Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 25-09-2013: Palmeiras já planeja 2014 e programa conversas por renovações ❘ Globo Esporte Com

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Palmeiras já planeja 2014 e programa conversas por renovações

Por Marcelo Hazan

Elenco e comissão técnica do Palmeiras só pensam em garantir o mais rápido possível a volta do time à elite do Campeonato Brasileiro, mas a diretoria já está planejando 2014, ano do centenário do clube.

Líder da Série B com 55 pontos, o Verdão deve garantir o acesso em outubro. Por isso, apesar de ainda falar na competição e nos jogos restantes, o diretor-executivo José Carlos Brunoro admite que há alguns dias começaram as conversas sobre a próxima temporada.

Nesse cenário, o Palmeiras terá de tomar decisões sobre elenco e comissão técnica. No total, 13 jogadores terão seus contratos encerrados em dezembro (veja na ilustração), sendo Vilson, Márcio Araújo e Leandro titulares (Charles também tem sido o 12º atleta da equipe), além do técnico Gilson Kleina (veja abaixo a relação dos jogadores). Por isso, uma conversa com eles está programada para ocorrer em breve.

– Vamos conversar com todo mundo daqui mais um tempinho. Por enquanto, estamos pensando na classificação (para a Série A) e depois olharemos isso, mas já estamos conversando sobre várias coisas de 2014 há mais de uma semana em todos os departamentos: futebol, marketing e outras áreas. Só tem coisa boa. Tomara que dê tudo certo – diz Brunoro.

Os 13 jogadores estão em situações diferentes. Rondinelly e Léo Gago, reservas e emprestados pelo Grêmio, sofreram com lesões nesse ano. Leandro, por sua vez, virou destaque e artilheiro do time na temporada, com 14 gols. Como o Verdão tem prioridade para renovar seu vínculo unilateralmente até dezembro de 2014, ele deve ficar. O clube também tem preferência para prorrogar o vínculo de Vilson, titular da defesa alviverde, por mais três temporadas. Esses quatro atletas foram envolvidos na negociação por Hernán Barcos.

A situação é parecida nos casos de Ananias, Charles e Marcelo Oliveira, trio emprestado pelo Cruzeiro. Ao efetuar a troca do atacante pelo volante Souza, o Verdão acertou opção unilateral para renovar até maio de 2014 com Ananias, reserva. O mesmo dispositivo é válido para os dois volantes, que podem ficar até dezembro de 2014 caso seja a vontade do clube alviverde – ambos têm a confiança de Kleina.

Ronny, por sua vez, está emprestado pelo MTU FC Olimpi, clube da Estônia que detém os direitos do atleta e pertence ao investidor do jogador, e seu vínculo pode ser renovar. Enquanto isso, o Verdão tem prioridade para comprar Fernandinho, reserva emprestado pelo Oeste.

Já André Luiz, Bruno, Wendel e Márcio Araújo, jogadores cujos direitos pertencem ao Palmeiras, dependem de acerto direto com o clube para permanecerem.

JOGADORES CUJOS CONTRATOS TERMINAM EM DEZEMBRO

ANANIAS

ANDRÉ LUIZ

BRUNO

CHARLES

FERNANDINHO

LEANDRO

LÉO GAGO

MARCELO OLIVEIRA

MÁRCIO ARAÚJO

RONNY

RONDINELLY

VILSON

WENDEL

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Quase um mês após ‘crise’, Verdão se recupera e abre vantagem na Série B

Por Fabricio Crepaldi e Thiago Ferri

Quem vê o momento que o Palmeiras vive hoje parece até esquecer que há cerca de um mês a equipe perdia para o Atlético-PR, era eliminada da Copa do Brasil e passava por uma das fases mais turbulentas do ano, inclusive com a forte cobrança pública de Paulo Nobre.

Porém, foram necessários apenas 28 dias para o Alviverde voltar à calmaria e ficar em situação ainda mais confortável do que antes daquela derrota. E a fase do time é tão boa que até mágico de verdade tem aparecido na Academia de Futebol.

Nesta terça o ilusionista Issao Imamura esteve no CT para conhecer o elenco. Palmeirense desde criança, comandou rápido show acompanhado pelo grupo e pela comissão técnica. Ele ainda ensinou Valdivia a fazer um dos truques e, ao realizá-lo, o Mago foi elogiado pelo “professor”.

