Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 13-09-2013: Palmeiras interrompe conversas para renovar com Márcio Araújo ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Palmeiras interrompe conversas para renovar com Márcio Araújo

Por Fabricio Crepaldi e Fellipe Lucena

Atleta do elenco que mais atuou pelo Palmeiras, titular na grande maioria dos jogos de 2010 para cá e febre na internet desde a última quarta, o volante Márcio Araújo pode encerrar sua extensa passagem pelo clube em dezembro, quando o contrato chega ao fim.

As partes iniciaram as conversas sobre renovação há alguns meses e Cláudio Guadagno, empresário do jogador, não ficou satisfeito com a primeira oferta do clube. Ele fez uma contraproposta, não houve acordo e a negociação congelou.

– Nunca mais conversamos, já faz um bom tempo que não falo com ninguém do Palmeiras sobre isso – disse o agente, em entrevista ao LANCE!Net.

Márcio Araújo está livre para assinar um pré-contrato com qualquer outra equipe, mas diz não ter ofertas e gostaria de ficar. O clube não se manifesta publicamente, mas o L!Net apurou que, de fato, a direção tem outras prioridades no momento e só deve posicionar-se no fim da temporada. O assunto, agora, parece estar incomodando o camisa 18. Após o jogo contra o ASA-AL, terça, ele não quis se alongar e foi monossilábico nas respostas sobre sua situação contratual, o que antes não acontecia.

– Não teve nada, não – resumiu.

Em entrevistas anteriores, Araújo mostrava-se confiante por acreditar que sua conduta no dia a dia já é conhecida e aprovada por todos no Palmeiras, sobretudo pelo técnico Gilson Kleina, que sempre o elogia.

– Sou um pouco suspeito para falar do Márcio. Ele faz um trabalho que não aparece para a torcida, de recuperação de bola. É um dos melhores na função de equilibrar a parte tática, é muito esforçado, disciplinado, um profissional exemplar – declarou o comandante, que se apoia nas estatísticas para justificar a escalação frequente do atleta, costumeiramente criticado pela torcida.

Márcio Araújo fez 71 desarmes em 20 jogos na Série B (média de 3,6 por jogo) e é o líder do grupo no quesito. Além disso, ficou fora de apenas uma partida no torneio, pela expulsão contra o Sport – sua única em quatro anos na equipe alviverde. Dono de grande resistência física, ele nunca se machucou e já soma 237 jogos com a camisa do Verdão, sendo o recordista do elenco atual. Nesta temporada, esteve em 45 dos 50 jogos disputados, outro recorde interno.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Kleina confirma Valdivia contra o América-MG, mas mantém uma dúvida no time

Por Lucas Tieppo

O técnico Gilson Kleina testou duas formações na manhã desta sexta-feira para o Palmeiras enfrentar o América-MG, neste sábado, pela 22ª rodada da Série B do Brasileirão. A preferência do treinador alviverde é começar o jogo com o paraguaio Mendieta, mas Serginho também foi testado entre os titulares.

Segundo Kleina, a dúvida é pelo fato de Mendieta estar liberado para jogar por conta de um efeito suspensivo concedido pelo STJD e não ter atuado nas duas últimas rodadas. O meia paraguaio foi suspenso por quatro jogos pela confusão contra o Paysandu, cumpriu duas partidas e foi liberado para atuar até novo julgamento.

O treinador alviverde comandou um treino coletivo na manhã desta sexta-feira e confirmou Valdivia entre os titulares. O chileno se recuperou bem fisicamente após atuar por 27 minutos na vitória contra o ASA e vai para o jogo.

“O Mendieta está sob efeito suspensivo e o Valdivia realizou alguns testes, treinou normalmente e a ideia é que fique o máximo de tempo possível em campo. Fizemos alguns testes e temos que monitorar, mas acreditamos ter um poderio técnico, com movimentação”, disse Kleina.

Outra novidade no time foi a presença de Wendel na lateral esquerda. Juninho, recuperado de uma pubalgia, treinou entre os reservas e ficará no banco.

“O Juninho foi liberado, mas com restrições e o Wendel está crescendo, evoluindo. Para evitar qualquer risco, vamos com o Wendel”, afirmou.

No decorrer do coletivo, Kleina realizou uma mudança. Serginho, muito elogiado pelo treinador após o triunfo sobre o ASA, entrou no lugar de Mendieta e atuou aberto pelo lado esquerdo, mostrando uma possível variável para a partida.

