Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 09-10-2013: Após goleada, Palmeiras fica a um passo do centésimo gol no ano ❘ Globo Esporte Com

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Após goleada, Palmeiras fica a um passo do centésimo gol no ano

Reabilitação, goleada e boa recepção da torcida. A vitória do Palmeiras por 4 a 0 sobre o Figueirense , na última terça-feira, no estádio do Café, em Londrina (PR), teve tudo isso – Alan Kardec, duas vezes, além de Mendieta e Serginho construíram o resultado positivo. O placar também fez o time chegar aos 99 gols no ano, a um passo do centésimo em 2013.

A marca pode ser batida já nesta sexta-feira, às 21h50m, contra o Guaratinguetá, no mesmo Estádio do Café. E candidatos não faltam. Leandro, com 15 gols, é o artilheiro da equipe na temporada, mas foi substituído no intervalo sentindo dores no tornozelo direito. Por isso é dúvida.

Alan Kardec, por sua vez, vive ascensão meteórica. O atacante já soma 12 gols em 20 jogos, o que lhe faz o segundo artilheiro do time no ano. Em bom momento, o centroavante titular chegará com moral elevado contra o Guaratinguetá, após as duas bolas na rede diante do Figueirense, sendo uma delas de pênalti.

Quem corre por fora na disputa é Serginho. Mesmo sendo reserva, o atacante de 22 anos mostra eficiência letal e já soma quatro gols, todos em jogos que saiu do banco.

Ao mesmo tempo em que busca a marca do centésimo gol, o Verdão terá problemas para o jogo. Eguren, Henrique e Valdivia, convocados, Wesley, suspenso, além das dúvidas de Leandro e Wendel, que saíram da vitória sobre o Figueirense com dores, podem atrapalhar a escalação do técnico Gilson Kleina. Em compensação, Vilson volta após cumprir suspensão.

O caso mais complicado é o do lateral-direito Luis Felipe. Ao tomar conhecimento de negociações dele com o Benfica, de Portugal, Kleina agendou para esta quarta-feira uma reunião com o jogador, para saber como está a sua cabeça. Apenas no caso de ouvir do atleta que ele terá concentração total para atuar ele o escalará diante do Guaratinguetá.

Líder da Série B, com 62 pontos, o Palmeiras corre para garantir o acesso antecipado e já pensar no centenário, a ser completado em agosto de 2014.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Palmeirenses minimizam gramado ruim e elogiam recepção em Londrina

Os jogadores e a comissão técnica do Palmeiras evitaram críticas às más condições do gramado do estádio do Café, em Londrina. Escolhida pela diretoria do Verdão para abrigar dois jogos do clube nesta Série B do Campeonato Brasileiro, a cidade paranaense foi elogiada pelos profissionais do clube.

“Os funcionários do Palmeiras melhoraram bastante (o gramado), que é mais pesado e irregular, mas o campo grande ajuda para que a outra equipe não consiga fazer uma marcação tão forte, um ferrolho. Nós vamos nos adaptar ainda mais para o jogo contra o Guaratinguetá”, afirmou o técnico Gilson Kleina.

Antes da chegada do elenco a Londrina, o clube enviou à cidade um funcionário para cuidar do gramado do estádio do Café, mas o curto espaço de tempo impediu uma recuperação mais acentuada. Mesmo com as irregularidades no terreno, os palmeirenses preferiram falar sobre o fator positivo do local.

“Desde que chegamos a Londrina, tivemos uma recepção calorosa. Existe um desgaste maior por causa da logística, porque a Série B tem viagens longas, jogamos em Natal na rodada anterior. Mas ficamos muito felizes com uma vitória como esta, em que o torcedor nos abraçou. Estaríamos mais descansados no Pacaembu, mas a nação palmeirense é muito grande fora de São Paulo”, acrescentou o treinador.

O Verdão foi obrigado a sair da capital paulista em função de punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva, devido a uma briga entre integrantes das duas principais organizadas do clube. Assim, o time jogará novamente em Londrina na sexta-feira, contra o Guaratinguetá.

Da mesma forma que o treinador, os jogadores também elogiaram o apoio que receberam no compromisso contra o Figueirense, em noite que teve 15.705 pagantes nas arquibancadas.