A presença do artista na Academia tem tudo a ver com o momento do clube. Tamanha melhora no ambiente menos de um mês depois da crise com a queda na Copa do Brasil parece ser digna de uma mágica.

Após aquele 28 de agosto, Gilson Kleina passou a ser contestado pela torcida e Nobre deixou clara a insatisfação com ele. Até em demissão se comentou. O elenco também foi muito criticado, o que gerou um descontentamento dos atletas com o mandatário. O tempo fechou no Verdão.

Mas aquilo que parece mágica, Kleina define como trabalho. O time soube reverter a situação. Em campo, foram três empates e quatro vitórias após aquela derrota. A distância para o quinto colocado da Série B, que era de 10 pontos, hoje é de 17. Os jogadores se fecharam e dizem atuar pelo técnico, além de “entenderem” as cobranças da direção. O ambiente é o melhor possível e o acesso à Série A parece ser só questão de tempo.

Há menos de um mês, a presença de um mágico na Academia era inimaginável. Mas Kleina e os atletas fizeram tudo ser até melhor do que antes. Como em um passe de mágica.


Confira uma entrevista com o presidente Paulo Nobre:

Quase um mês depois da queda na Copa do Brasil, que avaliação você faz da bronca pública no grupo?

A avaliação que eu faço é que eu, como presidente, vou cobrar internamente quando achar necessário e vou deixar claro para a grande torcida do Palmeiras que as cobranças existem dentro do elenco. Aquela cobrança não foi para expor ninguém, mas para mostrar que as cobranças existiriam. Não adianta só cobrar, você precisa deixar claro que as cobranças existem, porque senão quem não está no dia a dia do Palmeiras pode achar que as coisas correm soltas.

Acha que deveria ter agido diferente? Você faria de novo?

Eu sou o presidente do Palmeiras e sempre que achar necessário tomar qualquer atitude que eu julgue positiva para a instituição eu tomarei.

Como está a situação de Gilson Kleina para 2014? São grandes as possibilidades de renovar o contrato dele no fim da temporada?

Esse é um assunto absolutamente interno. Todas as avaliações que nós vamos fazer e todas as avaliações que nós já estamos fazendo são coisas internas, que jamais serão discutidas na opinião pública.

Há algum prazo para a definição do técnico de 2014?

Sendo um assunto interno, os prazos com que essas decisões vão ser tomadas são tratados no Palmeiras, nunca na opinião pública.

Recentemente, você levou o ex-goleiro Oberdan Cattani, ídolo do Palmeiras, para conhecer o elenco. Houve influência positiva?

Foi um presente para o grupo de jogadores conhecer uma pessoa tão emblemática. Foi um momento muito bacana, e todos os ídolos que fizeram história podem fazer do clube a sua própria casa.

Jogos após a eliminação

Ceará 2×2 Palmeiras


31/8 Primeiro jogo pós-eliminação. Valdivia respondeu às críticas de Nobre e pediu cobrança só interna.

Palmeiras 0x0 Chapecoense

3/9 ‘Decisão’ do turno fez time seguir líder, mas foi vaiado.

Atlético-GO 1×3 Palmeiras

7/9 Volta das vitórias após quatro jogos de jejum. Time foi pouco incomodado.

Palmeiras 3×0 ASA-AL

10/9 Outra tranquila vitória, em que Alan Kardec até perdeu um pênalti.

América-MG 1×1 Palmeiras

14/9 Verdão saiu na frente em jogo marcado pela briga no fim em que Willians tentou cuspir em Kardec.

Avaí 2×4 Palmeiras

17/9 Equipe ficou duas vezes atrás do placar e virou já no segundo tempo.

Palmeiras 2×1 Sport

21/9 Foi o único do G4 que venceu na rodada. Resultado fez time abrir as maiores vantagens até agora.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras quer usar Valdivia em todos os jogos até conquistar o acesso

Por Mauricio Duarte e Vanderlei Lima

Durante toda a temporada, o meia Valdivia foi submetido a um cronograma especial de treinamento no Palmeiras, justamente para que o time pudesse contar com o chileno nos momentos mais decisivos. É por isso que agora o departamento médico alviverde pretender ter o jogador liberado para os próximos quatro jogos, número de partidas em que se calcula que o time conquistará o acesso.

