Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 23-08-2013: Eguren e Felipe Menezes serão titulares do Verdão pela primeira vez ❘ Globo Esporte Com

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Eguren e Felipe Menezes serão titulares do Verdão pela primeira vez

Contratados durante a pausa para a Copa das Confederações, Eguren e Felipe Menezes finalmente estrearão como titulares do Palmeiras. Como o técnico Gilson Kleina escalará um time misto na Série B do Brasileiro, pensando na Copa do Brasil, a dupla estará em campo neste sábado, no duelo com o Boa Esporte, em Varginha, pela 17ª rodada da competição nacional.

Tanto Eguren quanto Felipe Menezes chegaram ao Verdão no início de julho e, até o momento, só haviam entrado no decorrer de três partidas cada um. Desta vez, eles começarão entre os 11 porque Wesley está suspenso e Mendieta ficará no banco para ser poupado.

Outra novidade na equipe será a presença do zagueiro Tiago Alves. Assim como aconteceu na partida contra o Paysandu, o jogador, que já trabalhou com Kleina na Ponte Preta, substituirá Vilson, formando a dupla de zaga com Henrique.

– Conheço bem ele, é um jogador extremamente regular e profissional. Estou muito tranquilo e confiante quanto a isso. Espero que o Tiago possa corresponder, o torcedor vai ficar muito tranquilo vendo ele jogar – disse o treinador.

No gol, Bruno assume a vaga do também poupado Fernando Prass, enquanto Fernandinho vai para a lateral esquerda, no lugar de Juninho. A primeira opção de Kleina seria Marcelo Oliveira, mas o jogador sentiu uma fisgada na panturrilha direita. Por último, Ananias entra no ataque, ao lado de Alan Kardec. Em certo momento do treino, Serginho também chegou a ser testado.

O Palmeiras entrará em campo com: Bruno, Luis Felipe, Tiago Alves, Henrique e Fernandinho; Eguren, Márcio Araújo, Charles e Felipe Menezes; Ananias e Alan Kardec. O Verdão viaja de ônibus, ainda nesta tarde, para Varginha. A partida está marcada para 16h20 no estádio do Melão.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Eguren, Felipe Menezes e Tiago Alves irão estrear como titulares do Palmeiras

Sem quatro titulares, poupados, o técnico Gilson Kleina definiu a equipe que enfrentará o Boa na manhã desta sexta-feira, na Academia de Futebol. Eguren, Felipe Menezes e Tiago Alves serão as novidades do Palmeiras que pega no sábado o time mineiro, em Varginha (MG), para ampliar a sequência de até agora 12 jogos sem perder, sendo sete vitórias consecutivas.

No último trabalho antes da viagem para Minas Gerais, o elenco realizou um trabalho físico inicialmente e depois a comissão técnica comandou um rachão. Em meio à boa fase do time na Série B – em que lidera com 40 pontos em 16 rodadas – o clima era de muita brincadeira entre os jogadores. Wesley, suspenso para a partida por conta da expulsão diante do Paysandu, era um dos mais animados.

Apenas na parte final do treino Gilson Kleina esboçou o time titular. Sem um adversário, o técnico realizou uma atividade tática com: Bruno; Luis Felipe, Tiago Alves, Henrique e Fernandinho; Eguren, Márcio Araújo, Charles e Felipe Menezes; Alan Kardec e Ananias. Durante o treino, Serginho ainda entrou na equipe na vaga do camisa 14, que ficou treinando penalidades em um dos gols.

Com esta escalação, o volante uruguaio – que foi convocado pela Celeste nessa quinta e entrou em três jogos do Verdão até agora – fará a função de primeiro volante, enquanto Márcio Aráujo será adiantado para a posição de Wesley, pelo lado esquerdo – Charles continua como o meio-campista pelo lado direito. Felipe Menezes, na armação, assumirá a vaga de Mendieta, que fica no banco de reservas.