Apesar de ter dito que poderia poupar alguns titulares, Gilson Kleina levará força máxima para o confronto contra o América-MG, quinto colocado. Os desfalques serão Tiago Alves, Fernandinho, Marcelo Oliveira, Bruno Dybal e Ronny, machucados. O atacante Vinicius está com a seleção brasileira sub-20.

O Palmeiras lidera a Série B com folga. O time tem 48 pontos, cinco a mais que a vice-líder Chapecoense. O América, primeiro time fora do grupo dos quatro melhores, tem 15 pontos a menos que o líder.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Palmeiras usa chance de superar Corinthians para manter pegada

Por Por David Abramvezt

Navegando em águas tranquilas na Série B, o Palmeiras lidera a competição, com  48 pontos, e já abriu 15 de vantagem sobre o América-MG, quinto colocado e adversário palmeirense, neste sábado, em Belo Horizonte. Cada dia mais perto de garantir o seu retorno à elite do futebol brasileiro, o Verdão não nega que busca formas de manter uma motivação constante no elenco. Uma delas é superar a campanha do arquirrival Corinthians, que, na Segundona de 2008, somou 85 pontos (74,5% de aproveitamento), o melhor desempenho na história da competição desde 2006, quando 20 times passaram a lutar pelo acesso.

Para superar o Timão, a equipe do técnico Gilson Kleina precisará somar 38 dos 51 pontos que ainda vai disputar nas 17 partidas restantes na Série B, um aproveitamento de 74,5%. Portanto, basta ao Alviverde seguir a mesma toada, já que tem um aproveitamento de 76,2% até aqui, após 21 rodadas.

– A gente até escuta falar disso. Mas, entre os jogadores, pode ter certeza que esse assunto ainda não veio ao caso. Mas tomara que a gente consiga entrar para história com a nossa campanha. Vamos tentar conquistar todos os objetivos. Podemos conseguir o acesso antes do fim da competição. Mas sabemos o quanto é importante continuar ganhando – comentou o volante Wesley.

Em termos de acesso antecipado, um passo relevante pode ser dado no sábado. Caso vença o América-MG, o Alviverde vai abrir 18 pontos para a equipe mineira, que é atualmente a primeira fora do G-4.

– Nós sabemos o quanto é complicado jogar lá. O América-MG é uma equipe qualificada, que sabe jogar bem dentro de casa. Vamos respeitar e ter cautela, mas temos o intuito de conquistar os três pontos – disse Wesley.

O embate no estádio Independência tem caráter de revanche, pois o Coelho é uma das três equipes que venceram o Verdão nesta Série B – as outras foram o Boa Esporte e o Sport. Na terceira rodada, em junho, os mineiros venceram por 1 a 0, em Itu, onde o Palmeiras mandou alguns jogos no início da disputa.

– Aquela derrota é uma situação que já passou. Não podemos lamentar mais. Será um jogo difícil, mas temos que buscar os três pontos – ponderou o volante.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Mesmo embalado, Verdão tem cautela contra seu único algoz em ‘casa’

Por Luiz Ricardo Fini

A única derrota que o Palmeiras sofreu como mandante nesta Série B do Campeonato Brasileiro foi contra o América-MG. Com campanha quase perfeita em casa, o time do técnico Gilson Kleina tem cuidado na busca da revanche contra a equipe mineira, em jogo que está agendado para este sábado, no estádio Independência.

“Sabemos o quanto é complicado jogar lá. Estamos acompanhando a equipe deles, que é bem qualificada, e temos de tomar cuidado. Vamos respeitar, mas com o intuito dos três pontos, mesmo tendo cautela”, afirmou o meio-campista Wesley.

Quando perdeu para o América-MG, o Palmeiras ainda não podia jogar no Pacaembu, pois estava cumprindo punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. Assim, o Verdão foi obrigado a atuar no estádio Novelli Júnior, em Itu, onde acabou derrotado por 1 a 0.

Porém, apesar de avisar que a equipe está precavida para duelar com o time mineiro, Wesley não quer nem pensar na derrota sofrida na terceira rodada do campeonato. “É uma situação que já passou e não podemos lamentar mais, mas óbvio que ficamos todos tristes, porque era mando de jogo nosso”.

