Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 26-09-2013: Brunoro traça 70 pontos como meta e evita falar sobre Verdão de 2014 ❘ Gazeta Esportiva Net

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Brunoro traça 70 pontos como meta e evita falar sobre Verdão de 2014

Por Yan Resende

Líder da Série B, com 55 pontos, o Palmeiras já tem 24 de vantagem para o quinto colocado, podendo conquistar o acesso à elite do futebol brasileiro já nas próximas rodadas. Os mais otimistas, ao analisarem a competição nacional e o excelente desempenho do Verdão, afirmam que o retorno está garantido com 64 pontos, mas o diretor-executivo José Carlos Brunoro prefere manter a cautela.

“Estamos trabalhando com 70 pontos como meta para não ter nenhum tipo de susto”, projetou Brunoro, que preferiu não comentar sobre o quase certo retorno do Palmeiras à Série A do Campeonato Brasileiro.

Questionado sobre uma possível folga para os jogadores – que lançaram um manifesto contra o atual calendário do futebol brasileiro – depois de conquistaram o objetivo principal da temporada, o diretor executivo também se esquivou do planejamento, afirmando que ainda é cedo para definir o cronograma. “Nós vamos aguardar subir primeiro, e depois ver o que vai fazer”, explicou Brunoro.

Em relação ao treinador Gilson Kleina, Brunoro adotou o mesmo discurso, preferindo esperar o término da Série B para falar sobre o assunto. Depois de ver o nome de Vanderlei Luxemburgo ser ventilado no Palestra Itália, o diretor-executivo teria pedido para o presidente Paulo Nobre manter o atual comandante. Informação que foi negada pelo encarregado dos departamentos de futebol e marketing.

Sendo assim, o planejamento para o centenário e o provável retorno à elite deve demorar a ser relevado. “A gente tem todo um trabalho, um estudo com todos os jogadores do elenco, mas o foco é chegar aos 70 pontos (na Série B). Até lá nós só vamos analisar, mas tomaremos as decisões a partir daí”, concluiu José Carlos Brunoro.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Sem cravar acesso, Nobre elogia “belo trabalho” de comissão técnica

Por Yan Resende

O discurso entre os dirigentes do Palmeiras ainda é de muita cautela. A situação confortável da equipe na Série B, que já soma 17 pontos de vantagem sobre o quinto colocado, não é motivo de euforia para Paulo Nobre. De acordo com o presidente do clube do Palestra Itália, a comissão técnica vem realizando um bom trabalho, já que o principal objetivo do ano está perto de ser conquistado, mas o Verdão ainda não subiu.

“O ambiente está excelente no Palmeiras. O grupo está muito focado em subir à primeira divisão e a comissão técnica está fazendo um belo trabalho, muito perto de atingir o objetivo que traçamos no começo do ano”, destacou Paulo Nobre, ao avaliar o desempenho da equipe alviverde em 2014.

Em relação ao retorno á elite do futebol brasileiro, o presidente adotou um discurso conservador, afirmando que ainda não há nada conquistado. Sendo assim, Paulo Nobre aproveitou para cobrar a mesma dedicação de seus jogadores no restante da Série B, evitando um possível relaxamento diante de uma situação confortável.

“Muito próximo do acesso pode pensar o torcedor e a opinião pública, mas nós, dentro do Palmeiras, entendemos que não subiu ainda. Por isso, é fundamental estar focado e concentrado a cada jogo. Então, o jogo deste sábado contra o América-RN é tão importante quando cada partida já realizada no campeonato”, alertou o mandatário do Palmeiras.

Durante um evento sobre empreendedorismo nesta quarta-feira, em São Paulo, no qual a atual gestão palmeirense foi usada como exemplo, Paulo Nobre falou sobre sua trajetória dentro do clube até chegar á presidência. O mandatário ainda se lembrou da eliminação do Verdão na Copa do Brasil desse ano, após uma derrota por 3 a 0 para o Atlético-PR, para mostrar qual deve ser sua postura até o fim do mandato.

