Categorias
Arenas

Arenas – Posicionamento das Câmeras de Transmissão

Por Claudio Baptista Jr.

Na parte dos comentários da publicação da última semana foi perguntado por um dos nossos leitores, Luiz Claudio, sobre o posicionamento das câmeras de transmissão na Allianz Parque.

O principal motivo da pergunta foi em função de notarmos que muitos dos novos estádios estão adquirindo um posicionamento onde a imagem fica mais panorâmica, mais distante do jogo.

Puxando pela memória, notei também que até mesmo estádios que não sofreram modificações estruturais também modificaram ao longo do tempo a distância das imagens nas transmissões de TV. Podemos facilmente citar casos como o Pacaembu, Mineirão, Morumbi.

Realizei algumas buscas por imagens mais recentes e antigas de alguns estádios para notarmos a diferença. Vejam abaixo como realmente a panorâmica das imagens se modificou.

Um fator que deve ser importante e que não nos traz grandes preocupações é que os postos de transmissão podem ter seu posicionamento flexibilizado. Vejam na imagem abaixo a localização das câmeras no Stamford Bridge, estádio do Chelsea (no destaque em vermelho).

 

arenas-cameras-B

Gosto desse posicionamento. Câmera não muito distante do campo de jogo e não muito alta. Comparativamente, abaixo as imagens transmitidas no novo estádio do Grêmio e no ano passado no Olímpico.

http://www.youtube.com/watch?v=spGdoxY1Y1I

No Olímpico em 2012:

http://www.youtube.com/watch?v=DGxnVVezJ5w

Na sequência, o exemplo na Amsterdam Arena, mostrando onde estão localizadas as câmeras e a imagem gerada na TV.

 

arenas-cameras-C

arenas-cameras-d

Pensando na instalação das câmeras na Allianz Parque e tendo consciência que esse é assunto para envolvimento de técnicos e profissionais da área, nos resta apenas a opinião de cada um sobre qual posicionamento mais nos agrada.

Adicionalmente, hoje existem diversos locais para a instalação para as câmeras, possibilitando muitos campos de visão, mas o foco é na transmissão geral do jogo.

Particularmente, preferiria algo semelhante ao que tínhamos no Palestra Itália.

Mas esse é apenas um desejo, sem analisar as implicações principalmente em relação a infraestrutura envolvida, mas aparentemente não seria algo muito impactante em relação a ocupação de lugares que seriam disponíveis ao público.

E vocês, o que acham a respeito?

 

– Estádio Palestra Itália.

arenas-cameras-E

 

– Allianz Parque

Palmeiras x sccp 1986

http://www.youtube.com/watch?v=RR4Y5v6o7zc

 

– Morumbi

Palmeiras x spfc 2002 – Gol Alex

http://www.youtube.com/watch?v=xnJE_ZoK11g

 

– Pacaembu

Palmeiras x sccp 1985

http://www.youtube.com/watch?v=HLiHqRs1SBE

 

Palmieras x spfc 2004

http://www.youtube.com/watch?v=uVx7zJ63guY

 

– Maracanã

Palmeiras x Flamengo 1979

http://www.youtube.com/watch?v=DcCX_tBc8sw

 

Palmeiras x Flamengo 2007

http://www.youtube.com/watch?v=shHoYfQnNcU

 

– Mineirão

Palmeiras x Cruzeiro – 1973

http://www.youtube.com/watch?v=FbvbttenRww

 

Palmeiras x Cruzeiro – Libertadores 2000

http://www.youtube.com/watch?v=-iIryzMn3hc

 

Abraço,

Claudio.

13 respostas em “Arenas – Posicionamento das Câmeras de Transmissão”

Henrique, observamos muito dessa diferença de lado de transmissão nas partidas internacionais.
Agora porque no estádio do Gremio, apesar dos lados opostos, o posicionamento das câmeras ser tão destinto?
Como foi colocado aqui, tem espaço para flexibilidade e melhor posicionamento.
Obrigado por trazer o detalhe a respeito dos lados de transmissão nacional e internacional.
Abraço

Bom, a diferença existente nas transmissões entre o Brasil e a França está no lado do campo. A transmissão brasileira pega o lado dos patrocinadores que atuam no mercado nacional, já a transmissão francesa pega o lado em que patrocinadores daquele mercado atuam. Não sei se mudando de lado a colocação da câmera também muda, mas algo que é possível perceber, e reconhecível diante da emissora que se trata, é o fato da inclinação da câmera não favorecer a divulgação dos patrocinadores, já quando em transmissões internacionais não acontece isso, mas quando está com a carioca muda. No caso dessa transmissão da França, se contarmos a ideia da publicidade, a tv francesa que realizou a transmissão e não somente disponibilizou as imagens divulgadas pela brasileira.