Nesta Série B, o Palmeiras tem um ótimo retrospecto em casa, mesmo quando foi obrigado a jogar fora do Pacaembu, acumulando nove vitórias (Atlético-GO, Avaí, Oeste, ABC, Icasa, Bragantino, Paraná, Paysandu e ASA), um empate (Chapecoense) e apenas o tropeço diante do América-MG.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Remanescentes do rebaixamento do Palmeiras projetam redenção com acesso

Por Ciro Campos

Os remanescentes do rebaixamento do Palmeiras no ano passado não veem a hora de chegar a uma espécie de redenção. Jogadores como Henrique, Márcio Araújo e Wesley, por exemplo, chegaram a recusar propostas de outros clubes para continuar no projeto de tirar o clube da Série B.

Henrique chegou a ser sondado pelo Cruzeiro, Márcio Araújo teve o nome cogitado como peça de troca para a vinda do uruguaio Eguren e Wesley esteve perto de acerter com o Atlético-MG, atual campeão da Libertadores. “Sempre onde passei eu ganhei alguma coisa. Fiquei feliz pelo interesse do Atlético-MG em me contratar, mas quero dar continuidade ao meu trabalho aqui no Palmeiras” disse o volante, que em 2012 chegou a ficar seis meses sem ser relacionado após passar por uma cirurgia no joelho direito.

Agora, todos esses jogadores vivem o conforto da liderança folgada da Série B, porém, por outro lado, tentam lidar com a euforia da torcida. “O futebol é dinâmico e muda muito rápido. Toda terça, sexta e sábado estamos à prova. Temos que estar tranquilos e cientes de tudo o que podemos fazer para conseguir o acesso antes do fim da competição”, afirmou Wesley.

O volante também fez questão de afirmar que o time precisa continuar atento e não relaxar, pois segundo ele todo adversário joga com mais empenho quando tem pela frente o Palmeiras, o favorito da Série B.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

BLOG DO JORGE NICOLA

• Novas mancadas fazem marketing alviverde balançar

Já não bastasse a demora para encontrar patrocínios, o departamento de marketing do Palmeiras voltou a estar no centro das atenções no Palestra Itália por duas novas mancadas, ocorridas nos últimos dias.

A primeira foi a aprovação de uma camisa da Adidas nas cores cinza e preta, as mesmas que caracterizam o grande rival Corinthians. Dezenas de torcedores e alguns conselheiros se irritaram com a novidade e encheram de reclamações o presidente do Conselho Deliberativo do Verdão e a Adidas, fabricante do modelo.

A Adidas, inclusive, respondeu a alguns torcedores afirmando que o tom em que a inscrição “Palmeiras” aparece é azul marinho, embora a imagem desminta a versão.

A segunda bola fora foi da TIM, que envia torpedos por celular a palmeirenses informando sobre os gols marcados pelo time. No último sábado, após o terceiro gol contra o ASA, os torcedores receberam mensagem falando sobre o gol de Serginho acompanhado da seguinte frase: “não para, não para, não para”.

Esse era um dos cantos mais populares do Corinthians nos últimos anos. Foi o suficiente para outro festival de cornetas de dirigentes importantes no Palestra Itália. Uma reunião entre os representantes do marketing alviverde foi marcada às pressas, a fim de dar resposta aos dois episódios.

Leia aqui a matéria completa > BLOG DO JORGE NICOLA

••

BLOG DO COSME RÍMOLI ❘ R7

• Mais um duro golpe no centenário do Palmeiras. A Itália não quer saber da nova arena do clube. Prefere as praias cariocas na Copa de 2014. Ficará em Mangaratiba ou Búzios. Outra frustração para Paulo Nobre e para os palmeirenses…