Tiago Alves, que chegou em maio, mas estreou apenas no último fim de semana, assume a vaga do poupado Vilson. Na lateral esquerda, Marcelo Oliveira era uma opção para a vaga de Juninho, mas a fisgada na panturrilha direita o tirou do confronto. Com isto, Fernandinho, que renovou seu contrato no fim de julho, voltará a jogar na sua posição de origem: ele tinha pedido a Kleina para disputar por uma vaga no meio de campo.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• De olho na Copa do Brasil, Palmeiras poupa quatro para duelo em Varginha

Como o técnico Gilson Kleina já havia sinalizado, o Palmeiras poupará jogadores na Série B em função da partida de volta com o Atlético-PR, marcada para esta quarta-feira, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. O time viaja para Varginha, onde pega o Boa Esporte neste sábado, sem quatro titulares: o goleiro Fernando Prass, o lateral-esquerdo Juninho, o zagueiro Vilson e o atacante Leandro.

Além do quarteto, outros dois jogadores da equipe principal também não vão para Minas Gerais, mas por motivos diferentes. O volante Wesley cumpre suspensão pela expulsão diante do Paysandu, enquanto o meia Valdivia segue no departamento médico, se recuperando de um edema na coxa direita.

Ao contrário do que aconteceu na quinta-feira, nesta sexta o chileno sequer foi ao gramado da Academia de Futebol. Fora do time desde o duelo com o Paraná, no último dia 10, Valdivia ainda é dúvida para o jogo de volta com o Atlético-PR. Ele pode ser preservado para jogar pela seleção de seu país, nos duelos com Venezuela (no dia 6 de setembro, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014) e Espanha – um amistoso a ser realizado na Suíça no dia 10.

Também no departamento médico do Palmeiras estão: os goleiros Fábio (entorse no tornozelo direito) e Raphael Alemão (dores lombares), e o volante Marcelo Oliveira (fisgada na panturrilha direita). Sem poder contar com dois goleiros, Gilson Kleina relacionou Vinicius, do time sub-20. Outra ‘novidade’ na lista é a presença do atacante Vinicius, que se recuperou de lesão no tornozelo e joelho direitos.

Confira a lista de relacionados:

Goleiros: Bruno e Vinicius

Laterais: Luis Felipe e Fernandinho

Zagueiros: Henrique, Tiago Alves e André Luiz

Volantes: Márcio Araújo, Charles, Eguren, Wendel e Renatinho

Meias: Mendieta, Felipe Menezes, Ronny e Serginho

Atacantes: Alan Kardec, Vinicius, Ananias e Caio

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Kleina confirma primeiro jogo de Eguren como titular e elogia uruguaio

Por Lucas Tieppo

A decisão de Gilson Kleina de poupar quatro jogadores para a partida contra o Boa Esporte neste sábado abriu espaço para a primeira partida do volante uruguaio Eguren como titular na equipe do Palmeiras. Um dos reforços da última janela de transferências, o jogador da seleção uruguaia foi bastante elogiado pelo treinador.

“Vejo ele evoluindo. É um jogador muito experiente e inteligente, então está se adaptando rapidamente ao futebol brasileiro. Ele vai iniciar seu primeiro jogo e acredito que possa ter uma sequência. Por tudo que conhece de futebol, não terá problema”, disse Kleina.

Além de Eguren, outros dois jogadores terão a oportunidade de iniciar o jogo pela primeira vez. O meia Felipe Menezes e o zagueiro Tiago Alves também serão titulares.

O grande destaque, no entanto, é Eguren. O volante disputou a Copa das Confederações com o Uruguai, foi convocado por Óscar Tabarez nesta semana e é visto como opção para dar mais força defensiva ao time. Porém, na avaliação de Kleina, o jogador precisava de mais tempo para se adaptar ao futebol brasileiro.

Com Eguren, Kleina também pode montar o time com três zagueiros, como fez no treino desta sexta-feira, já pensando na partida de quarta-feira contra o Atlético-PR pela volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

Mesmo sem seis titulares – Fernando Prass, Juninho, Vilson e Leandro serão poupados, Wesley está suspenso e Valdivia machucado -, o treinador esperado que o time mantenha o estilo de jogos que levou o Palmeiras aos atuais 12 jogos de invencibilidade.

