Categorias
Drops

Drops 04-09-2013: o assunto é Arena

Redação (com a colaboração dos colunistas)

Arena parte 1: Naming Rights – essa deu no Lauro Jardim

Allianz Parque: Globo e Sportv de um lado, Band e ESPN de outro

Cinco meses depois da venda do naming rights do estádio do Palmeiras para a seguradora alemã Allianz, o saldo do acordo é o seguinte:

Na Band, ESPN Brasil e no jornal Lance!, a arena, para alegria do patrocinador, está sendo chamada de Allianz Parque.

Na Globo e no Sportv, nem pensar. É política das Organizações Globo não citar o nome de patrocinadores que batizam estádios, times e até nomes de competições.

Por Lauro Jardim

http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/?p=1079286?utm_source=redesabril_veja&utm_medium=twitter&utm_campaign=redesabril_veja&utm_content=feed&

***

Arena Parte 2: a diretoria fazendo lambança

Em matéria aparentemente divulgada de dentro do Palmeiras – inclusive divulgando para a Folha de São Paulo cópia do contrato – a imprensa divulgou o que já se sabia nas alamedas há alguns dias: a atual diretoria voltou suas armas contra a WTorre.

Discute o número de lugares da Arena.

A briga? por 10 mil lugares.

Leia mais em http://www1.folha.uol.com.br/esporte/2013/09/1336623-palmeiras-entra-em-choque-com-construtora-do-estadio.shtml. Depois volte aqui.

***

A estratégia palmeirense sobre o ST é louvável. Mas a atual diretoria, competente que é, sabe que não pode se abraçar a apenas um projeto.

O sócio torcedor sozinho não salvará o clube. E o que parece é que essa pequena ambição está se sobrepondo aos contratos assinados.

Ou será que os atuais diretores estão se curvando à antipatia de Mustafá e cia. com o projeto da Arena?

***

Agora viramos manchete brigando contra o parceiro.

A pergunta é: somos ingênuos? Queremos causar uma confusão com os parceiros WTorre, AEG e Allianz a troco de quê?

Efetivamente o que queremos? 100% das cadeiras para vender no ST?

Lembrando que o Palmeiras tem direito a 100% das receitas de ingressos MAIS um percentual na venda dos camarotes e cadeiras especiais.

***

O que é fato: a SEP cedeu o direito de exploração econômica da superfície. Ou seja, todas as possíveis e imagináveis receitas presentes e futuras nos 30 anos do contrato pertencem a WTorre. Em troca, o Palmeiras recebeu um estádio novo – que é dele, ao contrário do que alguns falam – e um conjunto de receitas e participação em receitas.

Consultamos especialistas a respeito. A opinião deles é que só é de direito da SEP o que está EXPLICITADO como tal no contrato. Qualquer outro direito econômico, por definição do significado de cessão de uso, pertence ao parceiro. Nesse sentido, se não há menção explícita sobre a receitas dos 35 mil assentos restantes, elas não pertencem à SEP, e sim à parte que adquiriu esse direito.

Por isso era melhor conversar do que partir prá confusão.

Ou estamos errados?

***

Basta conhecer um pouco o contrato e ter uma diretoria jurídica que não entre no oba oba do discurso inflamado de alguns para perceber que quem vai perder nesse braço de ferro é o Palmeiras. No limite do conflito é só levar o caso para a arbitragem. Fim de papo. Se a SEP se recusar a jogar, a WT pode entrar com processo pedindo ressarcimento por lucros cessantes.
Não tem como a SEP sair por cima nessa história.

***

Então perguntamos: será que ninguém lá leu direito o contrato? Será que não tem um diretor jurídico que não perceba isso?

E vale a pergunta: quem ganha com esse tipo de exposição?

Vamos aguardar o desenrolar dos fatos.

***

Mas vale o destaque: ST é importante. Todo mundo sabe disso. Mas tanto a diretoria de marketing quanto a diretoria de planejamento poderiam se esforçar um pouco mais em trazer patrocinadores e desenvolver novas propriedades de marketing. Se colocar na ponta do lápis esse desgaste com a WTorre seria compensado com patrocinador na camisa e propriedades de marketing sendo criadas e vendidas.

Saudações Alviverdes!

76 respostas em “Drops 04-09-2013: o assunto é Arena”

Pelo que eu entendi é que a WTorre tem PREFERÊNCIA NA compra de 10 mil lugares da Arena. O Palmeiras vende os ingressos pelo valor da ultima temporada. Se a bilheteria de jogo é 100% do Palmeiras, essa é a explicação mais coerente, acho que li o PVC falando mais ou menos assim. Pra mim tava nítido isso aí, mas agora confesso que fiquei um pouco confuso.

A ARENA PALESTRA ITÁLIA É COMO UMA MULHER GOSTOSA. TODO MUNDO QUER COMER.

NOS TEMPOS DO VERDADERO PALESTRA ITÁLIA TUDO ERA BEM DIFERENTE.

VOCÊS SABIAM QUE O PALESTRA ITÁLIA JÁ FOI HERDEIRO DE UMA HERANÇA ?

CLAROS QUER VOCÊS NÃO SABEM DISSO.

O PALMEIRAS DE HOJE NEM DE LONGE LEMBRA A GRANDEZA DO PALESTRA ITÁLIA.