Uma grande ducha de água fria no centenário do Palmeiras.
Mais uma.
Desde que se iniciou as obras do novo Palestra Itália havia uma esperança.
Em 2014 ele serviria como local de treinamento para a Copa do Mundo.
O desejo é que estivesse à disposição da Squadra Azzurra.
Era uma questão de honra.
Ter o time do país de origem dos fundadores do clube.
Seria uma homenagem da Itália ao time que usou até o país no seu nome.
Só o mudou forçado pela Segunda Guerra Mundial.
Seria perfeito para os cem anos do Palestra Itália/Palmeiras.
Ter os italianos no seus domínios.
Só que o problema não é de Cesar Prandelli.
O treinador não tem nada a ver com os sonhos palmeirenses.
E deixou claro.
Nada de treinos em São Paulo.
Não quer saber da confusão da maior metrópole da América Latina.
Ele quer sossego, tranquilidade, isolamento, praia, resorts.
Está dividido entre as cariocas Mangaratiba e Búzios.
A tendência maior é que a Itália fique em Búzios.
Pesa ser uma pequena cidade litorânea.
É mais um duro golpe nos cem anos do Palmeiras.
O clube desejava oferecer todas as suas instalações aos italianos.
Transformar a homenagem em divulgação da nova arena para o mundo.
A patrocinadora Allianz também contava com a exploração da sua marca.
Mesmo com a Fifa mostrando apenas seus patrocinadores nos campos de treinos.
Repórteres do mundo todo saberiam que o estádio leva o nome da empresa.
Mas a seguradora alemã terá os seus planos frustrados.
De nada adiantou toda expectativa.
O final da obra ficou para o primeiro trimestre de 2014 tendo a Copa como objetivo.
A escolha dos italianos foi uma ducha de água fria.
O presidente Paulo Nobre já entrou em contato com Marco Polo.
Quer o apoio do presidente da Federação Paulista na busca de outra seleção.
Ele quer algum país usando a arena multiuso.
Não é uma situação fácil.
Marco Polo e José Maria Marin não podem forçar a Fifa.
Cada país escolhe o seu local de treinamento.
A arena do Palmeiras foi oferecida a todos os países.
O grande obstáculo é a aversão dos treinadores em ficar na capital paulista.
Encalacrada por prédios e ruas pequenas, não largas avenidas.
Além da difícil localização, qualquer treinamento secreto pode ser utopia.
Eles não querem expor seus times ao trânsito complicado.
E à tensão inerente de uma das maiores cidades do mundo.
Está complicado para Paulo Nobre.
Assim como a busca de um patrocinador master ao Palmeiras.
O dirigente tem se desdobrado.
Usado toda sua influência no mercado financeiro.
Mas está difícil.
Mesmo usando como bônus o festejo do centenário do clube.
As dívidas palmeirenses são pesadas demais.
Esta é a primeira questão colocada por seus interlocutores.
Há a impossibilidade de prometer um grande time em 2014.
O exemplo da Kia Motors pesa, desestimula.
A montadora investiu no time campeão da Copa do Brasil.
Mas depois acompanhou o vexame do rebaixamento para a Segunda Divisão.
Por contrato havia a cláusula a livrando dos dois anos de contrato.
Se o Palmeiras caísse, ela poderia ir embora quando quisesse.
Foi, sem olhar para trás.
Administrações Belluzzo e Tirone já anteciparam receitas da tevê.
Abusaram de empréstimos bancários.
A dívida palmeirense passa dos R$ 240 milhões.
Paulo Nobre já colocou do bolso R$ 29 milhões ao Palmeiras.
Seus empréstimos podem chegar até R$ 45 milhões.
Jogadores já ficaram com direito de imagem atrasados em 2013.
O interesse da torcida pelo time na Segunda Divisão arrefeceu.
As transmissões da Globo de seus jogos aos sábados fracassam.
O time faz excelente campanha, lidera a Série B.
Mas no primeiro conflito com uma time da Série A foi eliminado.
Caiu diante do Atlético Paranaense na Copa do Brasil.
Provocou os desabafos públicos de Paulo Nobre.
Por trás de toda a raiva, havia a frustração.
Só ele sabia o quanto era importante passar de fase na competição.
Ganhar mais dinheiro.
Gilson Kleina sabia muito bem disso.
Daí o desapontamento com o técnico.
Tudo que Brunoro fez no seu retorno foi previsível.
Acabou com o time B, com o futebol de salão, com os esportes olímpicos.
Mandou Barcos, maior ídolo, para o Grêmio.
Fez o clube ser humilhado pelo pai de Marcelo Moreno.
Atacante que anunciou contratado sem ter sequer falado com ele.
Não se livrou dos salários de Valdivia e Wesley.
Só conseguiu contratar jogadores baratos, medianos.
E já avisa que não virão grandes contratações em 2014.
Não há estímulo para grandes patrocinadores.
Só o centenário e nova arena são poucos predicados.
De que adiantam tendo um time fraco em campo?
Subir da Segunda Divisão não é mais do que obrigação.
Será constrangedor comemorar o bicampeonato da Série B.
O certificado que o clube conseguiu cair duas vezes em dez anos.
A passagem da Itália no novo estádio seria um bálsamo.
Um estímulo para Paulo Nobre e sua diretoria.
Motivo de orgulho para muitos palmeirenses.
Mas este alívio não virá.
O país que deu origem ao clube prefere as praias cariocas.
Resorts em Mangaratiba e Búzios seduziram os italianos.
Ganharam a disputa com o caos urbano paulistano.
Para tristeza de Paulo Nobre e da colônia.
O Palmeiras sofre mais um duro golpe no seu centenário.
A perspectiva para 2014 acumula frustração em cima de frustração…