“Depois do jogo contra o Atlético-PR, eu tinha a obrigação de dar satisfação a 20 milhões de palmeirense. Eu, que tenho um orgulho muito grande desse elenco, sabia que esse elenco poderia muito mais. Aquela minha manifestação foi muito mais para com o torcedor palmeirense, para que ele ficasse tranquilo que cobranças existiriam. Sempre que for necessária uma manifestação minha como presidente, eu jamais vou me furtar”, conclui.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Marcos aprova trabalho de Kleina e pede reforços ao Verdão para 2014

Por Marcelo Hazan

Marcos tem acompanhado atentamente o desempenho do Palmeiras. Embaixador do centenário alviverde, a ser completado em 2014, o “Santo” aprova o trabalho do técnico Gilson Kleina, responsável por comandar o time líder do Campeonato Brasileiro da Série B, com 55 pontos, e perto de ver confirmada a volta à elite do futebol nacional.

Tanto que o ídolo palmeirense classifica como plantada a notícia de que Vanderlei Luxemburgo, treinador do Fluminense, poderia ocupar seu lugar em 2014 – Kleina já revelou ter recebido ligação tranquilizadora de Luxa sobre o assunto, negando qualquer tipo de conversa com a diretoria palmeirense.

– Sempre terá polêmica quando o time vai bem ou mal. Apareceu o nome do Luxemburgo, mas o Paulo (Nobre, presidente) disse que não tem nada a ver. É muito plantado. Eu gosto do Kleina. É um grande treinador e está fazendo um excelente trabalho no Palmeiras na Série B. Tenho certeza que se o time melhorar mais, ele também vai fazer um grande trabalho na Série A – diz.

Mesmo com a boa campanha alviverde na Série B e as contratações realizadas neste ano (Alan Kardec, Mendieta e Eguren, entre outros), Marcos pede mais reforços para o time pensando em 2014.

– A chegada de jogadores é importante. Todo time sempre precisa de reforços, em uma posição ou outra. Não é só o campeão da Série B, se for o Palmeiras, o campeão da Série A também vai querer trazer reforços para o ano que vem. Também é importante fazer uma boa pré-temporada para começar na ponta dos cascos – afirma.

Perto de ver o Palmeiras de volta à elite do futebol nacional, o ídolo diz por fim que espera nunca mais presenciar o time na Série B, após dois rebaixamentos em dez anos. Ele atribui a euforia pela proximidade do acesso antecipado ao centenário.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Gestão de “reconstrução” do Palmeiras se torna exemplo empreendedor

Por Yan Resende

Eleito no dia 21 de janeiro, Paulo Nobre assumiu um Palmeiras desorganizado, com problemas não só dentro de campo, após o rebaixamento, mas também afetado por brigas políticas nos bastidores. O presidente, portanto, iniciou uma gestão de reconstrução no Palestra Itália, e, aos poucos, vem colhendo o resultado. Na noite desta quarta-feira, o clube alviverde foi usado como exemplo de empreendedorismo em um evento organizado por Fiesp e Senai no Anhembi, zona norte de São Paulo.

Após seguidas gestões que frustraram o torcedor palmeirense, afastando o clube da disputa de títulos, Paulo Nobre quis implantar uma filosofia diferente, colocando profissionais para exercer cargos importantes, como os departamentos de futebol e marketing. De acordo com o presidente, a presença de torcedores para tais funções poderia ser prejudicial, já que algumas ações exigem racionalidade, quando o aficionado pelo Palmeiras tenderia a usar a paixão.

“O futebol no Brasil foi profissionalizado nos anos 30 por parte dos jogadores, mas a administração continuou amadora. Nós entendemos que seria fundamental profissionalizar ou pelo menos implantar uma semente disso na parte administrativa do clube. Nós julgamos que a contratação de profissionais para cargos importantes no Palmeiras era fundamental, pois poderíamos cobrar atenção total destes profissionais. O trabalho está sendo incessante desde o primeiro dia de gestão nessa filosofia”, explicou Paulo Nobre.

Para ‘arrumar a casa’, Paulo Nobre escolheu seus homens de confiança na formação do departamento de futebol. Destaque da parceria com a Parmalat na década de 90, José Carlos Brunoro foi chamado para o cargo, passando a ser o responsável pela montagem da equipe em 2014. Sendo assim, deixou claro que a prioridade seria o retorno à primeira divisão, algo que deve ser conquistado nas próximas semanas. A reconstrução, no entanto, ainda está em fase inicial.

