Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 18-08-2013: Após vitória ‘emblemática’, Palmeiras chega à melhor sequência do ano ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Após vitória ‘emblemática’, Palmeiras chega à melhor sequência do ano

Com a sofrida virada sobre o Paysandu, o Palmeiras chegou ao seu sexto triunfo consecutivo na Série B. É a maior sequência de vitórias da equipe no ano, ultrapassando a série que envolveu jogos do Paulista e Libertadores.

Entre o dia 30 de março e 14 de abril, o Verdão bateu o Linense (2 a 1), Tigre (2 a 0), da Argentina, Ponte Preta (2 a 1), Libertad (1 a 0), do Paraguai, e Guarani. A derrota por 1 a 0 para o Sporting Cristal (PER) encerrou o bom momento.

Na Série B, a equipe de Gilson Kleina esteve perto de igualar a sequência, com os triunfos sobre o América-RN (2 a 0), Oeste (4 a 0), ABC-RN (4 a 1) e Figueirense (3 a 2). O empate com o Guaratinguetá por 1 a 1 evitou que a quina fosse alcançada. Desde então, porém, o Palmeiras passou por Icasa (4 a 0), Bragantino (2 a 1), São Caetano (2 a 1), Paraná (2 a 1), Joinville (1 a 0), e os recentes 3 a 2 diante do Papão.

Por conta da dificuldade apresentada nesse sábado, no Pacaembu, a virada aos 49 minutos do segundo tempo foi muito comemorada por todos no estádio. Segundo o técnico, o resultado do líder da Série B – que agora não pode mais ser ultrapassado pela Chapecoense, mesmo que a equipe vença os dois jogos que tem a menos – foi emblemático na luta pelo acesso.

– Eles valorizaram demais a vitória. (Paysandu) Time muito bem montado, jogadores experientes, souberam posicionar, tirou a nossa movimentação. É uma vitória que fica. Temos de lembrar como foi, buscamos no segundo tempo. Tem o lado bom que mostra a qualidade e reação. Mas temos de começar como terminamos hoje (sábado). Depois, fica o resultado. Mas temos de ver o desempenho. E o gol, como foi, a força da torcida nos deu muita força pra quarta-feira. Vamos entrar assim – avisou, já de olho no confronto da Copa do Brasil.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Após outra vitória de virada, Kleina admite erro e vai rever escalação do Palmeiras

Por Fabio Leite

Após ver o Palmeiras sair perdendo pela terceira vez nas últimas quatro vitórias da Série B do Brasileiro, o técnico Gilson Kleina admitiu erro na escalação e sinalizou que vai rever a formação com três volantes e um meia.

Ontem, o Palmeiras perdia para o Paysandu por 2 a 0 até os 20 min do segundo tempo em pleno Pacaembu, e só conseguiu a virada para 3 a 2.
depois que abriu mão do trio de marcadores.

No intervalo, Kleina colocou o meia Felipe Menezes no lugar do volante Charles. Aos 22 min, após o segundo gol dos paraenses, Ronny substituiu Márcio Araújo.

Depois, o time conseguiu virar a partida com gols de Alan Kardec, Mendieta e Leandro, que quebrou seu jejum de cinco jogos marcando de cabeça nos acréscimos.

“Também tenho de colocar aí meu erro. A gente mantém uma situação, uma estrutura de jogo, e todo segundo tempo vem de outra forma. Então, temos de estudar bem essa situação”, disse o treinador.

“Em jogos dentro de casa, temos condições de entrar com dois volantes e dois meias. Claro que ficaremos mais vulneráveis, mas, tratando-se de Palmeiras, e dentro de casa, tenho de aumentar o poder de criação”, completou.

Contra o Paraná, no Pacaembu, o time montado com três volantes (Márcio Araújo, Charles e Wesley) e um meia (Valdivia, no caso) também foi para o intervalo perdendo por 1 a 0.

Somente com a entrada de Mendieta na vaga de Charles para a segunda etapa a equipe esboçou reação e virou a partida para 2 a 1.
Pelas alterações feitas por Kleina, é mais provável que Charles perca vaga entre os titulares para Mendieta, quando Valdivia estiver em condições de jogo.

O camisa 10 sentiu um edema na coxa direita quando viajou à Dinamarca para o amistoso do Chile contra o Iraque na semana passada. Ele acabou nem jogando a partida.

