Categorias
Corneta do Cunio

Corneta do Cunio – O Senhor dos Anéis

Por Alberto Cunio

Hobbits alviverdes, acreditem: tenho quase certeza de que já usei este título para minha coluna há tempos. Não me lembro. Poderia ter feito a comparação de outra forma, até mesmo porque a obra de Tolkien é capaz de não se aplicar ao caso. Mas vamos em frente.

Na década de 90 pouco se falava de mudanças drásticas na política palmeirense. Um ex-presidente Série B era o senhor absoluto das alamedas, regia o estatuto a seu bel-prazer e estrangulava toda e qualquer forma de oposição através da opressão, listas-negras, etc. Politicamente, o Palmeiras viveu, sob a batuta dele, os seus anos de trevas.

Ditadores só deixam o poder em duas circunstâncias: vontade própria ou força. Quando morrem, deixam herdeiros. Como aconteceu no Planalto Central no final da década de 80, o inominável resolveu sair por vontade própria. Porém, deixou uma estrutura tão podre, obsoleta e engessada, que o resultado de sua saída foi inócuo. O Palmeiras continuou sob seu controle, apesar das mãos dirigentes serem até de oposicionistas.

Hoje, o Palmeiras segue seus passos nas mãos de um Presidente que segue a cartilha do ex-Presidente da Série B. Até aí, nada de novo, já que todo cartola palmeirense que quiser ser eleito, deve fazer alianças. E não foi diferente com o atual presidente, mas com um detalhe: a herança.

Paulo Nobre começa a dar mostras agudas de que veio para ficar. Traçando rotas aparentemente confusas, tecendo teias a princípio estranhas, o mandatário vai preparando o terreno para sua perpetuação no poder através das mãos do povo. Num rompante getulista ou peronista, como queiram, prepara sua arma através do sócio-torcedor, dos sócios do clube social e do confronto contra tudo que é oriundo de gestões passadas, principalmente de seus oposicionistas. Desta forma, caminha rapidamente para repetir os gestos de seu mentor intelectual, padrinho político e conselheiro, o ex-presidente Série B.

Antes que as pedras sejam atiradas, reitero minha posição de não ser do contra, oposicionista, predador ou adjetivos outros que o valham. Sou apenas a favor do Palmeiras e de sua saúde democrática. Paulo Nobre está a cada dia que passa se fechando mais para os auxílios e opiniões alheias, abusando do jargão “Deixa que eu cuido” e se transformando numa pessoa intratável. As razões disso parecem claras: muita gente querendo dar pitaco na sua administração vai ouriçando mais e mais o gosto pelo poder, pela intolerância e a evidente mão-de-ferro. Alertados os conselheiros foram. Criaram o corvo, agora ele lhes arrancará os olhos.

Presidente, a CORNETA de hoje é sua. O Palmeiras não é seu. Tenha cuidado com seus atos, pense bem antes de recusar a mão de quem quer te auxiliar. Olhe para os lados e veja quem te ajudou a assumir a presidência. Eles podem não gostar disso.

A Corneta no Twitter prepara as velinhas para o bolo de aniversário. Parabéns, CEO! Sem patrocínios! Siga! @Corneta3VV

29 respostas em “Corneta do Cunio – O Senhor dos Anéis”

Centralizacao de todas decisoes nao se encaixa no modelo de “profissionalismo democratico” proposto e sim num despotismo esclarecido moderno.
Grande abraco,
FC

Olá Cunio, não compreendi sua mensagem… aconteceu algo dentro do clube que não pode ser dita abertamente? Do mais, tais atitudes já era esperado, nada de novo (Se vai ser para bom ou ruim, só o tempo dirá).

O Cunio já tá parecendo o Perrone ( ou a Veja, vocês podem escolher) dá informações genéricas do tipo, Paulo Nobre está virando um déspota, mas não cita uma atitude concreta e comprovada que o cara tomou que justifica essa opinião, só coisas vagas como, não aceita opinião e ajudados outros. Qual opinião ele não aceitou? De quem?

pq brigar com a W Torre em vez de chamar quem participou do contrato (inclusive PN e seu advogado) e esclarecer tudo de uma vez, pois brigar por brigar, como alguém que sempre foi contra a Arena, não é estranho??