Para subir à elite do futebol, o treinador Gilson Kleina trabalha com um número de 67 pontos. Para chegar lá em tempo recorde, o clube precisa bater América-RN (em casa), Oeste e ABC (ambos fora), todos ameaçados pelo rebaixamento, e encerrar a sequência contra o Figueirense, no Pacaembu.

É justamente essa pequena maratona que o camisa 10 do time do Palestra Itália deverá enfrentar sem ser poupado. Caso a promoção não venha nesse prazo, a ideia é continuar usando o meia até que ela venha. Segundo médicos e comissão técnica, o jogador tem condições de atuar nessas partidas. Depois disso, com o objetivo do acesso à elite do futebol nacional garantido, ele poderá ser poupado novamente.

Valdivia retornou ao Palmeiras em 2010. Desde então, sua maior sequência foi de nove partidas consecutivas. Atualmente, ele está há três jogos sem se ausentar da equipe. Se completar o ciclo previsto pelo clube, que se encerra contra o Figueirense, ele fará sete jogos sem ser poupado. Em alta, ele tem sido o diferencial do time nas vitórias na Série B do Campeonato Brasileiro.

Com os 67 pontos previstos por Kleina, em teoria, o acesso do Palmeiras seria questão de tempo. Tirar isso do campo teórico dependeria do desempenho dos times que ainda sonham com o acesso. Hoje a diferença para o Icasa, quinto colocado, é de 17 pontos. Subir na 28ª rodada, então, é impossível, já que em quatro jogos a diferença subiria para, no máximo, 29 pontos, com outros 30 ainda em disputa.

Neste sábado, a equipe enfrenta o América-RN, no Pacaembu, com Valdivia em campo. Outro que volta é o atacante Leandro, recuperado de uma entorse nos tornozelo e joelho esquerdos, treinou normalmente nesta terça-feira e deve estar em campo no final de semana junto com o colega chileno

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Após bronca, Kleina abre mão de três volantes e se aproxima da elite

Por William Correia

Após a eliminação na Copa do Brasil, o presidente Paulo Nobre deu bronca pública exigindo que não se repetisse a apatia da derrota por 3 a 0 para o Atlético-PR. O resultado prático foi uma mudança tática: Gilson Kleina nunca mais escalou três volantes entre os titulares e, desde então, está invicto há sete partidas.

A alteração fez de Charles o maior prejudicado. O camisa 28 foi um dos piores em campo em Curitiba, há quase um mês, e não iniciou mais nenhuma partida. Chegou, no máximo, a ser cogitado como titular quando Valdivia ou Mendieta não tinham condições de entrar em campo, mas só entrou em campo saindo do banco.

Inicialmente, a opção do treinador por um trio de marcadores era uma forma de beneficiar Valdivia, diminuindo ainda mais a responsabilidade do jogador mais caro do elenco em acompanhar e desarmar adversários. O chileno, porém, foi desfalque nos 3 a 0 a favor do Furacão, como em todos os jogos decisivos do ano, e a equipe passou a se adaptar a um esquema sem alguém que é desfalque frequentemente. A opção foi por uma formação menos conservadora.

Kleina fixou somente Márcio Araújo e Wesley como seus volantes titulares, alternando a formação da equipe com dois meias, quando Valdivia tem condições de entrar em campo, ou três atacantes, escolhendo um trio entre Alan Kardec, Leandro (dois titulares absolutos), Vinicius e Ananias. Nas sete partidas pós-Copa do Brasil, foram quatro vitórias e três empates, com 15 gols feitos e sete sofridos.

O esquema mais utilizado teve dois meias, em quatro jogos, só um deles com Felipe Menezes ao lado de Mendieta, no 0 a 0 com a Chapecoense, quando Valdivia estava com a seleção chilena. Com o camisa 10 ao lado do paraguaio, houve o 2 a 2 com o Ceará, o 1 a 1 com o América-MG e o 4 a 2 sobre o Avaí, com gols de ambos – todos esses três compromissos foram fora de casa.