Valdivia está clinicamente bem, segundo o Palmeiras, mas ainda não sabe se terá condições de enfrentar o Atlético-PR, quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

O Palmeiras é líder da Série B com 40 pontos, sete a mais do a vice Chapecoense, que tem dois jogos a menos, e 14 de vantagem sobre o quinto colocado, o América-MG, primeiro fora do G4.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Kleina mostra preocupação com Vilson e Leandro para quarta-feira

Por Marcelo Prado

Apesar da vitória e da situação tranquila no Campeonato Brasileiro da Série B, o técnico Gilson Kleina ganhou problemas para a partida da próxima quarta-feira, quando o Palmeiras recebe o Atlético-PR, no duelo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Sem saber se poderá contar com Valdivia, que tem um edema na coxa, o treinador corre o risco de ficar sem o zagueiro Vilson, que sentiu dores na coxa direita no início do segundo tempo da partida contra o Paysandu e foi substituído por Tiago Alves.

– Vamos ver a situação do Vilson. Preocupa porque ele sentiu uma fisgada. Além dele, também vamos verificar o caso do Vinícius, que não joga há quatro partidas. Ele ainda está com dor no tornozelo e está fazendo uma falta tremenda. No jogo contra o Paysandu, faltou velocidade para o nosso time em alguns momentos – afirmou o treinador.

O atacante Leandro também preocupa a comissão técnica. Autor do gol da vitória contra o Papão, o artilheiro da equipe na temporada, com 11 gols, voltou a reclamar de dores nas costas após a partida contra o Paysandu.

Outro que preocupa é Valdivia. O meia se reapresentou na última sexta-feira com um edema na coxa direita e não tem participação garantida. Kleina vai conversar com os médicos neste domingo para saber qual é a situação do chileno.

– Como hoje era dia de jogo, quis focar apenas no time. No domingo vamos falar com o médico, com o Valdivia e observar o que será feito daqui para frente. Queremos o Valdivia nas condições que ele vinha mostrando, jogando com intensidade e fazendo a diferença. Não vamos forçar nada. Se não puder jogar, é claro que fará falta, mas tenho de dar moral a quem vai jogar – ressaltou Kleina.

Wesley, que foi expulso no jogo deste sábado, tem presença assegurada, já que cumpre suspensão apenas na Série B, no próximo sábado, contra o Boa Esporte, em Varginha. Outro que volta a ficar à disposição da comissão técnica é o atacante Ananias, que cumpriu suspensão automática contra o Paysandu.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras terá a missão de equilibrar desgaste e motivação para Copa do Brasil

Por Mauricio Duarte

Depois de uma vitória tão emocionante quanto desgastante de virada em cima do Paysandu, o Palmeiras terá que lidar com os prejuízos do esforço físico para armar o time que estreia na Copa do Brasil, nesta quarta-feira, diante do Atlético-PR. A questão já preocupa o treinador Gilson Kleina.

Alguns jogadores fundamentais para o time já aparecem como incógnita para serem escalados. O principal deles é o meia Valdivia, que retornou lesionado da seleção chilena e espera os resultados de uma reavaliação que fez assim eu chegou ao Brasil, nesta sexta-feira, para que o departamento médico do clube entenda a gravidade da contusão.

Outros atletas que se desgastaram muito no jogo deste sábado também terão que ser reavaliados. O zagueiro Vilson deixou o gramado com dores musculares. O atacante Leandro, que quase ficou de fora do jogo por conta de dores lombares e fadiga muscular, fez o gol da vitória, mas aumentou se cansaço. Os dois jogadores serão alvo de um trabalho especial da comissão alviverde para estarem prontos para o jogo.

“Tem que dar mérito aos preparadores físicos e ao corpo médico”, afirmou Gilson Kleina, treinador palmeirense.

Kleina teme justamente que a equipe não consiga manter a intensidade, especialmente a demonstrada nos minutos finais da partida contra o Paysandu. Segundo ele, o time pode sentir dificuldades quando encontrar um adversário mais forte. Segundo ele, os erros não podem se repetir. Para isso, o time precisa estar inteiro

“Faltou mostrar durante o jogo a intensidade que tivemos no final. Faltou agressividade, quase não usamos as laterais no primeiro tempo. É preciso entender que quem vem enfrentar o Palmeiras jogará sempre assim, fechado na marcação e saindo para o contra-ataque. Não é todo jogo que vamos conseguir virar. Se repetirmos o que fizemos hoje contra o Atlético-PR, teremos muitas dificuldades”, disse.

Com o resultado contra o Paysandu, Com o resultado, o Palmeiras chega aos 40 pontos na Série B do Brasileiro e abre sete da vice-líder Chapecoense, que empatou com o Paraná por 2 a 2. Agora, o Palmeiras dá uma pausa na Série B e se prepara para a estreia na Copa do Brasil, diante do Atlético-PR, na quarta-feira

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Em súmula, árbitro só relata tapas de Wesley e zagueiro do Paysandu

A virada do Palmeiras sobre o Paysandu teve três episódios de trocas de agressões, mas Gilberto Rodrigues Castro só expulsou dois jogadores, e relatou na súmula apenas o motivo de ter mostrado os dois cartões vermelhos. A súmula do árbitro do jogo no Pacaembu se limitou a destacar as exclusões de Wesley e Fábio Sanches, zagueiro do time paraense.

