Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 28-09-2013: Ligação por Valdivia não repercute bem e Flamengo diz que não procurou ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Ligação por Valdivia não repercute bem e Flamengo diz que não procurou

Não repercutiu bem no Flamengo a ligação para o Palmeiras sobre Valdivia. Um dia após a notícia ser divulgada, a diretoria falou pela primeira vez sobre o assunto e o negou para amenizar o desconforto, além, claro, da resposta dos paulistas, que não estavam dispostos a facilitar a negociação.

O primeiro a desmentir o interesse pelo meia foi o presidente Eduardo Bandeira de Mello. O L!Net conversou rapidamente com o mandatário rubro-negro na sede da Ferj, antes da reunião sobre o Carioca 2014, e ele disse que o telefonema foi por outro motivo.

– Não existe nada. Conversei com o presidente do Palmeiras pois temos assuntos a tratar em comum, como a questão do alongamento da dívida. O Valdivia vai continuar no Palmeiras – disse Bandeira.

A rejeição ao nome do chileno não ficou por conta apenas de dirigentes do clube. A possível contratação do jogador causou divergências entre torcedores. Na enquete promovida pelo LANCE!Net desde quinta-feira, os números de oposição ao reforço chegam a quase 50% .

O diretor de futebol, Paulo Pelaipe, que costuma estar inserido nas conversas sobre reforços, disse desconhecer qualquer interesse. Ele, porém, foi contra a chegada de Valdivia até mesmo em função da situação financeira do clube, que deve dois meses de imagem ao grupo:

– Sobre esse assunto, eu desconheço. Não foi falado comigo. Conversei ontem e hoje com o vice-presidente (Wallim Vasconcellos). Se tivesse alguma coisa, ele teria me dito.

Contra Valdivia pesam, além do alto salário – no Palmeiras ele recebe R$ 500 mil –, o histórico de lesões. O jogador não conseguiu uma sequência desde o retorno ao Palmeiras, que desembolsou R$ 36 milhões para contratar o chileno no meio de 2010.

Outro agravante é a disponibilidade. Valdivia servirá a seleção do Chile durante o mês de outubro e poderia atuar no Brasileiro apenas durante o mês de novembro e início de dezembro. O Flamengo queria o jogador ainda para este ano.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Com grande folga na tabela, Verdão pega o América-RN no Pacaembu

Não é exagero dizer que um abismo separa Palmeiras e América-RN, rivais neste sábado, às 16h20m, no Pacaembu, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Líder, o Verdão tem 29 pontos a mais do que o time alvirrubro, na luta contra o rebaixamento (são 55 pontos dos paulistas contra 26 dos potiguares).

A expectativa da torcida alviverde é por mais uma tarde de festa no Pacaembu. Todos imaginam que o time carimbe o passaporte de volta para a elite já em outubro.

Mesmo fora de casa, o América-RN promete atuar ofensivamente para conseguir a vitória que lhe daria mais alívio na briga contra o rebaixamento para a Série C. Já o Verdão mira o resultado positivo para abrir 12 pontos de vantagem sobre a Chapecoense, vice-líder que perdeu para o Paysandu na abertura da rodada, na terça-feira, mas que tem um jogo a menos.

O árbitro Emerson de Almeida Ferreira apitará a partida, auxiliado por Rodrigo Henrique Correa e Janette Mara Arcanjo. O GLOBOESPORTE.COM acompanha todos os lances, em Tempo Real, e a Inter TV Cabugi transmite a partida ao vivo para todo o estado do RN. O Premiere FC 3 também mostra o jogo em todo o território nacional, pelo sistema pay-per-view.

AS ESCALAÇÕES

Palmeiras: recuperado de lesão no tornozelo e joelho esquerdos, Leandro é a principal novidade do Verdão. Ele formará o trio de ataque ao lado de Vinicius e Alan Kardec. Charles, reserva nos últimos jogos, também será titular, por conta do desfalque de Wesley. O time já confirmado por Gilson Kleina no 4-3-3 é o seguinte: Fernando Prass; Luis Felipe, Vilson, Henrique e Juninho; Márcio Araújo, Charles e Valdivia; Leandro, Vinicius e Alan Kardec.

América-RN: o técnico Pintado, que chegou a cogitar poupar alguns titulares, deve promover o retorno do zagueiro Edson Rocha e a estreia do volante Coutinho. O comandante também alterou o ataque, escalando Vinícius Pacheco e Adriano Pardal. O Mecão deve jogar com Andrey; Norberto, Edson Rocha, Cléber e Wanderson; Coutinho, Mazinho, Daniel Amora e Chiquinho; Vinícius Pacheco e Adriano Pardal..