“Vamos manter a estrutura do time para não dificultar a ação de quem entra, alguns estão sem ritmo e pode haver um desequilíbrio”, analisou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Para enfrentar Boa, Kleina só mantém ataque da vitória sobre Furacão

Por William Correia

O treino tático desta sexta-feira, na Academia de Futebol, confirmou que o líder da Série B do Brasileiro entrará em campo neste sábado bastante desfigurado. Diante do Boa, em Varginha (MG), Gilson Kleina manteve só o ataque que rendeu ao Palmeiras a vitória sobre o Atlético-PR na quarta-feira, pela Copa do Brasil.

Na última atividade antes da viagem para Minas Gerais, o treinador escalou seus titulares da seguinte forma: Bruno; Luis Felipe, Tiago Alves, Henrique e Fernandinho; Eguren, Márcio Araújo, Charles e Felipe Menezes; Ananias e Alan Kardec. Mais tarde, Serginho entrou no lugar de Alan Kardec.

A formação foi testada em exercício sem nenhum adversário, no qual o técnico ajustou principalmente o posicionamento da equipe, inclusive colocando todo o seu time no ataque e montando uma estratégia para evitar o contragolpe. Terminou a manhã praticando jogadas defensivas e ofensivas de bola parada.

Embora tenha atuado na quarta-feira, o ataque não é o titular do Verdão. Ananias só entraria no time porque a opção seria pelo 4-3-3 e Vinicius ainda não tinha condições físicas. Além disso, o time teve o 4-4-2 por conta de dores lombares de Leandro, que nem viaja com a delegação nesta sexta-feira.

Será o primeiro jogo de Tiago Alves, Eguren e Felipe Menezes como titulares – todos foram contratados após o início da Série B. Além disso, como Fernando Prass e Juninho serão poupados, Bruno e Fernandinho voltam a ter oportunidades de iniciar uma partida.

Por prioridade ao jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira, em Curitiba, Gilson Kleina deixará até Mendieta na reserva e dará chance a Felipe Menezes, que não pode atuar na Copa do Brasil por já ter jogado pelo Sport no torneio. Mendieta fica no banco por precaução, pois não é certa contra o Atlético-PR a presença de Valdivia, mais uma vez desfalque – agora, por edema na coxa direita.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Kleina tira Mendieta e Felipe Menezes será titular

Por Ciro Campos

O meia Felipe Menezes será titular no time do Palmeiras para o jogo neste sábado, em Varginha-MG, contra o Boa, pela Série B. O jogador entra na vaga do paraguaio Mendieta, que vinha jogando como articulador da equipe na vaga do chileno Valdivia, mas que dessa vez vai ficar no banco de reservas.

O técnico Gilson Kleina definiu a escalação no treino nesta sexta-feira pela manhã. De olho na partida de volta pela Copa do Brasil contra o Atlético-PR, na próxima quarta-feira, um Palmeiras misto vai a campo em Varginha. São quatro titulares poupados (Fernando Prass, Juninho, Vilson e Leandro), além do suspenso Wesley e do machucado Valdivia.

Para as vagas dos atletas que vão ganhar descanso vão entrar o goleiro Bruno, o lateral Fernandinho, o zagueiro Tiago Alves e o atacante Ananias. No lugar de Wesley o titular será o uruguaio Eguren, que passa a assumir a função de primeiro volante. Márcio Araújo e Charles continuam como titulares no setor.

O Palmeiras deve ir a campo com: Bruno; Luis Felipe, Tiago Alves, Henrique e Fernandinho; Eguren, Márcio Araújo, Charles e Felipe Menezes; Ananias e Alan Kardec.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Eguren é mais um jogador do Palmeiras convocado

Depois de Henrique e Valdivia, mais um jogador do Palmeiras foi convocado para sua seleção nesta semana. Trata-se do volante uruguaio Eguren, que faz parte da lista do técnico Óscar Tabárez para os jogos contra Peru, no próximo dia 6, e Colômbia, no dia 10, válidos pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014.