Wesley foi expulso aos 34 minutos do segundo tempo “por conduta violenta ao desferir um tapa na altura do peito do seu adversário. O fato ocorreu quando a bola estava fora de jogo. O atleta atingido não necessitou de atendimento médico, continuando na partida. Por fim digo que o atleta expulso supracitado deixou o campo de jogo normalmente”, escreveu o árbitro.

O argumento em relação a Fábio Sanches é similar. “Conduta violenta, ao desferir um tapa na altura do ombro do seu adversário, (…) Wesley (…). O fato ocorreu quando a bola estava fora de jogo. O atleta atingido não necessitou de atendimento médico. Por fim, digo que o atleta expulso supracitado deixou o campo normalmente.”

As poucas explicações mostram como o árbitro ignorou todas as trocas de agressões que envolveram uma série de jogadores, entre eles Leandro, que deu tapas em adversários antes de fazer o gol da vitória por 3 a 2 aos 49 minutos do segundo tempo. Terminou o jogo somente com um amarelo por reclamação aos 37 minutos do primeiro tempo.

O time paraense também foi ‘beneficiado’ nesse sentido. O goleiro Marcelo fez cera durante toda a partida, teve que ser contido em discussão com Fernando Prass, chutou Alan Kardec e só levou amarelo por “retardar o reinício de jogo” – e o cartão só foi mostrado aos 29 minutos do segundo tempo.

A súmula ainda mostra outro erro do árbitro da Federação Pernambucana de Futebol. Vanderson originou a primeira confusão da partida, que culminou nas expulsões de Wesley e Fábio Sanches, ao cometer falta dura em Wesley e o árbitro lhe mostrava o amarelo quando o volante do Paysandu partiu para cima de Mendieta. Mas seu cartão foi justificado só por “retardar o reinicio de jogo”.

Enquanto o Superior Tribunal de Justiça Desportiva não se manifesta, o único prejuízo ao Palmeiras no jogo foi a expulsão de Wesley, que cumprirá suspensão no sábado, diante do Boa, em Minas Gerais, quando o time pode ter reservas para os titulares estarem ‘inteiros’ para o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, no dia 28, contra o Atlético-PR, em Curitiba. Leandro, que levou amarelo, está pendurado com dois cartões.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Negociação esfria e Wesley já não quer falar mais sobre Atlético-MG

Por William Correia

Desde a manifestação do interesse do Atlético-MG em contratá-lo, Wesley passou os últimos dez dias dizendo que está feliz no Palmeiras, mas deixando seu futuro nas mãos de Deus. A negociação, porém, esfriou a ponto de o próprio volante abrir mão das frases que usava para desconversar sobre qualquer avanço nas conversas.

“Vamos falar de jogo”, disse o jogador, praticamente interrompendo uma pergunta em relação a qualquer evolução nas tratativas. “Quero seguir minha vida aqui. O mais importante é a saúde. O resto está tudo normal, minha vida segue normal aqui no Palmeiras”, indicou.

A nova postura do meio-campista é um forte indício de sua permanência. Gilson Kleina, que já tinha dado aval para a saída do camisa 11 alertando que a diretoria nem precisaria contratar ninguém porque já existem substitutos no elenco, também relatou não ter sido informado sobre qualquer novidade no caso.

O Galo também não terá tanto tempo para selar a chegada de Wesley. O volante manteve-se jogando mesmo enquanto a negociação acontecia e, se entrar em campo na estreia do Palmeiras na Copa do Brasil, nesta quarta-feira, diante do Atlético-PR, poderá virar uma complicação para ser usado no campeão da Libertadores caso atue no torneio pelo Verdão. E os mineiros já trouxeram Dátolo, meio-campista argentino que estava no Inter.

Os maiores empecilhos nas conversas, entretanto, foram financeiros. Não interessou ao jogador ser emprestado por cinco meses, enquanto repassá-lo por um período maior desagrada ao Verdão , já que o atleta poderá assinar um pré-contrato daqui um ano para sair de graça em fevereiro de 2015.

O maior atrativo ao Palmeiras para liberar Wesley é se livrar de um dos salários mais altos do elenco e havia uma tendência de aceitar se desfazer do jogador em troca do pagamento da dívida com o Werder Bremen pela sua aquisição em março de 2012 e dos salários que precisam ser pagos ao camisa 11 referentes a dois meses do ano passado.