QUEM ESTÁ FORA

Palmeiras: Wesley e Mendieta (cumprem suspensão pelo STJD), Ronny (recuperação de lesão no tornozelo direito), Bruno (tratamento de dores na panturrilha) e Tiago Alves (readquire a forma física após sofrer lesão na coxa esquerda), estão fora.

América-RN: o Alvirrubro terá os desfalques do lateral-esquerdo Raí, do zagueiro Edvânio e do volante Márcio Passos, todos suspensos. O atacante Rodrigo Pimpão, que se recupera de uma fratura no maxilar, foi vetado pelo departamento médico e também está fora.

PENDURADOS

Palmeiras: Eguren, Henrique, Leandro, Valdivia e Wesley.

América-RN: Chiquinho, Cléber, Mazinho, Norberto e Vandinho.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Palmeiras se despede do Pacaembu antes do acesso contra o América-RN

Por Daniel Batista

O Palmeiras conta as horas para voltar ao grupo de elite nacional, mas atingir o objetivo vai exigir que a equipe consiga driblar a falta do Pacaembu, estádio em que a equipe está invicta na Série B. O jogo de hoje contra o América-RN deve ser o último em São Paulo antes de a equipe assegurar matematicamente o acesso.

O STJD puniu o clube com a perda de dois mandos de campo pela confusão entre as torcidas organizadas Mancha Alviverde e TUP na partida contra o Guaratinguetá. Por isso, os jogos contra o Figueirense e o Guaratinguetá terão de ser disputados a pelo menos 100km da cidade de São Paulo. Um duro golpe ao time de Gilson Kleina que ensaiava comemorar o acesso diante de sua torcida.

“Será ruim porque agora teremos seis jogos fora de casa. Aonde a gente jogar terá o apoio do torcedor, mas não é a mesma coisa que jogar no Pacaembu”, lamentou Gilson Kleina. Até a noite de ontem, 9.200 ingressos haviam sido vendidos para o jogo de hoje.

Depois do América-RN, o Palmeiras joga como visitante diante do Oeste e ABC, cumpre a perda de mando de campo contra Figueirense e Guaratinguetá e volta a atuar mais duas vezes fora de casa diante do Icasa e Bragantino. A chance de garantir o acesso antecipado é muito grande. O próximo jogo no Pacaembu será apenas no dia 26 de outubro, contra o São Caetano.

Em São Paulo, o Palmeiras venceu sete vezes e empatou uma pela Série B. Para comprovar a força em casa, Kleina manda o time ao ataque e projeta uma vitória sem sustos, ao contrário do que aconteceu na vitória por 2 a 1 sobre o Sport, na última rodada, também no Pacaembu.

Sem contar com Wesley e Mendieta, suspensos pela confusão na partida contra o Paysandu, o treinador vai apostar no 4-3-3 com Vinícius ao lado de Alan Kardec e Leandro, que volta de lesão no tornozelo esquerdo.

Como o América-RN joga muito fechado, a ideia de Kleina é ter dois atacantes caindo pelas pontas e Alan Kardec mais centralizado para sufocar o adversário, tentar abrir o placar ainda no primeiro tempo e depois aproveitar o desespero do time de Natal, que deve entrar na zona de rebaixamento se perder hoje.

O América-RN, comandado pelo ex-volante Pintado, terá a volta do centroavante Max, que defendeu o Palmeiras em 2007 e 2010. Ele pegou um ano de suspensão por doping pelo uso de cocaína e começa no banco.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Henrique, Vilson e Juninho; Márcio Araújo, Charles e Valdivia; Vinícius, Alan Kardec e Leandro. Técnico: Gilson Kleina

AMÉRICA-RN: Andrey; Norberto, Edson Rocha, Cléber e Wanderson; Coutinho, Mazinho, Daniel Amora e Chiquinho; Vinícius Pacheco e Adriano Pardal. Técnico: Pintado

JUIZ: Emerson de Almeida Ferreira (MG)

LOCAL: Pacaembu, em São Paulo

HORÁRIO: 16h20

TV: Pay-per-view

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Palmeiras encara América-RN por vantagem inédita antes de viagens

Por Luiz Ricardo Fini

A punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva deixará o Palmeiras longe do Pacaembu por quase um mês. Neste sábado, às 16h20 (de Brasília), quando poderá abrir uma vantagem inédita na liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, o clube atua no estádio paulistano contra o América-RN, que luta para se distanciar do rebaixamento na competição.