Com isso, Eguren deve desfalcar o Verdão nos jogos contra Chapecoense, no dia 3; contra o Atlético-GO, no dia 7; e contra o ASA, no dia 10 – os três válidos pela Série B.

Contratado em julho junto ao Libertad (PAR), Eguren já fez três jogos com a camisa do Palmeiras, todos saindo do banco de reservas. O último deles foi na quarta-feira, na vitória por 1 a 0 sobre o Atlético-PR, no Pacaembu, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Eguren também fez parte da última convocação uruguaia. O volante jogou aproximadamente 30 minutos no amistoso contra o Japão, que terminou com vitória dos sul-americanos por 4 a 2.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras mostra ter “cabeça no lugar” mesmo sob pressão

Por Lucas Tieppo

O Palmeiras tem mostrado nas últimas rodadas da Série B e no jogo contra o Atlético-PR, pela ida das oitavas de final Copa do Brasil, que consegue render e manter a cabeça no lugar mesmo sob pressão e com o resultado adverso. As últimas seis vitórias do time foram conquistadas por apenas um gol de diferença e três delas de virada e todas na etapa final.

O time de Gilson Kleina soma 12 jogos de invencibilidade, com 11 triunfos e apenas um empate. Sequência positiva que resulta na liderança da Série B com quatro pontos de frente e vantagem para o jogo de volta na luta por uma vaga nas quartas de final da Copa do Brasil.

Após dar início à sua invencibilidade com goleadas, como as sobre Oeste, ABC e Icasa, o Palmeiras se acostumou a vencer no limite do tropeço.

Contra o Bragantino, saiu na frente com dois gols, levou um no final e foi muito pressionado. Diante do Joinville, triunfo magro e suado. Já nas vitórias sobre São Caetano e Paraná, o roteiro foi o mesmo.

O Palmeiras fez um primeiro tempo muito ruim, sem inspiração e viu São Caetano e Paraná saírem na frente. Na etapa final, o time conquistou a virada com um futebol de qualidade e que empolgou o torcedor.

A partida contra o Paysandu foi emblemática para mostrar que o técnico Gilson Kleina conseguiu transformar um grupo de jogadores pressionados para recolocar o clube na Série A do Brasileirão em uma equipe paciente e com poderio para reverter placares. O time paraense abriu dois gols de frente e a virada veio na raça, já aos 49 min, com gol de Leandro.

Contra o Atlético-PR, mais um teste importante e desta vez contra um time em boa fase e da elite. Depois de sair na frente logo no início do jogo, o Palmeiras segurou a pressão adversária e manteve a vitória.

“Temos que provar sempre, e provamos mais uma vez. Pegamos um time que faz uma grande campanha na Série A e vencemos. Essa equipe ainda tende a crescer muito”, disse o técnico Gilson Kleina.

E não é apenas na Série B que Kleina conseguiu fazer seu time jogar bem sob pressão. Apesar das derrotas para Mirassol (6 a 2, no Paulistão) e para o Tijuana (por 2 a 1, na eliminação da Libertadores), o Palmeiras se saiu contra os rivais no Paulistão.

Na fase de classificação do Estadual, o time saiu perdendo para o Corinthians, virou em pleno Pacaembu, mas cedeu o empate em 2 a 2. Nas quartas de final, o Palmeiras caiu nos pênaltis, mas lutou muito contra o Santos na Vila Belmiro. Viu o rival marcar primeiro, mas buscou a igualdade que levou a decisão para as cobranças.