“O Pacaembu é nossa casa, mas nós nos sentimos bem aqui também, porque a torcida nos apoiou do início ao fim. Na sexta, teremos mais um jogo difícil e esperamos que venham nos incentivar de novo”, afirmou o volante Charles.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Nobre aprova primeiro jogo em Londrina e espera estádio cheio sexta

Por Marcelo Hazan

O presidente Paulo Nobre aprovou a primeira experiência do Palmeiras em Londrina, cidade escolhida pelo clube para sediar os jogos contra Figueirense e Guaratinguetá, por conta de punição imposta pelo STJD. Na goleada por 4 a 0 sobre o time catarinense (assista aos gols no vídeo), na última terça-feira, o público total no Estádio do Café foi de 16.454 pessoas, para uma renda bruta de R$ 543.920,00.

A presença da torcida deixou Nobre muito satisfeito. Depois de visitar a cidade para promover os jogos na semana passada, o dirigente compareceu ao estádio para assistir ao confronto, como costuma fazer em todas as partidas do Palmeiras na temporada.

Agora, ele espera ver o estádio do Café lotado na sexta-feira, às 21h50m, diante do Guaratinguetá

– Foi uma experiência muito boa e positiva. O público que não via o Palmeiras há 18 anos compareceu em peso, uma vez que era terça-feira à noite, e o horário era complicado. Em um jogo às 19h30m, às vezes as pessoas ainda estão saindo do trabalho. Os hábitos são diferentes dos de São Paulo, mas de qualquer maneira foi muito bom. E a expectativa é de que sexta-feira o estadio esteja absolutamente lotado – diz.

Natural da também paranaense Curitiba, o técnico Gilson Kleina também exaltou a recepção da torcida palmeirense em Londrina.

– Desde a nossa chegada a recepção foi muito calorosa. Vimos que a torcida do Palmeiras, nessa região e no Brasil inteiro, nos recebe bem. Tem um desgaste maior pelas viagens longas. Ficamos felizes pela vitória. O torcedor nos abraçou e compareceu. Em São Paulo ficamos um pouco mais descansados e adaptados. Mas fora de São Paulo a nação palmeirense é muito grande. Às vezes o destino programou esses dois jogos aqui para premiar o torcedor – afirma.

Para seguir atraindo torcedores e promover a estadia do clube durante esta semana na cidade, o Palmeiras segue fazendo ações de marketing nesta quarta-feira e quinta-feira. O Verdão promoverá uma manhã de autógrafos com Alan Kardec, autor de dois gols na vitória sobre o Figueirense, e Felipe Menezes no Shopping Catuaí, no espaço Avanti, local destinado aos sócios-torcedores. Depois a dupla segue para a loja Academia Store, no mesmo lugar.

Pela noite, Kleina participará da “casa Palmeiras” especial, evento em que será exibido um compacto do histórico título Paulista de 1993.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Palmeirenses exaltam apoio em Londrina e até Brunoro é tietado

A boa presença de público em Londrina (PR) deixou o Palmeiras satisfeito após a goleada sobre o Figueirense. Com mais um jogo a fazer no Estádio do Café, por conta do gancho de duas partidas imposto pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o técnico Gilson Kleina e o presidente Paulo Nobre vibraram por conta das pouco mais de 15 mil pessoas que viram os 4 a 0 sobre o rival catarinense.

– Desde a chegada, a recepção foi muito calorosa. Vimos que a torcida do Palmeiras, nessa região e no Brasil inteiro, nos recebe bem. Tem um desgaste maior pelas viagens longas, mas ficamos felizes pela vitória. O torcedor abraçou, compareceu. Em São Paulo ficamos um pouco mais descansados e adaptados. Mas fora de São Paulo a nação palmeirense é muito grande, de repente o destino programou esses dois jogos aqui para premiar o torcedor – analisou o comandante.

A animação do palmeirense em Londrina foi tanta que até o diretor-executivo, José Carlos Brunoro, foi tietado. Na saída da tribuna, ele estava sozinho e foi cercado por homens e mulheres, que pediram fotos com o membro da cúpula alviverde. O presidente Paulo Nobre, por sua vez, prevê estádio cheio na segunda partida no Paraná, já nesta sexta-feira, contra o Guaratinguetá.