Sem adentrar no merito das preferencias politicas dos leitores, destaco que, no meu entendimento, e possivel e provavel a existencia da controversia quanto aos assentos. Entendo o ponto levantado pela Folha e tembem entendo que a materia nao foi repelida pela nota da WTorre. Direito a comercializacao dos lugares realmente nao se confunde com remuneracao, ainda que em 100% pela ocupacao, muito embora assuntos interligados. Temos que ter em mente que o novo estadio tera 45 mil assentos numerados. Teoricamente, caso o contrato diponha que cabe a WTorre a comercializacao destes lugares, na totalidade, nada impede que a construtora venda ou alugue os assentos como bem entender e a quem quiser e puder pagar o preco. E a tal da AEG que fara isso. Remunerarao a SEP em 100% e ai que entra a questao do valor medio do ingresso. O problema esta no fato da SEP ja ter antecipadamente negociado os assentos, na forma do ST. Explica-se: suponhamos que a WTorre/AEG venda todas as cadeiras disponiveis no estadio e em determinado jogo todos os proprietarios se facam presente. Por obvio nenhum ST ou torcedor que queira assistir a partida conseguira, mas ainda assim a SEP tera 100% da renda – ainda que contabilizada em cima do propalado valor do ingresso medio. A comercializacao integral dos lugares pela WTorre/AEG sepultara o programa de ST, e e isso que assusta a atual administracao, na medida que o plano teria que trazer algum beneficio, alias o unico que compensaria seria o direito a voto, porquanto nao mais poderia falar em ingresso com 100% de desconto. Isso sem falar na possibilidade de sofrer uma enxurrada de acoes judicias dos STs que se sentirao lesados em aderir a um plano que fala em ingressos francos, mas que rareados ou extintos pela comercializacao total das cadeiras pela WTorre/AEG. E certo que se levado a ferro e fogo meu raciocinio sequer os Conselheiros teriam garantia de lugar no estadio, quanto mais de graca. Se pudermos debater sobre minhas consideracoes, pois foi a minha leitura da noticia e nota da construtora. Abracos.

Considerando que vendessem 100% dos lugares como cativas e sabendo que o cliente principal desse produto são empresas querendo garantir prioridade em eventos singulares (final de libertadores, show do Paul McCartney, etc), isso sugere que a lotação real do estádio não será nem 25% de donos das cadeiras.
Nisso, um acordo pode resolver a questão ficando bom para ambas as partes. Cabe a WTorre criar uma revenda em que o Palmeiras possa cobrar ingressos pelos valores nominais pelos locais (setores), colocar o Avanti no topo da lista de prioridade e colocar o Avanti no topo da prioridade para compra de cativas, sendo que a continuidade no ST dá gratuidade no ingresso. Quem ir ao estádio? Seja Avanti. Quer ir a finais? Tenha cativas. Se tiver cativas e for ST, entra de graça.

Entretanto, há muitas outras opções de acordo e ainda assim o assunto veio parar na imprensa. O problema parece não ser o acordo, considerando o reembolso das perdas “justas e legais” das partes que não deve ser tão alto, mas sim a vontade das partes em forçar sua vontade sobre a outra. Não sabemos se são os dois lados ou um mas pelas pessoas ligadas ao Nobre e pelo modo que estão conduzindo a coisa, me faz lembrar quando Tirone (também próximo de Mustaphá) tentava tirar a construtora do negócio pra colocar uma parceira deles.
Mas enfim, o Palmeiras não vai fazer sua inauguração, vamos acumular dívidas por isso, o caso vai pra corte arbitral e aí vamos ver o que vai acontecer (se vai valer a pena).

Quando os sócios do clube foram consultados, eu votei SIM para a Arena, mas neste momento me sinto enganado. Durante os debates dentro do clube a diretoria batia o pé que 35.000 lugares seriam da SEP. Escutei isto mais de uma vez. Votaria SIM mesmo que não fosse, mas prefiro não ser enganado. Não deveriam concordar com esta postura.

O Rebello nos apresenta um dado concreto e que reflete algumas coisas. A primeira é que nossa torcida ajuda SIM o clube. Mesmo disputando a serie B, com um time fraco (quase mediocre) uma diretoria mediocre( quase fraca), um mkt inoperante passamos da casa dos 30 mil socios. Mas é pouco,muito pouco, para um clube gigante e uma torcida apaixonada. Temos todas as condições de chegar aos 50mil e partir rapidamente em direção aos 100 mil( numero minimo desejado pelo matuto aqui do interior). É so olhar com um pouco mais de cuidado para o torcedor do interior e de outros estados que isso acontece. Façam parceria com um banco ( Bradesco tem em todo canto, ate em ANALANDIA) e vcs se surpreenderão. Por um motivo simples. Usos e costumes do torcedor interiorano. Matuto como eu. O torcedor do interior( grande parte mesmo) não adere ao AVANTI pela Internet, mas o faz no banco de sua cidade. Usos e costumes do matuto. Eu e meu filho ja somos socios mas conheço muitos que não sao por esse motivo. Feito isso é so anunciar nas radios de cada cidade nos horarios de programaçao popular. Dificil isso? Eu acho que não. Bom seria ate muito facil se tivessemos uma diretoria e um mkt com padroes MINIMOS de COMPETENCIA. Infelizmente não os temos. E eu ainda penso que eles devem estar comemorando os 30 mil. Imbecis de uma figa……..FARABUTO…………Essa é a segunda observaçao que faço do dado apresentado pelo Rebello. Tem outras mas paro aqui. Por hj ta bom…

Parabéns pela clareza desse Drops. O pessoal anda muito sensível…aproveitando o Avanti está com 31.182 associados. Torcida que Canta e VIBRA (positivamente). abs

Impressionante como tem gente que acha que a Diretoria está discutindo com a WTorre… são os malditos conselheiros que estão querendo tumultuar, como sempre. E são sempre os mesmos, a velha corja maldita lambe botas do sapo-boi…