Mas o presidente Paulo Nobre foi pressionado a não negociá-lo por menos de R$ 8 milhões, já que ele custou cerca de R$ 14 milhões e está chegando à metade de seu contrato – e ainda passou seis meses vetado por lesão no ano passado. Assim, Wesley só deve sair se despertar o interesse de um clube da Europa.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

BLOG DO ALEX MÜLLER

• Uma virada épica na Série B. E daí?

Em termos de virada, essa do Palmeiras sobre o Paysandu, sem dúvida, entra para o hall das mais emocionantes.

E não importa que o jogo foi válido pela Série B. O grau de disputa, de intensidade, é o mesmo de uma partida pela Série A, Copa do Brasil etc.

Se não for assim, cai por terra aquilo que todos falam hoje, que no futebol não há mais tantas surpresas, que esse esporte é bom porque nem sempre os mais fortes vencem e outras frases mais. Por isso, não podemos desmerecer uma vitória como esta.

E mais, o Palmeiras talvez tenha feito um dos seus piores jogos do campeonato. Um primeiro tempo sem inspiração e um começo de segunda etapa do mesmo jeito. Um time sem criatividade e não conseguindo superar a retranca bem armada do Paysandu.

Perdendo o jogo por 2 a 0 até os 29 minutos do segundo tempo, tudo levava a crer que o Palmeiras sofreria sua primeira derrota em casa na competição para uma equipe posicionada na zona do rebaixamento.

Mas aí entrou a mística de uma gigantesca camisa, o peso de uma torcida que não para de cantar e de empurrar o time e o que era aparentemente perdido, se tornou perfeitamente reversível.

Mas isso é para poucos, é para os fortes, para aqueles que impõem temor aos adversários quando enfrentam guerreiros vestidos de verde e branco pela frente.

Alan Kardec, Mendieta, que fez um golaço aos 39 minutos, e Leandro, de cabeça, aos 50, fizeram os quase 19 mil palmeirenses estremecer o Pacaembu e eu me incluo nesta lista.

Pelas circunstâncias da partida, com o time não conseguindo jogar bem, sem Valdívia para ajudar no ataque, enfrentando um time catimbeiro e que abusou do anti-jogo, tudo conspirava contra, mas no final, as coisas deram certo para o alvi-verde.

E com essa vitória obtida da maneira que foi, com a confirmação da liderança matemática da Série B depois do empate da Chapecoense em casa contra o Paraná e o aumento da vantagem para o quinto colocado, o América/MG, para 14 pontos, o Verdão tem tudo a seu favor no aspecto psicológico para encarar com força o Atlético/PR, a partir desta quarta-feira, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O Pacaembu certamente estará lotado e se os jogadores souberem levar para campo a força da arquibancada, o Palmeiras passa a ter mais condições de transformar o Furacão numa brisa bem leve…

Sobre Valdívia, ele está praticamente descartado para o jogo. O meia chileno se machucou em um dos treinamentos com a seleção de seu país, na Dinamarca, antes do amistoso contra o Iraque. Ele já está em recuperação desta nova lesão muscular na coxa direita, mas ainda não deverá reunir condições. A tendência é de que Valdívia fique em tratamento por, pelo menos, mais dez dias.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ALEX MÜLLER

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• E o Palmeiras transformou um vexame em virada épica

A situação era no mínimo curiosa, surpreendente: com que então o Paysandu, que não ganhara nenhum pontinho sequer fora de casa, vencia o líder Palmeiras por 2 a 0 (gols de Pablo e Yago Pikachu) em pleno Pacaembu- e ainda com autoridade?

Para a torcida do Palmeiras era o vexame personificado. Perdendo por um gol de diferença e virar, já tinha acontecido. Mas estar atrás no placar por dois gols e ainda com vários jogadores rendendo pouco- Wesley, Márcio Araújo, Leandro, etc- vencer essa partida parecia um sonho impossível.

Mas não era, a começar pela produção do lateral-direito, Luís Felipe, que aos 28 minutos do segundo tempo, cortou o lateral com a direita e mandou belo centro de canhota para a cabeçada fatal de Alan Kardec. E depois, com o Paysandu já todo recuado, Mendieta acertou chute indefensável, aos 38 minutos, para Leandro aos 49 concluir, de cabeça, para as redes.

Era a vitória, Palmeiras 3 a 2. E o que era vexame transformou-se em virada épica, festeja como se fosse a conquista de um título.

O que houve? Bem, em minha opinião, o Palmeiras começou o jogo muito mal, tocando de lado, errando os passes em profundidade que tentava, exagerando na lentidão.

Excesso de confiança? Talvez. Mas o Paysandu estava perfeito na marcação e nos contra-ataques e, ao fazer seu primeiro gol, deixou o líder nervoso, afobado. Deve ter sido o pior primeiro tempo do Palmeiras ao longo desta competição.