– Foi muito bom, muito positivo. O público que não via o Palmeiras há 18 anos compareceu em peso. Terça à noite, 19h30, um horário complicado, apesar de que os árbitro daqui são diferentes dos de São Paulo (o juiz atrasou em dez minutos o início da partida para que os torcedores não fossem prejudicados – uma queda de energia atrapalhou o funcionamento das catracas na entrada). A expectativa para sexta é de o estádio estar absolutamente lotado – completou.

O mandatário ainda explicou que a renda dos jogos será integral ao Palmeiras, descontados os custos da partida – segundo ele, como se o confronto fosse no Pacaembu. Dos quase R$ 544 mil de renda da partida contra o Figueirense, o líder da Segundona deve receber R$ 341 mil.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• COF apoia Nobre, mas sente falta de detalhes sobre centenário do Palmeiras

Por Mauricio Duarte

Atualmente, nada é mais sigiloso no Palmeiras do que os planos do clube para o centenário, que será comemorado no ano que vem. Nem mesmo os conselheiros do time alviverde possuem informações claras do que será feito. O presidente Paulo Nobre tem concentrado as informações e faz de tudo para impedir vazamentos. No entanto, o COF (Conselho de Orientação e Fiscalização), órgão que controla os gastos do clube, já começou a torcer o nariz diante de tanto mistério.

Embora apoie e dê um voto de confiança ao mandatário alviverde, o COF se sente um tanto excluído do planejamento. Até o momento, Nobre se esquivou de entrar em detalhes sobre o assunto nas reuniões mensais realizadas com o conselho. A falta de informação e a proximidade do final do ano preocupaM.

“Ele declarou no último encontro que estava tudo sendo planejado, que vem algo grande por aí. Disse que está trabalhando. Mas não fala em nada específico. Ele merece um voto de confiança”, disse ao UOL Esporte Alberto Strufaldi, presidente do COF, admitindo que está “curioso” para saber o que virá.

Conselheiros ouvidos pela reportagem do UOL Esporte compartilham da mesma opinião. Mesmo que não critiquem a gestão de Nobre abertamente, eles se sentem um pouco desprestigiados por não conhecerem mais a fundo os detalhes das festividades que irão ocorrer em 2014. Consideram um pouco frustrante não poderem tomar parte de modo mais efetivo em um momento tão importante na história do clube.

Como é de praxe na atual gestão palmeirense, a diretoria não comenta assuntos administrativos publicamente, de acordo com o informado pela assessoria de imprensa do clube procurada pela reportagem.

Até o momento, o Palmeiras divulgou pouco o que fará para comemorar o centenário. Além da inauguração do novo estádio e de algumas ações, ainda sigilosas, com o ex-goleiro Marcos, o clube lançou um relógio progressivo e também uniformes especiais para a ocasião, além de mudanças no Avanti, programa de sócio-torcedor do clube.

Sobre o COF

No final do mandato de Arnaldo Tirone, no início deste ano, o COF foi o responsável pelo controle de gastos do dirigente com o clube. Com esse poder, o grupo formado por 15 conselheiros fez jogo duro e não aprovou nenhuma proposta levada por Tirone em 2013. Dois exemplos foram a renovação contratual de Marcos Assunção e a contratação de Riquelme, ambos vetados pelos conselheiros.

O COF adquiriu a responsabilidade de controlar os gastos do clube com o consentimento do próprio Tirone no fim do ano passado. Dirigentes do clube chegaram a culpar o fato pela falta de reforços para 2013, quando o órgão passou a vetar os pedidos do ex-presidente.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Perto de sair, Luis Felipe tem reunião com Kleina nesta quarta

O futuro do lateral direito Luis Felipe virou um problema para a diretoria e a comissão técnica do Palmeiras. Com vínculo no Verdão apenas até março de 2014, o jogador ainda não chegou a um acordo pela renovação, já pode assinar pré-contrato com outra equipe e despertou o interesse do Benfica. Por isso, o técnico Gilson Kleina vai conversar com o atleta nesta quarta-feira.

“Vou ter uma reunião com o Luis Felipe amanhã (quarta). A diretoria está tentando renovar, e o Luis está vendo o melhor para seu futuro. Primeiramente, temos de ver a lesão dele e também como está sua cabeça. Sabemos que o jogador ganha um grande destaque quando joga pelo Palmeiras”, afirmou o treinador.

