se vacilar já é barrado na porta giratória, agora vai de terno armani e gravata de seda pedir um empréstimo. to de saco de cheio de toda hora ficar chorando. arregaça as mangas, vc sabia o que iria encontrar… economiza op salário do SEO brunoro.

mesmo sem grana comprei a camisa branca nova pro meia esquerda que passou na peneira do clube hoje, não fiquei falando no tengo grana, eu que me vire pra pagar, vou no jogo, eu que me vire pra pagar, se for pra ficar chorando ninguém sai de casa…

Cara, o nosso SEO não ganha tudo isso que dizem e mesmo assim tem feito um bom trabalho… montou um time sem gastar quase nada e muiiito melhor que o do ano passado onde não gastávamos com SEO mas gastávamos muiiiita grana com perebas…
Hoje nosso elenco é muito melhor e custa muito menos!
Hoje nosso time reserva é melhor que o titular do ano passado!

Time reserva atual: Bruno, Wendel, Tiago Alvez, André Luiz, Fernandinho, M. Oliveira, Leo gago, Mendieta, Felipe Menezes, Ronny, Ananias!

Time titular do ano passado: Bruno, Artur, Henrique, Maurício Ramos, Juninho, Caramujo, João Vitor, M. Assunção, Luar, M. Leite, Barcos!

Time titular atual: Prass, Luis Felipe, Henrique, Vilson, Juninho, Eguren, Charles, Wesley, Valdívia, Leandro, Kardec!

Pra mim no elenco atual, precisamos melhorar as duas laterais, um reserva para o Luis Felipe e um titular para a lateral esquerda!

Já temos um bom elenco, para o centenário dois ou três reforços de alta qualidade nos darão um elenco muito bom! mesmo não fazendo loucuras podemos conseguir isso e garantir uns títulos!

Os comentários estão desativados.