Beneficiado pela derrota da vice-líder Chapecoense na terça-feira, o Verdão terá a chance de alcançar a confortável vantagem de 12 pontos em relação ao segundo colocado, caso vença neste sábado, mas os catarinenses ainda ficarão com um jogo a menos na competição.

“Para chegarmos ao número mágico (do acesso), temos de ganhar os jogos. Se não continuarmos assim, daqui a pouco podemos ter problemas. Mas vejo a seriedade dos jogadores, que estão entendendo que temos de seguir o protocolo e o planejamento”, afirmou o técnico Gilson Kleina.

Como perdeu dois mandos de campo, em função da briga entre seus próprios torcedores, o Palmeiras terá de jogar contra Guaratinguetá e Figueirense longe da capital paulista. Assim, depois do duelo deste sábado, o clube será forçado a viajar nas seis rodadas seguintes e só deve voltar ao Pacaembu no dia 26 de outubro, contra o São Caetano.

Para a partida deste sábado, Kleina tem o retorno de Leandro, liberado pelo departamento médico. O atacante Vinícius chegou a ser dúvida por conta de dores no tornozelo, mas também está confirmado para enfrentar o América-RN. Wesley e Mendieta cumprem suspensão imposta pelo STJD e são os desfalques.

Já o América sonha em surpreender na capital paulista para tentar se distanciar do risco de queda. Para a partida deste sábado, o técnico Pintado não poderá contar com o volante Márcio Passos, suspenso. Como Ricardo Baiano está entregue ao departamento médico, Rafael Coutinho terá a oportunidade de estrear pelo clube.

“Jogar contra um time que está bem colocado é sempre difícil, mas podemos tirar proveito disso. Sabemos que o Palmeiras vai tentar vir para cima e vamos explorar isso”, comentou o meio-campista.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X AMÉRICA-RN

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 28 de setembro de 2013, sábado – Horário: 16h20 (de Brasília)

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (MG) – Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Janette Mara Arcanjo (MG)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Luis Felipe, Henrique, Vilson e Juninho; Márcio Araújo, Charles e Valdivia; Vinícius, Leandro e Alan Kardec – Técnico: Gilson Kleina

AMÉRICA-RN: Andrey; Norberto, Cleber, Edvânio e Raí; Rafael Coutinho, Daniel Amora, Mazinho e Chiquinho Gaúcho; Rodrigo Pimpão e Júnior Negão – Técnico: Pintado

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Kleina torce para Henrique representar Palmeiras na Copa do Mundo

Por Luiz Ricardo Fini

A nova convocação de Henrique para a Seleção Brasileira foi comemorada pelo técnico Gilson Kleina. Apesar de perder seu capitão em três rodadas desta Série B do Campeonato Brasileiro, o treinador tem esperança de ver o atleta na Copa do Mundo de 2014.

“Torço para que isso ocorra. Não só porque é nosso capitão, mas por estar passando por uma fase muito boa com a equipe. Ele demonstrou que, mesmo estando em uma competição inferior, tem condições de chegar à Seleção quando mantém o comprometimento”, afirmou.

O nome de Henrique foi confirmado por Luiz Felipe Scolari na convocação divulgada na quinta-feira, para os amistosos contra Coreia do Sul (no dia 12 de outubro, em Seul) e Zâmbia (dia 15 do mesmo mês, em Pequim). Portanto, o zagueiro desfalcará o Verdão nos jogos diante de Figueirense, Guaratinguetá e Icasa.

Apesar de ter atravessado uma fase inconstante este ano, o zagueiro palmeirense já havia sido chamado por Felipão para ser reserva nos amistosos contra Austrália e Portugal, no início deste mês. Admirador do futebol do jogador, Kleina constata um esforço do atleta na busca por evolução.

“Ele sempre busca a melhora individual e tem uma qualidade técnica espetacular. Assim como todos, ele quer estar com o Palmeiras na Série A no ano que vem e pode representar o clube na Seleção Brasileira”, acrescentou.

Henrique era jogador de confiança de Felipão na época em que o treinador passou pelo Palmeiras. Na Copa do Brasil do ano passado, o técnico acertou o meio-campo quando improvisou o zagueiro como volante, caminhando até o título do torneio. No amistoso contra Portugal, inclusive, o treinador só colocou o atleta no gramado no decorrer do segundo tempo, posicionando-o um pouco à frente da dupla de zaga.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• Perigo! Agora, torcidas organizadas goleiam seus próprios clubes

Em outros tempos, certamente mais românticos, as torcidas uniformizadas e até as organizadas faziam parte do espetáculo do futebol, com coreografias bem boladas e inteligentes. Eram símbolo de amor extremo.