Luis Felipe viajou com a delegação alviverde para Londrina, mas, de acordo com informação oficial do clube, o lateral não jogou nesta terça-feira porque ainda está em recondicionamento físico depois de ter se recuperado de inflamação nas duas canelas. Porém, Kleina admite ter se informado sobre o interesse português pelo titular palmeirense.

“Também chegou para mim a notícia do Benfica, mas vamos conversar e temos de ser francos, para saber se é especulação. Como tem contrato até março, vai cumprir da melhor maneira possível, pois é um garoto espetacular e transparente”, acrescentou.

Já o presidente Paulo Nobre se recusa a dar informações sobre as conversas para a renovação e não acredita na hipótese de perdê-lo para o clube português. “Tenho até um conhecimento do presidente do Benfica, o Luís Filipe (Vieira). Como ele não nos procurou, prefiro acreditar que jamais teria uma atitude antiética de assediar um jogador que tem contrato com o Palmeiras”, afirmou.

Nobre ainda negou que tenha mandado a comissão técnica a deixar o jogador de fora da partida desta terça por causa do impasse na renovação, mas admitiu que existe a chance de o lateral deixar o Verdão, já que está em fim de contrato.

“Ele pode sair, assim como o Márcio Araújo eventualmente também pode no fim do ano (no término do vínculo) e como vários outros jogadores. Não damos o passo maior do que a perna e não prometemos o que não podemos cumprir. Analisamos bem a situação para honrarmos a proposta”, completou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Após vitória, Kleina demonstra preocupação com desfalques

Por Marina Galeano

Depois de uma derrota por 3 a 2 contra o ABC, em que reclamou bastante da arbitragem, o Palmeiras goleou o Figueirense por 4 a 0, nesta terça-feira, e se isolou ainda mais no topo da tabela da Série B. Agora são 62 pontos –nove a mais do que a vice-líder Chapecoense, que empatou com o América-MG por 1 a 1, fora de casa.

No último sábado, a equipe alviverde questionou bastante a atuação do árbitro capixaba Marcos Gomes da Penha, que teria invalidado um gol legítimo de Alan Kardec e deixado passar batido dois pênaltis no centroavante Caio.

Na opinião do técnico Gilson Kleina, o ocorrido em Natal serviu para fortalecer o grupo. O comandante também mostrou-se bastante satisfeito com o desempenho da equipe no estádio do Café, em Londrina, na 28ª rodada.

“A gente veio fortalecido por tudo o que aconteceu. Conseguimos controlar o emocional, não vamos ficar entrando em atrito com a arbitragem. Hoje tivemos uma equipe muito mais eficiente; nossa marcação foi muito eficiente, mesmo com os desfalques. Os jogadores que entraram deram conta do recado, e isso mostra que o Palmeiras tem elenco”, afirmou o treinador em entrevista coletiva ao término da partida.

Por outro lado, Kleina se disse preocupado com os desfalques para o próximo jogo, na sexta-feira, às 21h50, contra o Guaratinguetá.

“Estamos em um momento delicado de perda de atletas. Foi um ano muito desgastante, e agora acumulou tudo. Jogadores lesionados, suspensos, servindo a seleção. Precisamos ter precaução nesse momento”, alertou.

Eguren, Henrique e Valdivia continuam com suas respectivas seleções nacionais; Leandro sentiu lesão muscular e teve de ser substituído; e Wesley recebeu o terceiro cartão amarelo. Já o zagueiro Vilson, suspenso nesta terça-feira, estará à disposição do técnico.

A vitória ante o Figueirense levou os palmeirenses aos 62 pontos, nove a mais do que a vice-líder Chapecoense. Faltam dez rodadas para o fim do Campeonato Brasileiro da Série B.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Brunoro faz pacto com Luis Felipe e lateral pode jogar pelo Verdão na sexta

Por Caio Carrieri e Thiago Ferri

O diretor-executivo do Palmeiras, José Carlos Brunoro, conversou com Luis Felipe na manhã desta quarta-feira, em Londrina (PR). Em meio ao impasse sobre a renovação de contrato com o lateral, que se encerra em março de 2014, ficou acertado entre os dois de que o camisa 42 não iria assinar um pré-contrato com nenhum outro clube até que se esgotem as possibilidades de renovação com o Verdão.