O Palmeiras diminuiu por conta de péssimas administracoes comecando com Sacomanni (que me parece pagou o desfalque dado no Palmeiras – alguém do site se possível esclareca isso) e prosperou ( o apequenamento) com o Mustafás. O Mustafás é péssimo de administracao e gestao para um gigante como o Palmeiras. Ele enxerga e dirigiu (e ainda dirige indiretamente através de seus cargos no clube) como se o Palmeiras fosse uma quitanda de bairro. Eramos o terceiro clube de futebol em torcida e patrimonio do país, proximo dos primeiros e hoje somos o quarto ,queiram ou nao , e nos distanciando sempre dos primeiros e vendo se aproximar quem está atras. Alguém ja postou aqui, como exemplo, o Atlético Paranaense, que vem aumentando e consolidando o seu patrimonio, que ganha campeonatos regionais e até um brasileiro mais recente que as conquistas do verdao e está na série A. É um clube praticamente regional, com uma torcida regional e infinitamente menor que a do Palmeiras, mas que cresce. Segredo? Deve ser boas administracoes. Se nao fosse o Belluzo estariamos menores ainda, vide Parmalat, vide Allianz Arena. O ultimo ganho patrimonial do Palmeiras (tirante a Arena) remonta a década de 1960 que é o Clube de Campo de Parelheiros, talvez na época ou anterior a gestao de Paschoal Giuliano (nao tenho certeza). O nosso CT era ridiculo (só melhor que o do Corinthians que nao tinha) e só teve melhorias na fase de atuacao do Belluzo. O CT de Guarulhos deixa a desejar e o projeto de Sao Roque (mais uma vez Belluzo) foi abortado e sabotado. Botem o Belluzo na comissao de frente para negociar com a WTORRE e tudo se resolve. O Palmeiras precisa de uns quatro Belluzo, mas só tem um: apoio para ele.

Graças a “Assessoria Gambá” não somos mais alvos de vazamentos na imprensa de Perrones da vida. E, nas entrevistas a programas esportivos, os jogadores e técnico do Palmeiras vão com a camisa do clube.

Penso exatamente como o MARCOS LAURITTO. O foco principal da neoplasia maligna conhecida por mumu não é a ARENA. É sim fazer dela o tema, o contraponto nas eleições de 2014. Ele, FDP, como so ele sabe ser ja percebeu que corre serio risco de ver as suas laranjas ( FDP iguais a ele) serem esmagadas nas proximas eleições. E serão. FORÇA CRISCIO, BELLUZZO. Pra cima deles com tudo. AVANTI PALMEIRAS. CENTENARIO O ANO DA LIBERTAÇAO DO PALMEIRAS. Morte politica( pode ser fisica tb com ajuda de S.Genaro) da neoplasia maligna.

Matéria plantada pela querida assessoria gambá, que é parceira da tropa de choque do mumu. Todos sabem que a Allianz Parque vai ser a divisão de águas entre o passado e o futuro, e quem colocou isso em funcionamento foi o grupo do DELLA MONICA e do BELLUZZO. Portanto, o resto é choro e ciumeira da turma do mal. Não querem dar o braço a torcer. É só lembrar que 2014 tem eleição de novo e vão dar um jeito de criticar o acordo com a WTorre, mas o torcedor não é idiota.

Depois reclamam que são chamados de predadores a toa…esse drops foi apenas para criar confusão.
O PVC publicou ontem cedo no blog dele uma explicação sobre o caso, sem o tom alarmante que foi adotado na imprensa e aqui utilizado.
Além disso, já saiu uma nota da WTorre esclarecendo o assunto…
Ainda dar espaço pra isso parece que é só pra tumultuar…

Eu não entendo por que não conseguem nem patrocínios pontuais para os jogos televisionados!!! O Palmeiras jogando fora de casa receberia algum dinheiro já que estamos tão quebrados como o presidente e o CEO querem fazer crer.

Tendo em vista a HISTORIA dos seres que estão nos bastidores desta “CUTUCADA” na W Torre via Imprensa, só podem existir 2 motivos:-
1º) A preocupação com o lucro de comercialização da W Torre, mesmo a empresa pagando integralmente os N ingressos ao Palmeiras.
2º) Criar um confronto com a W Torre, visando no acordo final, a obtenção dos famosos ingressos gratuitos para os MARAVILHOSOS conselheiros da Sociedade Esportiva Palmeiras.

aaaaaaaaaaaaaaaa meus parabens, tocou no assunto, no “xis” da questão. Do jeito que VAI FICAR ou o Palmeiras abre mão dos ingressos gratuitos, que nem sempre são usados e muitas vezes são vendidos(ta claro assim) OU se explica pros ST que não deu pra disponibilizar mais ingressos da cota do Palmeiras pq tinha que DAR para os conselhieros que tanto fazem pelo clube/time.

Tchê, vendo essa lambança com a construtora, clube rachado, revanchismo sobre picuinha, só posso chegar a uma conclusão: vocês são o Grêmio em verde.

E, mesmo sendo gremista, tenho que afirmar que isso não é nada bom. Um estádio maravilhoso desses, um patrimônio espetacular, sendo chutado, mal aproveitado, por culpa de vaidades. No Humaitá, em Porto Alegre, a situação é igualzinha.

e pelo que se comenta por aqui, o “acordo” que vocês fizeram foi horrivel, tanto é que o Dr. Fabio Koof esta tentando corrigir, mas pelo que dizem tb, não vai dar não, vão pagar uma grana preta pra terem a arena….abraços

O acordo não era ruim, mas a turma que assumiu precisava mostrar serviço. Tinham que queimar a direção anterior de algum jeito, e utilizaram o pior caminho para isso, mas o mais fácil, o estádio. O problema todo se deu no acordo como ficaria a situação dos sócios NO PRIMEIRO ANO. A atual gestão teria que sentar com a administradora de qualquer jeito. Fizeram um escarcéu para saírem por cima numa situação que teriam obrigatoriamente de enfrentar. Estão se vendendo como salvadores do clube, o que é nada além de ridículo.

Agora já não sei bem em que pé está o negócio, mas, em princípio, o Grêmio recebe um anuidade fixa, mais 65% do lucro líquido total do estádio. O dinheiro pago, portanto, não seria a fundo perdido; pois entra no faturamento da Arena. Sempre ressaltando que a Arena é 65% do Grêmio e 35% da OAS.

Isso é igual pra todo clube e a culpa é a legislação brasileira que exige um modelo de associação que cria os tais conselhos cheios de poderes, não permitem profissionalização da administração geral e por consequência faz dos clubes essa briga política.