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO COSME RÍMOLI ❘ R7

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo Itri

• Conexão

Ex-vice de futebol do Palmeiras, Roberto Frizzo viajou para a Itália para encontrar-se com membros da Ordem de Savóia, formada por remanescentes da monarquia. Em pauta, a participação da Itália nas festas do centenário do clube.

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Cinza e preta?

Pegou muito mal no Palestra Itália a mais nova camisa do Verdão, cinza e preta, cores do rival Corinthians.

• Boi na linha

Alguns torcedores do Palmeiras também ficaram furiosos ao receberem da TIM torpedo com a informação do terceiro gol contra o ASA acompanhado da frase “não para, não para, não para”, coro corintiano.

• Água bem-vinda

O sistema de irrigação do gramado onde o Verdão treinava, ontem, acabou acionado fora de hora e molhou os atletas. Porém, diante do calor, a chuva artificial foi até comemorada.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

BLOG PITACOS DO PALESTRA – LANCENET → Saída de Márcio Araújo pode ser o melhor para jogador e clube
 
GLOBO ESPORTE COM → Valdivia volta, Wendel segue, e Kleina tem dúvida entre Mendieta e Serginho
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Kleina mantém Wendel, escala Valdivia e reveza Mendieta e Serginho
 
LANCENET → Palmeiras terá Valdivia como titular; Mendieta e Serginho disputam vaga
 
ESTADÃO  ONLINE → Valdivia é confirmado como titular contra o América-MG
 
LANCENET → Kleina vê evolução em Wendel e prefere dar mais tempo a Juninho
 
SUPER ESPORTES – MG → Com 20 jogadores na lista, América se concentra para enfrentar o Palmeiras
 
LANCENET → Fisiologista prevê poucos jogadores poupados pelo Palmeiras no sábado
 
UOL ESPORTE → Valdivia terá preço camarada em camarote de novo estádio do Palmeiras

••

29 respostas em “Verdão na Mídia 13-09-2013: Palmeiras interrompe conversas para renovar com Márcio Araújo ❘ Lancenet”

Marcos concordo inteiramente com as suas idéias. O Palmeiras é um clube brasileiro com origens italianas. E só. O Palestra Itália ficou na história. Esse vinculo já esta quebrado há muito tempo. Só a diretoria, ou alguns da diretoria e uma parte muito pequena da torcida insistem no que nao existe mais. Li, no PTD, tempos atras, uma coluna de uma moca chamada Flávia, se nao me engano, uma frase legal (nao sei se dela): Quiseram nos fazer colonia, viramos nacao (acho que era mais ou menos assim). O Palmeiras extrapolou as origens e é multi nacional, multi racial. Ningúem tá muito preocupado com origens, vejo descendentes italianos torcendo adoidado para o SPFC, para o Corinthians , para o Santos e até para o Palmeiras (eu por exemplo meio italiano, meio espanhol). Atrelar o Verdao a esse conceito é confinar, limitar torcida, limitar a abrangencia de uma forca poderosa que é o Palmeiras. É limitar o crescimento. É querer se apequenar. O Palmeiras é maior que o Palestra Italia, porque absorveu e já nasceu com a grandeza do Palestra e foi além e é mais. Continuar atrelado a esse conceito de time de colonia, que parte da própria midia propaga, é prejudicial ao Palmeiras. A Italia quer ir para o Rio? Ótimo, uma cidade linda, até eu gosto de ir para lá. O que isso muda para o Palmeiras? Nada. Teremos um estádio excelente que pode servir a Dinamarca ou ao Japao ou ainda a Holanda ou ao Ira. Quem vier será bem vindo. Se nao vier ninguem continuaremos com a nossa vida cheia de Verdao sem sobressalto algum.

Não comento testículos de Perrone e Rimoli.