O clube alviverde tem tentado renovar com o lateral, mas a pedida dele assustou a diretoria: R$ 100 mil mensais, mais cerca de R$ 1,5 milhão em luvas. Após a vitória sobre o Figueirense, o técnico Gilson Kleina disse ter recebido a informação de que o Benfica (POR) está interessado no jogador e que iria se reunir com Luis para saber seu foco na partida de sexta-feira, contra o Guaratinguetá.

Por conta deste impasse, surgiu a dúvida de que o lateral não tivesse sido escalado na terça por conta da indefinição sobre seu futuro. Ele, porém, treinou junto com Vilson (que estava suspenso) à tarde, pouco antes do jogo contra o Figueira, e a programação era de que o camisa 42 ficasse fora e retome a vaga entre os titulares ante o Guará. Wendel, seu substituto, lesionou a coxa e não jogará.

Em contato com a reportagem do LANCE!Net, o atleta palmeirense disse que não gostaria de falar sobre as negociações com o Palmeiras, e apenas confirmou que a programação é para que ele entre em campo na sexta.

Pessoas próximas ao jogador alegam que neste momento não há qualquer negociação com o clube português, e o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, disse não ter recebido proposta, além de não acreditar que o mandatário do Benfica, Luis Felipe Vieira, com quem tem boa relação, pudesse procurar o jogador diretamente, de forma “antiética”. Sobre a possibilidade de ter pedido para que Kleina não escalasse o lateral, o dirigente explicou:

– É uma postura minha, sei que outros presidentes eventualmente agem de forma diferente. Tendo uma comissão técnica, confio nela e não dou palpite em escalação – disse.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• Palmeiras, pertinho da elite. E o estranho caso Luís Felipe

Não que se tenha dúvida do acesso do Palmeiras. É só uma questão de tempo. Mas quanto mais rápida for a consumação do acesso e da volta à elite do futebol brasileiro, melhor para começar o planejamento para 2014, ano de seu Centenário.

E a goleada diante do Figueirense (4 a 0), conseguida com facilidade, deixa o time a poucos pontos do objetivo a ser alcançado, além de devolver aos jogadores a autoestima abalada pela derrota para o ABC, que teve a influência direta da arbitragem. Uma goleada que começou a ser construída logo aos 5 minutos, com Leandro fazendo ótima jogada e sofrendo o pênalti convertido por Alan Kardec.

No segundo tempo, já sem Leandro (machucado) e com Ananis no lugar de Wendel- que saíra antes-, o Palmeiras jogou ainda melhor e foi balançado as redes do Figueirense com Mendieta (de pênalti, sofrido por Ananias), Alan Kardec (mais uma vez de cabeça) e Serginho balançando as redes inimigas.

Uma bela vitória, diante de quase 17 mil pagantes no estádio do Café, em Londrina. Ainda mais importante na luta pelo título, pois a Chapecoense empatou com o América mineiro (1 a 1) e ficou agora a 9 pontos do líder Palmeiras, embora com um jogo a menos.

E ainda mais significativa se lembrarmos que o Palmeiras jogou sem seu melhor jogador (Valdivia), sem o seu capitão (Henrique) e sem o lateral-direito Luís Felipe, cuja situação no clube é um mistério: com contrato quase a terminar, há comentários, nos bastidores, de que ele pode ir até para o futebol português. O que não está confirmado.

Enfim, uma noite palestrina!

O  ESTRANHO  CASO   LUÍS FELIPE

Custo a acreditar que o Palmeiras possa perder Luís Felipe, sua revelação na lateral-direita, por erro de contrato- digitação ou distração,  sei lá. Seria erro capaz de propiciar demissão por justa causa a quem o cometeu.

Será isso possível, no século 21, em plena era da informática? Na verdade, são fortes os rumores da saída, de graça, de Luís Felipe em março de 2014, provavelmente para o português Benfica, embora há quem diga que o futuro clube de Luís Felipe seria daqui mesmo, do Brasil, um rival paulistano do Palmeiras. A conferir.

O fato é que depois de recuperado de uma estranha lesão- inflamação nas duas canelas-, Luís Felipe não foi sequer relacionado para o jogo contra o Figueirense, embora estivesse em Londrina, e ficou marcada para esta quarta-feira uma conversa entre o técnico Gilson Kleina e o jogador “para saber como está a cabeça dele para a partida contra o Guaratinguetá”. É que chegou ao treinador notícias de um possível acerto de Luís Felipe com o Benfica.