“Está bastante no começo ainda, a gente está mirando um futuro, buscando com os pés no chão. Estamos muitos felizes com essa reconstrução, mas a gente sabe que tem muita coisa para fazer ainda. O nosso planejamento é mais em médio prazo, precisamos ter muita paciência e equilíbrio para atingir, mas o grande objetivo do ano, que é a Série B, falta pouquinho”, analisou José Carlos Brunoro.

Nesta quarta-feira, Paulo Nobre revelou os novos projetos para expandir a marca alviverde. O clube pretende lançar uma revista oficial, um aplicativo para celulares e um canal de televisão, seguindo o modelo já adotado por alguns times brasileiros. “O Palmeiras na TV é mais uma oportunidade do palmeirense saber mais sobre o seu clube, ter histórias do seu clube na televisão”, esclareceu o mandatário do Verdão.

Como exemplo de empreendedorismo na gestão, José Carlos Brunoro usou o atual programa de sócio-torcedores, que vinha sendo esquecido por outros presidentes que passaram pelo Palestra Itália. No início da administração, em abril, o clube contava com 9 mil associados, mas, com a implantação do Avanti, pacote de vantagens para o seu torcedor, o Palmeiras chegou aos 33 mil em setembro, um aumento de 350%. De acordo com o diretor-executivo, o objetivo é atingir 100 mil no final de 2014.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Palmeiras terá aplicativo, revista, programa de TV e escolinhas oficiais

Por Marcelo Hazan

O Palmeiras aposta cada vez mais na relação com seus torcedores para mudar a atual situação financeira do clube. O Verdão já tem ações planejadas para ampliar e diversificar a comunicação com os fãs e pretende lançar todas em breve. Quatro novidades são certas: um aplicativo para telefones móveis, uma revista oficial, a criação de uma franquia de escolinhas de futebol e um programa exclusivo sobre o time na TV, em parceria com o canal Premiere.

– O “Palmeiras na TV” é uma iniciativa em conjunto com o Premiere. Será uma nova oportunidade para o palmeirense obter mais informações sobre o clube e conhecer histórias interessantes na televisão – diz o presidente Paulo Nobre.

A aposta nas novidades para alimentar a relação com os torcedores reforça a filosofia da gestão de Nobre. O dirigente sempre bate na tecla de que o “Avanti”, programa de sócio-torcedor”, é fundamental para alavancar as receitas do clube.

Atualmente, são 33 mil cadastrados no programa e a meta é bater os 40 mil até o fim do ano. Depois, o desejo é chegar aos 100 mil sócios no fim de 2014, ano do centenário. Por isso, o clube fez uma reforma completa no Avanti no dia 26 de agosto, quando completou seu aniversário de 99 anos, justamente para seguir atraindo novos torcedores.

Outras ações recentes do clube seguem essa linha, como a ampliação da “Academia Store”, loja oficial do Verdão, e a abertura da Academia de Futebol para visitação monitorada de torcedores. Marcos, embaixador do centenário alviverde, e ídolos históricos do Palmeiras também fazem parte do plano de ações para reforçar a ligação com os fãs.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras não deve dar férias antecipadas a jogadores mesmo com acesso e título

Por Mauricio Duarte

O Palmeiras não pretende antecipar férias de seus jogadores mesmo que o time consiga acesso e título da Série B do Campeonato Brasileiro de forma antecipada. A princípio, todos os jogadores devem seguir trabalhando normalmente até o final da competição, que termina no dia 30 de novembro, quando o time alviverde da capital paulista enfrenta a Chapecoense, fora de casa.

A comissão técnica, entretanto, deve mesclar titulares e reservas com mais frequência nas partidas até o fim da competição, mas ninguém deverá ser liberado com antecedência. A intenção é mostrar o comprometimento com 2014, ano do centenário do clube e também da inauguração do novo estádio.

“A gente quer antecipar o nosso objetivo, e depois pensar em férias ou coisa que não faça parte do nosso objetivo”, resumiu o lateral esquerdo Juninho, que ainda garantiu que ninguém no elenco está pensando em folgas neste momento. 

A questão de antecipar férias vem à tona em um momento em que os atletas se unem para discutir e reelaborar o calendário do futebol brasileiro.