Ao marcar o segundo gol, o Paysandu cometeu um erro fatal, o de renunciar ao ataque. E aí o Palmeiras, que começou o jogo com três volantes e acabou sem nenhum (Wesley expulso; Araújo e Charles substituídos), promoveu um autentico “ataque contra defesa”, insistindo até conseguir os gols da vitória.

Os melhores? Pelo Palmeiras, destaco Luís Felipe, lateral em franca evolução; pelo Paysandu, os destaques também ficam por conta de laterais- Ygor Pikachu, autor de um golaço, e Pablo, autor do outro.

Não leva boa nota a arbitragem que deixou de marcar dois pênaltis- um para o Paysandu cometido sobre Pablo- e outro para o Palmeiras, sofrido por Leandro.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

BLOG DO JORGE NICOLA

• Academia de Futebol do Verdão ganhará dormitórios

Tão logo coloque as contas do Palmeiras em ordem, o presidente Paulo Nobre começará a investir forte na Academia de Futebol. A intenção é garantir que o atual centro de treinamento do time profissional também tenha capacidade para se tornar concentração em dia de jogos na cidade de São Paulo.

“Essa é uma questão prioritária na vida do Palmeiras”, admite Paulo Nobre. “Infelizmente, não haverá tempo para completar toda a obra até o fim do meu mandato, mas certamente já teremos novidades a partir do ano que vem”, acrescenta, referindo-se a um novo centro de fisioterapia, uma sala de descanso e uma área de lazer para os jogadores.

Os dormitórios só deverão ser concluídos no ano de 2015, já que demandam mais tempo e dinheiro para serem concluídos. De qualquer forma, o Palmeiras estima que será capaz de economizar quase R$ 1 milhão por ano com sua concentração dentro do CT.

Esse dinheiro era gasto em hotéis nas vésperas e dias de jogos e durante a pré-temporada, em meio aos retiros no interior do estado.

• Come e dorme

Paulo Nobre entende que os dormitórios na Academia de Futebol serão importantes até em dias sem jogos. “Vai acabar essa história de o atleta ir almoçar em casa entre o treino da manhã e o da tarde”, promete. 

• Para 2014

Já há quem defenda no Palmeiras a ideia de esperar até outubro para fechar um patrocínio. É que as grandes empresas começam a projetar os gastos de publicidade a partir do último trimestre de cada ano.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO JORGE NICOLA

••

COLUNA DO MAURÍCIO NORIEGA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Saco sem fundo

Inacreditável a quantidade de dívidas que pipocam na mesa do presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, herdadas de administrações passadas. É o retrato da falta de responsabilidade do dirigente de futebol no Brasil, nesse caso representada pelos palmeirenses. É fácil comprar deixando conta para o sucessor. Lamentável!

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Academia de Futebol ganhará dormitórios

Tão logo coloque as contas do Palmeiras em ordem, o presidente Paulo Nobre começará a investir muito na Academia de Futebol. A intenção é garantir que o atual centro de treinamento do time profissional também tenha capacidade para se tornar concentração em dia de jogos na cidade de São Paulo.

“Essa é uma questão prioritária na vida do Palmeiras”, admite o presidente. “Infelizmente, não haverá tempo para completar toda a obra até o fim do meu mandato, mas certamente já teremos novidades a partir do ano que vem”, acrescenta, se referindo a um novo centro de fisioterapia, uma sala de descanso e uma área de lazer para os jogadores.

Os dormitórios só deverão ser concluídos no ano de 2015, já que demandam mais tempo e dinheiro. De qualquer forma, o Palmeiras estima que será capaz de economizar quase R$ 1 milhão por ano com a concentração no CT. Esse dinheiro é gasto em hotéis nas vésperas e dias de jogos e durante a pré-temporada.

• Come e dorme

Paulo Nobre entende que os dormitórios na Academia de Futebol serão importantes até em dias sem jogos. “Vai acabar essa história de o atleta ir almoçar em casa entre o treino da manhã e o da tarde.”

• Em estudos


Vice-presidente na Era Arnaldo Tirone, Roberto Frizzo se aproximou bastante do grupo Vanguarda Alviverde. Já há quem cogite tentar fazer de Frizzo um candidato futuro à presidência alviverde.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

LANCENET → Gilson Kleina projeta escalar Palmeiras com dois meias juntos
 
TERCEIRO TEMPO → Palmeiras terá a missão de equilibrar desgaste e motivação para Copa do Brasil
 
BAND ESPORTE → Kleina elogia superação do Palmeiras, mas faz alerta: time jogou mal
 
DIÁRIO DE S.PAULO → Valdivia deve desfalcar o time em estreia
 
BAND ESPORTE → Wesley diz que expulsão serve de aprendizado
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Leandro ganha cumprimento do presidente por encerrar jejum de gols
 