Quanto ao Araújo, torço para que renove, não para ser titular mas para ser o reserva útil. A expectativa é que o Eguren entre em ritmo e seja o primeiro volante, se não for possível que Vilson ou Henrique desempenhem a função “do Pierre”, ai Araújo seria a opção para o Wesley.

Bola fora total essa camisa cinza e preta. O Marketing anda de mal a pior, acho ainda que a insistente e pejorativa teimosia da dupla Nobre-CEO em ficar cravando que o Palmeiras não tem dinheiro ajuda a piorar a busca por um patrocinador. Pô Nobre, conversa com o marketing do seu banco e estampa logo ele na camisa, já abate do empréstimo cazzo!

Quanto a quais seleções podem usar a Allianz Parque, aguardemos o sorteio em dezembro das chaves, quero ver se a Itália vai ficar no Rio se tiver que jogar em Porto Alegre.

Senhores.

Como pode um site como o 3vv publicar matérias escritas por Cosme Rímoli e Jorge Nicola, colunista de um pasquim chamado Diário de São Paulo ?

Lamentável a postura do site.

Prezado Marcos é um prazer tê-lo mais uma vez comentando aqui no 3VV. Acompanhamos sempre seus acessos e interações.
A coluna “Verdão na Mídia” reproduz integralmente as principais notícias online do Palmeiras.
Ou seja, independente da fonte, aqui reproduzimos as informações. QUem quiser ler, lê.
Abraços.

Olha, por mais que eu tente, eu não consigo ler os textos deprê desse pseudo jornalista. O único objetivo dele é deixar os palmeirenses complexados, humilhados, diminuídos. Chega, né?

É óbvio o tom infantil e raivoso do texto do Cosme Rimole.. sinceramente, é caso de psiquiatra..

Mas cá entre nós, vou falar uma coisa que sempre digo: O Palmeiras tem que esquecer a Itália e abraçar o Brasil.

O que em 100 anos deu a Itália para o Palmeiras? No início do clube me parece que a Itália enviava um incentivo financeiro para o clube, mas desde a 2a GM.. ou seja, mais de 50 anos, o que deu a Itália para o Palmeiras?

Nossa origem é italiana, ok, respeito isso, mas o Palmeiras é Brasil! Enquanto ficarmos falando e repetindo isso, seremos tratados pela imprensa como time de colônia (vide Lusa). Quando o Palmeiras abraçar o Brasil, ele será abraçado pelo Brasil. Simples assim.. Somos gigantes porque tivemos um passado de gigante, mas não podemos ficar repetindo a mesma canção. Agora temos que ser mais estrategistas. Tem palmeirense no Brasil todo.. se formos mais convincentes em nossa brasilidade, dobraremos nossa torcida.

p.s impressionante a aversão das pessoas em relação à SP. Ok, a cidade tem caos.. mas não é toda ela assim.. enfim, serve de lição para lutarmos por uma cidade mais humana.

Concordo. Sou descendente de italianos, mas acho que essa vinculação à Itália já passou da hora de acabar. O Palmeiras é dos japoneses, espanhóis, índios, ingleses, enfim, dos brasileiros de todas as raças e origens. Ofereçam a Allianz Parque para a Argentina ou Espanha, que teremos os melhores do mundo nos nossos gramados!

Perfeito Regina, parabéns por este posicionamento tão lúcido!
Realmente já passou da hora de acabar com esse italianismo retrógado pois o Palmeiras é muito, muito mais do que um mero clube de colônia. Só que o pessoal que mora em São Paulo não tem muita noção dessa grandeza.
E para que não concorda, lembro este trecho do nosso maravilhoso hino: “…torcida que canta e vibra/por nosso alviverde inteiro/ que sabe ser BRASILEIRO/ ostentando a sua fibra.”
E por último vejam os nomes desses dois vermes rastejantes que fazem de tudo prá nos destruir: Perrone e Rimoli! Oriundi, non?

Também concordo. Chega a ser meio ridículo esse negócio do Palmeiras com a Itália, O Palmeiras é um clube brasileiro com origens italianas. Chega dessa bobagem. Se não der pra Itália ou um time italiano visitar a arena que chamem um time alemão, espanhol, inglês.

Cosme Rímoli? Só descobri pq está no 3vv, caso contrário não saberia de quem se trata.
Uma pergunta: na língua portuguesa não se articula ideias em parágrafos? Alguém precisa avisá-lo.
Analfabeto.

Jura que não vão renovar com o Marcinho Matador de Contra-Ataques Araújo?