O movimento de jogadores criado para discutir a questão ganhou forma e nome. O grupo se intitula “Bom Senso FC” e ganhou escudo semelhante aos usados pelos clubes de futebol. Mais de 70 atletas estão ligados ao movimento, que não tem a adesão de sindicatos e outras entidades esportivas.

No Palmeiras, apenas dois jogadores assinaram o manifesto: o goleiro Fernando Prass e o meia Valdivia. No ano que vem, o time alviverde disputa com certeza o Campeonato Paulista, o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil. Dependendo de sua qualificação, ainda pode ter uma vaga na Sul-Americana. O time, entretanto, já está fora da Libertadores. Ainda assim, é uma agenda apertada.

Para conquistar o acesso, o Palmeiras e o treinador Gilson Kleina trabalham com um número de 67 pontos. Para chegar lá em tempo recorde, o clube precisa bater América-RN (em casa), Oeste e ABC (ambos fora), todos ameaçados pelo rebaixamento, e encerrar a sequência contra o Figueirense, no Pacaembu. Atualmente, com 55 pontos, a equipe é líder isolada da competição.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Palmeiras cria discurso padrão para evitar euforia e ‘fumaça’

Todos no Palmeiras sabem que só uma tragédia pode impedir o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro e o título da Série B nesta temporada. No entanto, o grupo de jogadores criou um discurso padrão para não dar munição grátis aos adversários e manter o clima tranquilo até dezembro.

– Na verdade, nunca foi fácil e nem está sendo. A gente está ralando muito. Sempre pensamos jogo após jogo – disse o lateral-esquerdo Juninho, com uma expressão que vários outros jogadores já utilizaram: o elenco pensa jogo após jogo.

– A ansiedade a gente deixa de lado. O pensamento de todo mundo é jogo a jogo, até conseguir o acesso. Na Série B não tem adversário fácil – acrescentou o zagueiro e capitão Henrique, seguindo a mesma linha de raciocínio.

O Verdão, no entanto, tem uma folga muito grande na tabela: faltando 14 rodadas, são nove pontos a mais que a vice-líder Chapecoense e 17 a mais que o Icasa, primeira equipe fora do G4. Gilson Kleina calcula que mais quatro vitórias serão suficientes para atingir a pontuação necessária do acesso – o acesso provavelmente não será confirmado na mesma rodada em que o número for alcançado.

– A gente tem consciência disso (de que o acesso é iminente), mas não pode ficar falando. As equipes que jogam contra a gente dão a vida. Quando eu estava em times pequenos era assim, vinha jogar contra o Palmeiras e dava o máximo para aparecer. Tem que ter respeito – comentou o volante Charles.

O discurso padrão serve também para evitar cobranças exageradas no futuro. Segundo Juninho, a paz atual deveria ser mantida sempre.

– A gente está fazendo um bom trabalho e as coisas estão acontecendo. Lógico que a gente não gosta de fumaça. Estamos fazendo de tudo para não ter, essa é a verdade. Estamos no caminho certo e se puder ficar assim sempre está ótimo.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• ‘Vilão’ após ida ao Grêmio, Barcos agora se diz traído pelo Palmeiras

Barcos voltou a falar sobre sua saída do Palmeiras, e desta vez criticou de forma mais forte a diretoria do clube. Negociado no início de fevereiro com o Grêmio, o argentino mostrou incômodo pelo discurso da cúpula alviverde e se disse traído por dizerem que o atacante forçou sua saída. Segundo ele, antes de ir para o clube gaúcho, havia um “acordo” para que as partes explicassem que a negociação se deu em comum acordo.

– Combinamos de falar que foi uma saída em comum acordo, mas mudaram. Acreditava que a diretoria iria falar a verdade, mas alegaram que forcei a saída. Fizemos um acordo depois que falaram que eu não iria receber lá. Nunca disse que não jogaria a Série B, quando falei que ficaria, estava certo disso. Pediram a mim por favor para sair, mas me traíram – atacou o atleta, após o jogo contra o Corinthians.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Parceria romana

Ex-vice-presidente alviverde, Roberto Frizzo voltou da Itália convencido da chance de o clube receber a Roma no Allianz Parque para um amistoso, ou coisa do gênero, em 2014.