João Carlo, legal essa comparação do jogo Brasil x França. Percebe-se nitidamente a diferença do posicionamento das câmeras de transmissão.
Abraço.

Valeu Claudio pela materia…..
Concordo com você, acredito que poderiamos seguir o que se tinha no “Antigo Palestra”, na qual a altura das cameras são otima, pois da para observar alem do campo de jogo, boa parte das arquibancadas.
As tramissões na TV, tem que aparecer alem do campo de jogo, a torcida tambem.
Abraço.

a foto que ilustra o post, por si só, já merece todos aos aplausos – verdão calando o maracanã.
Boa Claudio!

Acho pessimo, na arena do gremio a distancia que a camera principal fica muito longe e muito alto, da pra ver praticamente a metade do campo de jogo, mal dando pra identificar o jogador, parece que o cameraman ta com preguiça de ficar girando a camera de um lado a outro, porque quanto mais longe, menor vai ser o angulo que o cameraman vai ficar fazendo.
Acho perfeita o posicionamento das cameras na premiere league, a pessoa se sente mais dentro do jogo, ela mais proxima, acompanhando bem melhor as jogadas.

Como palmeirense que mora no sul, sou crítico ferrenho do posicionamento das câmeras da Arena do Grêmio.

Porém, aqui temos um fato curioso. Lembram do amistoso Brasil x França, jogado na Arena do Grêmio este ano? Pois é, estas são as imagens geradas pela TV francesa:

http://www.youtube.com/watch?v=T3zdvd2KbvU

e as abaixo, geradas pela TV do Brasil:

http://www.youtube.com/watch?v=xYZemylQSVY

Me pergunto por quê a TV brasileira não consegue fazer sempre essas imagens…

Me agrada muito a imagem do jogo do Ajax e, também, os jogos do campeonato inglês (é o mais próximo da imagem da arquibancada). Não gostei das imagens da Arena do Grêmio, muito distantes, frias, sem a vibração do estádio.
Achei muito interessante a matéria sobre a possibilidade da disposição da torcida adversária no Allianz Parque (na parte de cima, no canto), espero que a opinião seja levada à W.Torre/Palmeiras.
Por fim, seria muito interessante a implantação das cadeiras removíveis ( Ex. Alemanha, aumentando a capacidade para 55 mil em jogos sem padrão Fifa), que o Sr. Walter Torres, à época, concordou, mas, aparentemente, esta idéia parece ter sido descartada pela W. Torre.
Abraços.

Moises, obrigado pelo link.
Como devem ser as emissoras que definem a tecnologia a ser adotada nas transmissões, vamos torcer para usarem uma flexibilização nesse nível e não posicionem as câmeras muito altas onde deverão estar as cabines de trnasmissão.
Abraço.

Claudio, li um detalhe no Skyscrapercity da Arena Grêmio que a Globo sugeriu essas soluções mas não quer pagar pelas obras e equipamentos. E não duvido que farão o mesmo aqui. Isso já está passando do limite né, pedem 10% do naming rights pra falar o nome do estádio, agora querem que os clubes paguem os equipamentos deles, vendem placas, vendem patrocínio na TV, revendem de direitos televisivos e escolhem quem transmite o que… daqui a pouco vão querer ter conselheiros vitalícios nos “clubes deles”.

Uma solução que colocarão na Arena Grêmio são câmeras controladas remotamente. Aqui poderíamos fazer o mesmo, em vez de levar as câmeras lá pra cima na cabine de imprensa, colocaríamos um ou dois módulos de câmera na viga jacaré do segundo lance de camarotes, sendo controlado pelo pessoal da cabine de imprensa.
Algo parecido com o que tem nesse site:
http://pacificmotion.net/remote-repeat-heads/

Os comentários estão desativados.