ESPN BRASIL → Leandro: ‘Todos agrediram todos, ainda bem que ninguém se machucou’
 
FOLHA ONLINE → Desorganização do Palmeiras preocupa Kleina para duelo contra Atlético-PR
 
ESPN BRASIL → Gilson Kleina diz que torcedor fez a diferença para virada palmeirense: ‘Foi um êxtase coletivo’
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Palmeiras sente que evitou tragédia e somou “mais de três pontos”
 
VEJA ONLINE → Em jogo tenso, Palmeiras vence Paysandu de virada
 
JP ONLINE → Com gol aos 50 do 2º tempo, Palmeiras vira para cima do Paysandu e se isola na liderança
 
BAND ESPORTE → Palmeiras leva 2 a 0 do Paysandu, mas vira na raça com gol no fim
 
ESPORTE INTERATIVO → No melhor estilo Palmeiras
 
GLOBO ESPORTE COM → Veja imagens da virada do Palmeiras sobre o Paysandu
 
SPORTV → Melhores momentos de Palmeiras 3 x 2 Paysandu, pela 16ª rodada da Série B

••

40 respostas em “Verdão na Mídia 18-08-2013: Após vitória ‘emblemática’, Palmeiras chega à melhor sequência do ano ❘ Lancenet”

por que estamos jogando de branco em casa? eu gosto de ver o Palmeiras de Verde. o Frizzo já morreu e esqueceu de deitar, ele já mostrou seus talentos administrativo nos ultimos 2 anos só fala e faz besteira. Apesar de achar algumas situações erradas na administração do Paulo Nobre eu ainda acho que ele é um cara do Bem e só quer o melhor para o Palmeiras se ele seguir por dois mandatos com certeza ele muda o perfil do Palmeiras. de time figurante para um time que vai disputar tudo que estiver em jogo.

Com essa sessão “Verdão na Mídia” o 3VV voltou a ser o melhor site da Mídia Palestrina. Parabéns. Acho tudo sobre o Palmeiras em um único lugar.

Frizzo candidato a presidente do Palmeiras, ora, vá para o inferno FRIZZO, TIRONE, MUSTAPHÁ, AVALONE, PIRACI DEL NERO ETC.
Pelo jeito os bambis não caem, olha o penalti que deram para eles ontem. E o dos gambás. Coitado do Coritiba . Estão castigando o Alex por ter falado a verdade.
E você Gilson Kleina, vai …….., pega o Márcio Araújo, Juninho e leva para você.
NEI FRANCO JÁ!!!

O Alex deu entrevista falando que a Globo manda no futebol e hoje vimos o que deu, um pênalti ridículo para os gambás, a pergunta é: Será que vão continuar a prejudicar o Coritiba por causa do Alex?

Claro que não é por causa do Alex, é pra ajudaro os gambás subirem de posição mesmo, naum tem nada a ver, podia ser o botafogo, atletico mg ou paranaense, cruzeiro, vitoria tanto faz, o q eles querem eh naum ficar de fora da libertadores!!!

muito boa a estréia do Thiago Alves, tem vigor físico não é lento…………………..fui em 3 jogos da série B e queria ir na quarta-feira só que esse horário não chego a tempo……isso afasta torcedor do jogo………19:30 não dá o ideal seria 20:30…..

Uma Instituição como o Palmeiras deveria ter dispositivos para evitar que pessoas que ocupassem cargos diretivos, tivessem suas gestões auditadas (ao final delas) e na presença de improbidades administrativas, ficassem impedidos de continuar exercendo qualquer cargo na politica da Instituição. Outro fato importante: como pode ser permitido adiantar receitas de outra gestão? Dentro da mesma gestão tudo bem, mas gastar o dinheiro do próximo gestor?!!!!!!!

Primeiro ponto, o outro site era mais pratico para comentar. Atualmente nós escrevemos por aqui, mas sofremos com o descaso do moderador, ou por outra força maior.
Queria parabenizar o presidente Paulo Nobre, ele está aos poucos recuperando a moral do torcedor do Palmeiras, que estava lá no fundo do poço.

Marcio não é descaso não. O modelo de filtro dos comentários – alguns vão para moderação outros não – está em constante melhoria. Mas é dinâmico, ou seja, dependendo do que o comentarista escreve (palavras, adjetivos, temas) o comentário pode ficar parado esperando moderação.
Quando entra em moderação temos 3 moderadores que acessam o site durante o dia para ler e aprovar (ou reprovar) o comentário. Por exemplo se for um comentário ofensivo ele muito provavelmente – salvo alguma comida de bola do estagiário – não vai pro ar.
Por exemplo, esse seu comentário parou no filtro às 21:09. Eu vi seu comentário às 21:26 (17 minutos depois). Li, achei que estava dentro das regras, e foi aprovado.
Pedimos desculpas se pode parecer muito tempo. Mas é uma forma de preservarmos o debate saudável e a pluralidade de opiniões sem brigas e ofensas.
Abs

meus comentários sempre ficam aguardando o moderador……………

Alguns dos meus entram direto; outros aguardam moderação também. O filtro do 3VV deve identificar algumas palavras que, se digitadas, sujeitam o post à moderação!