É muito dinheiro envolvido, fora o status que o futebol carrega. Daí as disputas. Mas parece que só no Palmeiras o conselho quer matar a galinha dos ovos de ouro, que é o time de futebol.

Administrador: até hoje meu coment está aguardando moderação. Citei o site e coloquei na íntegra o comunicado da WTorre. Gostaria de saber se isso é proibido (sinceramente, não sei sobre esta regra).
Abraço.

Fica vendo, o Palmeiras vai jogar no Pacaembu, vamos acumulando uma dívida pesada com a WTorre por causa de multa por não jogar na Arena e na corte de arbitragem ainda vamos tomar um peteleco.

Aliais, esse vídeo dele na matéria, quando fala do centenário… recomendo a todos que apoiaram ele pra presidente, é culpa sua.

É tempestade em copo d’água. Diretoria deveria aparecer e esclarecer (apesar da WTorre já ter esclarecido), para não virar bola de neve e plantar crise.
Único ponto negativo, para mim, é a ausência das cadeiras removíveis que aumentaria a capacidade do estádio, sendo que o Sr. Walter Torres já tinha aderido à idéia.

Boas, qualquer um que tenha passado pelo corredor de livros juridicos de um sebo qualquer sabe que se o Palmeiras for entrar em litigio com a wtorre vai sair perdendo. O que não da pra entender é essa “briga” com o parceiro. Aliás um dos únicos aliados que temos, pra que este desgaste?

Depois da Nota Oficial Divulgada pela W Torre na Noite de Ontem 04/09/2013
Fica explicado que Não ha Conflito, a W Torre Não quer escandalos , e Muito Menos acionar o Palmeiras na Justiça , lendo o Blog do PVC no site da Espn , com tudas as Confusoes o Palmeiras Tera o Melhor estadio da America Latina !!

ja que os coments não são aprovados… pra vcs

é ridiculo a vontade de vocês de criar polêmica, de falar q a diretoria está errada, de falar que eles só fazem besteira, que são isso ou aquilo, pelas notícias aqui do site parece q estamos piores do que nunca, que tudo só piora, que vamos cair pra terceira, seila o mundo que vocês vivem, não sabem analisar a realidade, parece que esta diretoria tinha obrigação de pegar o time rebaixado e montar a academia 3 ou um time de 96, nada está bom. Muitos comentários maldosos.. somente nessa notícia:

a diretoria fazendo lambança
diretoria voltou suas armas contra a WTorre
atuais diretores estão se curvando à antipatia de Mustafá
viramos manchete brigando contra o parceiro
Queremos causar uma confusão com os parceiros
Por isso era melhor conversar do que partir prá confusão

Outra coisa… em uma possível disputa de interesse entre palmeiras e WT, quem vocês apoiariam e em quem jogariam as pedras?
sem falar q a WT desmentiu a notícia, né?
Agora vão ter que fazer uma nota de esclarecimento para a própria “mídia palestrina”? ou “mídia anti-palestrina”?

Que saber de uma coisa????? PERNÁQUINA PRA TODOS VCS , A todos “Italianinhos” que estão lá dentro do clube que a única coisa que sabem fazer bem é “puxar o tapete” dos outros. Vão ao clube para fazer política das mais rasteira e vagabunda articulando “vendetas” para as próximas eleições……e o futebol????? o futebol é só um detalhe o que importa são as piscinas!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Vão aprender com seu ávos como se faz história dentro do campo seus “Italianinhos” de ……deixa pra lá.
PERNÁQUIA PRA VC V. CRISCIO que está la dentro a anos e não teve capacidade pra mudar nada e muito menos pra enfrentar o Mustafá que, desde 1976, é dono do Palmeiras, alias é dono de vcs “Italianinhos” que envergonham seus avós, esses sim ITALIANOS e BRASILEIROS que criaram esse time de futebol. Vai lá chorar debaixo da sai do Mustafá vc tbm……PERNÁQUINA A TODOS OS “ITALIANINHOS” (no diminutivo mesmo) do Palmeiras

Pessoal já saiu uma nota da WTorre desmentindo a Folha, esqueçam o assunto pois não há crise alguma. na verdade essa matéria é um “rescaldo” da eliminação da CB-2013, e que ainda vai durar mais um pouco. Esse diretoria não teve e não terá problemas com a WTorre.

Bom eu acho q antes de falar é melhor escutar os dois lados.
A Wtorre soltou um comunicado em seu site.
Deem uma olhada.

Será que eles estão brigando?? Ou a mídia quer colocar crise no Palmeiras, pq sabe q a torcida cai e da ibope a eles??

Os fazedores de dinheiro sempre se preocupam mais em quanto os outros estão ganhando do que o que nós estamos ganhando, querem ganhar tudo e os outros nada, uma lógica que não existe no mercado. Por isso mesmo faziam aqueles projetos ridículos pra reformar o estádio com 100% dos riscos e deveres pro investidor. No fundo, o que mais irrita esse povo não é prejuízo ao Avanti (se houver pois não entendi ainda como prejudica) ou se vamos perder dinheiro (como também é fruto de especulações apenas), o que mais irrita esse povo é uma empresa ganhar mais dinheiro ainda em um negócio com o clube, como se isso fosse errado. Se ganham é porque fomos incompetentes de não ter guardado recursos na época das vacas gordas da Parmalat pra bancar a reforma. E ainda assim, tudo que a empresa ganhar a mais nós também ganharemos, em porcentagem menor.

Impressionante este nosso Palmeiras: é um gigante inerte, sem capacidade para evoluir e enfrentar os novos tempos.
Administrações tacanhas, brigas mesquinhas e fofocas prá todo lado, facções armadas disputando o poder, dirigentes só correndo atrás de privilégios, desrespeito a contratos, negociações obscuras e mal-explicadas, dívidas com jogadores, uffffffff!!!!
Resultado: o clube só se apequena, a dívida só cresce, os títulos vão rareando, a torcida vai minguando, o time perde o respeito e vai afundando……
Definitivamente somos sérios candidatos a virar Portuguesa. Um bom estádio e nada mais.