O Palmeiras volta a campo neste sábado, às 16h20, para enfrentar o Boa Esporte, pela 17ª rodada da Série B. O time alviverde lidera com 40 pontos, quatro a mais que o Chapecoense.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

BLOG POR DENTRO DA SELEÇÃO ❘ FOLHA ONLINE

• O Palmeiras, a segundona e as seleções

Por Martín Fernandez

Um time da Série B é o maior fornecedor do Brasil de jogadores para seleções nacionais. Nesta semana, o Palmeiras celebrou as convocações de Henrique (Brasil), Valdivia (Chile) e Eguren (Uruguai).

“Este é um recado que dou aos clubes, técnicos e jogadores: não estou observando apenas a primeira divisão”, disse Luiz Felipe Scolari. Seus colegas Jorge Sampaoli e Oscar Tabárez assinariam a frase.

E a lista de convocáveis do Palmeiras só não é maior porque Barcos, no começo do ano, foi para o Grêmio de Luxemburgo (e da Libertadores), porque “na Série B perderia espaço na seleção argentina”.

Valdivia desfruta de sua melhor fase em muitos anos, Henrique é o chefe da defesa menos vazada da Série B. Não será surpresa se o Palmeiras eliminar o Atlético-PR (quinto da Série A) da Copa do Brasil.

Durante muito tempo se discutiu se Neymar tinha que ir para a Europa para “evoluir”, “jogar com e contra os melhores”. O próprio craque adotou o discurso quando finalmente fechou com o Barcelona.

O caso do Palmeiras prova que jogar contra rivais piores também pode ser uma boa.

Leia aqui a matéria completa → BLOG POR DENTRO DA SELEÇÃO ❘ FOLHA ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Palmeiras e torcida: parceira impecável na atual sequência de vitórias

Por Fabricio Crepaldi

Se o Palmeiras tem feito sua parte dentro de campo na Série B e na Copa do Brasil, a torcida também tem correspondido. Mais do que isso, tem sido um fator fundamental para o bom momento do Alviverde, invicto há 12 confrontos e com sete vitórias em sequência.

É justamente nessa série só ganhando que os palmeirenses têm participado mais. Dos sete resultados positivos, cinco aconteceram dentro de casa, com bons públicos, como contra o Paraná, quando quase 30 mil pagantes estiveram no estádio (veja mais abaixo). Já contra o Paysandu, mesmo perdendo por 2 a 0 até a metade do segundo tempo, o torcedor apoiou até o fim e o Verdão conquistou a vitória.

A força no Pacaembu é evidente. A última derrota aconteceu no dia 14 de maio, por 2 a 1, contra o Tijuana, que eliminou o time da Libertadores. Desde então foram seis partidas no local, com vitórias em todas elas.

Agora, o objetivo será manter esse mesmo retrospecto longe da torcida e da “casa”. Isso porque serão duas partidas como visitante, começando pela deste sábado, contra o Boa Esporte, em Varginha. A segunda será ainda mais importante: a decisão contra o Atlético-PR, na próxima quarta, em Curitiba, valendo vaga nas quartas da Copa do Brasil.

– Teremos de ser muito inteligentes para trazer a classificação para São Paulo. A mobilização para o jogo da volta estará bem definida. É uma equipe que vai sair, empurrada pela torcida, e teremos de ter equilíbrio para a vaga – disse Gilson Kleina.

O retrospecto do Palmeiras fora de casa na Libertadores, último “torneio de Série A” que o Verdão jogou, não é nada animador. Foram três derrotas e um empate. Já na Série B a situação melhorou: são cinco vitórias, um empate e só um revés.

CONFIRA AS VITÓRIAS EM CASA NA SÉRIE E O PÚBLICO PAGANTE:

Palmeiras 4 x 0 Icasa  – 12.890 pagantes


Palmeiras 2 x 1 Bragantino – 20.604 pagantes


Palmeiras 2 x 1 Paraná – 29.012 pagantes


Palmeiras 3 x 2 Paysandu – 16.936 pagantes


Palmeiras 1 x 0 Atlético-PR – 20.856 pagantes

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo Itri

• ‘Overbooking’

O jantar de aniversário do Palmeiras, segunda-feira, tem 300 pessoas na lista de espera. O espaço para o evento suporta 600 pessoas, mas 900 manifestaram interesse em comprar convites do encontro. As entradas são pagas e custam R$ 150.