• Encontro presidencial

Frizzo vai almoçar com o presidente Paulo Nobre amanhã para passar as informações do encontro na Itália. “Quero colocá-lo a par, até porque é a diretoria que tem de conduzir esse processo”, explica o vice de Arnaldo Tirone.

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Estatuto

A comissão do estatuto do Palmeiras, que deve entregar a proposta em 2014, defende redução no número de diretores do clube e no número de conselheiros que possam acumular diretorias. Nas últimas gestões, os presidentes têm distribuído mais de 60 cargos desses para conselheiros.

• Inflexível

Conselheiros do Palmeiras próximos à WTorre dizem que o presidente Paulo Nobre tem sido muito duro nas negociações sobre as cadeiras e outras pendências. Dizem que a conduta dificulta uma solução, e que Arnaldo Tirone, na gestão anterior, já havia causado um afastamento da parceira.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

LANCENET → Ídolo palmeirense, Marcos ganha documentário e brinca: ‘Exagero’
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Perto de lançar filme, Marcos relembra “paquera” com o Corinthians
 
FOLHA ONLINE → Valdivia é convocado para a seleção chilena e vai desfalcar Palmeiras em 3 jogos
 
GLOBO ESPORTE COM → Juninho vê lado positivo na Série B: ‘É aprendizado, e que não se repita’
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Barcos se diz traído e revela que Palmeiras pediu sua saída: “Mentiram”
 
ESPN BRASIL → Cartola traça 70 pontos como meta na Série B e evita falar sobre Palmeiras de 2014
 
ESTADÃO ONLINE → Nobre diz que Kleina faz um belo trabalho no Palmeiras
 
GLOBO ESPORTE COM → Barcos se diz traído e afirma que Palmeiras pediu para que ele saísse
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Valdívia, González, Mena e Vargas são convocados para Eliminatórias
 
TERRA → Jornal: contestado, Márcio Araújo deve deixar Palmeiras em dezembro
 
LANCENET → Alpinistas ‘escalam’ Allianz Parque e trabalham na cobertura da arena
 
••

17 respostas em “Verdão na Mídia 26-09-2013: Brunoro traça 70 pontos como meta e evita falar sobre Verdão de 2014 ❘ Gazeta Esportiva Net”

Caro Claudio Longo voce que sabe bem do patrimonio fisico do Palmeiras poderia me esclarecer o tamanho (em metros quadrados) do CT de Guarulhos – já li que seriam 200 mil metros, depois em outro lugar que seriam 70 mil metros- e ficou a duvida. E mais, essa area pertence ao Palmeiras ou é comodato?

Já que esta diretoria fraca, sem representatividade, não consegue impedir uma punição absurda desta (obrigado organizadas, vocês são muito úteis!), estes jogos de suspensão poderiam ser realizados em cidades distantes, por exemplo Cuiabá, Campo Grande, Londrina e outras, onde poderíamos ter benefícios das prefeituras e conseguir rendas com valores bem expressivos e, de quebra, poderíamos incentivar e captar grande quantidades de sócios para o AVANTI nestas cidades. Tem que colocar este pessoal do marketing para trabalhar, não acham?

Ufa! até que enfim uma notícia sobre ações do nosso MKT querido (aplicativo, revista, programa de TV e escolinhas oficiais), isso sim uma ótima notícia… Em relação ao Palmeiras, Eu mesmo quero tudo pra ontem, que seja rápido, que tenha resultados rápidos, sei que não é assim mas não é fácil vivenciar décadas de fracassos e não ver nenhuma evolução. A minha paciência como torcedor foi a muito tempo… Estou naquelas de VER pra CRER. Agora fico no aguardo para saber a quantas anda o trabalho da reforma estatutária e também que o ST Avanti tenha direito a voto para Presidente. ###S##E##P### Jogo Sábado, ingressos comprados. Família toda vai e o Rafinha entrando de Mascote…

Apoiado. Também estou aguardando a reforma estatutária e o voto do sócio torcedor. E o tal do patrocínio máster sai um dia? Esta diretoria fraca tem que colocar este pessoal do marketing para trabalhar, não acham?

Mais uma vez o canalha do Neto aparece com um boato para tentar desestabilizar o Palmeiras. Primeiramente, foi aquela mentira envolvendo o Luxemburgo e agora essa do Valdívia.