Pois é, devemos estar atentos as noticias tendenciosas. Desde a aprovação do contrato, foi amplamente divulgado o acordo com a W Torre e é este que se mantém: renda 100% nos jogos e participação nos eventos da W Torre. A própria desmentiu a Folha, jornal que sabemos lançar manchetes que denigrem a imagem do clube. Cabe a nós, torcedores, não nos envolver por ações desse tipo e criarmos polêmicas desnecessárias. O que foi acordado está valendo e é diferente do noticiário.

Senhores, confesso não estar entendendo toda esta discussão. A W Torre publicou nota oficial onde simplesmente reafirma, entre outras coisas, que:
– 100% da renda dos jogos de futebol pertencem ao Palmeiras e
– Os cerca de 45 mil assentos da nova arena do Palmeiras estarão integralmente à disposição da torcida do Palmeiras.
Segue o link da reportagem feita pelo Lance a respeito deste assunto:
http://www.lancenet.com.br/palmeiras/WTorre-conflito-reafirma-jogos-Verdao_0_986901456.html
Para mim está claro que a globolixo ( e toda a imprensa gambá) está, NOVAMENTE, tenta criar notícias e tumultuar o ambiente do Pameiras e suas relações cim ois seus parceiros comerciais.

Sobre esta briga pelas cadeiras, me lembro bem de ter lido aqui no 3VV e em outros lugares que o contrato estava definido, seriam 12 mil cadeiras da WTorre e 30 mil do Palmeiras, na época em que a capacidade do estádio estava estimada em 42 mil lugares. O que aconteceu? Alguém rasgou o contrato, ou isso estava apenas apalavrado (o que seria um absurdo)?

Ocorreram muitas alterações no contrato, inclusive o Tirone fez alterações pra fazer a assinatura. Mas, tecnicamente, como ganhamos com ingressos e colocamos o preço do ingresso mínimo no patamar que quisermos, é mais uma questão de acordo do que de briga. Pessoal esta conjecturando uma dezena de problema sem nem saber as condições do contrato.

Paulo Nobre vai seguindo à risca a cartilha do Mustafá. Já estava demorando para entrar em rota de colisão contra a WTorre. Para quem duvidava, aí está. Por isso, mais uma vez parabenizo o Vicente, que nunca se misturou ao Mustafá.

Enquanto o luciferiano MUMU, estiver vivo politicamente , manipulando a muitos em detrimento de milhões, as manchetes sempre serão negativas , em qualquer assunto referente ao Palmeiras, fato que a disponibilidade oferecida em informações sigilosas , dos termos contratuais entre a WTORRE e PALMEIRAS, é preocupante pois o luciferiano senhor das trevas no clube , jamais aceitou a obra , alegando que o empreendimento , não estava a altura do clube, sendo que foi feito o acerto em tempo recorde, sem uma “pesquisa´´, entre conselheiros, COF e CD , que determinasse novas regras de conduta e postura , perante aos participantes do projeto.
Lembrando a todos, que o atual presidente não tem um bom relacionamento com Walter Torre Junior, que proporciona conflitos de interesses e rompimento de diálogos, que possam favorecer o Palmeiras , junto aos parceiros que interessados no negocio, poderiam propor uma aproximação comercial com o clube , criando-se assim receitas alternativas viabilizadas!

a wtorre já desmentiu tudo. Não faria sentido a renda ser 100% do clube nos jogos sem ter 100% das cadeiras. A Wtorre não teria lucro nenhum com essas cadeiras

Tiro o chapéu para esse mustafá: conseguir colocar um tirone, agora, veio disfarçado de peruca de ovelha, com mascara de paulo nobre.

mustafá foi e é contra a arena, e agora põe seu office boy de luxo, obrigando-o a criar problemas com a wtorre.

Ô racinha mais sem-vergonha a desse turco. e o pior, o cara não morre nunca… fala sério…. que maldição esse mustafá colocou no Palmeiras…

O Tirone ficava na Praia enquanto o Nobre sai meia noite do clube.. o cara da o Sangue pelo clube nao tem Ferias parece que tudo que da errado e culpa do mustafa?? entao se o Kleina continuar escalando Marcio Araujo e Juninho vai ser a culpa do Mustafa? acorda o Mustafa fica la de boa somente votando no cof igualmente como outros ex presidentes ex: Belluzo Tirone Della Monica…

Fonte: site PTD.
Será que isso cala a boca de quem quer tumultuar?

Confira abaixo a nota, divulgada no site da construtora:

Não há “choque” algum entre o Clube e a WTorre, porque não existe nenhuma dúvida quanto à quantidade de assentos disponibilizados para a torcida do Palmeiras. Em primeiro lugar porque 100% da renda de bilheteria dos jogos do Clube pertencem ao Clube. E também porque, por entender que a torcida do Palmeiras é o principal e mais importante público da arena, a WTorre, desde 2011, vem investindo em uma série de iniciativas de interação com os torcedores, e um website com câmera ao vivo das obras. Por isso, não faz sentido algum imaginar que a arena irá restringir o acesso da torcida do Palmeiras a quaisquer de suas instalações, sejam cadeiras, camarotes, jogos ou eventos. Os cerca de 45 mil assentos da nova arena do Palmeiras estarão integralmente à disposição da torcida do Palmeiras.

O contrato firmado entre WTorre e a Sociedade Esportiva Palmeiras estabelece um novo modelo de negócios em relação à operação dos antigos estádios do país, que é o que permite a viabilidade econômica do projeto. Exceto a renda da bilheteria dos jogos de futebol, que permanece integralmente com o Clube, o modelo da nova arena prevê diferentes modalidades de novas fontes de receitas, como naming rights e patrocínios, uma operação profissionalizada do estacionamento, a realização de eventos e o aluguel de camarotes e cadeiras, entre outras. Não há no contrato nenhuma restrição à exploração das diferentes atividades que gerem receitas, mesmo porque o Palmeiras participa de todas as receitas advindas das novas atividades “extra futebol”, o que beneficia diretamente o Clube.