Pelo jeito, o Nobre não vai tentar a reeleição, já que as obras na Academia, que terminarão em 2015, não ficarão prontas no mandato dele. Hummm… Será? E essa do Frizzo, hein? Parece piada de humor negro. O dito cujo era um dos expoentes da pior administração que o Palmeiras já teve – e nem digo pela série B, mas pelo fato de não fazerem o mínimo que se espera de dirigentes de futebol, que é comparecer às reuniões que definem tabelas de campeonato, como o Paulista deste ano, da qual fomos o único ausente – e ainda quer ser presidente? De onde ele tirou a ideia de que tem jeito pra coisa? Como alguns conselheiros do Palmeiras têm uma imagem superestimada de si mesmos! E o clube paga a conta! Frizzo, vai cuidar do Frevinho que você vai ganhar mais – e nós também!

BOA……é isso aí, o Frizzo ainda se atreve de querer ser presidente. Frizzo, vai cuidar do Frevinho que é melhor que você faça.

FRIZZO BUMBA-MEU-BOI, FANFARRÃO!!!!!

avisa o cara do turiassu 1840 quando escrever lá opiniões divegentes para ele publicar…………….

o cara escreveu sobre eletização no estádio……………….só para avisar ele que paguei r$ 11,00 no ingresso sábado…………fui pro estádio sem almoçar comi um mata fome de calabresa na porta e 1 coca em lata paguei r$ 12,00…………. o governo cobra impostos, o rico explora o pobre, e o pobre explora o pobre……isso aqui é uma zona o custo de vida é altíssimo!!!!!!!!!!!!!!!!

o véio colocou o moleque na fogueira do clássico em 2010 e depois nunca mais……………………..quando lembro desse véio da vontade de quebrar tudo…………ele trouxe junto com o Galeano o Artur moleza!!!!!!!!!!!!!

Pena que o Felipão destruiu a imagem dele para a torcida do Palmeiras! Muita arrogância pra pouco resultado. Fora que insistia com alguns nomes que não davam resultado, só pra ‘peitar’ a torcida. Fora a maldade pura que fez com o Pierre por não deixá-lo completar os 200 jogos. Fora que disse que a nossa base não prestava, mas trouxe muitos ‘lixos’ da base de outros clubes. Fora as dúvidas lançadas por insistir em contratar atletas do São Caetano. Enfim, foi embora e não deixou saudades, só dívidas, Série B e um monte de jogadores inúteis que ninguém queria.

Me agrada bastante o desempenho do garoto Luís Felipe na lateral direita. Bate bem na bola, na maioria das vezes acerta os seus cruzamentos, é uma ótima opção de passe para os meias e também não é bobo na marcação.

E cabe lembrar, que um dos motivos alegados pelo ex-treinador palmeirense Luís Felipe Scolari de não dar oportunidades para os jogadores oriundos das categorias de base era que os garotos não sabiam chutar com as duas pernas. Será que o garoto aprendeu a cruzar com a canhota na Penapolense?

Concordo com voce, o Luis Felipe pode acontecer. Nao sei como ele está jogando porque nao era opcao: na frente dele estavam o Airton, o Weldinho e até o Wendel, sem falar que queriam contratar o atacante de 29 anos que virou lateral Luis Ricardo da Portuguesa. No meu entendimento a base deve pelo menos ter a chance de ser avaliada. O Patrik Vieira nao devia ser emprestado pois nas vezes em que jogou deixou um saldo favoravel, e é ativo do Palmeiras. O Luis gustavo zagueiro nas vezes em que vi achei um cara com muita nocao de bola apesar de ter cometidos erros na Copa Sao Paulo de 2012 (nao tem altura? o Mauro Galvao tbém nao tinha e foi um excelente zagueiro e tbm poderia ser aproveitado como volante de marcacao por exemplo – com certeza superior ao Marcio Araujo – e os bambis, que nao sao bobos já tentaram tirá-lo do Verdao). Idem o Denoni, o Dybal (badalado na base mas que na minha opiniao de torcedor nunca correspondeu de fato – mas também merece mais chances). O Bruno Oliveira poderia ser utilizado como reserva do L. Felipe – o Wendel já sabemos que nao vai a lugar nenhum). O Vinicius, me desculpem, acho bom jogador (com deficiencia de finalizacao) e pode ser util e lucrativo para o Palmeiras. Além de termos patrocinio menor, cota de tv menor, tambem nao vendemos bem nossos jogadores. Comprar mal e fazer festa de empresários somos imbativeis.