Se for isso mesmo, cabe a popular expressão: “que comida de bola”!

Igual a essa só uma vez, quando o Palmeiras venceu o São Paulo , mas perdeu os pontos. Se não me falha a memória em um torneio Rio- São Paulo: nervoso com a partida, quem sabe distraído, um renomado técnico palestrino- Aymoré Moreira, que, depois, seria campeão do mundo- fez três substituições, enquanto o regulamento só permitia duas.

Mas isso foi em mil novecentos e bolinha…

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Incômodo

Começam a surgir incômodos entre o grupo do ex-presidente Mustafá Contursi e a diretoria do Palmeiras. O grupo apoiou Paulo Nobre nas eleições presidenciais e, mesmo sem ter pedido cargos em troca, esperava mais participação. Porém, ficou fora das comissões formadas pela direção.

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Sem publicidade

Apesar do bom público que o Palmeiras atraiu na terça, em Londrina, faltou interesse comercial. Tanto que apenas duas placas de publicidade, ambas do Verdão, ficaram expostas no gramado.

• Emergencial

O COF (Conselho de Orientação e Fiscalização) do Palmeiras será convocado até o início da próxima semana para tratar do embate entre o clube e a WTorre pela divisão dos assentos do Allianz Parque.

• Notificação

Recentemente, após uma entrevista, Paulo Nobre chegou a receber uma notificação extrajudicial da WTorre, que se sentiu incomodada com as declarações do presidente.

••

COLUNA DA SONIA RACY ❘ O ESTADO DE S.PAULO

• Linha pontilhada

Ecoa pelas vigas da Arena Palestra que a W Torre está quase pedindo para sair de campo. Com 75% do estádio de pé, a construtora não estaria aguentando a movimentação do Palmeiras para rever o contrato – assinado em 2011, quando o presidente do Verdão era Arnaldo Tirone. E aprovado pelo então presidente do conselho, Paulo Nobre, atual cartola do clube.

Nobre, pelo que se apurou, vem minando a parceria pelos meios de comunicação, atacando o que está sacramentado no papel.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

TV GLOBO – GLOBO ESPORTE → No estádio do Café, Palmeira dá chocolate no Figueirense
 
BLOG PITACOS DO PALESTRA – LANCENET → Qual é a cara do líder da Série B?
 
LANCE! BIZZ → Em dois dias de pré-venda, Palmeiras registra recorde de pedidos da camisa verde e amarela
 
GLOBO ESPORTE COM → Wendel sente lesão e retorna a São Paulo; Leandro não preocupa
 
LANCENET → Wendel se lesiona em seu aniversário e volta antes; Leandro fica com elenco
 
ESTADÃO ONLINE → Kleina conversará com Luis Felipe sobre possível saída
 
BAND ESPORTE → Kleina tira pressão do elenco pelo acesso do Palmeiras
 
LANCENET → Palmeiras é o terceiro time que mais sofre pênaltis na Série B
 
ESTADÃO ONLINE → Kleina exalta elenco e aponta Ananias como destaque
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Kleina perde Wesley e tem dúvida se volta a escalar três atacantes
 
BAND ESPORTE → Artilheiro, Alan Kardec cede cobrança a Mendieta: “não tem egoísmo”
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Prass admite início ruim, mas elogia aproveitamento do ataque
 
GLOBO ESPORTE COM → Wagner Vilaron: ‘Quando está a fim, Palmeiras tem domínio completo’
 
SPORTV → Gilson Kleina valoriza marcação e elogia elenco do Palmeiras
 
SPORTV → Melhores momentos: Palmeiras 4 x 0 Figueirense pela 28ª rodada da Série B do Brasileirão
 
••

9 respostas em “Verdão na Mídia 09-10-2013: Após goleada, Palmeiras fica a um passo do centésimo gol no ano ❘ Globo Esporte Com”