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• No exterior

Agente de Wesley, Hugo Garcia está na Espanha. Ele foi até Villarreal finalizar a venda do zagueiro Gabriel Paulista e agora tenta encontrar um clube interessado em Wesley.

• Avanti neles

Quase 16 mil dos 20.856 pagantes na vitória do Palmeiras sobre o Atlético-PR, na quarta, eram integrantes do programa de sócios-torcedores Avanti.

• Efeito da Série B

Hoje, o Palmeiras conta com 29.127 sócios-torcedores ativos e o presidente Paulo Nobre traçou como meta que o clube termine 2013 com pelo menos 40 mil integrantes.

• Como mandante, Palmeiras tem os três melhores públicos da Série B do Brasileiro

Líder absoluto em pontos na Segundona, o Palmeiras também está sobrando quando o assunto é torcida. As três partidas com maior público após 16 rodadas da Série B foram do Verdão — 29.012 contra o Paraná, 22.488 diante do ABC e 20.604 no duelo com o Bragantino. Todos os jogos foram no Pacaembu. Há outro detalhe curioso: o quarto maior público pagante também contou com o Palmeiras, mas fora de casa, diante do Sport, na Ilha do Retiro (19.607).

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

GAZETA ESPORTIVA NET → Sem saber se Valdivia joga na 4ª, Kleina põe Mendieta no banco em MG
 
ESPN BRASIL → Para enfrentar Boa, Kleina só mantém ataque da vitória sobre o Atletico-PR
 
ESTADÃO ONLINE → Gilson Kleina não dá prazo para retorno de Valdivia
 
FOLHA ONLINE → Comissão técnica espera ter Valdivia para Copa do Brasil
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Pensando na Copa do Brasil, Verdão vai a Varginha sem seis titulares
 
BAND ESPORTE → Palmeiras poupa quatro contra o Boa; Valdivia segue fora
 
AGORA SP → Valdivia volta a treinar e deve jogar na quarta
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Para Ananias, rodízio e vitória sobre Furacão provam força do Verdão
 
ESTADÃO ONLINE → Reforços trazidos nesta temporada fazem ataque do Palmeiras evoluir
 
DIÁRIO DE S.PAULO → Verdão divide a responsa na hora de marcar gols
 
LANCENET → Palmeiras poupa quatro titulares para partida contra o Boa
 
TV GLOBO – GLOBO ESPORTE → Boa Esporte recebe o Palmeiras pela 17ª rodada da Série B
 
••

16 respostas em “Verdão na Mídia 23-08-2013: Eguren e Felipe Menezes serão titulares do Verdão pela primeira vez ❘ Globo Esporte Com”

e lá vem o kleina e seus 3 volantes!!
será que le sabe que existe outra formação além desta?