Ele já fazia isso na base, junto com o Gabriel Silva. Tanto que pelo fato de tanto ele como o G. Silva baterem com as duas pernas, o treinador os revezava nas laterais, ou seja, L. Felipe também joga na esquerda!

Bom, pra quem não é sócio e não ficou sabendo, neste final de semana aconteceram as peneiras de futsal, até ai nada de novo, mas pelo que eu entendi a MENTALIDADE esta mudando. Se for o que eu entendi aconteceu o seguinte: peneiras sub 9, 11, etc etc, de garotos ASSOCIADOS. Os garotos que passaram saem da escolinha e passam a treinar no clube em outro horário, devem participar de torneios paralelos e serem enviados ao futsal que participa do campeonato metropolitano e paulista.
E pq muda a mentalidade, PQ nego não vai ter muita influência em trazer jogadores de fora do clube e colocar diretamente no futsal, sendo que esses jogadores (geralmente apadrinhados) nem sócio do clube são. Dá-se prioridade ao sócio(que presume-se seja palmeirense e quer honrar a camisa do clube) do que a empresário que levava moleque direto e todo mundo sabe o resto da história. Vamos ver se isso será aplicado ao futebol de campo.

não no futsal, pois vc não precisa teoricamente de um plantel de 30 jogadores, no futsal deve bastar uns 20. Isso não quer dizer que se surgir um fenômeno o cara não possa ser do time, o chamado MILITANTE que nem sei se existe mais hoje em dia. No campo tem que continuar com as peneiras que existem hoje sem dúvida, o duro é que vc cai na mão de gente não muito competente, se é que me entende…… isso não obsta tb vc mandar moleque do futsal pro campo. Para o campo é muito mais complicado, eu entendi o que vc quis dizer, não limita o aparecimento, é que vc fica na mão de empresários… deveria ter este mesmo “modelo” pro campo, mas é necessário um “esquema” muito maior, devido ao maior número de jogadores e espaço físico. Pelo menos no futsal o “empresário” da uma sumida da intermediação, pode intermediar um ou dois, três vai, mas a maioria vai ser de moleque do próprio clube, com pai/mãe falando direto com o professor. No campo teriam que chegar em algo parecido. Limitar não limita pois moleque bom de bola tem em todo lugar, o que teria que acabar um pouco é com o intermediário, isso é que esta acabando com os clubes, o cara fica rico e o clube/jogador não digo pobre, mas sem a maior parte em alguns casos, tem nego que é pizza 16 pedaços kkkkk.

Frizzo presidente? Aí será o fim. Esse cara como diretor era ridiculo e incompetente. Ele tem meu respeito como palmeirense que é, mas deveria fazer uma auto analise e se tocar que cargos administrativo ou executivo de futebol nao é da capacidade dele. Nao tem um grupo Retaguarda Alviverde para segurar essa Vanguarda Alviverde?

Alojamentos e adequacao do Centro de Fisioterapia no CT da Barra Funda é um bom plano de infraestrutura e logistica para o futebol profissional. Tomara que isso avance. O CT de Guarulhos (base) também deveria ser melhor adequado.

B2 CANDIDATO A PRESIDÊNCIA DO PALMEIRAS ???? VAMOS CAIR PARA SÉRIE-B PELA TERCEIRA VEZ ??? SE acontecer isso eu declaro que o Palmeiras não é mais um clube grande e sim um guarani da Turiaçu.

Eu acho que a velharada do clube está com os dias contados, e o melhor, a ficha ainda não caiu pra eles, só pode ser, senão não tinha essa história de frizzo.

A vitória de ontem me fez lembrar de bons tempos, onde o Palmeiras não perdia de véspera e os seus jogadores suavam sangue para reverter jogos considerados perdidos. Logo depois do jogo de ontem, me veio á mente os jogos Palmeiras 5 x 1 Grêmio em 1995, Palmeiras 4 x 2 Flamengo em 1999 e Palmeiras 3 x 2 gambás em 2000.

Confesso que fiquei muito puto pelo rebaixamento e estava pensando seriamente em não assistir nenhum jogo da série B, mas desde aquele jogo contra o Libertad na Libertadores eu percebi que esse time respeita a camisa que veste e pode até faltar técnica ás vezes, mas raça e dedicação não irão faltar. Meus parabéns aos jogadores pela superação.

Time com camisa 18: 0X2. Time sem o camisa 18: em menos de meia hora, 3X0. Acho que a diretoria deveria também atrasar os seus direitos de imagem, porque quando olho na imagem, o Márcio Araújo sempre chega atrasado.

Os comentários estão desativados.