Se a WTorre abandonar a obra acho que é melhor ainda pro Palmeiras do que pra ela. A obra está segurada e se não me engano foi uma das maiores exigências do Palmeiras ano passado exigindo até mais do que obras desse porte exigem, tanto que até houve paralização da obra durante o episódio. Se postergar entrega até uma certa data limite deve existir um ressarcimento. E não sei como foi feito o contrato mas deve exigir uma cláusula que não obrigue o Palmeiras a devolver valor investido pela construtora até o presente momento. Ela tem que terminar a obra pois o palmeiras concedeu uso de superficíe do estádio durante 30 anos! Lembrando que construíram prédios pro clube social também! Basta o Palmeiras achar quem termine a obra usando o mesmo projeto da WTorre ou até alterando algumas particularidades dela, desde que em consenso com os orgãos públicos… Não creio que seria complicado achar alguma construtora disposto a terminar o que está quase acabando e ser uma parceira do clube assim como a Wtorre seria. Conseguiríamos até diminuir tempo dessa parceria imagine em vez de 30 anos 10 ou 15 anos nas mesmas bases. A WTorre iria perder credibilidade em nível internacional abandonando uma obra desse porte e dessa forma por briga de cadeiras. Não creio que ela fará isso nem a pau. Ela é quem assinou com a Allianz, AEG e etc. o Palmeiras é apenas consultado nesses pontos. E podem ver que mesmo com tudo isso a reforma deu uma acelerada nesses últimos dias principalmente na cobertura e estacionamento. É uma briga executiva onde cada um fez burrada em não ter feito no contrato essa divisão das cativas. Mas cada um agora ”puxa sardinha” pro seu lado ninguém é louco de dar nada de graça nesse quesito. Pra mim eu só vejo competência da diretoria em ”endurecer jogo” e barganhar a nosso favor. O que o Palmeiras vai lucrar a WTorre também vai e no começo muito mais que nós! Duvido que a WTorre ”pule fora” dessa obra. Acho que poderia ser diferente se estivéssemos no começo da obra. Mas a WTorre já investiu demais para ”largar mão” E acho que tudo vai se resolver no fim das contas afinal somos parceiros…

É recorrente no Palmeiras este caso Luis Felipe. Os bons ou com bom potencial quase sempre tem contratos mal feitos e saem de graca (Ilsinho, Elias, Bruno Cesar, Souza e agora Luis Felipe e parece Patrik Vieira). Os ruins, como Weldinho, Felipe Menezes, Daniel Lovinho e outros, tem contratos longos e ficam encostados no Palmeiras ou em outros clubes com salarios pagos pelo Palmeiras eternamente. É muita incompetencia.

A base não tem nenhuma promessa,assisti agora o sub-20 ser desclassificado da copa do Brasil sub-20 ,todos pernas de pau e sem raça,parece que comeram feijoada e não tem pretensão em ganhar,todos prá caçamba em dezembro.

Se houver mesmo o interesse do Benfica no Luis Felipe, não seria uma boa tentar conseguir em troca os direitos do Kardec?
Acho mais fácil acharmos outro lateral direito bom por aí do que um centroavante…

Sobre a situação Palmeiras x WTorres é vergonhoso ler as notícias, o que presenciamos hoje é o mais puro resultado quando se cruzam num mesmo interesse uma empresa séria, com profissionais gabaritados e outra totalmente amadora, recheada de interesses pessoais. Será que o Paulo Nobre e sua super equipe “profissional” não percebe que essas notícias afastam investidores e patrocinadores ? Quem vai investir num estádio onde contratante e contratado mal se entendem ? A administração Palmeirense é nojenta, suja, recheada de vagabundos mal intencionados e interesseiros. Já passou da hora do Nobre convocar uma entrevista e acabar com todas essas especulações, sentar na mesa com a construtora ajustar esses pontos e principalmente, cumprir seu papel e colocar a instituição Palmeiras acima de interesses de fulanos ou ciclanos. A torcida do Palmeiras clama por paz.