Não entendo a coerência. Se a proposta é expandir o sócio torcedor e dar poder de voto ao mesmo…como isso pode ser uma ditadura de perpetuação ???…

Éhh Daniel !!!!
Os “caras” querem ocupar o lugar do PN, custe o que custar.
E assim a “demagogia” segue em alta para a alegria de quem não tem a capacidade de se eleger, afinal, criticar é mais facil do que adminstrar…..

administrar com o pires na mão e deixando o futebol a uma pessoa com negociações no minimo estranhas, é facil ein

Hoje o programa de sócio torcedor ainda é terceirizado, e com certeza na próxima eleição o ST ainda nao vai votar, e tb os que poderão votar serão aqueles de determinadas categorias (mais caras com certeza), e esse voto do ST só vem depois da mudança estatutaria, que o patrao do pn vai segurar atéo final do mandato.

Tem um ditado muito antigo que diz mais ou menos assim, quando nao puder lutar com seu inimigo, junte-se a ele para ser derrota-lo. As vezes e melhor dar um passo atraz, pra depois avancar mais rapido. Ainda confio na atual diretoria.

O duro é que esse maldito Mustaphá e suas crias ficarão mais 1000 anos no verdão.
Pobre de nós torcedores.

Boa noite a todos, em nove nesses de trabalho o Senhor Paulo de Almeida Nobre, apenas esclareceu ao maior legado do clube, sua Torcida, que não tem dinheiro , é a prioridade é subir a primeira divisão, é ainda há pessoas que confiam neste senhor, pelo visto a cegueira é coletiva, o tal “presidente´´, moderninho , não passa de um malandro bem mais culto que os demais , que circulam pelo velho Palestra Itália, estamos sim assistindo mais um inútil assumindo o clube sem agregar absolutamente nada!

Ja vi esse filme dentro e fora do PALMEIRAS. As atitudes do PN sao SIM tipicas, proprias dos despotas autoritarios que se julgam DONOS. No caso o PN se julga DONO do PALMEIRAS. E os verdadeiros donos do PALMEIRAS somos nos, A TORCIDA. Sendo assim não podemos admitir que esse menino mimado( o raça maldita) amparado pelo demonio do mumu se perpetue no poder. Mas por outro lado me entristece ver que a OPOSIÇAO do PALMEIRAS esta desarticulada, calada e omissa . Resta uma saida…. a mobilizaçao da TORCIDA. Os verdadeiros DONOS do PALMEIRAS precisam mostrar a sua força. No ano do centenario nada mais marcante para a HISTORIA DO PALMEIRAS do que sua TORCIDA extirpar o cancer e suas metastases das entranhas do clube. E o ato precisa ser cirurgico, cruento e definitivo. Em outras palavras ser tiver que ser na FORÇA que assim seja. Nao é uma das formas, como pontuou o Cunio? Que assim seja. O PALMEIRAS e sua TORCIDA merecem esse presente.

Cunio, confesso que fiquei muito assustado hoje ao ler a notícia do “concurso” pra escolher o “novo mascote” do time de basquete. Primeiro pq isso é um puta absurdo, nosso mascote é o Periquito pra todos os esportes, por isso somos a Sociedade Esportiva Palmeiras, não é pq uma empresa botou grana pra expor sua marca que pode mudar nossa história.

Enfim… Indignado com tal ousadia, fui ao site oficial pra pegar a imagem do periquito e mandar pro tal concurso. Meu susto foi ai: não tem o periquito pra download no site. Não tem nosso distintivo. Não tem nosso hino. Isso é um absurdo. Já trabalhei em emissora de radio no interior, transmitiamos jogos e eu pegava os hinos de clubes ate da serie D no site oficial. Como nosso site não tem?

Pode ser paranóia, mas parece que estão apagando nossa história.

Outro dia li por ai que o Palmeiras tem jogado de branco por ordem expressa do PN. Não sei se eh verdade, mas se for é um absurdo. Nosso uniforme é: camisa verde, calção branco e meia verde. A camisa branca, mesmo sendo linda, é reserva.

Se isso é verdade, são pequenas atitudes perigosas… Atitudes de quem acha que pode tudo só pq tá no poder…

Perfeito Cunio! A atitude de não ouvir às pessoas que o ajudaram a eleger-se no Palmeiras e, principalmente, àqueles que têm competência para intervir à favor da INSTITUIÇÃO em assuntos FUNDAMENTAIS, por exemplo: O Belluzzo para ajudar do imbróglio da Wtorre, já que participou da negociação. Tais gestos, demostram, com clareza, que o Paulo Nobre está tomado pelo vírus do poder e é incapaz de deixar sua VAIDADE/TIRANIA e pensar somente no clube.

Cadê a profissionalização?
Cadê o choque de gestão?

Cunio, que benesse ele fez ao ST ou ao patrimonial. O ST já estava aí nesse formato, quando assumiu. E ao patrimonial reajustou a mensalidade. Fora outros reajustes, como por exemplo no restaurante e lanchonete. Alias, um almoço para 4 pessoas, não sai por menos de 100,00. Honestamente, não entendi a mensagem da coluna.