Li no estadao a reportagem a respeito do valor das marcas dos grandes times brasileiros pela empresa BDO, que já mereceu comentário da Regina Rodriguez neste site. A Regina criticou a empresa (de corintianos) e questionou os resultados veiculados. Eu discordo dela. Independente da metodologia e da idoneidade da tal BDO o desenho é esse mesmo. Nós somos a quarta marca, o quarto maior valor e talvez a quarta maior torcida do país, triste para quem era a terceira torcida e talvez o clube/marca mais valioso num passado nao tao distante assim. O que chama a atencao nos gráficos – de 2009 a 2013 – sao os saltos para cima de quem está no frente e atrás do palmeiras e o traco quase linear da evolucao do Palmeiras no período. Em que pese alguns fatores circunstanciais que influenciam este tipo de pesquisa nao há duvidas que perdemos muito espaco. Nós e o Vasco, nao por acaso times de colonias (o Cruzeiro também é time de colonia mas por nao ter um passado original de glórias é menos estigmatizado como tal) e isso é sintomático. O Palmeiras vive engessado nesse passado que foi bacana e proficuo para o próprio Palmeiras mas parou de evoluir e nao agrega valores institucionais e monetarios da sua situacao real atual. O Palmeiras é muito maior que o Palestra Italia original. Na pior das hipóteses sao 15 milhoes de palmeirenses no estado de Sao Paulo, no Brasil e no mundo para potencializar essa forca. Sao 15 milhoes de palmeirenses marginalizados por administracoes desastradas e incompetentes. Os bambis sempre foram mais espertos/eficientes e de time de elite se popularizou e nos ultrapassaram. O Corinthians mesmo nos seus piores anos sempre valorizou o seu diferencial que é sua massa torcedora: no Corinthians o povao é vip. O Palmeiras vai na contra-mao, se afasta de seus torcedores populares – que existem e sao muitos- nao procura acoes de se popularizar e se fortalecer ainda mais, porque povo é midia, é passar jogos na tv, é mercado de consumo. O Palmeiras está enclausurado nas suas origens e com empáfia acha que isto está bom. Quarto está mais próximo do quinto e do sexto do que do primeiro. E isto pode ser retrogradamente progressivo. O Palmeiras tem que se livrar desse gesso de time de colonia e se mostrar e se expandir como o que realmente é: um clube de futebol brasileiro. O marketing tem de ser para brasileiros. Fatos ligados a origem podem e devem existir mas pontualmente, em ocasioes especificas. Sou um torcedor palmeirense brasileiro meio espanhol e meio italiano. Dentro disso que eu penso e postei aqui acho o nome do programa sócio-torcedor do Palmeiras (Avanti) péssimo e algumas acoes afins como por exemplo a homenagem ao Djalma Santos (Forza Djalma) também pessimas, de certa forma antipáticas e inocuas na capacidade de agregar torcida. Mais Palmeiras e menos Palestra. Allianz Park agora e Palestra Itália só na fotografia.

O Gente Boa jogar amanhã eu acho ótimo pois damos uma chance a Providência Divina nos ajudar, providenciando uma providencial distensãozinha do porte das do Valdívia do ano passado ou até mesmo uma expulsão com suspensão por 3 jogos, já nos ajudaria na Série B. Se bem que a distensão é melhor, pois nos reforça com a ausência dele no jogo de quarta da Copa do Brasil.
Agora eu não entendo a escalação do Allan Kardek neste jogo. Por que não preservá-lo para o jogo de quarta? É o nosso melhor atacante! Esse era o jogo para colocar o Leandro ou o fernandinho no ataque.

Bom, ai já não estaria mais no Palmeiras, os “mágicos diretores” já o teriam vendido!

Mew…. o Kleina vai por o Eguren no lugar do Wesley ou Charles e o Gente Boa vai continuar titular absoluto desse time!

Semana que vem o Palmeiras tem que jogar na manha, e matar o ATL PR no contra ataque com o Mago metendo bola nas costas para o Leandro e Kardec…… Dale Verdão, amanha contra o BOA, 3×1 para nós, 2 do Kardec e 1 do Felipe Menezes.

Quem é esse goleiro Vinicius? O Palmeiras desistiu do Alemão e do Fabio?

Acho que o Araújo pode render melhor como 2º volante, vou até cravar uma vitória (suada) amanhã com gol dele, a fase está boa.

Olá Wilton, a fase é boa, mas, contra o Boa amanhã (hehehe), o GB pode até se destacar. Contudo, entretanto, porém, todavia, é fadado às cagadas decisivas. O Kleina se arrependerá da escalação dele mais cedo ou mais tarde, e nós lamentaremos… Não na série-B é claro, onde apesar do Mr. Nice Guy e Juninho Pampers pra atrapalhar conseguimos nadar de braçadas.

E o Kleina vai dando um jeito de colocar o Eguren no time sem tirar o Marcio GB. É incrível como esse cara tem cadeira cativa no time titular.

Os comentários estão desativados.