Não há, nem nunca existiu, qualquer restrição da operação da arena em relação às atividades do clube como, por exemplo, o programa de sócio torcedor. As equipes da WTorre e do Clube vem discutindo diferentes formas de usar a arena como mais um fator de atração para o programa. O Programa Avanti, inclusive, possui um estande de vendas e atendimento instalado de comum acordo entre clube e empresa, dentro da área de superfície da arena.

Há um equívoco na reportagem quando se vincula o número de associados ao programa de sócio torcedor e a capacidade do estádio. Vários programas bem-sucedidos de sócio torcedor no Brasil e no mundo como, por exemplo, os programas de sócio torcedor do Santos F.C. e do Sport Club Internacional, de Porto Alegre, possuem um número de associados muito superior à capacidade dos respectivos estádios.

O acordo entre Palmeiras e WTorre foi formalizado em 2008, E foi amplamente discutido internamente pela S.E.P., tendo sido aprovado em todas as instâncias do Clube. Orçada em mais de R$ 500 milhões, as obras de reforma do estádio e a construção de mais de 20 mil m² em novas instalações para o Clube Social estão sendo integralmente custeadas pela WTorre. A partir da inauguração, em 2014, o Palmeiras será o único clube brasileiro a ter um estádio nos padrões da FIFA com capacidade superior a 40 mil lugares, com zero de dívida, mantendo 100% da receita de bilheteria de seus jogos e recebendo participação crescente das receitas “não futebol” geradas pela arena, ao longo do período de 30 anos. Após esse período o clube receberá o estádio em perfeitas condições, reintegrando-o a seu patrimônio.

Se depois de ler o que vc postou nego tiver dúvida, manda ele para o banquinho mno canto da classe e coloca o chapéu cônico nele…. O trecho final é claro: A partir da inauguração, em 2014….. vejam se a do gremio será assim, a do curintia será assim, se o Santos conseguirá algo assim, se a gaiola das loucas tricolina um dia será assim…
Até hoje tenho minha camisa fora Mustafá hahahahhha deve valer uma grana.

Victor, quando é conveniente, as pessoas ‘emburrecem’ mesmo. Se eles não entenderam o contrato, ouçam o que diz o Capitão Nascimento e ‘peçam pra sair’, porque não são capazes de administrar o clube que dirigem. O contrato é tão claro que só analfabeto mesmo, que não sabe ler, não entenderia.

Impasse que pode ser vantajoso tanto para SEP como para parceira. A venda das cadeiras poderia estar vinculada ao avanti, uniria o útil ao agradável. Tão simples de resolver; entretanto não acredito que teremos mais de 10.000 cativas vendidas, pois é complicado investir 4.000 a 8.000/ ano. Para a coisa ficar mais interessante, na parte de shows, o “investidor” ou ST caso, não exerça o direito de utilizar sua cadeira será reembolsado por uma percentual do ingresso, remunerando parte do “investimento”. Assim, SEP/WTORRE/ST seriam de fato parceiros. Algo neste modelo alavancaria a venda das cadeiras, fortaleceria o ST e poderia ser uma forma de investimento, caso o desenho a ser formatado comportasse todos os interesses.

Lamentável que, às vésperas de nosso centenário, o clube está dividido desta maneira. A Allianz Pque seja, talvez, a nossa redenção mas interesses mesquinhos podem arranhar essa relação que durará trinta anos. Espero que isso seja resolvido logo pois estou ansioso para voltar a assistir jogos na nossa casa.

Srs, a mídia dá aquela distorcida básica… a renda com o futebol é 100% do Palmeiras como sempre foi de conhecimento de todos, a WTorre em note reafirmou isso hoje… o que se discute é a quantidade de lugares que ela pode ter direita (para venda) e sobre esses ingressos ela pagaria ao Palmeiras o valor médio do ingresso desse ano, por exemplo, se ela vender ingressos de arquibancada 10 mil e o valor médio desse ano na arquibancada é 40 reais… ela pagaria ao Palmeiras 40 reais por cada ingresso dos 10 mil (totalizando 400 mil para SEP) independente de se a WTotorre utilizará ou não, se revenderá mais caro ou não…

Enfim.. é só isso que está em discussão… e pela nota da WTorre mostraram muito respeito por nós Palmeirenses! é só questão de conversar, o oba oba da imprensa com qualquer picuinha é a raiva pela falta de polêmicas desde que a nova diretoria assumiu..

Sem mais, Saudações Alviverdes!

fonte: http://www.verdao.net/noticia.php?n=10493 (Em nota, WTorre contesta matéria da Folha)

Parece que querem mesmo é acabar com o Palmeiras. A única notícia boa e que realmente irá vingar no ano do centenário é a Arena e eles resolvem atacá-la. Tantos clubes querendo um contrato parecido e o Palmeiras, que conseguiu, o despreza e procura motivos pra brigar e inviabilizar o negócio. Será que não estão satisfeitos com o que fizeram com o time, com a desmoralização constante do nome do Palmeiras na mídia, com as negociações patéticas de jogadores, com as goleadas sofridas, com as eliminações de campeonatos, com o fato de terem transformado o Palmeiras em eterno coadjuvante, com as brigas entre grupos políticos que são levadas à imprensa e expõe de forma ridícula o clube? E ainda nos criticam por só reclamarmos. Bem que a gente queria elogiar, mas é impossível. As últimas administrações do Palmeiras não sabem fazer outra coisa a não ser denegrir a imagem do clube dia após dia. Se não tiver um escândalo por semana na mídia não sossegam.

mais uma vez esse site se precipta ao passar uma opinião: Em nota, WTorre contesta matéria da Folha

Matéria divulgada nesta quarta-feira pelo caderno Esportes da Folha de São Paulo informa que Palmeiras e WTorre estão em “conflito” por causa das cadeiras do Allianz Parque.