O tempo foi passando, a violência tomou conta do que era belo, afastou  torcedores  normais dos campos, fez temerosa a população  da paz tanto nos estádios como em seus arredores e até nos metrôs, ônibus e quetais.

Era o poder do terror, respaldado pela impunidade.

Agora, com um requinte de crueldade adicional, vários dos “organizados” prejudicam seus próprios clubes, em troca, talvez, de cinco minutos de fama ou de falso heroísmo.  Dois exemplos recentes:

1- Não bastasse a tragédia de Oruro, não é que organizados corintianos e vascaínos fizeram seus clubes perderem 4  mandos de campo, por aquela escandalosa briga em Brasília? Pois fizeram o Corinthians e o Vasco perderem o mando de 4 jogos cada, em momento perigoso para ambos, pois se a equipe corintiana não vence há 7 jogos, o time vascaíno é sério candidato ao rebaixamento. De quebra, por sinalizadores acionados, o Corinthians ainda perdeu mais dois mandos pela Copa do Brasil.

É prejuízo técnico e financeiro, na certa.

2- E “organizados” do Palmeiras não poderiam ferir o clube mais profundamente, desde o ano passado, quando decidiram na base da violência mostrar que eram os  salvadores da Pátria. Por culpa desses “torcedores”, o Palmeiras teve de começar a Série B  mandando seus 4 primeiros jogos fora  da cidade de São Paulo e agora que está tão próximo de voltar à elite, vê-se obrigado a  se deslocar mais duas vezes para estádios alheios- em função, acreditem, de briga de duas fações organizadas (palmeirenses contra palmeirenses, lembrando Kramer versus Kramer, no estádio do Guaratinguetá.

Golaço contra!

E quem paga a conta? Com sinceridade: quem tem aliado desse tipo nem precisa de inimigo, dirá minha Nonna.

Tenho uma sugestão para esses casos, colhidas de um estudioso amigo, que conto outra vez. Por enquanto, aceito outras sugestões- a dos amigos internautas-para como se poderia acabar com isso, de uma vez por todas. Antes que morra mais gente nas ruas e que o seu time acabe rebaixado por obra e graça dos que  se dizem seus torcedores.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Reempréstimo

Apesar de estar sendo pouco aproveitado, Marcelo Oliveira aposta que vai continuar no Palmeiras em 2014. O agente do volante deve começar a negociar o reempréstimo junto ao Cruzeiro nos próximos dias.

• ….sem volta

Marcelo Oliveira chegou ao Verdão com Charles, na troca por Luan. E , se depender da diretoria, Luan seguirá no Cruzeiro no próximo ano. O atacante não está nos planos.

• Precaução

“Negócio com o Flamengo? Só aceito se derem o dinheiro na frente. Senão, esquece“ – Osório Furlán – Dono de 36% dos direitos de Valdivia, temendo um calote do clube carioca

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Operação Valdivia

O vice de Marketing e o de Finança são os representantes do Fla na tentativa de levar Valdivia até o final do ano. Segundo intermediários, a ideia partiu de Kléber Leite, nome cotado para assumir o futebol, se Wallim Vasconcellos deixar o cargo no fim do ano.

• Responsabilidade

Um parecer de uma auditoria sobre a compra de Valdivia pelo Palmeiras afirma que o clube induziu o parceiro a erro ao oferecer o contrato de patrocínio como garantia em outra operação. O documento diz que o presidente na época poderia ser responsabilizado por parte dos custos.

• De Letra

“Um não conversa porque o outro tem cabelo comprido. O outro, porque ele é loiro. Falta diálogo, e deixar a política” – Wlademir Pescarmona – Conselheiro do Palmeiras, cobrando diálogo entre as gestões do Palmeiras.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

TV GLOBO – GLOBO ESPORTE → Kleina enaltece fases dos selecionáveis Valdivia e Henrique
 
GLOBO ESPORTE COM → ‘Em casa’, Leandro tenta igualar no Verdão número de gols pelo Grêmio
 
ESTADÃO ONLINE → Invicto no Pacaembu, Leandro aposta na força da torcida
 
FOLHA ONLINE → Com desfalques, Palmeiras terá formação ofensiva no Pacaembu
 
UOL ESPORTE → Palmeiras “se despede” do Pacaembu em duelo com o América-RN (28/09/13-06h00)
 
LANCENET → Henrique desbanca rivais de Série A para manter escrita do Palmeiras na Seleção
 
BAND ESPORTE → Diretoria do Palmeiras não conversou com Kleina sobre renovação
 
AGORA SÃO PAULO → Verdão fará blitz com três atacantes
 
••