No total, usando dois armadores desde a eliminação na Copa do Brasil, o Verdão marcou sete gols e sofreu cinco. Com três atacantes, o desempenho foi bem melhor: vitórias sobre Atlético-GO, com Felipe Menezes sendo o único meia, e ASA e Sport, com Valdivia criando as jogadas. No total, a equipe marcou oito gols e levou dois.

Apesar do melhor desempenho com três atacantes tanto na parte ofensiva quanto na defensiva, Gilson Kleina tem convicção de que a melhor formação do time tem Valdivia e Mendieta entre os titulares. O técnico já admitiu que ter os dois estrangeiros juntos é um “risco necessário” diante das retrancas armadas pelos adversários.

De qualquer forma, sem três volantes, o Palmeiras somou 15 dos 21 pontos que disputou na Série B desde que saiu da Copa do Brasil – 71,4% de aproveitamento. Nas contas da comissão técnica, basta somar mais nove pontos entre os 42 que ainda pode conquistar para garantir a volta à primeira divisão nacional.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

BLOG DO ERICH BETING ❘ UOL

• Palmeiras e Flamengo esbarram nos velhos erros

O ano começou com esperança renovada a palmeirenses e flamenguistas. Após desastrosas gestões nos dois clubes, janeiro apresentou aos torcedores de ambos um sentimento de que dias melhores estariam por vir.

No Flamengo, o discurso de racionalidade e arrumação da casa oriundos da imagem forte de Eduardo Bandeira de Mello davam a impressão de que o período insosso da insossa Patrícia Amorim estava para acabar. Na capital paulista, mesmo com o amargor da Série B, o palmeirense via no discurso de Paulo Nobre uma preocupação que há tempos não adentrava os salões do Palestra Itália, de que era preciso fechar a torneira da gastança e recolocar o Palmeiras nos trilhos perdidos desde a saída da locomotiva Parmalat.

Quase nove meses já se passaram da nova gestão flamenguista, e o Rubro Negro já vai para o seu quarto treinador, estando a três pontos de adentrar a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

No Palmeiras, em oito meses da administração Paulo Nobre, quase R$ 30 milhões foram injetados pelo presidente para salvar as combalidas contas do clube.

O fato é que por mais que o discurso seja alentador, os velhos erros seguem a interferir no cotidiano de Flamengo e Palmeiras. A necessidade de curto prazo interfere a mudança de longo prazo. E, por mais que no discurso pareça fácil achar a solução para ambos, na prática é praticamente impossível realizá-la.

O que de fato está fazendo hoje a gestão do Flamengo de diferente do que fez Patrícia Amorim?

Qual o saneamento financeiro que Paulo Nobre faz no Palmeiras empregando o próprio dinheiro apenas para entregar um balanço financeiro “limpo”?

A cada dia que passa parece que a saída para alguns gigantes que passaram um bom tempo adormecidos no futebol do Brasil seja a mesma encontrada na Inglaterra. Quando a política corrói de tal forma o clube, o caminho menos traumático e mais eficiente é encontrar alguém disposto a ser dono dele.

Parece que só assim para ele voltar a crescer de forma consistente. Do contrário, os velhos erros vão, uma hora ou outra, atrapalhar todo e qualquer plano de mudança.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ERICH BETING ❘ UOL

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• O Mercado da Bola futuro

Os Campeonatos ainda estão rolando, mas não faltando muito para o ano terminar e sabedores de que se deixarem as tentativas para janeiro podem ficar na mão, os clubes já se movimentam para 2014. Na surdina. Alguns planos, no entanto, escapam:

O Palmeiras, segundo o blog apurou nos bastidores, pensa em pelo menos quatro reforços: dois laterais, um para a direita (reserva de Luís Felipe) e o outro para a esquerda; um zagueiro, para a reserva de Vilson, ou até para ser titular se o jogador que não ficou no futebol alemão for deslocado para a função de primeiro volante; e um centroavante para brigar pela posição com Alan Kardec. Os nomes ainda não estão definidos.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

BLOG DO JORGE NICOLA

• Busto a Oberdan Cattani rende polêmica no Verdão

O presidente Paulo Nobre anunciou na última sexta-feira que pretende criar um busto para o ex-goleiro palmeirense Oberdan Cattani, único atleta ainda vivo da época em que o Verdão era chamado de Palestra Itália.