A construtora estaria requerendo o direito de comercializar mais do que 10 mil assentos, quebrando assim um suposto acordo selado na ocasião da assinatura do contrato. No final da tarde a WTorre se manifestou e negou qualquer conflito.

Confira abaixo a nota, divulgada no site da construtora:

Não há “choque” algum entre o Clube e a WTorre, porque não existe nenhuma dúvida quanto à quantidade de assentos disponibilizados para a torcida do Palmeiras. Em primeiro lugar porque 100% da renda de bilheteria dos jogos do Clube pertencem ao Clube. E também porque, por entender que a torcida do Palmeiras é o principal e mais importante público da arena, a WTorre, desde 2011, vem investindo em uma série de iniciativas de interação com os torcedores, e um website com câmera ao vivo das obras. Por isso, não faz sentido algum imaginar que a arena irá restringir o acesso da torcida do Palmeiras a quaisquer de suas instalações, sejam cadeiras, camarotes, jogos ou eventos. Os cerca de 45 mil assentos da nova arena do Palmeiras estarão integralmente à disposição da torcida do Palmeiras.

O contrato firmado entre WTorre e a Sociedade Esportiva Palmeiras estabelece um novo modelo de negócios em relação à operação dos antigos estádios do país, que é o que permite a viabilidade econômica do projeto. Exceto a renda da bilheteria dos jogos de futebol, que permanece integralmente com o Clube, o modelo da nova arena prevê diferentes modalidades de novas fontes de receitas, como naming rights e patrocínios, uma operação profissionalizada do estacionamento, a realização de eventos e o aluguel de camarotes e cadeiras, entre outras. Não há no contrato nenhuma restrição à exploração das diferentes atividades que gerem receitas, mesmo porque o Palmeiras participa de todas as receitas advindas das novas atividades “extra futebol”, o que beneficia diretamente o Clube.

Não há, nem nunca existiu, qualquer restrição da operação da arena em relação às atividades do clube como, por exemplo, o programa de sócio torcedor. As equipes da WTorre e do Clube vem discutindo diferentes formas de usar a arena como mais um fator de atração para o programa. O Programa Avanti, inclusive, possui um estande de vendas e atendimento instalado de comum acordo entre clube e empresa, dentro da área de superfície da arena.

Há um equívoco na reportagem quando se vincula o número de associados ao programa de sócio torcedor e a capacidade do estádio. Vários programas bem-sucedidos de sócio torcedor no Brasil e no mundo como, por exemplo, os programas de sócio torcedor do Santos F.C. e do Sport Club Internacional, de Porto Alegre, possuem um número de associados muito superior à capacidade dos respectivos estádios.

O acordo entre Palmeiras e WTorre foi formalizado em 2008, E foi amplamente discutido internamente pela S.E.P., tendo sido aprovado em todas as instâncias do Clube. Orçada em mais de R$ 500 milhões, as obras de reforma do estádio e a construção de mais de 20 mil m² em novas instalações para o Clube Social estão sendo integralmente custeadas pela WTorre. A partir da inauguração, em 2014, o Palmeiras será o único clube brasileiro a ter um estádio nos padrões da FIFA com capacidade superior a 40 mil lugares, com zero de dívida, mantendo 100% da receita de bilheteria de seus jogos e recebendo participação crescente das receitas “não futebol” geradas pela arena, ao longo do período de 30 anos. Após esse período o clube receberá o estádio em perfeitas condições, reintegrando-o a seu patrimônio.

Acho que a W.Torre sintetizou muito bem tudo o que dissemos aqui. Resta saber quem está agindo de má fé: os conselheiros, que querem tumultuar a relação, mesmo de forma fictícia, pra ver se levam mais alguma vantagem e foram fazer fofoca na imprensa, ou a Folha, que quer diminuir o acordo e colocar dúvidas em um dos melhores negócios que um clube poderia ter feito.

O PTD publicou uma nota de repudio da WTORRE em relacao a matéria da Folha de Sao Paulo. Mais inteligente que os conselheiros verdes a diretoria da empresa nitidamente atenua a questao exposta pelo jornal. Estao mostrando e procurando o caminho do acerto, de aparar as arestas. Que o Palmeiras (Nobre) escolha esse caminho. A Folha de Sao Paulo vive de noticias, fatos e fez o papel dela. Errados sao estes conselheiros bobalhoes que querem carteirinhas, ingresso gratis e vagas de estacionamento , criam e vazam noticias e usam o Palmeiras para fugir das suas insignificancias.

Essa coisa de achar que ST irá lotar todos os jogos e que os 45 mil lugares estarão sempre preenchidos, vai causar uma enorme decepção nessa Diretoria faz de conta.
Nem vou me alongar falando dos “porques” disso não funcionar, qualquer imbecíl sabe, menos é claro “alguns imbecis”.
Quer saber de uma coisa?
FALTAM HOMENS NO PALMEIRAS, principalmente os DECENTES.
Em resumo mais da metade da minha vida discuto as mesmas coisas. MUDANÇAS?
Nenhuma.
Uma hora vai cansar, e na verdade já cansou
Esse Clube não muda.
Não enquanto Mustafá, Monica, Cipullo etc derem as cartas por lá.
O pior é que “apoiam” que eles continuem a fazer exatamente o que fazem a décadas.
A DESCULPA? Uma psêudomodernidade e profissionalismo INEXISTENTE.

SE para ir a um Estádio eu serei OBRIGADO a me tornar ST, eis aqui um que não irá mais.
Só me tornaria ST SE me desse direito à voto.

Para ver um time mediocre, que comemora título de 1º turno de Série B? É muito pouco para quem é palmeirense, não Mucio, Tiete, Lambe Sacos e Chapa Branca.

Os MIMOS e BADULAQUES oferecidos, que enfiem lá, de atravessado.