Quero ver que tipo de proposta ele receberá de outros clubes.

#MarcioAraujoNossoOrgulho (agora vai ficar conhecido assim pra sempre) tá mais pra armador de contra-ataque. Contra o palmeiras. Não toma cartão porque não mata sequer um desses contra-ataques do adversário.

Olha chega a ser chato a forma como o site chapa branca defende a atual diretoria, o cara fez um post EXCLUSIVO sobre a camisa cinza com azul marinho(PRETO), é o bombeiro da atual diretoria, a GAMBÁ PRESS que se cuide!!!! O cara deve ter feito estágio com Valmir Salaro(Escola base), vai ser parcial assim na casa do baralho pouha!!!!

O risoli deve sentir orgasmos múltiplos ao escrever sobre o Palmeiras, fica claro o doce veneno das suas palavras, pessoas como ele serão lembradas em um futuro vitorioso!!!

Sobre o cartão amarelo vamos encher o saco desse Rizek! Cadê a indignação e a sede de justiça?
hashtag #eagorarizek? ou também #rizekjusticeiro.
Esse cara não vai ter sossego!

o 3VV não deve republicar notícias do Cosme Rímoli nem do Perrone. Estes caras não são jornalistas e todos aqui sabem para quem eles torcem. Por favor, fora com eles !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Também fora KLEINA: técnico de time pequeno e medroso (já deviam contratar o Abelão para formar o padrão do time 2014); FORA BRUNORO: resultados ridículos e salários astronômico; FORA DEPTO DE MARKETING: Não faz nada, não arruma patrocinios, nem de R$ 50 mil para o FUTSAL e ainda faz lambanças que na empresa em que trabalho, este executivo estaria demitido !!!! é muita coisa ruim por m2 em um lugar só !!! Meu Deus !!!!

FORA GREGORACI E GIANNUBILI. É muito incompetencia juntos nesta Marketing. A única coisa de funciona bem são os salários altíssimos que recebem sem dar retorno algum !!! Impressionante como pouca gente está fazendo pressão sobre estes 2 senhores, muito menos nosso CEO..

o 3VV não deve republicar notícias do Gambá Cosme Rímoli nem do Bambi Perrone. Estes caras não são jornalistas.
Por favor, fora com eles !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Também fora KLEINA: técnico de time pequeno e medroso (já deviam contratar o Abelão para formar o padrão do time 2014); FORA BRUNORO: resultados ridículos e salários astronômico; FORA DEPTO DE MARKETING: Não faz nada, não arruma patrocinios, nem de R$ 50 mil para o FUTSAL e ainda faz lambanças que na empresa em que trabalho, este executivo estaria demitido !!!! é muita coisa ruim por m2 em um lugar só !!! Meu Deus !!!!

Não dá nem para levar em consideração as notícias que este Cosme fala. De onde ele tirou a negativa da Itália? Mesmo que se hospede em Búzios, participar de um amistoso como preparação para a Copa na Allianz Parque não terá problema algum. São Paulo é perto, não gastariam mais que três dias, de preparação, contando treino, jogo, volta e recuperação dos jogadores.
Esse inútil deve ter prazer em denegrir o Verdão.

Por que o 3VV ainda repercute esse Cosme Rímoli? Deixem-no apodecer, assim como o Perrone, mesma laia.

Na boa ? O que contribui colocar o texto desse desprezível ser com nome estranho aqui? Eu procuro a mídia palestrina pelo fato de ser uma mídia racional e verdadeira, com informações úteis e condizentes com o dia a dia do meu clube de coração, se quisesse ver lixo ficaria navegando por esses blogs (ha tempos não leio UOL e GLOBO.COM, os dois piores, sem sombra de dúvidas). Na boa, já passou da hora desses caras serem esquecidos pela nossa torcida.

Esse tal de Cosme é um inútil… da pra ver o prazer que ele teve ao escrever cada palavra informando a “frustração” do Palmeiras.
Frustração que nada… mete um título no ano que vem que o centenário vira festa, vira farra, vira tarantella…
Esse Cosme é mais um Perrone (por sinal o último nunca mais falou do verdão. Otimo assim!).

E o MKT… bola fora do estádio! Manda todos pra rua, pra casa do cara@*!?&, pra put%%@# que o paril.
Abraços!

Bora fazer uma vaquinha e comprar um manual de redação para o Cosme? Vai escrever mal assim na Pqp.

Os comentários estão desativados.