Nobre demonstrou convicção de que aprovará com facilidade a homenagem no COF (Conselho de Orientação e Fiscalização) alviverde, mas a votação promete não ser tão fácil. Dois conselheiros que ouvi sobre o assunto não gostaram da ideia.

A primeira alegação é a de que Oberdan não vestiu apenas a camisa do Palmeiras. Não há qualquer impedimento legal no estatuto do Palmeiras para bustos a atletas que defenderam outros times, mas convencionou-se isso no Conselho Deliberativo.

Depois, os conselheiros não engoliram o fato de o ex-goleiro palmeirense entre 1941 e 54 ter minimizado a conquista da Copa Rio de 1951. O Palmeiras passou anos brigando na Fifa para que o torneio fosse reconhecido como Mundial. “E o Oberdan fez pouco caso desse título, dizendo que não era um Mundial”, relembra o cartola alviverde.

Em 99 anos de existência, o Palmeiras conta com apenas três bustos, dedicados a Ademir da Guia, Waldemar Fiúme e Junqueira. Após 14 anos de Verdão, Oberdan ganhou quatro títulos paulistas (1942, 44, 47 e 50), um Rio-São Paulo (1951) e a Copa Rio.

Ele encerrou a carreira no Juventus e chegou inclusive a enfrentar o Palmeiras. Algo que ocorreu também com Ademir da Guia, vestindo a camisa do Bangu diante do Verdão, em 1960.

“Tenho certeza absoluta que, pela sensibilidade de todos os membros do COF, esse busto vai ser aprovado”, afirma Paulo Nobre, ignorando as reclamações dos conselheiros.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO JORGE NICOLA

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Um busto…

Presidente palmeirense, Paulo Nobre está disposto a criar um busto para Oberdan Cattani, goleiro alviverde nas décadas de 40 e 50. Nobre pretende levar a discussão para a próxima reunião do Conselho.

• …controverso

Apesar da história vitoriosa de Oberdan, hoje com 94 anos, há quem seja contra o busto. Primeiro, pelo fato de o ex-goleiro também ter jogado no Juventus. Depois, por ter minimizado o Mundial de Clubes de 1951.

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Parceiros em crise

A relação entre o Palmeiras e a WTorre anda tão estremecida que a diretoria do clube não considera mais responsabilidade sua o cumprimento do prazo de entrega do Allianz Parque. Na sexta-feira, houve mais uma reunião entre Paulo Nobre e Walter Torre, mas a negociação sobre as cadeiras não avançou muito.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

LANCE! TV → Palmeiras irá inaugurar Academia Store no bairro do Tucuruvi
 
ESTADÃO ONLINE → Fernando Prass não quer acomodação no Palmeiras após acesso à Série A
 
GLOBO ESPORTE COM → ‘Cada jogo será uma decisão’, diz Prass, sobre reta final da Série B
 
BAND ESPORTE → Nobre promete tratar impasse com WTorre ‘entre quatro paredes’
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Prass usa centenário para avisar que nem acesso pode acomodar time
 
ESPN BRASIL → Eguren diz: ‘Meu sonho é repetir o gesto do Lugano e levantar a taça da Libertadores pelo Palmeiras’
 
LANCENET → Leandro, Mendieta e Vinicius vão brigar por duas vagas no Palmeiras
 
GLOBO ESPORTE COM → Alan Kardec sonha com nova arena e Série A em ano do centenário
 
ESTADÃO ONLINE → Palmeiras luta pra não correr mais atrás do resultado
 
FUTEBOL MARKETING → Palmeiras ativa trilogia de documentários sobre estádio Palestra Itália
 
 ••

12 respostas em “Verdão na Mídia 25-09-2013: Palmeiras já planeja 2014 e programa conversas por renovações ❘ Globo Esporte Com”

pobre povo brasileiro , a passagem aérea do rio a saão paulo já subiu para mais de 2.000 e tem gente que acha que vai assistir a copa ao vivo ou vai se beneficiar coma vinda da copa no brasil,quem vai encher o bolso são as casas de prostituição de luxo, os hoteis carissimos para bacana e outras cozitas mais que nem é bom falar,a brasilia agora chegou sua vez de nadar no dinheiro publico