Tomara que arranque mesmo os olhos desses conselheiros comprometidos com a bocha e o atraso do Palmeiras.

Cunio, não foi exatamente isso que o Andrés fez no timinho da Marginal s/n para acabar com a esbórnia das mamatas dos diretores? Sei não, mas a centralização da decisão, aparentemente, funcionou. Acho apenas que o PNobre precisava dar a cara mais a tapa com a imprensa. Juiz nos rouba (todo jogo acontece e não devemos nos acostumar), ele aparece na imprensa e desanca a arbitragem… se começar a fazer isso, vamos recuperar, aos poucos, o respeito.
Abraços alvi-verdes e que 2013 acabe o quanto antes.

É isso mesmo, não vejo nada de novo e moderno na gestão do PN. as pessoas confundem uma pessoa nova de idade com nova em projetos. Nada haver. Qualquer político palmeirense que se alia ou faz qualquer tipo de acordo com o Sapo Boi, não merece crédito. Por querer obter alguma vantagem, se aconchavar com o demo, coloca todo o clube (o time), em sua casa, ou seja, no inferno. Uma prova atual é que quando a arena foi aprovada, aquele antigo presidente, tumultuou e atrapalhou de todas as formas. Por que agora começou novamente o tumulto, será que o problema sejam as cadeiras, caso que acho difícil, pois uma empreiteira não deixa brechas em contratos. Ou será que a cabecinha “moderna” do nosso atual presidente acatou a ordem do demo. E outra coisa Cunio. Não concordo que quando morre um ditador deixa-se herdeiros. No Palmeiras, talvez a morte de certa pessoa possa ser sua salvação, pois os herdeiros são parasitas, que tem como característica, abandonar o defunto para sugar o poder mais próximo.

Não seria tão definitivo assim tão rápido, mesmo que conhecesse de perto a política do Palmeiras. Mas, um dos aspectos mais fortes no discurso de campanha ficou só na palavra mesmo: TRANSPARÊNCIA. Quem não deve ou nada faz de errado (apenas nos aspectos legal ou moral), não corre dos questionamentos e cobranças por explicações.

Se não faz o sócio-torcedor, o presidente pensa pequeno. Se faz o sócio-torcedor e briga com a WTORRE para conseguir ter um programa atrativo para os torcedores, é ditador?

Acho que devemos cobrar o presidente somente o ano que vem, as vezes eu penso que só tem interesse por trás de tudo isso….

Cunio, na boa, acho que você bebeu…… O que é que o Paulo Nobre fez de ditatorial? Ele está preparando o clube para uma eleição direta. Quer maior exemplo de democrata que isso?Se por acaso ele for reeleito é porque o eleitor palmeirense na sua maioria assim o quis. Ou você vai dar uma de Pelé e dizer que o brasileiro não sabe votar?

Mario, vc ainda acredita que haverá “Eleições Diretas” com todos os empecilhos criados para que isso não aconteça? Pergunte-se QUEM pode se candidatar, quais os requisitos e lembre-se por fim, que o Filtro só deixará passar quem ELES QUISEREM. Vc verá os mesmos nomes que se revezam a décadas como “Candidatos”. Agora eu já falei a muito tempo atrás, que o PN, ao seguir a Cartilha Mustafá de Administração, prepara-se para ficar um longo tempo sentado na cadeira. E sinceramente isso não me agrada nem um pouco. abs

Esqueceu a parte da “reforma” que aprovarão para que somente os sócios torcedores que paguem acima de valor X possam votar, sem possibilidade de ser votado e sem qualquer outro direito, como convocar uma alteração estatutária.

Eu só quero ver o cuidado que ele vai dar ao contrato com a W.Torre. Chega de presidentes que nos fazem passar vergonha!

Vc bem sabe que ele era Vice Presidente quando o Contrato foi assinado. Mas é óbvio que ele pretende “capitalizar” com isso, se fortalecer politicamente. Esse saiu a cara escarrada do PAPAI e mentor dele, Mustafá Contursi!

Perfeito texto Cunio, só corrige o final, usar a mãe desses conselheiros deve ser algo triste de vivenciar. AHAH!
Eu era mais feliz na época em que a política no Palmeiras ficava para segundo plano, sempre coberta pelas conquistas e pelo bom futebol apresentado dentro de campo. Hoje não tenho escolha, o futebol é triste, a administração horrível e as esperanças cada vez menores. Abraço!

Os comentários estão desativados.