Nada disso deveria ter se tornado público mas já que é vamos avaliar. Não é só Palmeiras que clama por paz… E me pergunto se existe paz nesse mundo? Cada um tá defendendo seus interesses em um ponto que ficou fora do contrato por ”estupidez mútua”. Imagina que o Palmeiras cede 20.000 cativas ou até mais pra WTorre comercializar? O Palmeiras em dia de jogo teria direito de comercializar o restante dessas cadeiras. Aí chega final de campeonato, (não sei se você é sócio torcedor ou vai ser) e sabe que o Palmeiras não pode comercializar boa parte desses ingressos pra você que paga mensalidade ”salgada” justamente para ter uma oportunidade maior de assistir essa partida. Veja Barueri Copa do Brasil 2012 contra o Coritiba onde só sócio torcedor comprou ingresso. Iria afetar diretamente o Avanti infinitamente e prejudicialmente o Palmeiras! O Inter e o Grêmio só conseguem esses elencos por causa de seus sócios torcedores. Veja a receita que eles geram! E a receita pode ser só do clube sem parceria! Por isso mesmo o Palmeiras tá brigando, discutindo, defendendo nossos interesses Palmeirenses! A gente cedendo pra WTorre o que ela quer não seria benéficio nenhum pra nós e sim dar de graça o que ela quer! A gente discute com esposa, com pai, mãe, irmão, filho e etc.. Quanto mais com uma parceira comercial. Paz? Paz pra mim em alguns casos pode ser inércia ou até subserviência! Ceder um ponto desse pra construtora sim é rebaixar o Palmeiras a ser subserviente a WTorre! Nem a PAU! Repetindo: NEM a PAU! Se quiser abandonar a obra que a WTorre ouse fazer! Aí seremos 18 milhões de torcedores VS construtora e não ouse ficar do outro lado se isso acontecer pois você estará rebaixando, rasgando, cuspindo, traindo o Distintivo da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Sei não…mas, estou com uma sensação que essa obra da Nova Arena irá parar. Se o Palmeiras não está mais afim que a Wtorre continue, por achar que o contrato assinado em 2011 pelo Tirone e debatido no conselho em 2008 por todos, e que “estranhamente” nessa altura do campeonato, resolveram chiar nas mídias, dizendo ser “ruim” pro clube…espero que os dirigentes envolvidos nessa briga toda, já tenham as empreiteiras que irão terminar as obras. Caso contrário, seria uma burrice (mais uma) monstruosa dessa diretoria. Espero estar enganado…pois, uma eventual briga judicial agora, todos perderão.
P.S. E tbm…”estranhamente”, nessas últimas semanas, os pilares da incompetência Palmeirense e que foram e continuam contra a Nova Arena: Mustafá, Gilto Avalone e Piraci, reapareceram nas mídias, e coincidentemente, os 3 estão bombardeando a Wtorre…e parece que o MustaNobre embarcou nessa. Não estou por dentro desse imbróglio todo, mas, o presidente MustaNobre não pode ficar expondo os problemas e atacando a construtora via mídia…mesmo ele (MustaNobre) tendo razão. E o duro é que estamos falando de uma “parceira” que terão que conviver por 30 anos. Lamentável!!!

Boa tarde Aldo, como vai?
O contrato firmado entre Palmeiras e WTORRE, foi avaliado as pressas , desta forma não há como contestar sobre as linhas que foram lidas e do próprio documento que esta assinado, posso te garantir, que não haverá ganho de causa por parte do clube em uma luta judicial, pois os termos são diretos e determinam os limites jurídicos de cada parte envolvida, a questão dos acentos é mera balela, pois o ALLIANZ PARQUE pertence ao clube , bem como o próprio terreno de 59.497 metros quadrados, a configuração comercial dos 45.972 acentos disponibilizados no empreendimento, esta gerando alguma celeuma, pois qualquer bom advogado devera apenas ratificar , a postura a ser tomada, a de aceitar em bom tom as clausulas contratuais, onde a Sociedade Esportiva Palmeiras , terá êxito e receitas múltiplas em diversos eventos, lembrando a todos que o clube não gastou absolutamente nada , para que fosse edificado o empreendimento que mudara a Historia do clube em todos os aspectos, desde que o maldito MUMU, não interrompa o processo, pelo simples fato de não angariar dinheiro como sempre fez com atitudes sórdidas que eu e você já conhecemos, este cidadão é um câncer maligno a ser eliminado do Palmeiras o quanto antes, pois é insuportável sua manipulação politica em todas as esferas do poder alviverde!

Primeiramente, não tire o Frizzo desse grupo “pilares da incompetencia”, e segundo, chamar o Paulo nobre de MustaNobre porque o gordo apoiou ele durante as eleições é uma burrice…

Os comentários estão desativados.