é revoltante saber que a copa que é simbolo da união dos povos vai ser no brasil,essa copa não é para os brasileiros e sim para beneficio da nata podre dos politicos e corruptos que vivem nesse pais

Se os times do Brasil não ficarem espertos os gambas vão atormentar o resto do mundo,tudo é para eles ,divida perdoada pelo governo e um estadio de graça sem custos,já que usaram o pacaembu ate gastar e se diziam a casa deles ,o lula só faltou abaixar as calças para a rale da zona leste,assim até meu time fica campeão duas vezes uma arranjada e outra comprada com dinheiro publico

Dos 13 jogadores que vence os contratos em dezembro, só 2 teria condições de vestir a camisa Palmeirense: O Vilson (e não é craque tampouco) e o Leandro (pra reserva serve). Ou seja, são 11 PERNAS-DE-PAU, que gerariam uma economia de mais de 1,5 mi/mês em salários. Logo…poderiam pagar salários de 3 craques/jogadores acima da média. Mas, a lista é muito maior que esses 11, pois, nesse time/elenco, se safam uns 5 e olhe lá…e os salários gastos com essa gente, deve passar dos 2,5 mi/mês facilmente. Meu Deuuuusss!!!!!
O caminho poderia ser este: Façam um limpa nesse time/elenco medonho de ruim, mediano, nível série B, que não empolga nem nossa torcida, e as mídias pior ainda, pois, os “retornos de mídias” pros envolvidos são péssimos… e os salários desses pernas-de-pau, cobririam grande parte dos jogadores de nível acima da média que viriam. Como o presidente e seu Ceo adoram soltar a 4 ventos que estamos falidos, o caminho seria arranjar algumas empresas interessadas nas contratações. Aliás…TODOS OS CLUBES FAZEM ISSO! A diferença é que em outros clubes, os dirigentes não ficam denegrindo a imagem do seu próprio clube, dizendo que estão com o pires na mão, falidos…e com isso, as empresas acabam levando jogadores acima da média a esses clubes.

É lógico que esse Erich Beting não propôs essa idéia absurda de clubes grandes terem donos á toa. Cada dia que passa fico mais desconfiado da credibilidade de boa parte dos jornalistas esportivos, e não duvido que outros biltres da imprensa comecem a fazer campanha para que esses magnatas façam lavagem de dinheiro dos seus crimes comprando clubes gigantes como o Palmeiras.

Que pobreza essa ideia do Erich Beting. Vender o clube é a solução? Pra mim, o que falta é competência, ousadia e profissionalismo pra administrar um time do tamanho do Palmeiras. Ele é jornalista e, pelo jeito, não entende de Marketing ou de Administração. O que dirá do Botafogo, que tem uma dívida astronômica, um estádio interditado e, mesmo assim, ainda é vice-líder do Brasileirão. Mas do Botafogo, ele não diz nada. Quer dizer que o clube que estiver endividado, porém bem classificado, não precisa ser vendido?

Olha só que interessante: o Palmeiras é prejudicado de todas as formas possíveis e imagináveis, usam até recursos proibidos pra tirar nossos pontos, mas esse senhor, ex-presidente, não abre a boca, nem usa sua influência para defender o clube. Agora, que meia dúzia de clubes insignificantes poderão ser prejudicados pelas reivindicações legítimas dos jogadores, ele imediatamente sai em defesa dos interesses deles. Não é revoltante?

O que eu sabia era que um atleta não poderia ser homenageado com um busto se tivesse jogado, por outra equipe, contra o Palmeiras. Por isso o Marcos não jogou pela seleção brasileira contra o Palmeiras em seu jogo de despedida. Nada impediria se o atleta apenas tivesse jogado por outro clube além do Palmeiras. Lembrando que o Ademir da Guia além do Palmeiras também jogou pelo Bangu, e nem por isso deixou de ter seu merecido busto.

isso e bom o Nobre virou seu aliado assim ele tera poder e ja que vimos que ele e um otimo Presidente que o Mustafa continue apoiando o Nobre..

Os comentários estão desativados.