Coisas estranhas andam acontecendo ultimamente. Após a eliminação na Copa do Brasil e às naturais críticas contra as trapalhadas nas negociações do Barcos e do Vilson, muitas pessoas sem sobrenome estão atacando, na chamada “mídia palestrina”, a administração do prof. Belluzzo. Tenho visto muita gente atribuindo o suposto “caos financeiro” à administração retrasada. Ao mesmo tempo, este vazamento de informações contratuais com a WTorre, muito estranho para quem pregava que isso não aconteceria mais. Tudo isso parece-me como ações muito bem orquestradas pela “turma do kibe”, que agora tem assessor de imprensa gambá, satisfazendo as reclamações do Sr. Goffar Mazjoub, que sempre dizia que o prof. Belluzzo era “treinado por marketeiros”. Vamos verificar, e torcer para o Palmeiras não definhar muito nesse 1 ano e 4 meses de trevas pelos quais seremos obrigados a passar.

PC AMIGO VERDE, tem muita maracutaia aparecendo logo após o vexame da eliminação da Copa do Brasil, vou dizer uma coisa, O PALMEIRAS SÓ VAI VOLTAR A SER PALMEIRAS QUANDO NÃO EXISTIR MAIS O MUSTAFÁ E SUA CRIA. Enquanto ele estiver dentro do Palmeiras mandando diretamente e indiretamente o clube, o Palmeiras nunca vai voltar as grandes conquistas e se brincar o clube está indo para a falência. Se não fosse o Belluzzo, a Arena do Palmeiras (Allianz Parque) não sairia do papel, eu só tenho que agradecer ao prof. Belluzzo pela construção da nossa nova casa.

também não entendi esse furdunço. O beluzão não negociou 100% da bilheteria para o Parmera? se a wtorre vender 100% das cadeiras onde está o problema?

na boa, acho que 3vv tá paulinhando!

Quer trazer patrocinio e quer alavancar o ST? Tomem vergonha na cara e montem um time decente. Pronto resolvido! Cresça e apareça Palmeiras

uma coisa e Relativa a outra como vai Montar um time competitivo sem Patrocinio ou Socios??? pensa um pouquinho ne? temos um time bom mais uns 5 reforcos e da para disputar tudo como favorito.

Sigo na mesma linha de pensamento do 3VV e do PVC: o momento é de dialogo com a WTorre num negócio que tem tudo para ser positivo para os dois lados. Nesta questao da Arena o Belluzo matou no peito, fugiu do fogo nao tao amigo assim e da catimba de adversários (Musthaphás, Piraci, Gilto e outros) e fez um lancamento primoroso escacarando o gol. Tirone e Frizzo nao tiveram competencia e talvez nem vontade de empurrar a bola. Agora é a vez do Nobre, que tem patinado muito, mas a bola ainda está aí pedindo o gol. Faca-se uma comissao de notaveis (nao sei se existem nas alamedas da Turiassu) e vao para o concilio. Todos ganharao. Desculpe PVC, a quem admiro, mas o Brunoro nao é notavel (nao sabe nem comprar e nem vender jogadores), e nem Palaia, Frizzo, Tirone, Musthaphás, Piraci e Gilto. Qualquer coisa chama o Belluzo que assobia, chupa cana, lanca e faz gol.

Mas o contrato não prevê que 100% das receitas com jogos é do Palmeiras? E que a Wtorre tem que pagar pelos lugares que ela tem direito de comercializar em jogos? Se a Wtorre tem 10 mil ingressos, em um jogo como o de ontem com 9 mil pessoas, o Palmeiras não receberia por 10 mil? Se a Wtorre assume 22 mil ingressos, não seria ainda melhor? Acho que estão querendo focar as vantagens do Avanti muito nos ingressos, e com isso não vai crescer muito. Se quiserem ter 100 mil sócios, como o Inter, terão que dar direito a voto e, de alguma forma, interagir com os torcedores que estão longe de São Paulo. Essa diretoria tem que parar de chorar, e começar a se comportar melhor. Negociem com a Wtorre, trabalhem. Na hora de pedir camarote grátis e vaga em estacionamento para conselheiros eles foram muito eficientes.

Pelo que entendi lendo varias noticias esse ano, a Wtorre compra essas cadeiras do palmeiras tendo como preço de referencia o ticket medio ou o valor do ingresso mais barato do ano anterior e por isso tinham aumentado pra 60 reais o ingresso na serie B… com essa tatica o verdao asseguraria pelo menos 600mil POR JOGO, vvisto que a Wtorre compraria essas cadeiras e dps revenderia… Provavelmente eles comprariam cadeiras numeradas, pagando preco de arquibancada, e venderiam por 120,200 reais… mas mesmo isso seria um baita negocio pro verdao, pois asseguraria sempre uma receita minina de 600k por jogo!

o problema é dar 70% do estadio pra WT e eles colocarem os ingressos a 100,00 arquibancada. se ninguem for ao jogo o Palmeiras ganha do mesmo jeito porém, o torcedor fica tendo que pagar ingressos caros se quiser ir ao estadio. Ganha o Palmeiras, perde o torcedor que vai ao estadio.

aonde que vai dar 70%? o Nobre confirmou a WTorre so vai ter 10 mil lugares ou seja de 45 mil o Palmeiras tem 35 sem contar que a Renda do futebol e 100% do Palmeiras e o clube nao tem gastos com o Estadio somente Lucro

concordo, essa diretoria deveria era procurar um patrocinador master. Mas tá dificil, com esse pau mandado do kid mumu no poder o negócio via é desandar de vez. Querem aumentar os sócios torcedores? deem direito de voto a eles, e ai sim, vcs verão como passa de 100 mil fácil, fácil, agora só pagar pra mesma corja continuar mandando não rola não!

Já estava claro que o Marketing alviverde não funciona e agora percebi que o Jurídico também não… É muita “modernidade” pra pouca ação… Pelo menos os anteriores (B1, B2 e jurídico) eram folclóricos…

Os comentários estão desativados.