Isso tem dois motivos: Desvia o foco do início de crise do time dele, que pode correr riscos de ser rebaixado e também tenta criar um clima ruim no Palmeiras, já que o Verdão está praticamente de volta á série A.

NETO, O MAIOR CANALHA DA IMPRENSA ESPORTIVA BRASILEIRA!

Que maravilha!!! Perdemos mais 2 mandos de jogos por causa daquela briga entre TO em Guaratinguetá….esse stjd é uma piada de mau gosto! Ontem não deram uma punição maior ao Elias por forçar o 3º amarelo e hoje fodem com o Palmeiras num recurso contra decisão anterior que tinha sido favorável ao clube. É de revirar o estomago.
Outro dia a torcida do gremio saiu na porrada com a PM e nem denunciado o gremio foi!!!
É só com o Palmeiras pô??? Cansado disso tudo.

Paulo Nobre, Brunoro, Frizzo (Meu Deus) todos farinha do mesmo saco.
Pelo jeito vamos de Gilson Kleina (obrigado pelo Palmeiras não jogar hoje pela Copa do Brasil, e ainda criticaram o Felipao), Bruno, Wendel, Márcio Araújo, André Luiz, Juninho PiuPiu, Maikon Leite, Vinícius, LEandro Aamaro etc.
É esse Mustaphá Laz…. tem força mesmo.
Pobre de nós, pobre do Palmeiras.
Digo e repito TODOS FARINHA DO MESMO SACO.

Ficou bem claro que o nosso “SEO”, jutamente com o POFEXO, combinaram tudo e forçaram a saída do Barcos

Olha o Caso Barcos aí outra vez…
Essa última declaração me esclarece tudo de uma vez. Pra mim, o erro do argentino esteve em aceitar o tal pacto, e contar essa “mentira branca” na sua apresentação pelo Grêmio. Talvez cara não sabia estar tratando com malandros muito velhos, como Mustafá (indiretamente) e J.C. Brunoro. Surpreende ainda mais, vendo pelas postagens nos sites que veicularam a notícia, o número de iludidos, alienados e enganados que atacam o cara que nunca desrespeitou profissionalmente a instituição e ainda acreditam cegamente nas pessoas que comandam de forma estranha um clube de futebol, por onde passa muito poder e dinheiro.

Vamos esquecer o assunto, o negocio não foi ruim. O Palmeiras não tinha dinheiro para assumir o que o Bananoni se comprometeu, 500 mil de salário? Pra jogar a serie B sem patrocínio. Vamos esquecer esse assunto a decisão foi tomada, Barcos é passado.

Em quem acreditar? Em Barcos, que se portou como homem desde que pisou no Palestra pela primeira vez, ou em Brunóquio, que já disse e desdisse “n” versões para a negociação, todas desmentidas pelos fatos?

Como um presidente que fecha as portas para nossa melhor chance de acumular receitas, como é a W. Torre, tem objetivos de curto prazo tão modestos – pra dizer o mínimo -, dá bronca em público nos jogadores, transferindo só pra eles uma culpa que é muito dele, pode ainda ser considerado exemplo? Fora que não priorizou os dois melhores campeonatos que poderiam ter salvado o ano de disputa de Série B. Está mesmo faltando talento no futebol brasileiro.

Boa tarde a todos, o calendário no ano de 2014, proporcionara fortes emoções a todos os dirigentes do futebol tupiniquim, já que o maior evento, a “copa para toscos´´, torna-se um grande obstáculo, aos incompetentes administradores da CBF, em possibilitar disputas inchadas, em atrativos espetáculos, devido a diversos fatores, sendo um dos principais, a ausência de bom senso.
A maioria das equipes terá que obter receitas muita maiores as esperadas , para contemplar aos técnicos, planteis, que mantenham um numero maior de atletas aptos a disputas cerca de sessenta jogos na distinta temporada.
O Palmeiras terá três torneios a serem conquistados, o campeonato estadual, a copa do brasil e a serie A, divididas em dois semestre, com intervalo obrigatório causado pelo casa niqueis da FIFA,
lembrando que o clube através de seu presidente afirma a cada canto que vai , não ter recursos para estruturar um plantel coerente aos tradicionais momentos alviverdes, que estão há muito na memoria de uma torcida cansada de equipes meia boca.

Os comentários estão desativados.